Anti-Moro: André Vargas vem aí como candidato a deputado federal pelo Paraná

O ex-juiz Sergio Moro terá muitos constrangimentos diretos em sua campanha, caso dispute mesmo a Presidência em 2022 pelo Podemos. Primeiro, ele terá explicar como fraudou processos e prendeu Lula em 2018 para garantir a vitória de Bolsonaro, depois virou ministro, como comprovaram as mensagens vazadas pela Operação Spoofing. Segundo, Moro terá que dar satisfação … Read more

TRF4 revoga prisão preventiva do ex-deputado André Vargas após seis anos

Após incríveis seis anos, a 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) decidiu, na última quarta-feira (10/3), revogar a prisão preventiva do ex-deputado federal André Vargas que foi decretada no âmbito da Operação Lava Jato. Por unanimidade, os desembargadores do colegiado entenderam que não há fatos atuais de risco à ordem pública … Read more

André Vargas, 1º preso político da Lava Jato, fala pela primeira vez após ser solto em 2018; assista ao vídeo

O ex-deputado André Vargas escolheu o Blog do Esmael para falar pela primeira vez dentre os demais veículos de imprensa, nesta sexta-feira, 6 de março de 2020, após deixar a prisão política no dia 19 de outubro de 2018. Ex-vice-presidente da Câmara, Vargas ficou preso político da Lava Jato 42 meses por determinação do ex-juiz … Read more

URGENTE: LAVA JATO SOLTA 1º PRESO POLÍTICO SENTENCIADO

O ex-deputado André Vargas (sem partido), ex-vice-presidente da Câmara, foi soltou hoje (19) pela operação lava jato. Ele foi o 1º político preso e sentenciado pela força-tarefa, em abril de 2015. Vargas sofreu três condenações, mas ele já cumpriu 37% da pena e teve direito à progressão de regime. O juiz Sérgio Moro sentenciou o … Read more

Depois de apressar condenação de Lula, TRF-4 desacelera

O atual ritmo de trabalho do Tribunal Regional Federal da 4a Região (TRF-4), em Porto Alegre, confirma a tese de que o julgamento de Lula em segunda instância foi apressado propositalmente. Depois de confirmar a condenação e aumentar a pena do ex-presidente, somente um julgamento foi concluído naquela corte. Antes do julgamento de Lula, a … Read more

Lava jato mantém em regime fechado condenados com direito à progressão da pena

A lava jato mantém presos no complexo penal de Piraquara, na região metropolitana de Curitiba, até mesmo condenados com direito à progressão de regime. A denúncia é da Folha, que retrata ilegalidade de prisioneiros que estão com os bens bloqueados pela justiça e por isso não conseguem pagar as reparações milionárias e avançar do cumprimento … Read more

Prefeito tucano revoga título de cidadão honorário de Lula

O prefeito Marcelo Rangel (PSDB), do município de Ponta Grossa, a 110 km de Curitiba, sancionou nesta segunda (23) lei que revoga título de cidadão honorário do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. LEIA TAMBÉM FHC é um ressentido, segundo Gleisi Em março deste ano, Rangel teve a ficha de filiação ao PSDB abonada pelo … Read more

Por que o “indulto” a Youssef não chocou?

O doleiro Aberto Youssef ganhou a liberdade no dia 17 de novembro do ano passado, depois de 2 anos e oito meses, apesar de condenado a 121 anos e 11 meses de prisão pelo juiz Sérgio Moro.

Read more

Jatinho da JBS complica Temer. Empréstimo de aeronave levou André Vargas à prisão

A carona que Michel Temer e família pegaram nas asas de um jatinho do empresário Joesley Batista, delator da Lava Jato, é o “batom na cueca” que faltava para comprovar a relação promíscua entre o agente público e o agente delinquente.

Read more

Lewandowski dá uma de “leitão vesgo”: um olho no impeachment e outro no aumento do salário dos juízes

lewandowski_leitao_vesgoO presidente do Supremo, Ricardo Lewandowski, para usar uma expressão do ex-deputado André Vargas, está dando uma de “leitão vesgo*” que mama numa teta de olho noutra. Ou seja, o magistrado põe um olho no golpe contra Dilma Rousseff e outro no aumento do salário para os ministros do STF.

