28 de outubro de 2017
por esmael
6 Comentários

O Bom, o Mau e o Feio

A revista piauí traz uma reportagem sobre a “reacionária” cidade de Ponta Grossa (PR) e três personagens importantes personagens do município: o Bom (Aliel Machado), o Mau (Marcelo Rangel) e o Feio (Douglas Fanchin Taques Fonseca).

30 de outubro de 2016
por esmael
18 Comentários

Reeleito em PG, Rangel é fruto do consórcio Richa-Ratinho

rangel_alielO prefeito do município de Ponta Grossa, Marcelo Rangel (PPS), foi reeleito neste domingo (30) com 55,38% dos votos válidos (98 mil sufrágios). A vitória é fruto de um consórcio entre do secretário Ratinho Junior (PSD) e o governador Beto Richa (PSDB).

26 de outubro de 2016
por esmael
12 Comentários

Em PG, obras investigadas pela Quadro Negro chegam a R$ 7,7 milhões

arruda_rangel_richaOs educadores irão às ruas nesta sexta (28) pela celeridade nas investigações da Operação Quadro Negro que, só no município de Ponta Grossa, região dos Campos Gerais, tem obras paradas cujos contratos chegam a R$ 7,7 milhões. São escolas estaduais e municipais, tais como Escola Municipal Professor Kamal Tebcherani, Esplanada, Centro Municipal de Educação Infantil Sophia Adamowicz e Escola Estadual Francisco Pires Machado.

23 de outubro de 2016
por esmael
10 Comentários

Justiça autoriza Câmara instalar ‘CPI do Impeachment’ do prefeito de Ponta Grossa (PR)

laroca_rangelO juiz Ivo Faccenda, do Tribunal de Justiça do Paraná, cassou neste domingo (23) liminar do prefeito do município de Ponta Grossa (PR), Marcelo Rangel (PPS), que proibia a instalação de Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar suposto crime de responsabilidade em sua administração.

23 de outubro de 2016
por esmael
7 Comentários

Prisão de Eduardo Cunha invade horário eleitoral no Paraná; assista

A prisão do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) foi tema de programa eleitoral, neste segundo turno, no município de Ponta Grossa (PR), região dos Campos Gerais, a 110 km de Curitiba.

22 de outubro de 2016
por esmael
17 Comentários

Deputado vai propor CPI para investigar ‘Operação Quadro Negro’ na Câmara; assista

O deputado federal João Arruda (PMDB-PR) fez uma reportagem nesta sexta (21), no município de Ponta Grossa, no Paraná, denunciando o desvio de recursos federais e estaduais para a construção e reforma de escolas. A Operação Quadro Negro, inicialmente investigada pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), apontou que R$ 50 milhões que eram da educação abasteceram campanhas eleitorais de deputados e a reeleição do governador Beto Richa (PSDB).

21 de outubro de 2016
por esmael
18 Comentários

Candidato “vinga” professores ao “meter bomba” em Richa no horário eleitoral em PG

O candidato à Prefeitura de Ponta Grossa pela REDE, Aliel Machado, não titubeou para levar ao ar nesta quinta (20), no horário eleitoral, um programa “metendo bomba” no governador Beto Richa (PSDB) e — de certa maneira — vingando todos os educadores massacrados em 29 de abril de 2015, no Centro Cívico, em Curitiba. Aliel estabeleceu um link direto entre o tucano e seu pupilo no município, o prefeito Marcelo Rangel (PPS), que tenta ficar mais quatro anos no cargo.

14 de outubro de 2016
por esmael
21 Comentários

Em PG, Requião vai pedir a prisão de aliados do governador que disputam 2º turno

requiao_plauto_rangel_richaO senador Roberto Requião (PMDB) desembarca daqui a pouco no município de Ponta Grossa, região dos Campos Gerais, para participar da campanha de 2º turno do deputado Aliel Machado (REDE) à Prefeitura. Requião leva em seu bornal um arsenal explosivo contra aliados e o prefeito Marcelo Rangel (PPS), que tenta a reeleição.

