18 de outubro de 2016
por esmael
52 Comentários

Estudantes respondem Richa sobre suposto “viés político e partidário” das ocupações; assista

O tucano Beto Richa, que perdeu a capacidade de governar o Paraná, reclamou nesta terça (18) para o ministro da Educação Mendonça Filho (DEM) do suposto “viés político e partidário” das ocupações de escolas. Os estudantes não titubearam e apresentara uma resposta “padrão” — a mesma já mostrada antes. Leia mais

17 de outubro de 2016
por esmael
28 Comentários

Gleisi Hoffmann: Força, garotada!

gleisi_ocupacoes_escolasA senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), em sua coluna desta segunda (17), elogia o vigor dos estudantes na ocupação de mais de 500 escolas no Paraná contra o desmanche na Educação, que se materializa na PEC 241 e na autoritária reforma do ensino médio. Leia mais

14 de outubro de 2016
por esmael
33 Comentários

Paraná acorda nesta sexta com 350 escolas ocupadas pelos estudantes

escola_ocupada_richaVinte e quatro horas após o governador Beto Richa (PSDB) declarar guerra aos estudantes, aumentou substancialmente o número de escolas ocupadas por eles no Paraná. Agora já somam 350 unidades da rede pública, segundo a última atualização do movimento que não vence a velocidade dos acontecimentos. Leia mais

13 de outubro de 2016
por esmael
26 Comentários

Sobe para 300 as escolas ocupadas no PR após governador declarar guerra aos estudantes

cleto_richaSubiu para trezentas as escolas ocupadas na rede pública do Paraná. A disparada no número das ocupações ocorreu depois que o governador Beto Richa (PSDB) declarou guerra aos estudantes. Leia mais

13 de outubro de 2016
por esmael
23 Comentários

Presidente da UBES detona Beto Richa: “você rouba da construção das escolas para pagar sua campanha eleitoral”

A presidente da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), Camila Lanes, nesta quinta (13), acusou o governador Beto Richa (PSDB) de roubar dinheiro da educação para sua campanha de reeleição em 2014. Ela gravou um vídeo contra a reintegração de posse de escolas ocupadas no Paraná. Leia mais

5 de maio de 2016
por admin
11 Comentários

Estudantes fazem a diferença em São Paulo; mas, e no Paraná?

ubes_camila_lanes

A mobilização dos estudantes no enfrentamento às falcatruas do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), vem chamando a atenção de todo o País.

A onda começou com as ocupações para barrar o fechamento das escolas estaduais. Agora, os estudantes ocupam a Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) exigindo uma CPI para investigar máfia da merenda. Aqui no Paraná, os problemas na educação pública e as falcatruas do governo são semelhantes, então fica a pergunta: cadê os estudantes para enfrentar Beto Richa? Leia mais

4 de dezembro de 2015
por admin
5 Comentários

PSDB cogita chapa “amigos da educação” para Presidência em 2018: Alckmin presidente, Richa vice

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), abriu o processo de impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff (PT) reacendendo a chama do golpe e as esperanças de Aécio Neves (PSDB-MG) de chegar – por um atalho — à Presidência da República.

O problema do tucano é que ele vem perdendo espaço dentro do ninho, e se Dilma sustentar-se até o fim do mandato, muito provavelmente, ele não será mais a escolha do PSDB como candidato em 2018.

Dito isto, a tendência é que o candidato do PSDB ao Palácio da Alvorada seja novamente o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin.

O problema é que a tentativa de Alckmin fechar escolas e a resistência da moçada que ocupa os estabelecimentos ameaçados comoveu o país, a popularidade do tucano paulista derreteu.

O acirramento da disputa e as cenas de policiais prendendo, arrebentando e batendo em estudantes adolescentes escancararam a verdadeira face de Alckmin, como sendo um ditador violento e fascista.

A situação fez lembrar o massacre de 29 de abril, no Centro Cívico, quando numa ação criminosa comandada pelo governador do Paraná, Beto Richa, também do PSDB, policiais atacaram professores e servidores. O resultado foi de 250 feridos.

