27 de novembro de 2017
por esmael
12 Comentários

“Sem ponte, não haverá Senado”

Moradores do Litoral do Paraná deverão lançar nos próximos dias uma inusitada campanha: “Sem ponte, não haverá Senado”. O recado direto é para o governador Beto Richa (PSDB), que já enrolou a comunidade na reeleição 2014.

5 de julho de 2017
por esmael
17 Comentários

Frente Ampla lança neste sábado campanha nacional pelas Diretas Já

Presidida pelo senador Roberto Requião (PMDB-PR), a Frente Ampla Parlamentar, formada por 220 congressistas, lançará neste sábado (8), em Curitiba, a campanha pelas Diretas Já com presenças de pesos pesados da política tais como Ciro Gomes (PDT), Gleisi Hoffmann (PT-PR) e Lindbergh Farias (PT-RJ).

30 de novembro de 2016
por esmael
8 Comentários

Prisão de policial que ‘sabe demais’ causa paúra no Palácio Iguaçu

richa_teles_foz“Caiu” o policial civil Ademilton Joaquim Telles, conhecido como Teles, preso ontem (29) em operação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado na tríplice fronteira. A queda do moço causa paúra no terceiro andar do Palácio Iguaçu.

28 de novembro de 2016
por esmael
2 Comentários

Temer cada vez mais perto da cassação no TSE; novos cheques põem ilegítimo na marca do pênalti

dilma_temer_tseA tese segunda a qual a campanha do ilegítimo Michel Temer (PMDB) seria independente da de Dilma Rousseff (PT) não tem como prosperar no TSE, que analisa a cassação da chapa eleita em 2014.

23 de novembro de 2016
por esmael
49 Comentários

Servidores reiniciam campanha contra Bancada do Camburão; veja como votaram os deputados

calote_richaOs deputados que votaram nesta terça (22) com o governador Beto Richa (PSDB), a favor do calote na data-base, arranjaram sarna para se coçar, pois os servidores públicos reiniciaram forte campanha em todo o Paraná contra a “Bancada do Camburão” cuja data de término é outubro de 2018.

1 de agosto de 2016
por esmael
2 Comentários

Eleição será com menos dinheiro e mais redes sociais, diz Romanelli

romanelli_redes_sociaisO deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), em sua coluna desta segunda (1º), analisa o início das campanhas eleitorais municipais, a distribuição do tempo no rádio e na TV e o impacto das redes sociais na disputa.

22 de julho de 2016
por esmael
69 Comentários

Verba desviada da educação abasteceu campanha de reeleição do tucano Beto Richa, diz blog Gazeta do Povo

richa_educadoresO blog Gazeta do Povo, edição desta sexta (22), traz reportagem de Felippe Anibal, sobre o desvio de R$ 30 milhões que seriam destinados à construção de escolas no Paraná. Segunda informação, parte do dinheiro abasteceu campanha de reeleição de Beto Richa (PSDB).

27 de dezembro de 2015
por esmael
12 Comentários

Blog do Esmael relança campanha pela ponte Matinhos-Guaratuba

Há exatamente três anos, o Blog do Esmael lançou a campanha pela construção da ponte ligando Matinhos a Guaratuba, no Litoral, visando aposentar de vez o arcaico ferryboat (clique aqui para baixar o material da campanha).

Nessa caminhada, várias entidades como Fiep, MPUGT, Crea, Assindilitoral e lideranças políticas anunciaram apoio à obra. Até o governador Beto Richa (PSDB), nas vésperas da reeleição, prometeu tirar o projeto do papel. Pena que ficou apenas na promessa.

A ponte sobre a baía de Guaratuba teria 800 metros de extensão, e mais de 34 quilômetros de acessos e viadutos pelas PRs 508 e 412.

Não se trata apenas de uma ponte estaiada para o trecho, mas um conjunto de intervenções infra-rodoviárias que eliminariam os congestionamentos na temporada e melhoraria muito a vida de turistas e moradores dos municípios da região.

