5 de outubro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em URGENTE: Gilmar Mendes manda soltar irmão do ex-governador Beto Richa

URGENTE: Gilmar Mendes manda soltar irmão do ex-governador Beto Richa

O ministro do STF Gilmar Mendes determinou a soltura de Pepe Richa, irmão do ex-governador Beto Richa (PSDB), que estava preso desde 26 de setembro no âmbito da Operação Integração II, da lava jato, que investiga a máfia do pedágio no Paraná. ... 

Leia mais

30 de setembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Pepe Richa em prisão preventiva

Pepe Richa em prisão preventiva

O irmão do ex-governador Beto Richa (PSDB), Pepe, teve sua prisão temporária convertida em preventiva na noite de sábado (29). A decisão foi do juiz Paulo Sérgio Ribeiro, da 23ª Vara Federal de Curitiba. ... 

Leia mais

26 de setembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Beto Richa derreteu

Beto Richa derreteu

Adversários do ex-governador Beto Richa (PSDB), que estão de olho na 2ª vaga do Senado, monitoram diariamente — via tracking — o derretimento do tucano. ... 

Leia mais

26 de setembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Lava jato prende irmão do ex-governador Beto Richa

Lava jato prende irmão do ex-governador Beto Richa

O ex-secretário da Infraestrutura, Pepe Richa, irmão do ex-governador Beto Richa (PSDB), é um dos 15 presos pela 55ª fase da lava jato no Paraná. ... 

Leia mais

11 de setembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Beto Richa e os presos pela lava jato; veja a lista

Beto Richa e os presos pela lava jato; veja a lista

A Operação Piloto, na 53ª fase da lava jato, prendeu hoje (11) o ex-governador Beto Richa (PSDB) e seu núcleo político que era formado pela esposa, o irmão, o primo e dois braços direitos.  ... 

Leia mais

15 de maio de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Richa levava R$ 100 mil por mês desviados da educação, diz delator da Quadro Negro

Richa levava R$ 100 mil por mês desviados da educação, diz delator da Quadro Negro

O ex-governador Beto Richa (PSDB), pré-candidato ao Senado, levava mensalmente R$ 100 mil desviados da educação do Paraná. A informação foi prestada pelo dono da Valor Construtora, Eduardo Lopes de Souza, à 9ª Vara Criminal de Curitiba, na delação da Operação Quadro Negro. ... 

Leia mais

22 de fevereiro de 2018
por Esmael Morais
3 Comentários

URGENTE: 1ª lava jato de 2018 mira governo Beto Richa e concessionária de pedágio no Paraná

A 48ª fase da lava jato mira nesta quinta (22) o governo Beto Richa (PSDB), do Paraná. A Polícia Federal deflagrou hoje operação sobre agentes públicos e empresas de pedágio que integram o ‘Anel da Integração’ nas rodovias federais no estado. ... 

Leia mais

3 de fevereiro de 2018
por Esmael Morais
9 Comentários

Ex-governador Sérgio Cabral inspira tucano Beto Richa a disputar um “foro privilegiado”

O governador do Paraná Beto Richa (PSDB) faz um “doce” ao dizer que “não sabe” se renunciará ao cargo para concorrer ao Senado. A situação do ex-governador do Rio, Sérgio Cabral (MDB), preso pela lava jato em Curitiba, inspira muito o tucano a disputar um “foro privilegiado” na eleição de outubro. ... 

Leia mais

26 de janeiro de 2018
por Esmael Morais
23 Comentários

Família Richa em campanha

Quatro membros da família do governador do Paraná Beto Richa (PSDB) disputarão as eleições de outubro. Além do próprio, que tentará o Senado; o filho Marcello Richa e o primo Marcos Traad buscarão uma cadeira na Assembleia Legislativa; Pepe Richa, irmão do governador, concorrerá à Câmara. ... 