Read more

Arquivo: Richa sempre foi Dilma no Paraná

dilma_richa_outdoor

Há quase quatro anos, na eleição municipal de 2012, o governador do Paraná, tucano Beto Richa, era mais Dilma Rousseff que o próprio PT. Distribuiu outdoors pelo estado fazendo inveja até mesmo para o então deputado petista André Vargas.

Read more

Coluna do Rafael Greca: 2016, Ano Novo ou tudo de novo?

anonovo
Em sua coluna desta quarta-feira, Rafael Greca (PMN) faz uma retrospectiva dos fatos negativos ocorridos em Curitiba em 2015. Começando com a desintegração do transporte público, passando pelo massacre de 29 de abril, e chagando ao fechamento de berçários pela prefeitura. Greca aponta o momento de crise como propício para renovação através da consciência política. Leia, ouça, comente e compartilhe.

Downlaod áudio

Rafael Greca*

Proponho aos curitibanos como resolução de Ano Novo seguir a lição das Araucárias, as árvores cujas sementes dão nome a cidade de Curitiba, “muito pinhão” em tupi.

Poucos sabem que os pinhões que frutificarão no próximo ano, a partir de abril, começaram a se formar há três anos, gestados nas ramas altas das araucárias. Assim também é o processo de Consciência política.

Cada geração carrega consigo a experiência, as alegrias e as dores da geração anterior. Cada ano precisamos aprender com as lições – mesmo as mais amargas – do ano que passou.

E assim também acontece com as eleições. Cada eleição se faz com a Consciência, ou a Inconsciência, da última eleição. É imperioso cultivarmos a boa Consciência, o senso de Justiça.

Read more

André Vargas estuda fazer ‘delação premiada’ para atingir Cunha

cunha_vargasO ex-vice presidente da Câmara, André Vargas (sem partido), preso em abril na 11ª fase da Lava Jato, fez chegar a Brasília a informação de que fará ‘delação premiada’ se continuar abandonado pelos ex-correligionários. “Do Natal não passa”, foi o recado dado.

Segundo a versão que circula nos bastidores da política, o alvo da delação seria o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-R), que teria prometido ajuda a Vargas, e “setores do PT”. Ambos não cumpriram com o combinado.

Cunha também é denunciado na Lava Jato, porém, por possuir imunidade, seu processo corre no Supremo Tribunal Federal (STF). Ele é acusado de receber propina da Petrobras. No entanto, a corte ainda não o transformou em réu.

O Blog do Esmael entrevistou o advogado João Graça, que representa Vargas. O defensor jurou desconhecer qualquer iniciativa de deleção premiada, mas também disse “não duvidar” que isso passe pela cabeça de seu cliente.

Read more

Coluna do Rafael Greca: Mais Curitiba, menos Brasília

curitiba
Em sua coluna semanal, o ex-prefeito Rafael Greca propõe que Curitiba busque mais as soluções locais, como já fez em seus melhores dias, e deixe de lado as “soluções milagrosas” vindas de Brasília, mas que nunca se realizam. Ele cita o Metro de Curitiba como exemplo, já foi anunciado três vezes com pompa e circunstância, mas até agora…  Greca enumera as obras que fez na cidade enquanto era prefeito sem contar com nenhuma ajuda do governo federal de então. Leia, ouça, comente e compartilhe!

Download

Rafael Greca*

Quem inventou esta inominável dependência curitibana de Brasília? Não fui eu nem foi você. Quem colocou Curitiba na vala comum do pires na mão? Não fui eu nem foi você.

Que raios de discurso é este? Curitiba antes modelo, vai mesmo aceitar calada o título de cidade modelada? Não, mil vezes não. Não foi para isso que você deu o seu voto.

Curitiba está travada, imobilizada. Fruet faz Prefeitura sem frutos, infrutífera; resultado de suas escolhas calculistas e apostas políticas frustadas.