Leia mais sobre isso (ordem cronológica):

27 DEZ. 2012 – 11:49
Blog lança campanha pela construção da ponte Matinhos-Guaratuba
28 DEZ. 2012 – 10:37
Governo do Paraná desrespeita Constituição ao não construir ponte Matinhos-Guaratuba
29 DEZ. 2012 – 13:12
Assindilitoral declara apoio à  campanha pela construção da ponte Matinhos-Guaratuba
04 JAN. 2013 – 11:38
UGT anuncia apoio à  campanha pela ponte Matinhos-Guaratuba
28 JAN. 2013 – 14:53

12 de dezembro de 2015
por esmael
9 Comentários

Richa enfrenta manifestação de empresários neste domingo 13

O governador Beto Richa (PSDB) será alvo de protesto neste domingo 13, em Curitiba, durante lançamento da campanha  “Não Vou Pagar o Pato” contra aumento de impostos. O evento às 10h30, na Boca Maldita, será coordenado pela Federação das Indústrias do Paraná (Fiep).

“Novamente os governantes recorrem ao aumento de impostos para cobrir rombos nos cofres públicos. Mas não vemos nenhum esforço efetivo da parte deles para cortar gastos desnecessários e aplicar o dinheiro público com mais eficiência e transparência”, disse Edson Campagnolo, presidente da Fiep.

Além do tucano, a presidente Dilma Rousseff (PT) também está no radar das críticas do empresariado paranaense. Eles são contra a criação e aumento de impostos e a volta da CPMF, que tramita no Congresso Nacional.

A Fiep levará um pato inflável de 12 metros de altura à manifestação de amanhã, onde serão distribuídos folhetos, adesivos, “patecos”, e também será feita a coleta de assinaturas.

15 de agosto de 2015
por esmael
51 Comentários

Atenção, Dr. Moro! Quem financia a campanha de ódio contra o PT e Dilma?

moro_campanha_ptSalta aos olhos o planejamento e a riqueza da campanha de rua contra o PT e a presidenta Dilma Rousseff. Em Curitiba, para ficar só em um exemplo, nem as últimas candidaturas à Presidência da República e ao governo do Paraná tinham tanta estrutura e volume de propaganda. Leia mais

10 de outubro de 2014
por esmael
31 Comentários

Dilma defende valorização do salário mínimo e critica propostas do PSDB

via Agência Brasil

A candidata do PT à  reeleição, presidenta Dilma Rousseff, defendeu na quinta-feira (9) os atuais programas sociais e a política de valorização do salário mínimo. Sobre o último tema, ela citou o coordenador da área econômica da campanha do candidato Aécio Neves (PSDB), Armínio Fraga, a quem atribuiu conceito de que para resolver outros problemas da economia é preciso reduzir o salário mínimo.

Eles implicam com salário mínimo. Implicar com o salário mínimo é a maior característica desse senhor [Armínio Fraga] que foi presidente do Banco Central durante o [governo de] Fernando Henrique e que agora é aquele que aparece como sendo o eventual futuro ministro da Fazenda, que não vai ser. Ele acha que para resolver os problemas, eles têm que diminuir o salário mínimo. Isso é um escândalo. à‰ a típica proposta que fez com que esse país quebrasse três vezes!, disse em discurso durante ato político em Salvador.

Ao lado do governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), do governador eleito, Rui Costa (PT), e de outras lideranças do estado, Dilma disse que os governos do partido adversário nunca tiveram políticas para o desenvolvimento da Região Nordeste. Eles nunca tiveram um projeto para essa região. Nunca olharam para ela, deixaram anos e anos a fio sem investimento em infraestrutura, sempre usaram e abusaram da indústria da seca e não tentaram resolver o problema de fundo, que era garantir água, não de emergência, mas fazer com que o Nordeste convivesse com a seca, como nós estamos fazendo!.

A candidata também criticou declarações de lideranças do PSDB que associaram os votos no primeiro turno a candidatos do PT, principalmente nas regiões Norte e Nordeste, a eleitores pobres e menos informados!. Quando querem atribuir a minha votação e o primeiro lugar que obtive, falam: ‘Ah, votaram nesse projeto porque as pessoas que votaram não são qualificadas, são desinformadas, não sabem o que estão fazendo’. Não só agradeço, mas respeito extremamente essas pessoas, esses cidadãos que votaram em mim!.