Leia mais

1 de outubro de 2017
por Esmael Morais
26 Comentários

Cornélio Procópio estarrecida com título de cidadão honorário a irmão de Beto Richa

Conta o jornalista e blogueiro Odair Matias que o município de Cornélio Procópio, Norte Pioneiro, está em choque com o título de cidadão honorário concedido ao secretário de Estado da Infraestrutura Pepe Richa, irmão do governador Beto Richa (PSDB), também delatado na lava jato. Leia mais

1 de setembro de 2017
por Esmael Morais
41 Comentários

Protesto contra corrupção no governo Richa termina em agressão no Paraná; assista

O k-suco ferveu na noite desta sexta-feira (1º) no município de Santa Terezinha do Itaipu, Oeste do Paraná, quando seguranças agrediram professores que protestavam contra a corrupção no governo do tucano Beto Richa. Leia mais

15 de maio de 2016
por Esmael Morais
8 Comentários

Richa desprestigiou Temer, mas quer indicar o irmão Pepe na Itaipu

richa_pepeO governador Beto Richa (PSDB) não compareceu à cerimônia de posse do presidente interino Michel Temer, na quinta-feira 12, após a consumação do golpe de Estado. Preferiu cumprir agenda em Maringá e Foz do Iguaçu, no interior do Paraná.

O tucano também deixou de prestigiar a posse do deputado aliado Ricardo Barros (PP-PR), no Ministério da Saúde, cuja mulher, Cida Borghetti (PP), é sua vice e candidata ao governo do estado em 2018.

Apesar de desprestigiar Temer e Barros, o governador do PSDB quer emplacar o mano Pepe Richa na usina Itaipu Binacional, pois, dessa forma, evitaria o desgaste de demitir o próprio irmão da Secretaria de Estado da Infraestrutura por “insuficiência técnica” e otras cositas mas. Leia mais

11 de maio de 2015
por Esmael Morais
7 Comentários

TJPR julga dia 18 retorno de Maurício Requião ao Tribunal de Contas

mauricio_tjpr_tce

O Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR) colocou na pauta do próximo dia 18 de maio o julgamento mandado de segurança que pede retorno do ex-secretário da Educação, Maurício Requião, ao cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE). O relator do caso é o desembargador Antonio Loyola Vieira.

O imbróglio com o irmão do senador Roberto Requião, ex-governador do Paraná, se arrasta desde 2008. Maurício foi afastado do TCE com base na Súmula Vinculante n.º 13, que proíbe a nomeação de parentes de autoridades dos três poderes para cargos de natureza administrativa.

O atual ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, em 2009, deu parecer favorável ao retorno de Maurício Requião ao TCE. “O cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado não se enquadra em qualquer das categorias de que cuida a Súmula Vinculante nº 13 do STF – cargo em comissão (apresente ele natureza política ou puramente administrativa) ou função de confiança – que, portanto, é inaplicável à situação do consulente” (clique aqui para ler a íntegra).

Em 2011, o governador Beto Richa (PSDB) e o presidente da Assembleia Legislativa, Valdir Rossoni (PSDB), anularam a eleição de Maurício Requião e realizaram outra sessão para escolher Ivan Bonilha ao mesmo cargo de conselheiro.

Agora, o retorno do ex-secretário da Educação poderá deixar o conselheiro Ivan Bonilha, aliado Richa, sem a cadeira. No entanto, o Ministério Público opina que a próxima vaga a ser votada pela Assembleia, em 2017, seria destinada para ajeitar a situação de ambos os contendores. Nessa fórmula, Bonilha e Maurício Requião continuariam no TCE.

O diabo é que o acordo de eleger o primeiro-secretário da Assembleia, Plauto Miró (DEM), seria novamente quebrado. O parlamentar que já fora preterido na última eleição, em 2013, que levou Fábio Camargo ao órgão de contas, teria de esperar mais um pouco… Leia mais

26 de abril de 2015
por Esmael Morais
13 Comentários

Garganta Profunda de Londrina: “Truculência de Beto contra professores destoa do velho Richa”

Um atento leitor do Blog do Esmael, que acompanha a história política do Paraná e do Brasil, fez uma interessante análise da tentativa do governo Beto Richa (PSDB) de impedir esta semana, com a força policial, a aproximação de manifestantes da Assembleia Legislativa.