8 de outubro de 2016
por esmael
23 Comentários

Baixaria na campanha pode cassar candidatura de Marcelo Rangel em Ponta Grossa

aliel_arruda_rangelO deputado João Arruda (PMDB) saiu em defesa do também deputado Aliel Machado (REDE), candidato à Prefeitura de Ponta Grossa, que foi atacado neste sábado (8) com panfletos apócrifos. O parlamentar peemedebista requereu abertura de inquérito na Polícia Federal contra o prefeito e candidato à reeleição Marcelo Rangel (PPS).

3 de outubro de 2016
por esmael
45 Comentários

Novo calote de Richa em professores ameaça eleição de aliados no 2º turno

richa_calote_aliadosO governador Beto Richa (PSDB) entrou de sola na campanha ‘contra’ os candidatos, apoiados por ele, que disputarão o segundo turno no próximo dia 30 de outubro, ao anunciar novo calote contra educadores e servidores públicos.

10 de Abril de 2015
por esmael
10 Comentários

Cida governa. Richa… deixa pra lá; secretariado “perdido” em Brasília

richa_bancadaA vice-governadora do Paraná, Cida Borghetti (PROS), agiu esta semana em Brasília como se fosse a titular do cargo. Ela liderou até ontem comitiva de secretários em reuniões nos ministérios — sempre acompanhados pela bancada federal paranaense. Leia mais

21 de dezembro de 2014
por esmael
6 Comentários

Oposicionistas lideram pesquisa pela Prefeitura de Ponta Grossa

PG_pesquisa_2016.jpgPesquisa aponta Pauliki e Aliel favoritos em 2016

por Stiven de Souza, do Jornal da Manhã

Rejeição de Marcelo Rangel (PPS) cresce e favorece liderança de Marcio Pauliki (PDT) e Aliel Machado (PCdoB) nas intenções de voto para a sucessão da Prefeitura de Ponta Grossa

Os deputados eleitos Marcio Pauliki (PDT) e Aliel Machado (PCdoB) são os favoritos para substituir Marcelo Rangel (PPS) na Prefeitura de Ponta Grossa. à‰ o que aponta o possível cenário eleitoral em 2016, levantado pelo instituto IRG Consultoria e Pesquisa. De acordo com o estudo, nomes ligados a grupos de oposição ao Governo Municipal têm se fortalecido, enquanto aumenta a rejeição do prefeito.

Se a disputa pela Prefeitura fosse hoje, Marcio Pauliki teria 31,04% dos votos contra 26,92% de Aliel Machado. No cenário apresentado pelo IRG, Marcelo Rangel seria o terceiro mais votado, com 18,43%, seguido do ex-prefeito Pedro Wosgrau Filho (PSDB), que obteria 12,01% do eleitorado. O levantamento também inclui o ex-vereador Edilson Fogaça (PMDB), com 5,80% !“ mesmo percentual dos indecisos.

11 de agosto de 2014
por esmael
Comentários desativados em Trabalhadores do transporte coletivo de PG aceitam proposta do prefeito e descartam greve

Trabalhadores do transporte coletivo de PG aceitam proposta do prefeito e descartam greve

Motoristas e cobradores que atuam no transporte coletivo urbano de Ponta Grossa aceitaram nesta segunda-feira proposta feita pelo prefeito Marcelo Rangel (PPS) e, com isso, foi abortada a possibilidade de uma nova paralisação da categoria. Pela proposta do prefeito , os motoristas e cobradores ganham o direito de credenciar-se no programa Mercado da Família, da Prefeitura de Ponta Grossa, que oferece produtos a preços em média 46% menores do que nos mercados comerciais. à‰ uma proposta que não causa nenhum impacto na planilha de custos do transporte coletivo!, reforça Rangel.

Com essa proposta, os trabalhadores recebem uma substancial vantagem nas compras de produtos alimentícios e de higiene e limpeza, disponíveis nas lojas do Mercado da Família.

O Executivo já enviou projeto de lei para apreciação da Câmara, autorizando a inclusão dos trabalhadores do transporte coletivo urbano entre os beneficiários do programa Mercado da Família. Acreditamos que essa proposta, sem alterar o equilíbrio do contrato e sem causar impacto na planilha, atende aos motoristas e cobradores e não ocasionará qualquer prejuízo ou custo extra aos usuários do sistema!, anota Rangel.