A candidata disse que, no próximo dia 26 de outubro, estarão em confronto dois projetos distintos para o país e que o do PT diz que o Brasil tem que ser governado para todos os brasileiros, olhando com prioridade, com cuidado, para aqueles que mais precisam!. Dilma criticou o adversário por apontar ter sido o criador das ideias em que se bas

11 de setembro de 2014
por esmael
12 Comentários

Samek “desapegou” da Itaipu

Presidente da Itaipu Binacional, Jorge Samek, entrou em férias para fazer campanha  das petistas Gleisi Hoffmann, ao governo do Paraná, e Dilma Rousseff, à  reeleição na Presidência da República; também é esperado para a semana que vem o desembarque de Osmar Dias; Datafolha divulgada ontem à  noite, Dilma lidera no estado com 32% das intenções de voto no Paraná; Marina Silva (PSB) vem segundo lugar, com 28%, e em terceiro Aécio Neves (PSDB) com 22%; entretanto, Gleisi tem desempenho sofrível na sondagem, apenas 10%, ante 28% do senador Roberto Requião (PMDB) e 44% do governador Beto Richa (PSDB).

Presidente da Itaipu Binacional, Jorge Samek, entrou em férias para fazer campanha das petistas Gleisi Hoffmann, ao governo do Paraná, e Dilma Rousseff, à  reeleição na Presidência da República; também é esperado para a semana que vem o desembarque de Osmar Dias; Datafolha divulgada ontem à  noite, Dilma lidera no estado com 32% das intenções de voto no Paraná; Marina Silva (PSB) vem segundo lugar, com 28%, e em terceiro Aécio Neves (PSDB) com 22%; entretanto, Gleisi tem desempenho sofrível na sondagem, apenas 10%, ante 28% do senador Roberto Requião (PMDB) e 44% do governador Beto Richa (PSDB).

O presidente da Itaipu Binacional, Jorge Samek, “desapegou” do cargo nesta quinta-feira (11). Ele entrou em férias “a perder de vista” para se dedicar em tempo integral à s campanhas de Gleisi Hoffmann, ao governo do Paraná, e à  reeleição da presidenta Dilma Rousseff. Leia mais

23 de julho de 2014
por esmael
3 Comentários

Candidatos ‘nanicos’ ao governo apresentam propostas radicais

via Folha de Londrina

Dos oito candidatos que se registraram junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para concorrer ao governo do Paraná, cinco são considerados “nanicos”. Com menos tempo de televisão e recursos escassos de campanha, Bernardo Pilotto (PSOL), Geonísio Marinho (PRTB), Ogier Buchi (PRP), Rodrigo Tomazini (PSTU) e Tulio Bandeira (PTC) correm por fora na disputa. Talvez por isso, alguns deles apostem em medidas mais radicais, como a reestatização de empresas públicas, no caso do PSTU, ou a privatização dos presídios, proposta pelo PRTB, para chamar a atenção do eleitor.

PSOL

Pilotto e Tomazini são, notadamente, os candidatos mais à  esquerda do espectro político. Ambos enfatizam o fato de não dependerem do financiamento de banqueiros, do agronegócio ou de empreiteiras. O sociólogo do PSOL diz que seu plano de governo é também um programa de ação, pois continuará sendo utilizado para a militância cotidiana mesmo em caso de derrota nas eleições.

