23 de março de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Vaquinha para comprar um videogame para o Carlos Bolsonaro

Vaquinha para comprar um videogame para o Carlos Bolsonaro

O site “Vakinha” de financiamento coletivo está com uma campanha bizarra. O objetivo é comprar um videogame para o vereador Carlos Bolsonaro. ... 

Leia mais

13 de junho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em A vaquinha gorda de Lula

A vaquinha gorda de Lula

A pré-campanha de Luiz Inácio Lula da Silva informa que o presidenciável é o que mais arrecadou na primeira semana de vaquinha online (crowdfunding) e o que tem o maior número de doadores. ... 

Leia mais

3 de maio de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em PT na vaquinha para ajudar blogueiro condenado por defender “Mais Médicos”

PT na vaquinha para ajudar blogueiro condenado por defender “Mais Médicos”

O blogueiro Milton Alves, de Curitiba, condenado pela justiça por defender o programa “Mais Médico”, recebeu o “incondicional apoio político e material” do PT visando arrecadar R$ 10 mil para pagamento de indenização por danos morais ao Sindicato dos Médicos do Paraná (SIMEPAR). ... 

Leia mais

18 de fevereiro de 2014
por Esmael Morais
8 Comentários

Eleições 2014: Freire quer bloquear verba da vaquinha de Dirceu

do Brasil 247
Partido presidido pelo deputado Roberto Freire (SP), o PPS protocolou nesta terça-feira 18 uma representação na Procuradoria da República do Distrito Federal pedindo o bloqueio do dinheiro arrecadado em campanha organizada para o ex-ministro José Dirceu. Condenado na Ação Penal 470, Dirceu precisa pagar uma multa de R$ 971 mil imposta pelo Supremo Tribunal Federal. Até agora, conseguiu arrecadar R$ 422 mil.

Para o deputado Rubens Bueno (PR), líder do PPS na Câmara e autor da representação, o dinheiro deveria ser usado para ressarcir os cofres públicos dos recursos desviados no esquema do chamado ‘mensalão’, ao qual Dirceu foi condenado. O parlamentar argumenta que, como o petista também responde no Ministério Público Federal a ação por improbidade administrativa, todo o seu patrimônio precisa ser tornado indisponível, inclusive as doações.

“Cumpre ao Ministério Público Federal pedir a indisponibilidade cautelar destes valores, bloqueando-os para garantir futuro ressarcimento do erário. à‰ o que impõe a Lei de Improbidade”, argumenta Bueno na representação. Para ele, a medida precisa ser tomada “com a máxima urgência no âmbito da Ação Civil Pública n!º 2007.34.00.029879-6, bem como de qualquer outra que busque a condenação civil de José Dirceu”.

“A ausência da propositura de tal medida autorizou que muitos mensaleiros transferissem parcela de seus patrimônios (valores das doações) a outros condenados. Agora resta o valor que está sendo arrecadado por José Dirceu !“ o principal acusado no esquema de desvio do mensalão e réu em ação de improbidade”, afirmou o parlamentar. Confira abaixo a íntegra da representação:

“Excelentíssimo Senhor Procurador-Chefe da Procuradoria da República no Distrito Federal

RUBENS BUENO, brasileiro, casado, Deputado Federal (PPS/PR), com endereço funcional no gabinete 623, Anexo IV, da Câmara dos Deputados, vem, respeitosamente, à  presença de Vossa Excelência, para formular a presente REPRESENTAà‡àƒO em face de JOSà‰ DIRCEU DE OLIVEIRA E SILVA, nos autos da Ação Civil Pública que se processa nos autos em epígrafe, o que faz pelos fatos e fundamentos adiante expendidos:

Conforme tem sido amplamente noticiado pela imprensa, alguns dos réus condenados na Ação Penal n!º 470, que tramita perante o Supremo Tribunal Federal, notadamente os do chamado núcleo político do PT (José Genoino, Delúbio Soares e José Dirceu) têm organizado sítios de arrecadação de dinheiro pela internet, a fim de levantar recursos para o pagamento das penas de m Leia mais

6 de fevereiro de 2014
por Esmael Morais
6 Comentários

Vaquinha do delator Roberto Jefferson terá Collor, Gim e Jovair

do Brasil 247O delator do chamado ‘mensalão’, Roberto Jefferson, pretende seguir o caminho dos petistas condenados na Ação Penal 470 e pedir ajuda para pagar a multa de R$ 724 mil a que foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Alguns nomes que estão na lista do ex-deputado do PTB são importantes líderes do partido, como o ex-presidente Fernando Collor (AL), o senador Gim Argello (DF) e o deputado Jovair Arantes (GO).

“Ligo para o Collor, para o Gim, para o Jovair. Peço ao Benito para arrecadar. O Collor não vai se negar, tenho certeza. Meus companheiros não vão me faltar”, declarou Roberto Jefferson ao jornal O Estado de S.Paulo. “Mas, primeiro, vou tentar liquidar (a multa) da minha parte, talvez pedir um parcelamento”, acrescentou o ex-deputado.

A ideia, no entanto, não é lançar um site, como fizeram os petistas José Genoino e Delúbio Soares. Juntos, os dois arrecadaram pela internet cerca de R$ 1,7 milhão para pagar suas multas. “Não vou fazer lista em site. Não sei e não quero fazer. O PT tem facilidade em arrecadar, todos que têm mandato contribuem mensalmente com o partido. No PTB, os deputados não dão um centavo ao partido”, disse Jefferson.

Apesar de réu confesso e sem mais direito a recursos pela condenação de sete anos e 14 dias de prisão, Roberto Jefferson continua solto. Ele aguarda do presidente do STF, Joaquim Barbosa, a decisão sobre se poderá cumprir pena em regime domiciliar. Sua defesa argumenta que, por conta da recuperação de uma cirurgia que retirou um câncer no pâncreas, o ex-deputado tem uma dieta rígida, que não poderia ser seguida na cadeia.

A dieta que inclui salmão e geleia real, amplamente divulgada pela imprensa no ano passado, foi repetida por Jefferson nesta quarta-feira 5: “ridicularizaram minha dieta, mas é o que tenho que seguir diariamente. Não tenho condição de ficar em um presídio com o que eu como: arroz, pão, massa integrais, queijo magro, proteína, salmão, geleia real”, disse.

Sobre a prisão dos outros condenados, Jefferson disse que o ex-ministro José Dirceu não tem que “sofrer mais que os outros” !“ o petista pediu autorização para trabalhar, mas foi o único que não obteve resposta de Barbosa. O ex-deputado do PTB também disse ser favorável à  prisão domiciliar de Genoino, que sofre de uma doença do coração.

Uma vantagem, ao menos, Jefferson tem. Conta, até o momento, com a aparente simpatia de Joaquim Barbosa, que não dá qualquer sinal de que pretende prendê-lo.

Leia mais