Dentro do que propôs o governo, será também cedida uma sala, para uso de motoristas e cobradores, no prédio do Terminal Central de Transporte Coletivo. Além disso, motoristas e cobradores receberão, em sua folha de pagamento, um abono de R$ 150, este ano, e outro de R$ 50, em janeiro de 2015.

O presidente do Sindicato dos Motoristas e Trocadores de Ponta Grossa (Sintropas), Ricardo Peloze, que recebeu do prefeito Marcelo Rangel a proposta, disse ontem (segunda) que os trabalhadores aceitaram de forma unânime! a oferta da prefeitura, destacando que motoristas e trocadores não tinham acesso ao programa Mercado da Família, e que essa solução foi bastante apreciada. Sem a intervenção do prefeito Marcelo Rangel essa composição não seria possível!, avaliou. Peloze também lembrou o atendimento a uma reivindicação antiga da categoria, igualmente atendida pelo prefeito Rangel, que é a sala disponibilizada para motoristas e cobradores no Terminal Central.

Até então, segundo Peloze, os profissionais não contavam sequer com um espaço para suas refeições, no

8 de julho de 2014
por esmael
2 Comentários

Câmara de Ponta Grossa rejeita subsídio ao transporte e greve dos ônibus pode voltar

Os vereadores de Ponta Grossa, nos Campos Gerais, rejeitaram o projeto de lei do prefeito Marcelo Rangel (PPS) que previa subsídio para o transporte coletivo. A votação terminou na tarde desta segunda-feira (7) com 19 votos contrários, dois favoráveis e uma abstenção.

O projeto, que continha erros formais segundo alguns vereadores, foi enviado à  Câmara para cumprir um acordo firmado no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) após greve no transporte coletivo encerrada há um mês. O subsídio limitaria a alta no preço da tarifa, que está em discussão neste mês. Pelo acordo feito no TRT, em 5 de junho, a Viação Campos Gerais (VCG) !“ que opera o transporte coletivo !“ concederia aumento de 9% nos salários e 10% no vale-alimentação dos funcionários.

O aumento já foi acrescentado ao salário de junho. Após receber o subsídio, em parcela única de R$ 2,4 milhões, a empresa aplicaria o reajuste de 10% na folha e de 50% no vale-alimentação. O recurso é a sobra de orçamento da Câmara, que já foi depositada em conta da prefeitura. Com a rejeição do projeto, ele não irá para segunda discussão.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários (Sintropas), Ricardo Peloze, acompanhou a sessão e deixou o plenário afirmando que a rejeição foi um desrespeito aos trabalhadores!.

Ele disse que a categoria irá se reunir ainda nesta semana para decidir os rumos da negociação salarial. Uma nova greve ou um dia de catraca livre estão entre as alternativas estudadas. A greve que ocorreu entre maio e junho durou 17 dias e afetou cerca de 100 mil passageiros por dia.

Ainda para cumprir o acordo com o TRT, o prefeito encaminhou à  Câmara um projeto de lei que propõe a encampação dos quatro terminais de ônibus para custear a limpeza e a segurança dos prédios, no valor mensal de R$ 111,7 mil. O projeto ainda não foi entrou na ordem do dia.

Conforme o presidente da Câmara, Aliel Machado (PC do B), que propôs o subsídio no TRT, o projeto tinha erros, pois não especificava o subsídio e ainda destinava a verba que sobrou do orçamento da Câmara para o Fundo Municipal de Transportes e não para a VCG. O líder de governo, vereador George Luiz de Oliveira (PMN), disse que o dinheiro faria uma escala! do Fundo para a VCG.

via Jornal de Londrina

6 de junho de 2014
por esmael
4 Comentários

Marcelo Rangel e Sandro Alex com um pé em cada canoa

via Blog do Johnny

Convencionais do PMDB na região estão recebendo nos últimos dias a ligação do prefeito Marcelo Rangel e do seu irmão, o deputado federal Sandro Alex (ambos do PPS), pedindo voto em favor da coligação com o PSDB, do governador Beto Richa. Está certo, apesar de pertencerem a outro partido, são aliados do governador.

