14 de março de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Requião teve sonho com auxílio-moradia para juízes

Requião teve sonho com auxílio-moradia para juízes

O senador Roberto Requião (MDB-PR), autor do projeto de lei que põe fim ao auxílio-moradia, afirmou que teve um sonho em que os juízes paralisavam em defesa da soberania nacional, mas, segundo ele, ficou triste ao acordar e perceber que “era uma greve pelos seus próprios pixulecos.” ... 

Leia mais

25 de setembro de 2016
por Esmael Morais
30 Comentários

Abstinência de “pixuleco” faz Globo surtar contra Temer; assista

faustao_temerAté a Globo abriu fogo contra o “Tinhoso” neste domingo (25) pela boca do apresentador Faustão. E não é uma briga pelos melhores rumos para a nação e educação, não. Trata-se de abstinência de “pixuleco”, pois. (Abaixo, assista ao vídeo). Leia mais

17 de setembro de 2016
por Esmael Morais
19 Comentários

Paulo Henrique Amorim: Apê de FHC é investigado criminalmente

fhc_ap_lavajatoO jornalista Paulo Henrique Amorim, o PHA, do Conversa Afiada, traz neste sábado (17) reportagem sobre o pixuleco de R$ 2,99 milhões no subfaturamento da compra do apartamento do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso — o FHC. Enquanto isso, lembra o ansioso blogueiro, a Lava Jato persegue o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por apartamento e sítio que não estão em seu nome. Como pode isso? Leia mais

5 de setembro de 2016
por Esmael Morais
10 Comentários

Richa procura novo secretário de Comunicação. Dono da PR Pesquisas cotado para o cargo

richa_villela_hidalgoGarganta Profunda de Londrina, informante do Blog do Esmael dentro do Palácio Iguaçu, revela com exclusividade, nesta segunda (5), que o presidente da Paraná Pesquisas, Murilo Hidalgo, poderá assumir a Secretaria de Estado da Comunicação Social. “Beto Richa um substituto para o tio-torto, que não teve suficiência técnica no cargo”, explica o nosso Julian Assange das Araucárias. Leia a íntegra do relatório: Leia mais

18 de julho de 2016
por Esmael Morais
10 Comentários

Buemba, buemba: caiu o secretário de comunicação de facto de Beto Richa

richa_junior_tio_tortoO principal estrategista do governador Beto Richa (PSDB) na comunicação, Eugênio Odppis Jr, pediu para sair nesta segunda-feira (18). Ele era o secretário de facto da pasta, conforme relato abaixo de Garganta Profunda de Londrina: Leia mais

22 de maio de 2016
por Esmael Morais
3 Comentários

Pixulecos na comunicação de Richa

richa_comunicacaoGarganta Profunda de Londrina, principal informante do Blog do Esmael no Palácio Iguaçu, relata mudança na guarda da comunicação social de Beto Richa (PSDB). Com a promessa de reviravolta em 90 dias, o “tio-torto” do tucano que assumiu a pasta no começo deste mês já a terceirizou para Eugenio Odppis Junior, que será o secretário de facto. O modus operandi, segundo o nosso Julian Assange das Araucárias, será ‘pixuleco daqui, pixuleco dali’ para amansar a velha mídia. A seguir, leia a íntegra do relatório do X-9 mais famoso do Hemisfério: Leia mais

6 de outubro de 2015
por Esmael Morais
3 Comentários

Garganta Profunda de Londrina: ‘Por que os barões da mídia podem pedir pixuleco aos tucanos?’

Beto Richa e o barão da mídia maringaense exibem belos exemplares de pimenta malagueta; Franklin Silva, dono d’O Diário, pede ajuda a deputado tucano para manter pixuleco publicitário; veja abaixo discussão no WhatsApp; furo é do informante Garganta Profunda de Londrina.

Beto Richa e o barão da mídia maringaense exibem belos exemplares de pimenta malagueta; Franklin Silva, dono d’O Diário, pede ajuda a deputado tucano para manter pixuleco publicitário; veja abaixo discussão no WhatsApp; furo é do informante Garganta Profunda de Londrina.