Atendendo pelo codinome Garganta Profunda de Londrina, o leitor vai mais longe ainda ao sugerir que o verdadeiro herdeiro do saudoso ex-governador José Richa é José Richa Filho, o Pepe, irmão mais velho de Carlos Alberto (verdadeiro nome de Beto).

“… este sim, educado, ponderado, dotado de paciência e atenção com o interlocutor, ou seja, com perfil assemelhado ao do pai”, compara o Garganta, insinuando que Carlos Alberto pode se aposentar para ceder lugar ao legítimo herdeiro político do velho e bom Richa — Pepe Richa.

Leia a íntegra do texto:

“Esmael,

Como assíduo leitor, mas sem nunca ter me manifestado, trago algumas observações sobre o uso da PM para evitar o acesso ao Centro Cívico.

Em 1982, o Paraná elegeu José Richa para Governador.

Era um verdadeiro líder, afável no trato com as pessoas, não tinha nenhum estrelismo.

Jamais faria isso que seu rebento, Carlos Alberto, agora quer fazer.

Se algum assessor amalucado levasse a ideia de botar PM e Tropa de Choque para impedir acesso da população à praça e à Alep, seria imediatamente advertido pelo velho Richa.

Começo a achar que o verdadeiro herdeiro político do velho Richa, não é o Carlos Alberto, mas sim, o José Richa Filho, o Pepe, este sim, educado, ponderado, dotado de paciência e atenção com o interlocutor, ou seja, com perfil assemelhado ao do pai.

Beto parece não ter herdado as características políticas do seu saudoso pai.

Além de ter sido amigo dos professores e do funcionalismo, José Richa era um democrata, acostumado ao debate das ideias, sem truculência.

Vou lembrar um episódio, para ilustrar.

Na transmissão de cargo, em 1986, de José Richa para João Elísio, compareceu o ex-Presidente do Paraguai, o ditador Alfredo Strossener.

Dizem ter sido convidado por José Richa, que ficou com pena do velho caudilho morar quase na solidão, no exílio em Guaratuba.

Durante a solenidade, o então vereador de Curitiba, José Maria Correia, postou-se em frente ao palanque e fez o que muitos gostariam de ter feito: levantou um cartaz com os dizeres “FORA STROESSNER”.

Houve um natural constrangimento. A foto e o fato correram o mundo.

Nem por isso José Maria Correia foi admoestado ou perseguido por Richa.

Continuou no PMD Leia mais

11 de dezembro de 2014
por Esmael Morais
13 Comentários

Sciarra rejeita Planejamento e emperra novo secretariado de Richa

sciarra_pepe_rossoni.jpgO deputado federal Eduardo Sciarra (PSD) rejeitou ontem à  noite convite do governador Beto Richa (PSDB) para assumir a Secretaria do Planejamento. ... 

Leia mais

13 de agosto de 2014
por Esmael Morais
11 Comentários

Engenheiros apontam irregularidades em obras em rodovias e favorecimento do pedágio no Paraná

O Departamento de Estrada e Rodagem do Paraná (DER), vinculado à  Secretária de Estado da Infraestrutura, ocupada por Pepe Richa, irmão do governador Beto Richa (PSDB), estaria recheado de irregularidades. à‰ o que aponta um relatório enviado com exclusividade ao Blog do Esmael por engenheiros do próprio órgão. Eles também veem favorecimento da exploração do pedágio pela empreiteira Oderbrecht.

Os profissionais ratificam suspeitais de ilegalidade nas obras de duplicação de rodovias que não teriam empenho nem mesmo autorização formal do governo do estado, o que constituiria aos olhos da Lei 8.666/93 como crime de improbidade administrativa.