E a piada do momento nas redes sociais é que: “O PSDB começou o ano batendo em professores no Paraná e termina espancando estudantes em São Paulo”.

Por isso, imaginamos o partido dos tucanos disputando a Presidência da República com chapa pura, dos “amigos da educação” Alckmin e Richa.

Nesse cenário, Aécio estaria mesmo fora do jogo. Richa bate em professores,  Leia mais

3 de dezembro de 2015
por admin
10 Comentários

“Richa envia para SP tropas da PM para ajudar Alckmin a lidar com escolas”

choqueA piada do Site Sensacionalista é muito boa. Isso prova que os brasileiros conseguem rir até das situações mais trágicas, pois o que os governos do PSDB estão fazendo com a educação pública é realmente uma tragédia. Os destaques no quesito crueldade são, com certeza, Geraldo Alckmin, em São Paulo, e Beto Richa, no Paraná.

A “notícia” segundo qual Beto Richa estaria mandando tropas da PM para ajudar Alckmin remete à maneira “carinhosa” com que o governador do Paraná tratou os professores e servidores na base da bala, bombas e cassetetes, no massacre de 29 de abril.

A matéria do Sensacionalista apresentou até uma declaração de Richa: “O Alckmin me ligou ontem, elogiou a forma como lidei com a manifestação de professores que ocorreu aqui no Paraná, e me pediu para enviar meus melhores policiais para conter os protestos em São Paulo. Fiquei lisonjeado com o pedido e enviei um batalhão de policias e dois canis de pitbulls para ele”. Leia mais

2 de dezembro de 2015
por esmael
19 Comentários

Alckmin reprime estudantes em protesto contra fechamento de escolas em SP; presidenta da UBES é presa

O estudante Camila Lanes, presidenta da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), foi presa ontem (1) à noite em São Paulo durante protesto contra fechamento de escolas pelo governo Geraldo Alckmin (PSDB).

A “reorganização” tucana também está em curso no governo Beto Richa (PSDB), no Paraná, que trama o fechamento de escolas “silenciosamente” na virada do ano.

Camila, ex-presidente da União Paranaense dos Estudantes Secundaristas (UPES), agora na condição de dirigente estudantil nacional, participava ontem de manifestação promovida pela Escola Estadual Maria José, na Bela Vista, no centro da capital paulista.

A presidenta da UBES Camila Lanes, que é colaboradora do Blog do Esmael, foi solta em seguida, mas a polícia chegou a agredir e prender outros 4 manifestantes.

No Paraná, a UPES segue se preparando para ocupações em caso de fechamento de escolas pelo governador Beto Richa. O novo presidente da entidade, Matheus dos Santos, em entrevista ao Blog do Esmael, avisou o tucano: “Se fechar escolas, a gente ocupa”.

Com informações do Portal Vermelho. Fotos: Sérgio Silva e Jornalistas Livres

Leia mais

22 de novembro de 2015
por esmael
7 Comentários

Estudantes definem semana que vem ocupação de escolas no Paraná

A paranaense Camila Lanes, presidente da UBES, está à frente do movimento contra fechamento de 94 escolas no estado de São Paulo; no fim de semana que vem, a União Paranaense dos Estudantes Secundaristas (UPES), além de eleger Mateus dos Santos, definirá estratégia em congresso estadual contra o fechamento de 150 escolas no Paraná e a lei da mordaça dos professores.

A paranaense Camila Lanes, presidente da UBES, está à frente do movimento contra fechamento de 94 escolas no estado de São Paulo; no fim de semana que vem, a União Paranaense dos Estudantes Secundaristas (UPES), além de eleger Mateus dos Santos, definirá estratégia em congresso estadual contra o fechamento de 150 escolas no Paraná e a lei da mordaça dos professores.

A União Paranaense dos Estudantes Secundaristas (UPES) realizará seu 52º Congresso nos próximos dias 28 e 29 de novembro, em Pontal do Paraná, Litoral do estado, onde a principal tarefa, além de eleger a nova diretoria, será planejar a ocupação das 2,1 mil escolas da rede pública que compõem o sistema estadual de ensino. ... 