Chegou ao poder bafejado pelos ventos do PT, impulsionado pelos investimentos de Gleisi Hofmann, Paulo Bernardo, Angelo Vanhoni, André Vargas, os grandes escritórios de Brasília, as empresas empreiteiras então íntimas dos sorridentes poderosos do Planalto.

Read more

“Leitão Vesgo”, marido da vice, critica governo Beto Richa; ouça o áudio

O deputado federal Ricardo Barros (PP), conhecido nos bastidores da política paranaense como “Leitão Vesgo”, fez duras críticas ao segundo mandato do governador Beto Richa (PSDB). O marido da vice-governadora do estado, Cida Borguetti (PROS), em entrevista à CBN Curitiba, falou em ações equivocadas tomadas pelo tucano. “Muitas decisões equivocadas provocaram desgaste no governo, errou … Read more

‘Lava Jato pegou gato lustroso no Paraná’, informa senador Requião

O senador Roberto Requião (PMDB), no Twitter, informa que a Operação Lava Jato pegou pelo rabo um gato lustroso no Paraná. Sem citar nome, o parlamentar peemedebista olha em direção ao Palácio Iguaçu, sede do governo do estado, no Centro Cívico. Na última quinta-feira (9), o doleiro do PSDB Alberto Youssef delatou companheiros do ninho … Read more

Vazamento de depoimento de Youssef causa pânico no governo Beto Richa

beto_richa

O Palácio Iguaçu está em polvorosa e o Centro Cívico tremeu nesta segunda-feira (13) com o vazamento de depoimento do doleiro Alberto Youssef, delator da Operação Lava Jato.

O que era apenas uma hipótese na semana passada agora é concreto: o delator entregou meio Palácio Iguaçu e integrantes do 1º escalão à Procuradoria Geral da República, na última quinta-feira, dia 9 de julho.

Read more

Lava Jato “arromba” porta do Palácio Iguaçu; tucano alvo é Beto Richa

Em abril passado o Blog do Esmael anotou que a operação Lava Jato havia batido na porta do Palácio Iguaçu, sede do executivo paranaense, ao citar reportagem do jornal Gazeta do Povo sobre o envolvimento de empresas do governo Beto Richa (PSDB) com o ex-deputado André Vargas (sem partido), preso há três meses. Pois bem, … Read more

Primo de Richa é investigado por compra de fazenda com dinheiro suspeito de corrupção

FRAME1

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), braço policial do Ministério Público do Paraná, investiga a compra de uma fazenda pelo lobista Luiz Abi Antoun, primo do governador Beto Richa (PSDB), no município de Assaí, Norte do estado.

Segundo fontes do Blog do Esmael no município, o parente do governador comprou através da empresa KLM Empreendimentos 10 alqueires de terra com a ajuda do prefeito cidade, Luiz Alberto Vicente, conhecido como Mestiço. Ele tinha procuração de Abi para atuar entre as duas partes (do comprador e do vendedor).

De acordo com certidão de registro de imóvel, de 6 de abril último, as terras foram adquiridas R$ por 200 mil (veja documento datado de novembro de 2013). Mas, conforme moradores da localidade, a fazenda valeria ao menos R$ 1 milhão.

O Gaeco investiga se a área foi comprada com dinheiro de propina na Receita Estadual. A propriedade seria usada para a construção de casas populares.

Coincidentemente, Mestiço foi diretor-presidente do Deto (Departamento de Transporte Oficial), que administra os veículos do governo do estado, por indicação de Luiz Abi.

Outra coincidência: o ex-deputado André Vargas é natural de Assaí, que fica na região metropolitana de Londrina.

Nesta sexta-feira (17), veio à tona que a operação Lava Jato bateu forte na porta do governo Beto Richa. Empresas públicas do estado fizeram negócios de R$ 18 milhões com o ex-vice-presidente da Câmara.

