18 de junho de 2014
por Esmael Morais
14 Comentários

PMDB da região de Pitanga quer candidatura de Requião, diz pesquisa

via Correio do Cidadão

Os delegados do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) votam nessa sexta-feira, 20, durante a convenção estadual do partido, se querem candidatura própria ou então coligação com o PSDB para o Governo do Estado. O ex-governador Orlando Pessuti anunciou ontem, 17, durante coletiva na Assembleia Legislativa do Paraná, que não quer disputar as eleições e que irá apoiar a reeleição de Beto Richa. Diante disso, o senador Roberto Requião é quem deve ir para a disputa, caso seja escolhida a candidatura própria.

Aproximadamente 600 delegados participarão da convenção. E da região da Amocentro, de acordo com pesquisa realizada pelo Jornal Correio do Cidadão, dos 18 votos, 12 são a favor da candidatura própria, 3 querem coligação e 3 não quiseram opinar ou estão indecisos. Ontem foi publicada matéria com os votos da região da Comcam, onde a candidatura própria também é preferência.! 

O delegado de Manoel Ribas, Valentin Darcin, lembra que no dia da convenção haverá uma preliminar com apresentação de propostas. A campanha está divida, pois o PMDB é um grande partido!, ressalta. Diante disso ele explica que irá esperar para tomar uma decisão. Os que preferem a coligação, afirmam que com isso, há como garantia a vaga de vice, que ficará possivelmente entre Pessuti, o deputado estadual Caito Quintana e o presidente estadual do partido, deputado federal Osmar Serraglio.

Já dentre os que são a favor da candidatura própria, o delegado de Pitanga, Cleon Cosme Costa, afirma ser fiel ao partido. O PMDB é o maior partido do Brasil, do Paraná e da minha cidade. Nada justifica ser vice, se temos um candidato do nível do Requião. Acima de tudo, voto pela candidatura própria por ideologia e achar que o Requião é o melhor candidato!, afirma. O delegado de Guarapuava, Joarez Campos também é a favor da candidatura própria, pois para ele, isso é importante para preservar o partido.

A convenção do PMDB será realizada no Club Leia mais

14 de junho de 2014
por Esmael Morais
20 Comentários

Gleisi diz respeitar decisão do PMDB, mas sonha com Requião na sua vice

A senadora e pré-candidata ao governo do Estado, Gleisi Hoffmann (PT), disse ontem, em Cascavel, que gostaria de ter o PMDB como aliado nas eleições deste ano, mas vai respeitar a decisão do partido!. A senadora esteve na cidade onde se reuniu com empresárias e empresários e participou de um encontro regional com líderes e militantes do partido.

Nós estamos conversando muito com o PMDB até porque o partido é aliado do governo da presidenta Dilma, mas respeitamos qualquer decisão deles. à‰ claro que aqui no Paraná poderá ter candidatura própria e estamos preparados para isso!, afirmou Gleisi, referindo-se a eventual candidatura ao governo do senador Roberto Requião.

O PMDB vai realizar a sua convenção estadual no dia 20 de junho. Os peemedebistas vão decidir entre a candidatura própria ou o apoio à  reeleição do governador Beto Richa (PSDB). Segundo Gleisi, a sua candidatura é uma realidade! e espera conquistar o apoio da maioria dos partidos que apoiam a presidente Dilma, como o PDT, PRB, PP, PTB e PCdoB.

A senadora também foi questionada sobre as críticas recebidas pelo governo federal em relação aos minguados recursos! enviados para combater os efeitos das enchentes no Paraná. Gleisi disse que tudo não passou de um mal-entendido!.

Santa Catarina recebeu mais recursos que o Paraná porque o governador de lá já tinha um levantamento pronto. Esse levantamento o governo do Paraná ainda não tinha, mas o Estado terá mais recursos porque aqui os estragos foram maiores!.

A senadora teve um encontro com empresários e empresárias na Acic (Associação Comercial e Industrial de Cascavel) e o último compromisso foi um debate sobre as diretrizes de seu plano de governo com líderes e militantes do PT da região de Cascavel.

via Leia mais

6 de junho de 2014
por Esmael Morais
4 Comentários

Marcelo Rangel e Sandro Alex com um pé em cada canoa

via Blog do Johnny

Convencionais do PMDB na região estão recebendo nos últimos dias a ligação do prefeito Marcelo Rangel e do seu irmão, o deputado federal Sandro Alex (ambos do PPS), pedindo voto em favor da coligação com o PSDB, do governador Beto Richa. Está certo, apesar de pertencerem a outro partido, são aliados do governador.

O que estranhou os peemedebistas foi que os mesmos que se dizem aliados do governador, mandaram um comitê de recepção ontem no Hotel Planalto ao ex-deputado Marcelo Almeida, que veio à  cidade para uma reunião de peemedebistas para reforçar o apoio à  candidatura própria do senador Roberto Requião.

Entre os assessores do prefeito presentes, estava até a assessora de imprensa da Prefeitura, Suelen Mareli Martins, além de um assessor do gabinete do prefeito e um repórter da rádio que pertence à  família de Marcelo e Sandro. A equipe de reportagem, fez até Almeida gravar uma saudação aos irmãos.

Almeida, inclusive em entrevista à  rádio do prefeito, não poupou Richa de críticas e reafirmou que está confiante na vitória de Requião na convenção do próximo dia 20. O Requião está mais velho, com cara de vô, com o coração maior e o discurso está pegando bem!, avalia o ex-deputado, que postula a candidatura ao Senado caso seja aprovada a candidatura de Requião ao governo do Estado.

Ele também anunciou uma nova visita do vice-presidente da República e presidente nacional licenciado do PMDB, Michel Temer, antes da convenção no dia 20. Eu acho que ele vem com um discurso mais claro e mais forte. E acho que ele não vai tucanar!, espera Almeida, afirmando que a sua expectativa sobre a v Leia mais

8 de novembro de 2013
por Esmael Morais
6 Comentários

“Eu e Requião temos a maioria para a candidatura própria no PMDB”, diz Pessuti

Orlando Pessuti contabiliza maioria no PMDB, junto com Requião, para lançamento de candidatura própria ao governo do Paraná; segundo ele, em conversa com este blogueiro, há uma definição no diretório nacional pela busca da candidatura própria ou aliança com partidos que fazem parte da base de sustentação do governo Dilma; "Qualquer coisa diferente disso tem que passar pelo crivo do diretório nacional", frisou; se dizendo candidato ao Palácio Iguaçu, ex-governador acredita que seu desafeto seja mais útil discutindo temas nacionais no Senado.

Orlando Pessuti contabiliza maioria no PMDB, junto com Requião, para lançamento de candidatura própria ao governo do Paraná; segundo ele, em conversa com este blogueiro, há uma definição no diretório nacional pela busca da candidatura própria ou aliança com partidos que fazem parte da base de sustentação do governo Dilma; “Qualquer coisa diferente disso tem que passar pelo crivo do diretório nacional”, frisou; se dizendo candidato ao Palácio Iguaçu, ex-governador acredita que seu desafeto seja mais útil discutindo temas nacionais no Senado.

Este blogueiro conversou nesta sexta (8) com o ex-governador Orlando Pessuti, que percorre os municípios da região Noroeste. De Floresta, perto de Maringá, ele afirmou que na contagem de “garrafas” ele o senador Roberto Requião têm maioria dos votos no PMDB para aprovar candidatura própria ao governo do Paraná. ... 

Leia mais