Garganta Profunda de Londrina, o principal informante do Blog do Esmael no Palácio Iguaçu, nesta terça-feira (6), traz uma explosiva denúncia sobre a relação promíscua entre o governo Beto Richa (PSDB) e os barões da mídia do Paraná. ... 

Leia mais

23 de setembro de 2015
por Esmael Morais
18 Comentários

STF cassa jurisdição de Sérgio Moro no inquérito contra Gleisi Hoffmann

da Agência Brasil

O plenário do STF decidiu hoje (23) remeter o inquérito que investiga a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) à relatoria de outro ministro, que não Teori Zavascki, relator dos casos relativos à Operação Lava Jato. O inquérito 4130 investiga supostas condutas da senadora em fatos associados às investigações da Operação Lava Jato, mas não relativos à corrupção na Petrobras.

O entendimento da maioria dos ministros foi de que inquéritos que não relacionem os crimes diretamente à estatal petrolífera, mesmo que tenham sido descobertos durante investigações da Lava Jato, podem ser remetidos a outros ministros. Dos dez ministros presentes, oito votaram pelo desmembramento do processo.

Além disso, a corte decidiu pela remessa do processo à Justiça de São Paulo, uma vez que a maior parte dos fatos denunciados teria ocorrido lá. Nessa votação, o ministro Roberto Barroso, que havia votado com a maioria no desmembramento, divergiu, e entendeu que a decisão de remeter o processo à Justiça de São Paulo não caberia à corte e, sim, ao juiz da 13ª Vara de Curitiba, Sérgio Moro.

Os ministros Celso de Mello e Gilmar Mendes foram votos vencidos nas duas questões apresentadas no plenário. Mendes defendeu que o caso envolvendo a senadora é parte de um “esquema criminoso” com os mesmos operadores e que, portanto, deveria se manter nas mesmas relatoria e seção judiciária dos processos relacionados à Petrobras.

“O que se apurou, até o momento, é que o esquema criminoso foi replicado em diversos órgãos públicos, onde se reproduziu o mesmo modus operandi, com os mesmos agentes e as mesmas empreiteiras”. Mendes acrescentou que, se houver desmembramento dos processos, será necessário “um GPS para entrar nesse emaranhado, talvez a mais complexa organização criminosa que já se Leia mais

19 de setembro de 2015
por admin
16 Comentários

Coluna do Jorge Bernardi: Extrema direita ameaça democracia e promove ódio político no Paraná

bernardi_19_09

Jorge Bernardi*

O que se vê nas redes sociais e mesmo em conversas particulares é um fenômeno muito comum em outros países, principalmente na Europa: o crescimento da extrema direita. Muitas pessoas estão destilando seu ódio, seus preconceitos enrustidos, contra os trabalhadores, os mais humildes, e aqueles que possuem posições políticas diferentes.

A eleição do deputado Jair Bolsonaro (PP), com mais de 460 mil votos, no Rio de Janeiro, estado que sempre foi um reduto progressista, demonstra o quanto cresceu a extrema direita. Pode-se dizer que, junto com os militares, a direita estabeleceu uma ditadura militar/civil que governou o país durante 21 anos, perseguindo os opositores do regime, prendendo, torturando e eliminando, sem tréguas, brasileiros que discordavam do governo.

É preocupante a campanha de ódio disseminada nas redes sociais através do que os especialistas em internet chamam de “Propaganda Negra”, efetuada, muitas vezes, de forma anônima em blogs e sites piratas, normalmente hospedados em pequenos e distantes países, onde não há nenhum controle sobre conteúdos de cunho preconceituoso.

Aqui no Paraná esta “Propaganda Negra” responde pelo nome de Tenda Digital, inaugurada durante a campanha de reeleição do governador Beto Richa, cuja finalidade foi promover ações eleitorais nas redes sociais. Ela continua atuando na defesa do governo estadual e espalhando ódio político contra os adversários na internet.

Os bonecos de Lula e Dilma, apelidados de Pixuleco e Pixuleca, levados nos últimos dias para diversas cidades brasileiras, como em 07 de setembro para Brasília, é uma demonstração deste ódio semeado pela extrema direita brasileira.