Leia a íntegra do registro do imóvel:

Read more

Investigações da Lava Jato batem na porta do governo Beto Richa

Reportagem de Amanda Audi, no jornal Gazeta do Povo, edição desta sexta-feira (17), afirma que o juiz Sérgio Moro, da Operação Lava Jato, investiga negócios entre o ex-deputado André Vargas (sem partido), preso há uma semana, com empresas e órgãos estaduais do governo Beto Richa (PSDB). Segundo o jornal, uma força-tarefa do Ministério Público Federal … Read more

Nova fase da Lava Jato investiga fraudes em contratos da Saúde e da Caixa

da Agência Brasil

vargas_pf_londrinaA 11ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada na manhã de hoje (10) pela Polícia Federal, investiga a existência de um esquema criminoso de fraude em contratos de publicidade do Ministério da Saúde e da Caixa Econômica Federal. Segundo a PF, as novas investigações revelam que o deputado cassado André Vargas (sem partido-PR) é suspeito de receber propina da agência de publicidade Borghierh Lowe Propaganda e Marketing Ltda., responsável pelas contas publicitárias do banco estatal e do Ministério da Saúde.
Saiba Mais

Nova fase da Lava Jato prende três ex-deputados

Read more

Marcelo Almeida, dono de pedágio, assume cadeira de André Vargas

O empresário Marcelo Almeida (PMDB), multibilionário herdeiro da empreiteira CR Almeida e de praças de pedágio, assume a cadeira com a cassação de André Vargas (sem partido, ex-PT). Em 2014, ele declarou à  Justiça Eleitoral bens no valor de R$ 740 milhões. Primeiro suplente da coligação PDT, PT, PMDB, PR e PCdoB com 82.518 votos, … Read more

Teori cobra explicações de Moro sobre deputados na Operação Lava Jato

do Brasil 247

teori

Os rumos da Operação Lava Jato nos meandros jurídicos podem mudar rapidamente. O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal, acaba de mandar um questionamento oficial ao juiz Sergio Moro, que julga a Operação Lava Jato, com uma dúvida do advogado Fabio Tofic Simantob. O defensor do empreiteiro Gerson Almada, vice-presidente da Engevis, sensibilizou Teori com sua indagação a respeito da presença de deputados entre os envolvidos na Operação Lava Jato.

Dada a presença de parlamentares, que têm foro judicial privilegiado, o caso teria de sair da Vara Federal de Curitiba, comandada por Moro, para ‘subir’ diretamente ao STF, onde ganharia nova dinâmica processual. Os deputados envolvidos até agora na denúncia de recebimento de propinas são André Vargas (sem partido-PR) e Luiz Argôlo (SSD-BA).

O jornalista Paulo Moreira Leite, em seu blog no 247, noticiou no mês passado que a situação poderia provocar uma transferência do processo da Lava Jato, de resto, como manda a lei. Com o objetivo de evitar perder o controle sobre o processo, o juiz Sergio Moro tem orientado delatores premiados como o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa e o doleiro Alberto Yousseff a não citar personagens como ministros, governadores e parlamentares em seus depoimentos, exatamente porque eles têm foro privilegiado e causaria, com isso, o mesmo movimento de fuga do processo das mãos de Moro.

Read more

CCJ da Câmara nega recurso e cassação de André Vargas vai a Plenário

via Agência Câmara Por votação simbólica, a Comissão de Constituição e Justiça de Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou hoje o parecer do deputado Sergio Zveiter (SD-RJ) contra o recurso do deputado André Vargas (PT-PR) que tentava reverter a recomendação de cassação do seu mandato feita pelo Conselho de à‰tica. DEM, Psol, PSDB, PSB, … Read more

CCJ da Câmara se reúne hoje para votar recurso de André Vargas

via Agência Câmara A reunião da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) reúne-se hoje para votar recurso do deputado André Vargas (PT-PR) contra a decisão do Conselho de à‰tica que recomendou a perda do seu mandato. O conselho considerou que as relações entre Vargas e o doleiro Alberto Youssef violaram as normas … Read more

