11 de dezembro de 2015
por Esmael Morais
12 Comentários

Protesto de desagravo para Cunha neste domingo 13 agita golpistas

cunha_desagravo_richaSegundo o dicionário Aurélio, desagravar significa: 1 Vingar (agravos); desafrontar. 2 Reparar; dar satisfação do agravo. 3 Atenuar. 4 Desinflamar.
5 Corrigir um agravo. 6 Fazer perder o justo ressentimento de. 7 Vingar-se.
8 Obter provimento num agravo.

Feita essa consideração inicial, cumpre ao Blog do Esmael informar, em nome de seus leitores e comentaristas, que neste domingo 13 o governador Beto Richa (PSDB) e seu primo Luiz Abi Antoun vão liderar protestos em desagravo ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), em vias de ser cassado ou preso.

Cunha foi denunciado na Lava Jato, porém, por possuir imunidade, seu processo corre no Supremo Tribunal Federal (STF). Ele é acusado de receber propina da Petrobras. No entanto, a corte ainda não o transformou em réu.

Entretanto, a manifestação de domingo foi convocada sob o signo do “Fora Dilma” ou impeachment – como alguns mais chiques preferem pronunciar no bairro Baixo Batel (não esqueça de enrolar a língua ao dizer “impeachment”). Leia mais

11 de dezembro de 2015
por Esmael Morais
18 Comentários

Piada pronta: Richa e Luiz Abi na manifestação “contra corrupção”

O governador Beto Richa (PSDB) e seu célebre primo, o lobista Luiz Abi Antoun, deverão assumir neste domingo (13), no Paraná, a linha de frente das manifestações de rua “contra a corrupção” e pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT).

O tucano saiu do armário ontem (10), em Brasília, durante reunião com a cúpula nacional do partido que afirmou “existir elementos para o afastamento da presidente da República via impeachment”.

“O papel do PSDB é apoiar, com serenidade e muita responsabilidade, os movimentos das ruas, do Congresso e da Justiça”, disse Beto Richa após o encontro de ontem.

Em Curitiba, o protesto deste domingo será às 13 horas com concentração na Praça Santos Andrade (UFPR).Faço aqui um parêntese.

Coincidência ou não, neste dia 13 completar-se-á 47 anos da edição do famigerado A-5 (Ato Institucional nº 5) pela ditadura militar.  Esse evento recrudesceu a violência do regime de exceção que censurava, tortura e matava opositores.

Volto à vaca fria.

Em março deste ano, o primo do governador participou de uma passeata “contra a corrupção” no governo Dilma Rousseff, mas, no dia seguinte, ele foi preso pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), braço policial do Ministério Público do Paraná, sob a acusação de liderar uma quadrilha no governo do estado (clique aqui).

O próprio governador Beto Richa é réu uma ação na Procuradoria Geral da República (PGR) sobre desvio de dinheiro na Receita Estadual. Segundo o Gaeco, o tucano recebeu “bufunfa” de propina no órgão fazendário para a reeleição de 2014 (clique aqui).

O leitor do Blog do Esmael desde sempre soube que a tropa de choque do tucano Beto Richa esteve por trás da organização das manifestações contra o PT e Dilma Rousseff (clique aqui).

Tucanos e agregados protestam contra os petistas sob a bandeira da “Tenda Digital”, uma Leia mais

15 de novembro de 2015
por Esmael Morais
25 Comentários

100 gatos pingados pró-ditadura gritaram hoje ‘Fora Dilma’ em Curitiba

Saudosistas da ditadura militar realizaram uma manifestação neste domingo, dia 15 de novembro, em Curitiba, cujas reivindicações se concentraram na “volta” dos militares ao poder e pelo impeachment da presidenta Dilma Rousseff (PT).

O movimento contou com a participação de apenas 100 gatos pingados, que marcharam da Praça Santos Andrade (UFPR) até a Boca Maldita — tradicionais pontos de concentração e manifestações políticas na capital paranaense.

Como se estivessem nas décadas de 60 e 70, em pleno auge da guerra fria, os protestantes nitidamente de direita carregaram hoje cartazes contra o “comunismo”, de apoio a “Lava Jato” do juiz Sérgio Moro, contra o PT, dentre outras bandeiras anacrônicas aos tempos de democracia.

