29 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Globo prevê delação premiada de banqueiro na lava jato

Globo prevê delação premiada de banqueiro na lava jato

O Blog do Esmael anotou em 11 de dezembro passado que o banqueiro e empresário Joel Malucelli, do Paraná, havia feito a “delação do fim do mundo” para o Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado ), braço policial do Ministério Público do Paraná. ... 

Leia mais

11 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Empresário fez ‘delação do fim do mundo’ no Paraná

Empresário fez ‘delação do fim do mundo’ no Paraná

O empresário Joel Malucelli um dos alvos da Operação Rádio Patrulha, do Gaeco no Paraná, fez delação considerada ‘fim do mundo’ por promotores do Ministério Público.

LEIA TAMBÉM

Novo presidente do TCU agradece Lula na posse em frente a Moro e Paulo Guedes ... 

Leia mais

11 de setembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Alvaro Dias ‘lava as mãos’ sobre prisão de seu suplente no Senado

Alvaro Dias ‘lava as mãos’ sobre prisão de seu suplente no Senado

O presidenciável Alvaro Dias (Podemos), em nota, ‘lavou as mãos’ acerca do pedido de prisão de seu suplente no Senado, Joel Malucelli, no âmbito da Operação Piloto na lava jato.

O suplente de Alvaro teve a prisão decretada na mesma operação policial que

prendeu o ex-governador Beto Richa (PSDB) ... 

Leia mais

11 de setembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Lava jato “pega” suplente de Alvaro Dias

Lava jato “pega” suplente de Alvaro Dias

O bilionário Joel Malucelli, suplente de senador do presidenciável Alvaro Dias (Podemos), também teve a

prisão decretada ... 

Leia mais

7 de agosto de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Os pés largos do bilionário Joel Malucelli

Os pés largos do bilionário Joel Malucelli

O bilionário aposentado Joel Malucelli, presidente estadual do Podemos, provou ter os pés mais largos desta campanha no Paraná.

O dono da empreiteira J. Malucelli e da Paraná Banco emplacou seu primo coronel Malucelli (PMN) como vice na chapa da governadora Cida Borghetti (PP) e indicou seu compadre, Oriovisto Guimarães (Podemos), fundador do grupo Positivo, como candidato na chapa de Ratinho Junior (PSD).

Você acha que já acabou, caríssimo leitor?

O deputado João Arruda, candidato ao governo pelo MDB, é genro de Joel Malucelli. Arruda é sobrinho do senador Roberto Requião (MDB).

Para fechar o repolho, Malucelli ainda garantiu a nomeação do secretário do Trabalho, Paulo Rossi, no governo Cida.

Ah!, Joel Malucelli é suplente no Senado e um dos principais coordenadores da campanha de Alvaro Dias (Podemos) à Presidência da República.
Leia mais

9 de junho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Estadão ataca suplente de Alvaro

Estadão ataca suplente de Alvaro

Um dia após o senador Alvaro Dias (Podemos) lançar sua pré-candidatura à Presidência da República, ele é atingido por “estilhaços” do Estadão que aponta o empresário Joel Malucelli, suplente do presidenciável, como suspeito de ter pago R$ 500 mil em propinas.

Segundo o Estadão, Malucelli é suspeito de ter pago propina de R$ 500 mil para que sua empresa do setor de energia recebesse aporte de R$ 330 milhões do Fundo de Investimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FI-FGTS).

“A acusação consta no acordo de delação do ex-superintendente de Fundos de Investimento Especiais da Caixa Roberto Madoglio com o Ministério Público Federal”, diz o jornalão.

“Nas eleições de 2014, em que foi eleito como suplente, ele doou R$ 745 mil para a campanha de Dias. O valor representa 25% do total arrecadado pelo senador na campanha em que se reelegeu pela quarta vez”, afirma a reportagem.

O Estadão torce pela candidatura do ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) à Presidência da República.

Alvaro lançou sua pré-candidatura nesta quinta-feira (7) durante almoço “suprapartidário” em um restaurante tradicional de Curitiba.