Não dá para tapar o sol com a peneira. O partido da presidenta e seus aliados têm responsabilidades pelos muitos desvios éticos que têm servido de fertilizante para o crescimento da extrema direita brasileira. Mas sair as ruas com cartazes pedindo a volta dos militares é apologia ao golpe contra a democracia.

A extrema direita espalha mentiras como a que, na época da ditadura, havia menos criminalidade, que as pessoas tinham segurança. Alardeiam que o Brasil vivia às mil maravilhas, o que não é verdade. As novas gerações estão sendo iludidas com esta propaganda enganosa.

A ideologia de direita contribui para o surgimento de grupos paramilitares, de justiceiros, milícias, que assumem o controle de comunidades, promovem massacres, como a recente chacina de São Paulo com 19 mortos. A escalada da extrema direita é uma ameaça ao estado democrático de direito e às conquistas sociais. Ela deve ser combatida com firmeza pelo estado brasileiro antes que cresça e destrua a própria democracia.

*Jorge Bernardi, vereador de Curitiba pelo PDT, é advogado e jornali Leia mais

11 de setembro de 2015
por Esmael Morais
6 Comentários

Requião realiza comício neste sábado pela demissão de Levy e contra a corrupção no governo Richa

richa_requiao_levyO senador Roberto Requião (PMDB) comandará neste sábado (12), a partir das 10 horas, um comício no município de União da Vitória, região Sul do Paraná, pela demissão do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, e contra a corrupção no governo Beto Richa (PSDB). ... 

Leia mais

11 de setembro de 2015
por Esmael Morais
28 Comentários

É mais fácil sair o impeachment de Richa que o de Dilma

beto_dilma_panelacoO país inteiro assiste estarrecido há meses uma insana marcha golpista que tenta remover a presidenta Dilma Rousseff e o PT do poder central. Eles foram democraticamente eleitos por 54 milhões de eleitores em 2014, mas, ao que parece, isso não importa muito para a velha mídia e o PSDB. ... 

Leia mais

7 de setembro de 2015
por admin
14 Comentários

Coluna do Luiz Cláudio Romanelli: Independência e democracia

Download

Luiz Cláudio Romanelli*

Pensem nas crianças mudas telepáticas, pensem nas meninas cegas inexatas,
pensem nas mulheres rotas alteradas, pensem nas feridas como rosas cálidas”
Vinicius de Moraes

Como não podia deixar de ser, o atual momento político do país induz a uma reflexão nesta segunda-feira, 7 de setembro, dos 193 anos da independência do Brasil. De todo processo histórico, e das análises que podem ser feitas, chega-se à filha mais nova da independência, a incipiente democracia brasileira.

A democracia, como sistema de governo, pode se dizer que começou a ser construída no país, no primeiro governo de Getúlio Vargas (1930-1934), marcado pela conhecida revolução de 1930 que acabou com a República velha, com a derrubada do ex-presidente Washington Luís, e teve um corte abrupto e violento, que deixou sequelas na vida brasileira, entre 1964 e 1985. O meu primeiro voto para governador, por exemplo, foi para José Richa em 1982 e eu já militava na juventude do PMDB.

Desde então, foram nove eleições de governadores e sete eleições presidenciais. Neste período, de 1982 para cá, foram ainda nove eleições de deputados e senadores e oito eleições de prefeitos e vereadores. Eu participei de todas essas campanhas e de forma direta, como candidato a vereador e deputado, disputei seis eleições e venci cinco delas.

Confesso que tenho certa saudade, de forma positiva, e vou explicar mais adiante, das primeiras campanhas, dos comícios, do engajamento da militância partidária e de setores da própria sociedade em todo processo político e até hoje levo a máxima que uma campanha se faz com muita sola de sapato e conversando diretamente com os eleitores, expondo suas ideias, apresentando propostas.

Fiz esse rápido passeio pelas eleições, uma contextualização, para chegar a atual quadra política do país em que as instituições funcionam perfeitamente, mas que precisam avançar e aperfeiçoar seus métodos para melhorar a democracia brasileira em todos os seus aspectos.

