Requião reclama de censura e ataque covarde da mídia comercial

requiao_voldemort_censuraO senador Roberto Requião (PMDB-PR), relator do PL que visa punir abuso de autoridade, denunciou neste sábado (3) censura e ataque covarde da mídia comercial.

Vargas vai pedir a ‘suspeição’ de relator no Conselho de à‰tica na Câmara

Deputado Júlio Delgado (PSB-MG) deverá ser afastado da relatoria do processo que pede a cassação do mandato de André Vargas (PT-PR) no Conselho de à‰tica na Câmara; segundo o deputado petista, ao Blog do Esmael, do qual é colunista, Delgado admitiu em entrevista que a perda de seu mandato daria vantagem política! ao correligionário Eduardo Campos (PSB-PE) na disputa pela Presidência da República; Vargas pedirá a suspeição do relator após o feriado da Páscoa.
Deputado Júlio Delgado (PSB-MG) deverá ser afastado da relatoria do processo que pede a cassação do mandato de André Vargas (PT-PR) no Conselho de à‰tica na Câmara; segundo o deputado petista, ao Blog do Esmael, do qual é colunista, Delgado admitiu em entrevista que a perda de seu mandato daria vantagem política! ao correligionário Eduardo Campos (PSB-PE) na disputa pela Presidência da República; Vargas pedirá a suspeição do relator após o feriado da Páscoa.
O deputado federal André Vargas (PT-PR), vice-presidente da Câmara, ao desistir da renúncia ao mandato, ontem, concomitantemente, decidiu partir para o contra-ataque. Depois do feriado de Páscoa, uma das primeiras ações da defesa do petista será pedir a suspeição do relator da cassação no Conselho de à‰tica na Câmara, deputado Júlio Delgado (PSB-MG), que, em entrevistas à  imprensa, reiteradas vezes já emitiu sentença condenatória contra o colega de parlamento.

Delgado é homem de confiança do ex-governador Eduardo Campos, de quem é correligionário no PSB, que vai disputar a Presidência da República com o PT em outubro. Em entrevista à  rádio CBN, do sistema Globo, o relator admitiu vantagem política ao seu candidato com a cassação do deputado do PT.