A tentativa de reeditar neste domingo a marcha pela família, propriedade e contra o comunismo fracassou em Curitiba, portanto.

Curiosamente, os 100 gatos pingados de direita exibiam o juiz Sérgio Moro, da Lava Jato, em estampa de camiseta que lembrava o revolucionário Che Guevara.

Leia mais

10 de novembro de 2015
por Esmael Morais
3 Comentários

Justiça impõe multa de R$ 5 mil/h para caminhão que bloquear rodovia

locaute_fora_dilmaA juíza Ana Carolina Morozowski, da 3ª Vara Federal de Curitiba, concedeu liminar na noite desta terça-feira (10), à Advocacia-Geral da União (AGU), que impõe multa de até R$ 5 mil por hora para caminhão que bloquear rodovia. ... 

Leia mais

19 de agosto de 2015
por Esmael Morais
3 Comentários

Na TV, Lula reconhece crise e promete crescimento ao País

do Brasil 247
lula_tvO ex-presidente Lula gravou ontem, para inserção do PT que será exibida no próximo sábado 22, uma mensagem em que reconhece a grave crise econômica vivida pelo País e pede união nacional para que o Brasil encontre a saída. “O Brasil vai voltar a crescer”, assegura ele, no final do vídeo. Leia mais

18 de agosto de 2015
por Esmael Morais
20 Comentários

Velha mídia que jogou contra os professores é a mesma que agora joga contra Dilma; compare as imagens

Não é novidade que a tradicional velha mídia tem lado e é contra o governo da presidenta Dilma Rousseff, assim como foi contra os governos do Luiz Inácio Lula da Silva, ambos do Partido dos Trabalhadores (PT).

Uma comparação entre duas capas recentes do jornal Gazeta do Povo, de Curitiba, mostra que o diário também tem dificuldades para trabalhar com a verdade factual.

A comparação compartilhada no Facebook por Augusto Ferreira mostra a capa da “Velha Senhora” no dia 26 de fevereiro, com uma foto da passeata dos professores e servidores do Paraná em greve, ocorrida no dia anterior (25), como tendo 10 mil participantes. Na matéria, o jornal credita os números à Polícia Militar, mas é evidente, pela foto, que havia muito mais gente.

É bom recordar que o jornal curitibano registrou em vários editoriais ser contra as reivindicações dos professores e servidores públicos em greve (clique aqui para relembrar).

Já a capa desta segunda-feira (17) mostra uma foto semelhante, só que da passeata contra a presidente Dilma Rousseff e o PT. Semelhante pelo enfoque, do alto, porque havia menos gente — é evidente. Mas o número divulgado pela Gazeta foi de 60 mil pessoas. Onde elas estavam?

Será que a Gazeta do Povo, cujo cacoete é o mesmo da velha mídia nacional, queria diminuir o movimento dos professores e aumentar a manifestação contra o PT? Esta é uma pergunta que fica para os leitores responderem.

Os motivos para cada qual ser favor ou contra o governo não faria a menor diferença se o que se dissemina não ocorresse por ‘meios de comunicação’ concessionados, isto é, propriedade de todos nós brasileiros. É o caso das emissoras de rádio e TV, que, Brasil afora, são propriedade do mesmo grupo que monopoliza internet, jornal impresso, etc. Funciona assim: o que um veículo escreve é reverberado pelo outro e vice-versa, até uma mentira vire verdade pela técnica da exaustiva repetição.

Acerca dessa guerra de números nos protestos de domingo, Murilo Hidalgo, presidente da Paraná Pesquisas, afirmou que os veículos de comunicação “chutam” os números sem compromisso algum com a realidade.

Para ele, as divergências entre órgãos de imprensa acerca do número de manifestantes são tão ridículas que ultrapassam o limite do absurdo.

“Não existe uma metodologia para contagem de gente. Trata-se de chute. A única corporação que tem condições de aferir com mais exatidão é a Polícia Militar”, disse o experiente Hidalgo. Entretanto, ressalva o pesquisador: esses comandos são políticos e ligados ao governante de plantão.