Vejo de forma clara o sentimento de todas as manifestações, nas ruas ou nos legislativos, e a vontade de setores mais engajados da sociedade de ter uma voz mais ativa no controle e uso dos recursos públicos e nos serviços prestados pelos agentes públicos. Há uma insatisfação e uma desconfiança generalizadas por tudo que é da coisa pública. O que cobram, o que pedem, o querem, é muito positivo para todos nós, políticos e sociedade.

E não por menos. A princípio pode ser até um contrassenso com a saudade que disse ter das primeiras campanhas, mas o país não pode mais conviver com a maneira que se fazem as campanhas eleitorais, ou como elas se impõem neste momento, e se desvelam agora nas investigações dos compromissos, antes inconfessáveis, com os doadores e seus interesses mais imediatos. Campanha, como já disse, tem quer ser feita gastando a sola do sapato e com boas ideias e propostas, com um custo mínimo. Acompanho, há anos, bons quadros da política nacional abandonando a vida pública, porque não se dispõe se submeter ao modelo e aos custos exorbitantes das campanhas atuais. As campanhas milionárias servem para interesses que não são compartilhados pela maioria dos cidadãos.

Tem-se ainda que avançar na prática política. Trocar o ramerrão do varejo e do compadrio, comum do século passado, por um diálogo transparente e propositivo com os mais diversos segmentos da sociedade. E é preciso entender que a tensão faz parte do processo da discussão e que não se faz necessário qualquer tipo de exasperação mais afrontosa.

Hoje a presidente Dilma Rousseff não fará o pronunciamento de 7 de setembro por receio de ser enxovalhada por panelaços. O ex-presidente Lula é ridicularizado através de um boneco com nome de Pixuleco. Ministros são hostilizados nas ruas e restaurantes. O mes Leia mais

3 de setembro de 2015
por Esmael Morais
23 Comentários

Deputado denuncia “Pixuleco” tucano em horário de expediente na manifestação da PF; assista

Enquanto Doático distribuía panfletos em frente à PF, o chefe dele, Richa, degustava um leitão assado ao lado de auditores fiscais na Secretaria da Fazenda; como método, tucano utiliza mão de obra de ‘cibercomissionados’ para atacar adversários políticos no Paraná.

Enquanto Doático distribuía panfletos em frente à PF, o chefe dele, Richa, degustava um leitão assado ao lado de auditores fiscais na Secretaria da Fazenda; como método, tucano utiliza mão de obra de ‘cibercomissionados’ para atacar adversários políticos no Paraná.

A liderança do governo Beto Richa (PSDB) na Assembleia Legislativa reforçou, nesta quarta-feira (2), o protesto do “Pixuleco” contra o ex-presidente Lula e a presidenta Dilma em Curitiba. ... 

Leia mais

3 de setembro de 2015
por Esmael Morais
12 Comentários

Veja como votou cada senador na lei que proíbe doação privada às campanhas eleitorais

financiamento_serraO Blog do Esmael publica abaixo o relatório da votação nominal no Projeto de Lei da Câmara (PLC 75/2015), ocorrida ontem à noite, no Senado Federal, que põe fim ao financiamento de pessoa jurídica aos partidos políticos e campanhas eleitorais.

O senador Roberto Requião (PMDB-PR), relator do texto, afirmou que essa proibição significa um “adeus ao pixuleco” e uma espécie de cláusula de barreira na corrupção.

Pelo relatório de votação, fica evidente que o PSDB firmou convicção pelo financiamento privado — ou seja, queria manter tudo como está — onde as empreiteiras e bancos deitam e rolam.

Os senadores tucanos votaram em peso a favor do “financiamento” eleitoral por empresas, ou como é conhecida, a favor da corrupção legalizada.

Leia a íntegra do relatório do Senado Federal: Leia mais

2 de setembro de 2015
por Esmael Morais
40 Comentários

Em Curitiba, militantes fascistas atacam deputado do PT

Na capital paranaense, carnaval e debate eleitoral foram antecipados; há bonecos e “pixulecos” para todos os gostos e cores nas ruas, como os que representam o governador tucano Beto Richa e o ex-presidente petista Lula (ambos vestidos de presidiários); no meio desse tiroteio e da intolerância fascista, sobrou até para o cordato deputado Tadeu Veneri.