O senador paranaense tira alguns pontinhos de intenção de voto do candidato tucano.

Não é a primeira vez a mídia paulista ataca Alvaro. Em março passado, por exemplo,

a Veja o acusou de ter recebido R$ 5 milhões para enterrar a CPI do Cachoeira ... 

Leia mais

16 de maio de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em TRE-PR impugna a 1ª pesquisa das eleições 2018

TRE-PR impugna a 1ª pesquisa das eleições 2018

O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) impugnou nesta terça (15) a primeira pesquisa eleitoral, da Radar Inteligência, sobre a disputa pelo Senado e Governo do Paraná.

O instituto de pequisa foi contrato pelo Portal Paraná, do grupo empresarial J. Malucelli, do bilionário Joel Malucelli (Podemos).

O colegiado do TRE-PR acatou o argumento do Partido da Mulher Brasileira (PMB) de que houve irregularidade no plano amostral da sondagem, em desacordo com os dados do IBGE.

A Radar Inteligência tem sede no município de Francisco Beltrão, região Sudoeste, principal base eleitoral do deputado Ademar Traiano (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, que torce pela candidatura do deputado Ratinho Junior (PSD). Leia mais

10 de março de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Malucelli jura que não pagou propina no caso da usina Belo Monte

Malucelli jura que não pagou propina no caso da usina Belo Monte

Cotado para a vice de Ratinho Junior (PSD) na corrida pelo governo do Paraná, Joel Malucelli, presidente estadual do Podemos e dono da JMalucelli, jura que sua empreiteira não pagou propinas para a construção da UHE Belo Monte, no Paraná. Ele distribuiu a seguinte nota:

A JMalucelli Construtora sempre agiu de acordo com seus princípios éticos e morais. Sua participação na construção da UHE Belo Monte se deve ao simples fato de ser acionista do empreendimento, motivo pelo qual afirma, com toda convicção, que não fez qualquer pagamento indevido conforme noticiado e está certa que a justiça comprovará sua idoneidade e não participação nos fatos apontados.

Portanto, o suplente do senador Alvaro Dias (Podemos) desmente a mídia e a lava jato. Aliás, Malucelli também é dono da Band no Paraná e sua emissora sempre deu milho aos pombos, isto é, espaço para a pirotecnia da força-tarefa do juiz Sérgio Moro. Leia mais

9 de março de 2018
por Esmael Morais
1 Comentário

Empreiteira de suplente de Alvaro Dias tem contas bloqueadas pela lava jato

A J. Malucelli, de Curitiba, teve as contas de duas subsidiárias (construtora de obras e energia) bloqueadas pelo juiz Sérgio Moro no âmbito da operação Buona Fortuna, da lava jato, que investiga o pagamento de propina no valor de R$ 135 milhões em obras que envolveram a construção da Usina Belo Monte, no Pará.

Além dos braços (subsidiárias), o magistrado da lava jato também cortou as pernas da J. Malucelli ao bloquear as contas do executivo Celso Jacomel Junior, conhecido como “Arquivo”, que mora no exterior .

A empresa em questão é de propriedade de Joel Malucelli, presidente do Podemos no Paraná e suplente do senador Alvaro Dias. Malucelli é um dos principais articuladores da candidatura de Ratinho Junior (PSD) ao governo do Paraná. Júnior é filho do apresentador Ratinho (SBT).
Leia mais

28 de junho de 2017
por Esmael Morais
61 Comentários

Debandada do PSD de Ratinho Jr rumo ao ‘Phodemos’ de Alvaro Dias

O bilionário aposentado Joel Malucelli deixou o PSD de Ratinho Jr para ingressar no ‘Phodemos’ do senador Alvaro Dias, que, neste sábado (1º), saltará fora do PV. Leia mais

9 de fevereiro de 2016
por Esmael Morais
21 Comentários

Curitiba pode ter pela 2ª vez prefeito nipônico: vem aí o “Japa da Federal”

japa_leprevostO agente da Polícia Federal Newton Ishii, o Japa da PF, esteve o último final de semana degustando um churras na casa do deputado estadual Ney Leprevost na praia de Guaratuba, Litoral do Paraná, quando recebeu convite para ingressar no PSD para disputar a Prefeitura de Curitiba.

