5 de maio de 2016
por Esmael Morais
11 Comentários

Estudantes fazem a diferença em São Paulo; mas, e no Paraná?

ubes_camila_lanes

A mobilização dos estudantes no enfrentamento às falcatruas do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), vem chamando a atenção de todo o País.

A onda começou com as ocupações para barrar o fechamento das escolas estaduais. Agora, os estudantes ocupam a Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) exigindo uma CPI para investigar máfia da merenda. Aqui no Paraná, os problemas na educação pública e as falcatruas do governo são semelhantes, então fica a pergunta: cadê os estudantes para enfrentar Beto Richa? Leia mais

4 de dezembro de 2015
por Esmael Morais
5 Comentários

PSDB cogita chapa “amigos da educação” para Presidência em 2018: Alckmin presidente, Richa vice

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), abriu o processo de impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff (PT) reacendendo a chama do golpe e as esperanças de Aécio Neves (PSDB-MG) de chegar – por um atalho — à Presidência da República.

O problema do tucano é que ele vem perdendo espaço dentro do ninho, e se Dilma sustentar-se até o fim do mandato, muito provavelmente, ele não será mais a escolha do PSDB como candidato em 2018.

Dito isto, a tendência é que o candidato do PSDB ao Palácio da Alvorada seja novamente o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin.

O problema é que a tentativa de Alckmin fechar escolas e a resistência da moçada que ocupa os estabelecimentos ameaçados comoveu o país, a popularidade do tucano paulista derreteu.

O acirramento da disputa e as cenas de policiais prendendo, arrebentando e batendo em estudantes adolescentes escancararam a verdadeira face de Alckmin, como sendo um ditador violento e fascista.

A situação fez lembrar o massacre de 29 de abril, no Centro Cívico, quando numa ação criminosa comandada pelo governador do Paraná, Beto Richa, também do PSDB, policiais atacaram professores e servidores. O resultado foi de 250 feridos.

E a piada do momento nas redes sociais é que: “O PSDB começou o ano batendo em professores no Paraná e termina espancando estudantes em São Paulo”.

Por isso, imaginamos o partido dos tucanos disputando a Presidência da República com chapa pura, dos “amigos da educação” Alckmin e Richa.

Nesse cenário, Aécio estaria mesmo fora do jogo. Richa bate em professores,  Leia mais

3 de dezembro de 2015
por Esmael Morais
10 Comentários

“Richa envia para SP tropas da PM para ajudar Alckmin a lidar com escolas”

choqueA piada do Site Sensacionalista é muito boa. Isso prova que os brasileiros conseguem rir até das situações mais trágicas, pois o que os governos do PSDB estão fazendo com a educação pública é realmente uma tragédia. Os destaques no quesito crueldade são, com certeza, Geraldo Alckmin, em São Paulo, e Beto Richa, no Paraná.

A “notícia” segundo qual Beto Richa estaria mandando tropas da PM para ajudar Alckmin remete à maneira “carinhosa” com que o governador do Paraná tratou os professores e servidores na base da bala, bombas e cassetetes, no massacre de 29 de abril.

A matéria do Sensacionalista apresentou até uma declaração de Richa: “O Alckmin me ligou ontem, elogiou a forma como lidei com a manifestação de professores que ocorreu aqui no Paraná, e me pediu para enviar meus melhores policiais para conter os protestos em São Paulo. Fiquei lisonjeado com o pedido e enviei um batalhão de policias e dois canis de pitbulls para ele”. Leia mais

13 de novembro de 2015
por Esmael Morais
1 Comentário

UBES faz passeata com 7 mil estudantes pelo ‘Fora Cunha’, contra o golpe e ajuste fiscal

ubes

A União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES) fez nesta sexta-feira (13), em Brasília, uma passeata com 7 mil estudantes. A manifestação realizada em conjunto com a Frente Brasil Popular pediu a saída do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

A passeata foi parte do 41º Congresso da UBES, que está acontecendo no Distrito Federal. Também teve como bandeiras o repúdio às tentativas de golpe contra a presidenta Dilma Rousseff (PT) e críticas ao ajuste fiscal do que tem promovido cortes e a retirada de direitos.

“Essa é a juventude combativa, que está aqui para falar muito alto que esse Congresso não nos representa, para dizer que não queremos a redução da maioridade penal, não queremos o Estatuto da Família, não queremos o PL 5069 que penaliza as mulheres. Eles não passarão”, declarou a presidenta da UBES, Bárbara Melo, do alto do carro de som.

Na linha de frente do ato, caminhavam somente mulheres, representando a atual importância da afirmação de gênero no movimento estudantil, que tem presidentas em suas principais entidades. Leia mais

4 de novembro de 2015
por Esmael Morais
12 Comentários

Paranaense Camila Lanes deverá ser a próxima presidenta da UBES

camilaPela primeira vez na história, a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES) deverá ser presidida por uma estudante paranaense. A atual presidente da União Paranaense dos Estudantes Secundaristas (UPES), Camila Lanes, foi escolhida pelo movimento “A Rua é Nossa” como candidata a presidenta da UBES para a próxima gestão.

A UBES, que é a maior entidade de estudantes do ensino fundamental e médio do País, realizará seu 41º Congresso entre os dias 12 a 15 de novembro, em Brasília (DF).

Camila Lanes é militante da União da Juventude Socialista (UJS), entidade ligada ao PCdoB. Presidindo a UPES desde 2013, tornou-se uma das maiores referências estudantis da greve dos professores do Paraná contra o governador Beto Richa (PSDB).

Antes de presidir a UPES, Camila foi presidenta do Grêmio Estudantil da Escola Estadual Silveira da Motta, na cidade de São José dos Pinhais. Ela também é colaboradora do Blog do Esmael. Leia mais

11 de agosto de 2015
por Esmael Morais
15 Comentários

UNE reforça manifestações no dia 20 contra o golpe tucano

une

A União Nacional dos Estudantes (UNE) está reforçando a convocação para as manifestações do dia 20 de agosto por direitos, liberdade e democracia; contra o avanço da direita e dos tucanos. Participam dessa mobilização entidades como o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), centrais sindicais (CUT, CTB, Intersindical), União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), entre outros. A marcha deverá acontecer em pelo menos 10 capitais brasileiras.

O megaprotesto engrossado pela UNE visa responder ao avanço da direita golpista, orquestrada pelo PSDB, que quer remover a presidenta Dilma Rousseff (PT) do cargo a qualquer custo.

Esse grupo golpista está convocando manifestações para o próximo domingo (16) sob o pretexto de combate à corrupção, mas fecha os olhos para os verdadeiros implicados em denúncias de desvios, como o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), ou ao governo Beto Richa (PSDB).

O Blog do Esmael, em parceria com a TV15, vai transmitir ao vivo a manifestação da direita e dos tucanos pelo golpe no domingo, dia 16, direto de Curitiba.

O tamanho e o impacto das manifestações da direita no domingo (16) e dos estudantes, movimentos sociais e da esquerda e na quinta-feira (20), poderão contribuir para a retomada da iniciativa e a superação da crise política pelo governo Dilma, ou para que ganhe força a articulação do golpe para removê-la da Presidência da República. Leia mais