O que estranhou os peemedebistas foi que os mesmos que se dizem aliados do governador, mandaram um comitê de recepção ontem no Hotel Planalto ao ex-deputado Marcelo Almeida, que veio à  cidade para uma reunião de peemedebistas para reforçar o apoio à  candidatura própria do senador Roberto Requião.

Entre os assessores do prefeito presentes, estava até a assessora de imprensa da Prefeitura, Suelen Mareli Martins, além de um assessor do gabinete do prefeito e um repórter da rádio que pertence à  família de Marcelo e Sandro. A equipe de reportagem, fez até Almeida gravar uma saudação aos irmãos.

Almeida, inclusive em entrevista à  rádio do prefeito, não poupou Richa de críticas e reafirmou que está confiante na vitória de Requião na convenção do próximo dia 20. O Requião está mais velho, com cara de vô, com o coração maior e o discurso está pegando bem!, avalia o ex-deputado, que postula a candidatura ao Senado caso seja aprovada a candidatura de Requião ao governo do Estado.

Ele também anunciou uma nova visita do vice-presidente da República e presidente nacional licenciado do PMDB, Michel Temer, antes da convenção no dia 20. Eu acho que ele vem com um discurso mais claro e mais forte. E acho que ele não vai tucanar!, espera Almeida, afirmando que a sua expectativa sobre a vinda de Temer ao Paraná no último dia 29 era que nem criança que acredita em Papai Noel!. Eu achei que ele iria falar: “Eu e Dilma preferimos candidatura própri

2 de junho de 2014
por esmael
2 Comentários

Ponta Grossa: Greve sem precedentes pode romper contrato com a Viação Campos Gerais

Após anunciar multas diárias à  Viação Campos Gerais (VCG) pela greve no transporte de Ponta Grossa, o prefeito Marcelo Rangel (PPS) pretende entrar com uma ação no Tribunal de Justiça do Paraná (TJ) para rescindir o contrato com a concessionária. A decisão sucede à  notificação da VCG, publicada no Diário Oficial da última sexta-feira, na qual a Prefeitura evocou as penalidades previstas no artigo 30 da lei municipal do transporte (Lei 7.018 de 2002) pelo déficit nos serviços prestados.

O rompimento no contrato de concessão foi estudado ontem pelo prefeito junto à  Procuradoria Geral do Município. Embasado nas cláusulas contratuais, vou pedir na Justiça a anulação, o cancelamento da concessão, uma vez que a empresa apresenta problemas na prestação dos serviços!, anunciou Rangel. Com mais de dez dias de paralisação, percebemos que não existe interesse em nenhuma das partes em terminar a greve!, comentou o prefeito.

VCG se posiciona sobre greve no transporte coletivo

A Viação Campos Gerais (VCG) disponibilizou uma nota a imprensa sobre as últimas notícias veiculadas a respeito da greve no transporte coletivo da cidade !“ amanhã a paralisação completa 15 dias e se torna a maior em andamento no Brasil. Em nota, a VCG informou que vem adotando todas as medidas que estão ao seu alcance para encerrar a greve dos trabalhadores!.

A empresa informou que no mesmo dia em que o movimento grevista foi iniciado, a empresa ajuizou dissídio coletivo de greve perante a Justiça do Trabalho, buscando uma solução rápida para a paralisação!. Segundo a empresa, a iniciativa da VCG garantiu que ao menos 50% da frota de ônibus circule nos horários de pico e 30% nos horários de menor movimento, assim reduzindo os efeitos da greve!, informa a empresa.

Segunda a nota da VCG, “o aumento salarial pretendido pelo SINTROPAS não causará impacto apenas na VCG, mas também em toda a comunidade pontagrossense, na medida em que o salário dos motoristas e cobradores integra o valor da tarifa cobrada dos passageiros. Seria muito cômodo para a VCG simplesmente ceder à  reivindicação do SINTROPAS, repassando a conta para a população de Ponta Grossa. Ao se opor a um r