A ideia consiste em fazer uma pesquisa qualitativa, a quali, para definir quem tem melhor condições de chegar ao Palácio 29 de Março – a sede do executivo municipal curitibano – se Ney ou o Japa da Federal.

Tanto o “Japa da PF” quanto Leprevost deixaram-se ser fotografados para comunicar o entendimento político.

O diabo é que o “Japa da Federal” tem uma ficha corrida capaz de corar o ex-ministro Zé Dirceu ou mesmo Marcelo Odebrecht. O moço do olho puxado é produto de marketing da criminosa “Tenda Digital” (by Sérgio Kobayashi, na foto). Entretanto, a nova aquisição do PSD não se faz de rogada de concorrer à sucessão do prefeito Gustavo Fruet (PDT). Leia mais

8 de fevereiro de 2016
por Esmael Morais
4 Comentários

Ratinho oferece PSC para Joel Malucelli disputar Prefeitura de Curitiba

O deputado licenciado Ratinho Junior (PSC), secretário de Estado do Desenvolvimento Urbano (SEDU), procurou semana passada o megaempresário aposentado Joel Malucelli (PSD) para oferecer-lhe o partido na corrida pela Prefeitura de Curitiba.

Em contrapartida, Ratinho pediu desde já apoio de Malucelli para a disputa pelo Palácio Iguaçu em 2018. O megaempresário, além de pedágio e empreiteira, é dono da TV Bandeirantes no Paraná e da rádio Bandnews FM.

A troca de apoio, se consumada, criaria um consórcio midiático haja vista Ratinho ser herdeiro da Rede Massa (SBT) no estado.

Ratinho Junior prepara-se para pular fora da balsa do governador Beto Richa (PSDB), que vai a pique em breve segundo todos os analistas políticos. O parlamentar do PSC estuda deixar a secretaria para voltar à Assembleia, assim, tentaria desvincular-se do tucano para ganhar a eleição para o governo do estado.

Envaidecido pelo inesperado convite, Malucelli ficou de pensar na proposta. O megaempresário aposentado tem até início de março para pular a cerca, ou seja, mudar de partido utilizando a janela da infidelidade. Leia mais

10 de maio de 2015
por Esmael Morais
38 Comentários

PSD orienta Sciarra a deixar “urgentemente” o governo Beto Richa

psd_psdbIntegrantes da direção estadual do PSD sugeriram ao chefe da Casa Civil, Eduardo Sciarra, que entregue o cargo ao governador Beto Richa (PSDB). Os correligionários do pessedista temem que ele seja o próximo alvo de campanha de fritura, por causa do massacre dos professores, que levaram à demissão de Fernando Francischini (Segurança), Fernando Xavier (Educação) e César Kogut (PM).

Na Assembleia Legislativa, os dois principais deputados do partido — Chico Brasileiro e Ney Leprevost — já perfilam ao lado da oposição desde o início da legislatura em fevereiro. A bancada do PSD tem três parlamentares.

Nas redes sociais e no Centro Cívico, o chefe da Casa Civil já é “carinhosamente” chamado de Eduardo “Mete Bomba” Sciarra — em alusão à denúncia do deputado Tadeu Veneri (PT), líder da oposição, que da tribuna da Assembleia afirmou ter ouvido o secretário de Richa orientar “Mete mais bomba, mete mais bomba”.

No último dia 29 de abril, durante a votação no projeto que confisca a poupança previdenciária dos servidores, a PM atirou bombas, balas de borracha, gás lacrimogêneo e atiçou cães em manifestantes por mais de duas horas. Logo após o massacre, Beto Richa acusou professores e funcionários públicos de serem “black blocs”. Uma semana depois, arrependido, o tucano afirmou que foi “quem mais sofreu” com a surra nos educadores.