Leia mais

18 de agosto de 2015
por Esmael Morais
12 Comentários

Coluna do Enio Verri: Uma leitura dos protestos de domingo passado

Enio Verri*

Download

Embora financiada por partidos e movimentos de direita, as manifestações do dia 16 de agosto não surtiram o efeito que a oposição almejava e enfraqueceram-se. Contudo, nem assim, é plausível excluir as vozes que se manifestam e as demandas que surgem das ruas, independente, de classes sociais.

Essência da democracia, a população nas ruas, historicamente, representou mudanças expressivas na sociedade, avanços de direitos e movimentos sociais, projetos populares, a redemocratização e garantia ao voto, mas também, a instauração e legitimação de um regime ditatorial.

Manifestar-se contra a corrupção não somente é legítimo, como ainda, é compartilhada pela expressiva maioria dos brasileiros, das mais diversas classes sociais e escolaridade, que dividem o sentimento de impunidade e frustração. O risco está nos interesses escusos que se escondem nas manifestações, ameaçando conquistas sociais adquiridas com muita luta.

Ao destinar todo seus ódios e preconceitos contra um único partido, como se a corrupção não fosse endêmica no Brasil, os manifestantes desconfiguram as manifestações, transformando o ato em um manancial de agressões e equívocos, que apenas reitera a disputa de classes.

Palavras ofensivas, machismo, sexismo, assim como, convocar os militares de volta ou refundar a União Democrática Nacional (UDN), ascende um conservadorismo, muito além dos dogmas defendidos pelo PSDB, repleto de fundamentalismo, fascismos e intransigência.

Na essência, um número expressivo de manifestantes, “esquecem” de se manifestar contra a corrupção no judiciário, legislativo, executivo municipal e estadual. Assim como, em nenhum momento, condenam a sonegação de impostos, um crime que também afeta em bilhões de reais os cofres públicos, em diferentes esferas.

Infelizmente, uma manifestação legítima contra a corrupção passa a ser desconfigurada por uma parcela que se orienta pelos interesses próprios, criminalizando partidos e pessoas, colocando em risco a ordem democrática e direitos humanos.

É hora de unificar as forças entre aqueles que querem uma mudança estrutural a partir do combate a corrupção e o fortalecimento da democracia brasileira para que o período de crise política e econômica seja afastada, retomando a pujança do desenvolvimento social, econômico, educacional, que o brasileiro se acostumou.

*Enio Verri é deputado federal, presidente do PT do Paraná e professor licenciado do departamento de Economia da Universidade Estadual do Paraná. Escreve nas terças sobre poder e socialismo.

Leia mais

17 de agosto de 2015
por Esmael Morais
28 Comentários

Protestos lançam juiz Sérgio Moro à Presidência da República e atropelam PT e PSDB nas ruas de todo o País

moro_presidente_2018Nem Aécio, nem PSDB. Muito menos Alckmin e Richa. Também nada de Lula ou PT. As ruas consagraram neste domingo (16), de Norte a Sul do País, o juiz federal paranaense Sérgio Moro. ... 

Leia mais

16 de agosto de 2015
por Esmael Morais
18 Comentários

Selfie sem filtro: partidos de direita assumem autoria de manifestações

A manifestação deste dia 16 de agosto foi produtiva, de grande valor democrático, político e, principalmente moral. Sim! Desta vez o PSDB de fato mostrou que está por trás das manifestações contra a presidente Dilma e o Partido dos Trabalhadores (PT).

A falácia do movimento “sem partido” já não cola. Quem esteve presente no protesto e prestou atenção no discurso dos movimentos,  teve a certeza de que o discurso unilateral nem de longe prega o fim da corrupção.

Saindo da Praça Santos Andrade, ao som da micareta que correu a internet ao longo da semana, com direito a moças ensinado o “passinho” bem ao lado do prédio histórico da UFPR, os caminhões dos movimentos Brasil Livre, Curitiba Contra a Corrupção, Muda Brasil, além de um dedicado especialmente a intervenção militar, insistiam em pregar a corrupção no governo PT. E só.

