17 de março de 2015
por Esmael Morais
28 Comentários

Manifestante anti-Dilma é tucano e de centro-direita, diz pesquisa inédita

O diretor-presidente da Paraná Pesquisas, Murilo Hidalgo, foi a campo na sexta 13 e domingo 15 sondar os perfis dos manifestantes que foram às ruas de Curitiba a favor e contra a presidenta Dilma Rousseff (PT).

Segundo o levantamento inédito, publicado nesta terça (17) pelo jornal Gazeta do Povo, das 80 mil pessoas que protestaram contra Dilma e o PT na capital paranaense no domingo, 33,8% eram simpatizantes do PSDB e 77,62% diziam que votaram no senador mineiro Aécio Neves na eleição de outubro.

A Paraná Pesquisas também revelou hoje que  85,24% dos manifestantes entrevistados no domingo querem o impeachment de Dilma, mas apenas 10,43% dizem acreditar que a presidente praticou corrupção.

O instituto traçou um perfil tucano e de centro-direita para os paneleiros. Segundo a sondagem, 46% defendem uma intervenção militar “provisória” no país.

No entanto, chamou a atenção do Blog do Esmael a convergência de motivos que levou os dois grupos às ruas: a crise econômica, não a corrupção — como mostra a velha mídia. As duas manifestações, na sexta e no domingo, igualmente, diziam abominar a corrupção.

Murilo Hidalgo também pesquisou a “passeata vermelha” na sexta 13, a favor de Dilma, dos direitos dos trabalhadores e da Petrobras. De acordo com os números, igualmente prospectado entre os manifestantes, 58,9% preferiam o PT e 74,9% se declararam eleitores da petista.

Leia o infográfico da pesquisa inédita:

pr_pesquisas_protestos

Leia mais