Na capital paranaense, carnaval e debate eleitoral foram antecipados; há bonecos e “pixulecos” para todos os gostos e cores nas ruas, como os que representam o governador tucano Beto Richa e o ex-presidente petista Lula (ambos vestidos de presidiários); no meio desse tiroteio e da intolerância fascista, sobrou até para o cordato deputado Tadeu Veneri.

O deputado estadual Tadeu Veneri (PT), conhecido pelo compromisso com a coisa pública e pela cordialidade, foi covardemente atacado hoje (2) pela manhã em frente ao prédio da Justiça Federal, em Curitiba, por manifestantes de extrema-direita que promoviam “carnaval fora de época”. ... 

Leia mais

2 de setembro de 2015
por Esmael Morais
15 Comentários

Bonecos “pixulecos” de Lula e Richa antecipam carnaval em Curitiba

pixulecos_carnavalBonecos gigantes do governador Beto Richa (PSDB) e do ex-presidente Lula (PT) antecipam o carnaval em Curitiba, a capital nacional da operação Lava Jato. ... 

Leia mais

28 de agosto de 2015
por Esmael Morais
6 Comentários

Nem o “pixuleco” segura o furacão “Fora Beto Richa” em shows e estádios de futebol; assista ao vídeo

Governador Beto Richa foi vaiado na quarta (26) durante o show de Caetano e Gil, na Ópera de Arame, e ontem (27) na Arena da Baixada. Amanhã será a vez dos professores voltarem às ruas com a bandeira "Fora Beto Richa".

Governador Beto Richa foi vaiado na quarta (26) durante o show de Caetano e Gil, na Ópera de Arame, e ontem (27) na Arena da Baixada. Amanhã será a vez dos professores voltarem às ruas com a bandeira “Fora Beto Richa”.

O governador Beto Richa (PSDB) ainda enfrenta vaias em grandes concentrações públicas. Ontem (27) à noite, durante o jogo entre Atlético Paranaense e Joinville, pela Copa Sul-Americana, na Arena da Baixada, a torcida entoou “Fora Beto Richa” na hora da execução do Hino do Paraná. ... 

Leia mais

25 de agosto de 2015
por Esmael Morais
11 Comentários

Gleisi Hoffmann: ‘Não há irregularidades nas minhas contas’

gleisi_pt_moroA senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), em nota de esclarecimento, negou nesta terça-feira (25) relações com supostas irregularidades atribuídas ao advogado Guilherme Gonçalves e ao suposto “Fundo Consist”.

O juiz Sérgio Moro, da Lava Jato, encaminhou hoje pela manhã despacho ao ministro Teori Zavascki, do Superior Tribunal Federal (STF), com suspeitas de lançamentos contábeis do escritório de Gonçalves em favor da parlamentar.

“Conheço Guilherme Gonçalves há muito tempo, desde estudante quando militava no Partido dos Trabalhadores. Depois, atendeu a vários mandatários e ao PT como advogado. Todo trabalho consta na prestação de contas aprovada na Justiça Eleitoral”, disse.

Gleisi também esclareceu que a campanha de 2014, ao governo do Paraná, foi atendida pelo advogado Luiz Fernando Pereira.

O Blog do Esmael soube no início desta tarde que Guilherme Gonçalves, com serenidade, afirmou a petistas que provará sua inocência no decorrer do processo.

NOTA DE ESCLARECIMENTO Leia mais

15 de agosto de 2015
por Esmael Morais
51 Comentários

Atenção, Dr. Moro! Quem financia a campanha de ódio contra o PT e Dilma?

moro_campanha_ptSalta aos olhos o planejamento e a riqueza da campanha de rua contra o PT e a presidenta Dilma Rousseff. Em Curitiba, para ficar só em um exemplo, nem as últimas candidaturas à Presidência da República e ao governo do Paraná tinham tanta estrutura e volume de propaganda. ... 

Leia mais

Esmael Morais 2009-2018. O Blog do Esmael é liberto das excludentes convenções mercantis Copyright ©. O site não cobra pelos direitos autorais, portanto, pode e deve ser reproduzido no todo ou em parte, além de ser liberado para distribuição desde que preservado seu conteúdo e o nome do autor. | A política como ela é em tempo real.

Topo