Segundo ele, sua primeira tarefa será desfazer os mitos difundidos pelas propagandas oficiais, de que “vivemos em um Estado branco, europeizado, sem desigualdades sociais e oligarquias”. Na saúde, suas principais propostas são o “esvaziamento” da Funeas (Fundação Estatal de Atenção à  Saúde), criada no início do ano pelo governador Beto Richa (PSDB), com o argumento de garantir maior autonomia orçamentária e financeira ao setor, e a criação de uma empresa pública de produção de medicamentos. Adotado na gestão atual, o modelo de Parcerias Público-Privadas (PPPs), base da Funeas, é defendido no plano de metas de Beto. Em relação à  nova empresa, Pilotto diz que teria como objetivo investir em pesquisa e novos tratamentos, fazendo com que o poder público dependa cada vez menos da “

16 de julho de 2014
por esmael
14 Comentários

Gleisi nomeia Stica como interventor na campanha em Curitiba

A senadora Gleisi Hoffmann "atropelou" a vice-prefeita Mirian Gonçalves e o presidente do partido, Natalino Bastos, em Curitiba, ao nomear o vereador Jonny Stica como interventor em sua campanha; novo comandante já alugou comitê central e promete colocar o bloco na rua em 19 de agosto.

A senadora Gleisi Hoffmann “atropelou” a vice-prefeita Mirian Gonçalves e o presidente do partido, Natalino Bastos, em Curitiba, ao nomear o vereador Jonny Stica como interventor em sua campanha; novo comandante já alugou comitê central e promete colocar o bloco na rua em 19 de agosto.

O vereador Jonny Stica, ex-presidente do PT de Curitiba, foi nomeado interventor na campanha da senadora Gleisi Hoffmann ao governo do Paraná. Ele comandará as ações do partido no maior colégio eleitoral do estado, conforme anúncio feito pela própria candidata durante as discussões do plano de governo na última sexta-feira (11). Leia mais

9 de julho de 2014
por esmael
7 Comentários

Por falta de dinheiro, candidatos adiam início da campanha no Paraná

Deputados estaduais e federais, que buscam reeleição, visando driblar falta de recursos, fazem acordos para adiar início da campanha no Paraná; iniciativa ajuda quem já está no exercício do mandato, haja vista que encurta o corpo a corpo dos candidatos com eleitores para apenas 60 dias; Justiça Eleitoral liberou o início das campanhas no último domingo, dia 6 de julho; encurtamento dá vantagem competitiva a nome mais conhecido; acordo de cavalheiros! foi selado em Ponta Grossa e desperta interesse na Assembleia Legislativa.

Deputados estaduais e federais, que buscam reeleição, visando driblar falta de recursos, fazem acordos para adiar início da campanha no Paraná; iniciativa ajuda quem já está no exercício do mandato, haja vista que encurta o corpo a corpo dos candidatos com eleitores para apenas 60 dias; Justiça Eleitoral liberou o início das campanhas no último domingo, dia 6 de julho; encurtamento dá vantagem competitiva a nome mais conhecido; acordo de cavalheiros! foi selado em Ponta Grossa e desperta interesse na Assembleia Legislativa.

Os candidatos a deputado estadual e federal do município de Ponta Grossa, região dos Campos Gerais, de todos os partidos, fizeram um “acordo de cavalheiros” para iniciar a campanha somente agosto. Esse adiamento que encurta a disputa para apenas 60 dias seria motivado pela falta de dinheiro. Leia mais

24 de junho de 2014
por esmael
20 Comentários

Requião articula suspensão de “oxigênio” para campanha de Richa

Senador Roberto Requião opera suspensão de "oxigênio" para a campanha de reeleição do governador Beto Richa; Pelo Twitter, peemedebista avisa que vai rever contratos celebrados no fim do governo do PSDB avessos ao interesse público!; empresário Rodrigo Rocha Loures, ex-presidente da Fiep, deverá ser incumbido da tarefa de brecar! a drenagem.

Senador Roberto Requião opera suspensão de “oxigênio” para a campanha de reeleição do governador Beto Richa; Pelo Twitter, peemedebista avisa que vai rever contratos celebrados no fim do governo do PSDB avessos ao interesse público!; empresário Rodrigo Rocha Loures, ex-presidente da Fiep, deverá ser incumbido da tarefa de brecar! a drenagem.

O senador Roberto Requião, ungido na última sexta (20) como candidato do PMDB ao Palácio Iguaçu, colocou em operação a suspensão de “oxigênio” para a campanha de reeleição do governador Beto Richa (PSDB). Leia a tuitada do peemedebista: Leia mais