Marchinhas, versos e brincadeiras com trocadilhos, alguns de gosto um pouco duvidoso, cravavam o fim da corrupção com o impeachment da presidente Dilma, ignorando, por exemplo, os escândalos da Receita Estadual envolvendo o governador Beto Richa (PSDB) e seu primo Luiz Abi Antoun.

Camburão e Petrolão

Ao falar do Lava Jato, os líderes do movimento também ignoravam nomes como do senador Agripino Maia (DEM-RN), que compõe a lista de investigados na mesma operação.  Curiosamente, deputados do camburão como Plauto Miró e Pedro Lupion, membros da bancada do governador Beto Richa na Assembleia Legislativa do Paraná, e que pertencem ao mesmo partido de Agripino, o Democratas, caminhavam entre os manifestantes tranquilamente.

Lupion usava, inclusive, uma bela camiseta da seleção canarinha. Eram presenças surreais – dois deputados que obstruíram a CPI das fraudes e desvios na Receita Estadual e em licitações do governo Beto Richa – caminhando livremente entre os manifestantes, o pior fazendo parte de todo aquele movimento.

Os puxadores da manifestação também ignoraram ao longo do trajeto nomes como do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), do senado Leia mais

16 de agosto de 2015
por Esmael Morais
15 Comentários

Pela manhã, fiasco nas manifestações contra Dilma; à tarde tem protesto em SP e Curitiba; acompanhe ao vivo

protestoOs protestos na manhã deste domingo (16) contra Dilma Rousseff e o PT, em oito capitais do país, podem ser considerados fiascos. Em Brasília, cinco mil pessoas foram às ruas. “Para o Distrito Federal isso não é nada”, comentou o senador Roberto Requião (PMDB-PR), enquanto deslocava-se para Montevidéu, Uruguai, onde preside amanhã o Parlasul. ... 

Leia mais

16 de agosto de 2015
por Esmael Morais
8 Comentários

Tese do “PIG Amigo” foi por terra. Globo convoca “Fora Dilma”

dilma_impeachment_globoDesde as 9 horas da manhã deste domingo (16) a TV Globo faz chamadas das manifestações contra a presidenta Dilma Rousseff e o PT. ... 

Leia mais

16 de agosto de 2015
por Esmael Morais
1 Comentário

Requião só “pega em armas” para defender governo se Dilma mudar a política econômica; assista

Usando a metáfora do presidente da CUT, Vagner de Freitas, o senador Roberto Requião (PMDB-PR) diz que só “pegará em armas” para defender o governo se a presidenta Dilma Rousseff (PT) mudar a política econômica.

“O voto é a arma do soldado cidadão”, tuitou.

Durante encontro estadual do PMDB realizado ontem (15), em Curitiba, o senador denunciou o ataque contra a Petrobras e empresas públicas e pediu a cabeça do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, que impõe arrocho aos trabalhadores.

Requião também voltou a rechaçar a “Agenda Brasil”, proposta pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), a qual considera uma sugestão de extrema-direita. “Não é um programa do PMDB. É da extrema-direita, do José Serra e do Levy”.

Dentre os temas proposto pelo presidente do Senado está a polêmica taxação dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Hoje o serviço público é universalizado e gratuito.

“É a agenda do retrocesso, do liberalismo econômico, da terceirização, do fim da Petrobras e da entrega. É a agenda da cobrança no SUS. É o atraso. Essa abertura total aconteceu no México onde 50% da população vive na miséria absoluta”, discursou.

“Impeachment, não. A pressão tem que ser para que Dilma mude a política econômica”, orientou uma plateia composta de 700 peemedebistas vindos dos 399 municípios do Paraná.

Sobre a operação Lava Jato, o senador paranaense defendeu que os ladrões do erário devam ir para a cadeia. No entanto, Requião criticou os excessos de promotores e do juiz Sérgio Moro.

“Vejo com tristeza os atropelos na operação Lava Jato, na legalidade e nas regras do Direito. Vejo com preocupação porque o Ministério Público e os juízes vão se empoderando. Amanhã o arbítrio do judiciário poderá atingir toda a sociedade”, alertou Roberto Requião.