Pois bem, a cogitada saída de Sciarra do governo tem como objetivo 2018. “Mete Bomba” é lembrado para uma dobradinha, provavelmente na vice, com o senador Álvaro Dias (PSDB) visando o Palácio Iguaçu. Leia mais

28 de setembro de 2014
por Esmael Morais
25 Comentários

Gomyde acusa velha mídia de esconder disputa do Senado para beneficiar reeleição de àlvaro. Será?

Ricardo Gomyde, do PCdoB, pelo Twitter, acusou neste domingo (28) a velha mídia paranaense de esconder a disputa pelo Senado para beneficiar a reeleição do senador àlvaro Dias, do PSDB:

CBN, Bandnews e Band são do suplente do àlvaro. Aboliram eleição do Senado. Notas políticas da Gazeta está na campanha do AD. Santo Deus!!! ... 

Leia mais

25 de setembro de 2014
por Esmael Morais
17 Comentários

De Gomyde sobre àlvaro: “Não tenho rabo preso com a turma dos pedágios!

Ricardo Gomyde continua na ofensiva contra o senador àlvaro Dias, que luta pela reeleição; na TV, desafiante do PCdoB bate duro no tucano: "não tenho rabo preso com a turma dos pedágios!; ele se referiu ao banqueiro e empreiteiro Joel Malucelli, primeiro suplente de àlvaro, fundador do grupo J. Malucelli, que tem participação em diversos pedágios no Paraná; abaixo, assista ao vídeo.

Ricardo Gomyde continua na ofensiva contra o senador àlvaro Dias, que luta pela reeleição; na TV, desafiante do PCdoB bate duro no tucano: “não tenho rabo preso com a turma dos pedágios!; ele se referiu ao banqueiro e empreiteiro Joel Malucelli, primeiro suplente de àlvaro, fundador do grupo J. Malucelli, que tem participação em diversos pedágios no Paraná; abaixo, assista ao vídeo.

O candidato do PCdoB ao Senado, Ricardo Gomyde, continua na ofensiva contra o senador àlvaro Dias, do PSDB, que luta pela reeleição. Ontem à  noite (24), o desafiante comunista levou ao horário eleitoral gratuito na TV nova denúncia contra o tucano que estaria com vergonha do suplente dono de pedágios.

“O primeiro suplente na chapa de àlvaro Dias é o banqueiro e empreiteiro Joel Malucelli, fundador do grupo J. Malucelli, que tem participação em diversos pedágios”, diz o locutor na abertura do programa de Gomyde.

O candidato do PCdoB frisou que ele recebe apoio de Dilma, Lula e Gleisi de cabeça erguida. “Eu não escondo os meus apoiadores, não escondo os meus suplentes, não escondo projeto político que defendo para o Paraná e para o Brasil”, comparou.

Para demarcar posição, Gomyde disse que vai reduzir o preço do pedágio nas estradas paranaenses. “E sabe por que eu posso fazer isso? à‰ simples, porque eu não tenho rabo preso com a turma dos pedágios!, finalizou.

Assista ao vídeo: ... 

Leia mais

12 de agosto de 2014
por Esmael Morais
9 Comentários

PSD agora é Requião?

Radialista Luiz Carlos Martins (PSD), candidato estadual dobra com o deputado federal João Arruda (PMDB), sobrinho de Requião. O diabo é que o PSD no Paraná coligou-se formalmente com o governador Beto Richa (PSDB), que luta pela reeleição. "Será que o coração do PSD bate mais forte para Requião?", questiona orelha seca do Blog do Esmael.

Radialista Luiz Carlos Martins (PSD), candidato estadual dobra com o deputado federal João Arruda (PMDB), sobrinho de Requião. O diabo é que o PSD no Paraná coligou-se formalmente com o governador Beto Richa (PSDB), que luta pela reeleição. “Será que o coração do PSD bate mais forte para Requião?”, questiona orelha seca do Blog do Esmael.