O Blog do Esmael registrou ontem à  noite que o senador Roberto Requião (PMDB), candidato ao Palácio Iguaçu, denunciou essa situação ao Ministério Público e protocolou pedido de informações, a partir do Senado da República, ao próprio governador Beto Richa.

A seguir, leia a íntegra do relatório sobre as obras irregulares no Paraná:

RELATà“RIO DER/PR – MEDIDAS IRREGULARES

01 – Dezenas de faturas emitidas de serviços medidos sem empenho totalizam valores atuais da ordem de 100 milhões de reais (até junho);

02 – Pagamentos com atraso médio de 90 a 100 dias corridos e redução sistemática de faturamento, o que resulta em milhões de reais adicionais de pagamento pro rata (por atraso de pagamento após vencimento da fatura), e milhões de reais adicionais por desequilíbrio econômico-financeiro de contratos (exemplo: empresa deveria faturar R$ 2.000.000,00/mês e o DER só permite faturar R$ 600.000,00 mês);

03 – Pagamentos fora da ordem cronológica em desacordo com a Lei de Licitações e Contratos Públicos !“ Lei Federal 8.666/93 !“ que podem imputar pena criminal aos agentes públicos envolvidos;

04 – Obras contratadas e iniciadas após final do primeiro quadrimestre do último ano de governo, sem recursos orçamentários e empenhos prévios condizentes com a Lei Eleitoral e Lei de Responsabilidade Fiscal;

05 – Parceria Público-Privada da PR-323, com contrapartida do Estado de quase 100 milhões de reais/ano, durante 30 anos e mais cinco praças de pedágio, uma a cada 50-60 km, o que resulta numa tarifa por km equivalente a concessão rodoviária de 1997 (governo Lerner), que possuía uma TIR (Taxa Interna de Retorno) de 18 a 22% (atualmente é da ordem de 8%), curiosamente com apenas 1 interessado na apresentação de proposta técnica e comercial nesta licit Leia mais

11 de fevereiro de 2014
por Esmael Morais
38 Comentários

Prefeita de Campo Mourão denuncia armação política! do Palácio Iguaçu contra Gleisi Hoffmann

Regina Dubay (PR) é prefeita do município de Campo Mourão, região Centro-Oeste do Paraná. Primeira mulher a governar a cidade, nas eleições de 2012 ela derrotou no “olho clínico” o ex-prefeito Taulio Tezelli (PPS) — compadre do líder do PPS na Câmara, deputado Rubens Bueno, o homem do “voto limpo”.

A prefeita foi eleita com apoio da então ministra-chefe da Casa Civil, agora senadora Gleisi Hoffmann (PT), e do senador Roberto Requião (PMDB).

Pois bem, Regina, uma pedagoga de 45 anos, começou fevereiro dentro de um verdadeiro turbilhão. Denúncias na velha mídia apontando a existência de uma quadrilha! agindo na Prefeitura mourãoense a pegou de surpresa. Em um primeiro momento, atônita, chorou. No segundo, determinou rigor na apuração dos fatos. Por último, foi atrás das digitais do ataque à  sua administração.

Regina Dubay enxergou dedo do Palácio Iguaçu, sede do governo estadual, na “armação” triangulada pelo PSDB, Solidariedade e PPS para tirá-la do cargo. A prefeita vê sexismo na ação dessas forças políticas, pois, além de atingir a ela própria, as denúncias visam macular a imagem da senadora Gleisi Hoffmann — de quem é coordenadora da pré-campanha ao governo do Paraná.

“Por que o Gaeco não agiu com a mesma vontade em relação à  denúncia de propina de R$ 500 mil para Pepe Richa, o irmão do governador, conforme denúncia da revista Istoà‰? Ninguém viu a mesma destreza dos agentes no caso do secretário da Infraestrutura”, comparou prefeita.