“Nada de impeachment, mas o governo não tem bandeira. A ‘Agenda Brasil’ vai nos transformar numa Grécia”.

Assista ao vídeo:

Leia mais

15 de agosto de 2015
por Esmael Morais
51 Comentários

Atenção, Dr. Moro! Quem financia a campanha de ódio contra o PT e Dilma?

moro_campanha_ptSalta aos olhos o planejamento e a riqueza da campanha de rua contra o PT e a presidenta Dilma Rousseff. Em Curitiba, para ficar só em um exemplo, nem as últimas candidaturas à Presidência da República e ao governo do Paraná tinham tanta estrutura e volume de propaganda. ... 

Leia mais

15 de agosto de 2015
por Esmael Morais
3 Comentários

Blog do Esmael transmite ao vivo protesto deste domingo

esmael_tv15_protestoO repórter César Setti vai comandar neste domingo (16), a partir das 14 horas, direto dos estúdios da TV 15, um time de comentaristas para o protesto contra a presidenta Dilma Rousseff e o PT. ... 

Leia mais

13 de agosto de 2015
por Esmael Morais
8 Comentários

Ato antigolpe reúne forças vivas da sociedade em defesa de Dilma

iddd

Forças vivas sociedade realizam um Ato Público na próxima terça-feira, 18 de agosto, em São Paulo, contra o autoritarismo e as ameaças ao Estado Democrático de Direito. O evento capitaneado pelo Instituto de Defesa do Direito de Defesa (IDDD) será logo depois das manifestações contra a presidenta Dilma Roussef, marcadas para domingo (16), e servirá de aquecimento às manifestações antigolpe da UNE e movimentos sociais marcadas para a quinta-feira (20).

Neste domingo, a partir das 14 horas, o Blog do Esmael vai transmitir e comentar ao vivo o protesto desde Curitiba para o Brasil e o mundo.

Segundo o IDDD, o país mergulhou numa onda punitivista perigosa, alimentada diariamente pelo discurso de ódio, que se aproveita do clamor gerado por causas de repercussão para conseguir a aprovação da chamada legislação de pânico, que ameaça pilares democráticos do Estado de Direito.

Como exemplo o Instituto cita o movimento pela redução da maioridade penal, propostas de flexibilizações de regras processuais, como prisões decorrentes de sentenças em primeira instância ou a possibilidade de uso de provas ilícitas, as prisões preventivas ilegais, muitas vezes utilizadas como forma de pressão para forçar delações premiadas, a criminalização de movimentos sociais, o uso de grampos ilegais, o desrespeito absoluto à presunção de inocência e até mesmo propostas de retorno ao regime militar.

Com exceção da redução da idade penal, e o retorno ao regime militar, as referências à operação Lava Jato e às práticas do Juiz Sérgio Moro são mais que claras.

O IDDD convidou para o Ato, entidades de classe, representantes acadêmicos, centros acadêmicos, advogados, defensores públicos, juízes e toda a sociedade civil. Leia mais

12 de agosto de 2015
por Esmael Morais
11 Comentários

Blog do Esmael vai transmitir e comentar ao vivo manifestação de domingo 16 contra Dilma

comentaristas_16agoO Blog do Esmael vai transmitir ao vivo neste domingo (16), a partir das 14 horas, a manifestação contra a presidenta Dilma Rousseff e o PT. O protesto poderá ser assistido em todo o Brasil e o mundo, desde Curitiba, graças à parceria com a TV 15. ... 

Leia mais

12 de agosto de 2015
por Esmael Morais
11 Comentários

Dilema de Fruet: ir ou não ir ao protesto contra Dilma e o PT?

fruet_protestoNo próximo domingo, dia 16 de agosto, os “cibercomissionados” e “cibertucanos” do Palácio Iguaçu voltarão às ruas de Curitiba contra a presidenta Dilma Rousseff e o PT. Esses dois grupos são articulados pelo grupo criminoso “Tenda Digital”, que utiliza mão de obra paga pelo erário para caluniar e difamar adversários políticos do governador Beto Richa (PSDB) nas redes sociais. ... 

Leia mais