Orelha seca do Blog do Esmael, que faz concorrência com o Genival, o Fiscal do Requião, flagrou nesta terça-feira (12) propaganda “casada” do candidato a estadual Luiz Carlos Martins (PSD) com o deputado federal João Arruda (PMDB).

O diabo é que o PSD no Paraná coligou-se formalmente com o governador Beto Richa (PSDB), que luta pela reeleição.

“Será que o coração do PSD bate mais forte para Requião?”, pergunta o orelhudo, lembrando que Arruda é sobrinho do senador Roberto Requião (PMDB), também na briga pelo Palácio Iguaçu.

Nunca é demais recordar que o sogro de João Arruda, o bilionário aposentado Joel Malucelli (PSD), primeiro suplente na chapa do senador àlvaro Dias (PSDB),

pulou a cerca há duas semanas ... 

Leia mais

1 de agosto de 2014
por Esmael Morais
9 Comentários

Malucelli, suplente de àlvaro, pula a cerca para apoiar o genro João Arruda

 Deputado João Arruda reúne "gregos e baianos", nesta sexta-feira (1!º), em lançamento de sua candidatura à  reeleição, à s 13 horas, no Clube da Urca, durante seminário sobre as eleições; bilionário aposentado Joel Malucelli, sogro do moço, que cisca para os lados do Palácio Iguaçu, vai dividir palanque hoje com o senador Roberto Requião e com o também bilionário Marcelo Almeida, que concorre ao Senado; em suma, primeiro sobrinho une hoje, ao vivo e a cores, o poder político ao poder econômico.

Deputado João Arruda reúne “gregos e baianos”, nesta sexta-feira (1!º), em lançamento de sua candidatura à  reeleição, à s 13 horas, no Clube da Urca, durante seminário sobre as eleições; bilionário aposentado Joel Malucelli, sogro do moço, que cisca para os lados do Palácio Iguaçu, vai dividir palanque hoje com o senador Roberto Requião e com o também bilionário Marcelo Almeida, que concorre ao Senado; em suma, primeiro sobrinho une hoje, ao vivo e a cores, o poder político ao poder econômico.

O bilionário aposentado Joel Malucelli (PSD), candidato ao cargo de primeiro suplente na chapa do senador àlvaro Dias (PSDB), nesta sexta-feira (1!º), vai pular a cerca para declarar apoio à  reeleição de seu genro, o deputado federal João Arruda (PMDB), sobrinho predileto do senador Roberto Requião (PMDB), que concorre ao governo do Paraná.

Arruda lança sua candidatura hoje durante um seminário à s 13 horas no Clube Urca, Rua Albano Reis, 170, Bairro Ahú, em Curitiba.

O parlamentar pretende adestrar correligionários do interior acerca das eleições de outubro em temas vão de condutas vetadas na propaganda eleitoral a importância das redes sociais na disputa do voto.

Entretanto, a proeza principal de João Arruda será de colocar no mesmo palanque Requião, Marcelo Almeida (que concorre ao Senado) e o sogrão bilionário, que cisca para os lados dos tucanos àlvaro Dias e do governador Beto Richa, que tenta a reeleição.

Resumo da ópera: o primeiro sobrinho une hoje, ao vivo e a cores, o poder político ao poder econômico.
Leia mais

3 de julho de 2014
por Esmael Morais
13 Comentários

Como prêmio de consolação, ex-secretário de Richa vai coordenar campanha de Campos no PR

Palácio Iguaçu dá um drible fantástico e coloca o empresário Edson Casagrande para escanteio nas eleições deste ano; ex-secretário Assuntos Estratégicos do Governo do Paraná, que deixou o cargo em abril para candidatar-se, foi preterido da primeira suplência do senador àlvaro Dias; como prêmio de consolação, patobranquense vai coordenar a campanha de Eduardo Campos no Paraná !“ terceiro lugar no Datafolha.