Leia mais

4 de novembro de 2015
por admin
12 Comentários

Paranaense Camila Lanes deverá ser a próxima presidenta da UBES

camilaPela primeira vez na história, a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES) deverá ser presidida por uma estudante paranaense. A atual presidente da União Paranaense dos Estudantes Secundaristas (UPES), Camila Lanes, foi escolhida pelo movimento “A Rua é Nossa” como candidata a presidenta da UBES para a próxima gestão.

A UBES, que é a maior entidade de estudantes do ensino fundamental e médio do País, realizará seu 41º Congresso entre os dias 12 a 15 de novembro, em Brasília (DF).

Camila Lanes é militante da União da Juventude Socialista (UJS), entidade ligada ao PCdoB. Presidindo a UPES desde 2013, tornou-se uma das maiores referências estudantis da greve dos professores do Paraná contra o governador Beto Richa (PSDB).

Antes de presidir a UPES, Camila foi presidenta do Grêmio Estudantil da Escola Estadual Silveira da Motta, na cidade de São José dos Pinhais. Ela também é colaboradora do Blog do Esmael. Leia mais

29 de setembro de 2015
por esmael
16 Comentários

Camila Lanes: ‘Dia 29 é sinônimo de um plano de abandono de Beto Richa’

Camila Lanes*

Hoje, dia 29 de setembro de 2015, completa 5 meses do massacre que marcou uma geração de professores, aposentados, estudantes e simpatizantes da luta por uma educação de qualidade.

Há 5 meses o movimento estudantil, junto com a APP – Sindicato, estava em frente a Assembleia Legislativa protestando contra as medidas retrogradas e impopulares aplicadas pelo governador Beto Richa.

Estávamos enfrentando uma greve que já tinha acumulado mais de um mês. Acampamos com nossos educadores e enfrentamos ameaças e até mesmo as condições climáticas que dificultaram a nossa estadia em frente ao Palácio Iguaçu, o palácio do tirano Richa.

Mas o dia 29 de abril não representa somente o sangue derramado na Praça Nossa Senhora de Salete. Essa data mostrou ao mundo qual a real face de um governo que vem há mais de 2 mandatos ceifando o futuro da juventude, ceifando suas oportunidades.

O dia 29 de abril representou cada indígena morto pelos ”donos da terra” no interior do Estado; representou cada estudante das áreas rurais que tiveram suas escolas fechadas; representa cada estudante que não tem merenda, pois o governo cortou até mesmo da alimentação (1MILHÃO e 300MIL); representa cada professor que é agredido diariamente pelo Estado pela falta de valorização e estrutura; representa cada estudante que não se vê representado por esse sistema educacional falido e falho; representa cada aposentado que hoje que vê sua aposentadoria ameaçada; representa cada agente penitenciário que hoje enfrenta condições sub-humanas de emprego; representa cada diretor que hoje luta contra a possibilidade de não ter mais gestão democrática; representa cada grêmio que é censurado dentro da escola; representa cada estudante que sofreu e sofre com a homofobia, machismo, racismo dentro e fora da escola; representa cada estudante universitário que viu sua universidade estadual fechar por falta de pagamento; representa cada eleitor que acreditou nas palavras rasas de Carlos Alberto Richa no ano de 2014 e hoje se arrepende em ter apertado o 45 no dia da eleição.

O dia 29 de abril, representa o descaso com o Estado, não somente com a educação; cada tiro disparado e bomba arremessada não atingiram somente quem estava presente naquela praça, mas atingiu e atinge diariamente o povo paranaense que hoje sofre com um projeto que visa o “estado mínimo” e o mínimo de investimento, o máximo de juros e cobranças de impostos!

Sabe por que o dia 29 representa tudo isso? Porque tudo isso é fruto de um plano de abandono.

Por isso Carlos Alberto Richa, NÓS NÃO IREMOS ESQUECER!

*Camila Lanes, 19 anos, é presidenta da União Paranaense dos Estudantes Secundaristas (UPES).

Leia mais