Falta de quórum na CCJ impede votação de recurso de Vargas

via Brasil 247

Por falta de quórum mínimo de 34 parlamentares, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara não conseguiu votar o recurso apresentado pela defesa do deputado André Vargas (sem partido-PR) para tentar reverter a decisão do Conselho de à‰tica que, em agosto, aprovou, por unanimidade, o pedido de cassação de Vargas; sem avanço, o parecer sobre o recurso deve ser votado na próxima quarta-feira (15); até lá, a pauta da CCJ fica trancada.
Por falta de quórum mínimo de 34 parlamentares, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara não conseguiu votar o recurso apresentado pela defesa do deputado André Vargas (sem partido-PR) para tentar reverter a decisão do Conselho de à‰tica que, em agosto, aprovou, por unanimidade, o pedido de cassação de Vargas; sem avanço, o parecer sobre o recurso deve ser votado na próxima quarta-feira (15); até lá, a pauta da CCJ fica trancada.

Por falta de quórum mínimo de 34 parlamentares, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara não conseguiu votar hoje (8) o recurso apresentado pela defesa do deputado André Vargas (sem partido-PR) para tentar reverter a decisão do Conselho de à‰tica que, em agosto, aprovou, por unanimidade, o pedido de cassação de Vargas. Sem avanço, o parecer sobre o recurso deve ser votado na próxima quarta-feira (15). Até lá, a pauta da CCJ fica trancada, impedindo que qualquer outra matéria seja votada até que os deputados decidam sobre a situação do parlamentar acusado.

Read more

O que é mais grave: o voo de Vargas ou o jato do PSB?

via Brasil 247

O deputado André Vargas (sem partido-PR) teve sua cassação pedida pelo colega Júlio Delgado (PSB-MG), em razão de uma carona no avião do doleiro Alberto Youssef; no entanto, o PSB, partido de seu algoz, usava um jato comprado com recursos de caixa dois; uma das empresas que assumiu a compra do avião, a Bandeirantes Pneus, importava pneus chineses, causava danos ambientais e foi favorecida por benefícios fiscais do governo Eduardo Campos; diante da hipocrisia, Vargas protestou: "Júlio Delgado pediu minha cassação por um voo. Agora podia explicar por que seu partido usava um avião de empresas fantasmas".
O deputado André Vargas (sem partido-PR) teve sua cassação pedida pelo colega Júlio Delgado (PSB-MG), em razão de uma carona no avião do doleiro Alberto Youssef; no entanto, o PSB, partido de seu algoz, usava um jato comprado com recursos de caixa dois; uma das empresas que assumiu a compra do avião, a Bandeirantes Pneus, importava pneus chineses, causava danos ambientais e foi favorecida por benefícios fiscais do governo Eduardo Campos; diante da hipocrisia, Vargas protestou: “Júlio Delgado pediu minha cassação por um voo. Agora podia explicar por que seu partido usava um avião de empresas fantasmas”.

Dois pesos e duas medidas. à‰ assim que o deputado federal André Vargas (sem partido-PR) enxerga seu processo, quando o compara a outras atividades irregulares na política. Desta vez, o parlamentar, que teve sua cassação pedida pelo colega Júlio Delgado (PSB-MG) no Conselho de à‰tica da Câmara por ter tomado emprestado o avião do doleiro Alberto Youssef, preso na Operação Lava Jato, vê diferença de tratamento entre o episódio vivenciado por ele e o do jato do PSB.

O partido de Delgado, relator de seu processo de cassação na Câmara, usava desde maio um avião adquirido por recursos de caixa dois, pago por empresas fantasmas. Uma delas era uma peixaria falsa. Outra, que assumiu a compra da aeronave, a Bandeirantes Pneus, importava pneus chineses, causava danos ambientais e chegou a ser favorecida por benefícios fiscais pelo ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB).