Palácio Iguaçu dá um drible fantástico e coloca o empresário Edson Casagrande para escanteio nas eleições deste ano; ex-secretário Assuntos Estratégicos do Governo do Paraná, que deixou o cargo em abril para candidatar-se, foi preterido da primeira suplência do senador àlvaro Dias; como prêmio de consolação, patobranquense vai coordenar a campanha de Eduardo Campos no Paraná !“ terceiro lugar no Datafolha.

O empresário e ex-secretário estadual para Assuntos Estratégicos do Governo do Paraná, Edson Casagrande (PSB), defenestrado pelos tucanos da primeira suplência do senador àlvaro Dias, como prêmio de consolação, vai ser o coordenadora da campanha do presidenciável Eduardo Campos (PSB) no Paraná.

De acordo com pesquisa Datafolha, divulgada ontem (2), Campos patina na terceira posição com 9% das intenções de voto. Aécio Neves (PSDB) tem 20% e Dilma Rousseff (PT) possui 38%.

O patobranquense Casagrande, inicialmente, colocava-se como pré-candidato a deputado federal. Depois foi convencido a passar as bases para o tucano Valdir Rossoni, em troca ficaria com a primeira suplência de àlvaro. Entretanto, o senador do PSDB escolheu o empresário Joel Malucelli (PSD) para sua companhia na chapa.

Resumo da ópera: o empresário Edson Casagrande foi enrolado pelo Palácio Iguaçu. Acabou ficando sem a Secretaria, a Câmara e a suplência do Senado. A coordenação de Campos é apenas um prêmio de consolação por “bom comportamento” no processo.
Leia mais

18 de junho de 2014
por Esmael Morais
24 Comentários

Pessuti pode ser 1!º suplente de àlvaro no Senado; Serraglio na vice de Richa

Para consumo externo, Pessuti seria candidato avulso! ao Senado, mas, de acordo com uma fonte do Blog do Esmael, adesão que lhe renderá a suplência do senador àlvaro Dias; peemedebista e tucano articulam chapa de 2014 já pensando em 2018; vice na chapa de Richa estaria reservada a Serraglio; claro, tudo isso ainda precisa ser combinado daqui a dois dias com os 600 convencionais do PMDB.

Para consumo externo, Pessuti seria candidato avulso! ao Senado, mas, de acordo com uma fonte do Blog do Esmael, adesão que lhe renderá a suplência do senador àlvaro Dias; peemedebista e tucano articulam chapa de 2014 já pensando em 2018; vice na chapa de Richa estaria reservada a Serraglio; claro, tudo isso ainda precisa ser combinado daqui a dois dias com os 600 convencionais do PMDB.

A adesão do ex-governador Orlando Pessuti (PMDB) ao ninho tucano poderá ter efeitos colaterais na política do Paraná. O primeiro deles tem a ver com a composição da chapa majoritária. Embora o peemedebista tenha anunciado sua vontade de disputar “avulso” o Senado na chapa de reeleição do governador Beto Richa (PSDB), ele deverá se contentar com a primeira suplência do senador àlvaro Dias (PSDB), que rejeita coligação com o PMDB caso tenha candidato ao Senado.

Pessuti e àlvaro articulam esse pacote já de olho em 2018, pois o senador deixaria o cargo para o peemedebista usufruir mais 4 anos de mandato e concorreria ao Palácio Iguaçu com apoio de Richa, que embarcaria para o Senado. Para passar o “inverno” entre 2015 e 2018, o ex-governador adesista teria a Sanepar de “porteira fechada”.

O segundo efeito diz respeito ao empresário bilionário Joel Malucelli (PSD), que sonhava com a mesma primeira suplência do mesmo àlvaro. Teve que ceder o devaneio ao desejo de reeleição de Richa, que preside as movimentações no PSDB.

A terceira consequência da adesão de Pessuti pôde ser sentida ontem à  noite, em Curitiba, durante reunião da executiva estadual do PMDB. O deputado federal Osmar Serraglio, presidente da legenda no estado, desistiu da reeleição à  Câmara para buscar a vice na chapa do governador, se a convenção aprovar a coligação (

clique aqui ... 

Leia mais