Apesar da forte crítica ao Gaeco, Regina se coloca à  disposição do órgão e da Justiça para provar a “armação política” contra sua gestão na Prefeitura de Campo Mourão. “Os coronéis da cidade ainda não se conformam de terem perdido a eleição para uma mulher. Eles têm uma visão sexista do mundo, machista”, dispara.

A prefeita Regina Dubay diz que tem mais um motivo para acreditar numa armação política! para desestabilizá-la, pois, segundo ela, seu vice e principal conspirador, Rodrigo Salvadori, é do mesmo partido do deputado Fernando Francischini !“ o Solidariedade (SDD).

A seguir, leia a íntegra da nota oficial da prefeita Regina Dubay:

Nota Oficial

Diante dos fatos acontecidos envolvendo servidor da Secretaria da Saúde, e surpreendida pela notícia de que o vice-prefeito Rodrigo Salvadori entregou pedido de exoneração do cargo de secretário de Desenvolvimento Econômico, e ainda pensando no povo de Campo Mourão e no trabalho que estamos fazendo para o desenvolvimento de nossa cidade,

Venho de público esclarecer:

-Quanto ao delito penal que querem impor aos servidores desta administração sobre fatos ocorridos na Secretaria da Saúde e que culminaram com a prisão de um servidor: ainda não tomei conhecimento total do processo que está na Gaeco, mas desde quarta-feira já nos colocamos à  disposição para colaborar a ajudar no esclarecimento dos fatos ocorridos e pronta a tomar as medidas que se façam justas para estabelecer a verdade e a ordem. Até o momento temos apenas as informações obtidas através da imprensa. Mesmo assim, já determinei a Procuradoria Geral do Município que acompanhe pessoalmente todo procedimento junto a Gaeco e instaure imediatamente uma sindicância para apurar os fatos noticiados. Estamos a total disposição da justiça para prestar esclarecimentos ou apresentar as informações e documentos solicitados para elucidar o mais breve possível este incidente.

-Não me omiti das minhas funções em momento algum e tenho cumprido minha agenda de trabalho como espera o povo Mourãoense que me elegeu. Estive, na quinta-feira e sexta-feira em Curitiba com reuniões no Detran e DNIT, no sábado entreguei ambulâncias na cidade, e viajo para Brasília neste começo da semana com agenda importante no Ministério das Cidades, tratando de projetos de moradias, entre outros compromissos com o Governo Federal agendados desde o final de 2013.

-Nunca fui procurada por nenhum funcionário reclamando ou denunciando a prática de recolhimento de dinheiro dos cargos comissionados na prefeitura, muito menos por meu vice-prefeito.

-Quanto à  Leia mais

4 de fevereiro de 2014
por Esmael Morais
45 Comentários

Assembleia rejeita ouvir irmão do governador do Paraná sobre denúncia de propina de R$ 500 mil

Bateu na trave por 34 votos a 9, na Assembleia, requerimento do PT propondo convite para o secretário de Infraestrutura, Pepe Richa, irmão do governador, explicar denúncia na revista Istoà‰ sobre propina de R$ 500 mil; Ministério Público já investiga esquema para favorecer empresa no Paraná.

Bateu na trave por 34 votos a 9, na Assembleia, requerimento do PT propondo convite para o secretário de Infraestrutura, Pepe Richa, irmão do governador, explicar denúncia na revista Istoà‰ sobre propina de R$ 500 mil; Ministério Público já investiga esquema para favorecer empresa no Paraná.

A Assembleia Legislativa do Paraná, na sessão desta terça (4), por 34 votos a 9, rejeitou requerimento do líder do PT, deputado Tadeu Veneri, propondo convite para o secretário de Infraestrutura e Logística do governo do Paraná, José Richa Filho, comparecer ao plenário para esclarecer as denúncias feitas na semana passada pela revista Istoà‰.  ... 