Read more

Conselho de à‰tica aprova pedido de cassação de André Vargas

via Agência Brasil

O Conselho de à‰tica da Câmara dos Deputados aprovou por unanimidade na trade desta quarta-feira (20) o pedido de cassação do mandado do deputado André Vargas. Ele é investigado pelas relações com o doleiro Alberto Youssef, preso no operação Lava Jato!. Vargas afirmou que vai recorrer à  Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da casa.
O Conselho de à‰tica da Câmara dos Deputados aprovou por unanimidade na trade desta quarta-feira (20) o pedido de cassação do mandado do deputado André Vargas. Ele é investigado pelas relações com o doleiro Alberto Youssef, preso no operação Lava Jato!. Vargas afirmou que vai recorrer à  Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da casa.

Por unanimidade o Conselho de à‰tica e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados aprovou hoje (20) o pedido de cassação do mandato de André Vargas (sem partido-PR). O relatório do deputado Júlio Delgado (PSB-MG) foi apresentado no ultimo dia 5. recomendando a punição do parlamentar, investigado por manter relações com o doleiro Alberto Youssef e por intermediar, com o Ministério da Saúde, contratos em favor do laboratório Labogen, de Youssef.

O doleiro foi preso em março pela Polícia Federal, na Operação Lava Jato, por participação em esquema de lavagem de dinheiro.

Delgado esperava ter aprovado o parecer no início do mês, mas o pedido de vista por quatro parlamentares adiou a análise do caso por duas sessões do plenário. A expectativa era que o parecer fosse votado somente em setembro. Com a decisão de hoje, Vargas pode recorrer em cinco dias úteis à  Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), com efeitos suspensivos.

Em nota, Vargas confirmou que vai recorrer à  CCJ. O ex-deputado garantiu, no colegiado, que não houve quebra de decoro e disse que o processo foi conduzido com açodamento e politização excessiva. Ele havia antecipado, no início deste mês, que recorreria à  CCJ e ao Supremo Tribunal Federal (STF)!  por considerar que houve cerceamento de seu direito de defesa.

Read more

“Vargas não pode pegar carona em avião, mas a velha mídia pode?”

Na edição desta segunda-feira (4), a Gazeta do Povo dedicou uma página para exibir entrevista exclusiva com o candidato do PSDB à  presidência, Aécio Neves. Para conseguir a entrevista, a Gazeta se utilizou de um expediente que ela própria sempre condenou. O repórter pegou uma carona no avião de Aécio Neves, como confirma o próprio … Read more

André Vargas: “Se Aécio fosse do PT, já teriam pedido cassação”

do Brasil 247

Deputado André Vargas, forçado a se desfiliar do PT e alvo de investigação na Câmara por suspeita de envolvimento com o doleiro Alberto Youssef, afirma que seu caso é "muito menos grave" do que o do tucano Aécio Neves, acusado de ter construído um aeroporto em fazenda que era de sua família; "Viajar num avião de empresário é muito menos sério do que pegar dinheiro do povo e construir aeroporto na fazenda do tio"; Vargas diz ter sido suspenso do partido "por causa da repercussão" do caso; "Se Aécio fosse do PT,  a oposição já teria pedido a cassação do mandato dele".
Deputado André Vargas, forçado a se desfiliar do PT e alvo de investigação na Câmara por suspeita de envolvimento com o doleiro Alberto Youssef, afirma que seu caso é “muito menos grave” do que o do tucano Aécio Neves, acusado de ter construído um aeroporto em fazenda que era de sua família; “Viajar num avião de empresário é muito menos sério do que pegar dinheiro do povo e construir aeroporto na fazenda do tio”; Vargas diz ter sido suspenso do partido “por causa da repercussão” do caso; “Se Aécio fosse do PT, a oposição já teria pedido a cassação do mandato dele”.
O deputado federal André Vargas (sem partido-PR) considera seu caso !“ suspeita de envolvimento com o doleiro Alberto Youssef, alvo da Operação Lava Jato !“ “muito menos sério” do que o do candidato do PSDB, Aécio Neves, acusado de ter construído um aeroporto em propriedade que era de sua família, em Minas Gerais.

Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, Vargas afirma ter sido forçado a se desfiliar do PT principalmente pelo presidente do partido, Rui Falcão. “Ele entendeu que eu estava criando um problema para a campanha da presidenta Dilma Rousseff e para as eleições nos Estados”, explicou.

Read more