Leia mais

27 de janeiro de 2014
por Esmael Morais
21 Comentários

MP vai investigar irmão de Richa por receber propina

do Brasil 247

O Ministério Público do Paraná, através da Promotoria de Defesa do Patrimônio Público de Curitiba, abriu, nesta segunda-feira (27), investigação para apurar o suposto recebimento de R$ 500 mil, como propina, por Pepe Richa, irmão do governador Beto Richa (PSDB), para facilitar a favorecer uma empresa em um negócio no Paraná; a empresária do ramo de transportes Ana Cristina Aquino disse que Pepe Richa recebeu a propina para facilitar um acordo entre uma das empresas dela !“ a AG Log !“ e a montadora Renault, que tem fábrica no Estado.

O Ministério Público do Paraná, através da Promotoria de Defesa do Patrimônio Público de Curitiba, abriu, nesta segunda-feira (27), investigação para apurar o suposto recebimento de R$ 500 mil, como propina, por Pepe Richa, irmão do governador Beto Richa (PSDB), para facilitar a favorecer uma empresa em um negócio no Paraná; a empresária do ramo de transportes Ana Cristina Aquino disse que Pepe Richa recebeu a propina para facilitar um acordo entre uma das empresas dela !“ a AG Log !“ e a montadora Renault, que tem fábrica no Estado.

O Ministério Público do Paraná, através da Promotoria de Defesa do Patrimônio Público de Curitiba, abriu, nesta segunda-feira (27), uma investigação para apurar o suposto recebimento de R$ 500 mil, como propina, por Pepe Richa, irmão do governador Beto Richa (PSDB), para facilitar e favorecer uma empresa em um negócio no Paraná. Pepe é secretário de Infraestrutura e Logística do Estado. O caso se tornou público em reportagem da revista Istoé desta semana.  ... 

Leia mais

17 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
20 Comentários

Em clima de velório, deputados se despedem da CPI do Pedágio

Carinhosamente chamados de Patetas! pelo Palácio Iguaçu, deputados que fizeram parte da CPI do Pedágio!, por longos 4 meses, se despediram hoje da comissão com um saldo intrigante: o pedágio aumentou mesmo sob investigação da Assembleia Legislativa do Paraná; no velório, os parlamentares deram caneladas no secretário de Infraestrutura, Pepe Richa, irmão do governador Beto Richa, e na Justiça, que teria sido mais generosa com as pedageiras e agido contra os usuários das rodovias privatizadas; comissão foi criada no Dia Internacional da Pizza; formalmente, a CPI do Pedágio tem até o dia 2 de março de 2014 para encerrar as

Carinhosamente chamados de Patetas! pelo Palácio Iguaçu, deputados que fizeram parte da CPI do Pedágio!, por longos 4 meses, se despediram hoje da comissão com um saldo intrigante: o pedágio aumentou mesmo sob investigação da Assembleia Legislativa do Paraná; no velório, os parlamentares deram caneladas no secretário de Infraestrutura, Pepe Richa, irmão do governador Beto Richa, e na Justiça, que teria sido mais generosa com as pedageiras e agido contra os usuários das rodovias privatizadas; comissão foi criada no Dia Internacional da Pizza; formalmente, a CPI do Pedágio tem até o dia 2 de março de 2014 para encerrar as “investigações” sobre as concessões de pedágio no estado..

O clima de velório tomou conta da sessão na Assembleia Legislativa do Paraná, nesta terça (17), com deputados se revezando na tribuna para se despedir da CPI do Pedágio. Ao longo dos 4 meses de sua existência, a comissão que “investigou” as concessionárias saiu com saldo positivo: ganhou do Palácio Iguaçu o carinhoso apelido de “CPI dos Patetas”. ... 

Leia mais

Esmael Morais 2009-2018. O Blog do Esmael é liberto das excludentes convenções mercantis Copyright ©. O site não cobra pelos direitos autorais, portanto, pode e deve ser reproduzido no todo ou em parte, além de ser liberado para distribuição desde que preservado seu conteúdo e o nome do autor. | A política como ela é em tempo real.

Topo