16 de abril de 2014
por Esmael Morais
52 Comentários

Apesar da pancadaria, Gleisi Hoffmann não cai em pesquisas

Tucanos não conseguem entender como a petista Gleisi Hoffmann, pré-candidata ao Palácio Iguaçu, vem mantendo praticamente os mesmos índices de intenção de votos em pesquisas internas, mesmo com pancadaria diária na mídia; palacianos enumeram caso André Vargas, empréstimos ao Paraná e CPI da Petrobras, que poderia criar desgastes à  ex-ministra e senadora do PT.

Tucanos não conseguem entender como a petista Gleisi Hoffmann, pré-candidata ao Palácio Iguaçu, vem mantendo praticamente os mesmos índices de intenção de votos em pesquisas internas, mesmo com pancadaria diária na mídia; palacianos enumeram caso André Vargas, empréstimos ao Paraná e CPI da Petrobras, que poderia criar desgastes à  ex-ministra e senadora do PT.

O Palácio Iguaçu está impressionado com a resistência da ex-ministra e senadora Gleisi Hoffmann (PT), pré-candidata ao governo do estado. Apesar da pancadaria diária na mídia contra o governo federal, André Vargas, a novela dos empréstimos ao Paraná, CPI da Petrobras, etc. e tal, a petista mantém índices de intenção de votos que invejam os tucanos que lutam pela reeleição de Beto Richa. A moça oscilou pouco para baixo. Muito pouco, pela quantidade de torpedos que recebeu nas últimas semanas. ... 

Leia mais

20 de fevereiro de 2014
por Esmael Morais
16 Comentários

Coluna do Requião Filho: “Gleisi não é má pessoa, mas o marido dela…”

Requião Filho, em sua coluna desta quinta, desmistifica a tese de que não gosta da senadora Gleisi Hoffmann; Ao contrário do folclore eu, pessoalmente, gosto da senadora, sentimento este que não nutro por seu cônjuge, por motivos políticos óbvios e notórios!, esclareceu o filho do senador Requião, que garante que a ex-ministra não é uma pessoa má; O mesmo não posso dizer do marido dela!; colunista também retruca o líder do governo deficitário! Richa e ideólogo do Palácio Iguaçu, Ademar Traiano, ao sair em defesa da petista, alvo frequente do tucano, que a acusa de trabalhar em Brasília contra o Paraná: não creio que a senadora tenha tomado uma postura destas contra o Paraná. A senadora não faria isto!, disse; Requião Filho aproveita o espaço para vender um projeto de lei de seu pai, Requião, sugerindo que a União troque a dívida dos Estados e municípios por investimentos em infraestrutura; leia o texto.

Requião Filho, em sua coluna desta quinta, desmistifica a tese de que não gosta da senadora Gleisi Hoffmann; Ao contrário do folclore eu, pessoalmente, gosto da senadora, sentimento este que não nutro por seu cônjuge, por motivos políticos óbvios e notórios!, esclareceu o filho do senador Requião, que garante que a ex-ministra não é uma pessoa má; O mesmo não posso dizer do marido dela!; colunista também retruca o líder do governo deficitário! Richa e ideólogo do Palácio Iguaçu, Ademar Traiano, ao sair em defesa da petista, alvo frequente do tucano, que a acusa de trabalhar em Brasília contra o Paraná: não creio que a senadora tenha tomado uma postura destas contra o Paraná. A senadora não faria isto!, disse; Requião Filho aproveita o espaço para vender um projeto de lei de seu pai, Requião, sugerindo que a União troque a dívida dos Estados e municípios por investimentos em infraestrutura; leia o texto.

Requião Filho* ... 

Leia mais

16 de fevereiro de 2014
por Esmael Morais
21 Comentários

Gleisi Hoffmann é recebida como “governadora” na região de Maringá

Diante de público de duas mil pessoas que participaram de festa de aniversário de Arilson Chiorato, em Mandaguaçu, Gleisi foi aclamada como "governadora" do Paraná; antes, porém, na mesma noite de sexta, a senadora petista também havia sido tratada como chefe do executivo estadual; aos acadêmicos da UEM, durante sua aula magna, a ex-ministra manteve a linha de ataque ao reafirmar que o impasse da liberação de empréstimo do governo federal ao Paraná tem a ver com limite da Lei Responsabilidade Fiscal" que o governador Beto Richa (PSDB) não cumpre.

Diante de público de duas mil pessoas que participaram de festa de aniversário de Arilson Chiorato, em Mandaguaçu, Gleisi foi aclamada como “governadora” do Paraná; antes, porém, na mesma noite de sexta, a senadora petista também havia sido tratada como chefe do executivo estadual; aos acadêmicos da UEM, durante sua aula magna, a ex-ministra manteve a linha de ataque ao reafirmar que o impasse da liberação de empréstimo do governo federal ao Paraná tem a ver com limite da Lei Responsabilidade Fiscal” que o governador Beto Richa (PSDB) não cumpre.

A senadora e ex-ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, na sexta-feira (14) à  noite, em Maringá, conversou com 2,5 mil pessoas em duas atividades. Em ambas a petista, que é pré-candidata ao Palácio Iguaçu, foi tratada como “governadora” do Paraná. ... 

Leia mais

12 de novembro de 2013
por Esmael Morais
14 Comentários

“Atlético é mais competente que o governo Richa”, assegura Enio Verri

O deputado Enio Verri, presidente estadual do PT, voltou a falar, nesta terça-feira (12) na Assembleia Legislativa (Alep), sobre a liberação dos empréstimos ao governo do Paraná. Verri disse que considera muito pobre! a estratégia do governo estadual de politizar o assunto.

Quando o governo Richa não tem competência técnica para atender as demandas políticas, utiliza o debate político para justificar a deficiência técnica. à‰ o que está acontecendo no Paraná.!

O parlamentar rebateu as críticas do presidente da Alep, deputado Valdir Rossoni (PSDB), que responsabilizou os ministros paranaenses e o governo federal pela demora na liberação dos empréstimos.

Na sessão de ontem, Rossoni disse que o governo federal libera recursos para o Clube Atlético Paranaense construir estádio, mas não libera os empréstimos para o governo do Paraná construir escolas e hospitais.

Essa comparação não enriquece a política, é mais uma vez uma tentativa de justificar com a política um problema de gestão do governo Richa. O Atlético ofereceu garantias, tinha documentos em dia. A Usina Santa Terezinha, uma das maiores empresas de Maringá, faz grandes operações de crédito com o BNDES e a Caixa Econômica. à‰ injusto liberar empréstimos para empresas que têm todas as garantias porque o governo estadual não conseguiu cumprir com as suas obrigações?!

Verri ainda criticou o ex-governador de São Paulo, José Serra. Ontem, em Curitiba, Serra repetiu o discurso do governo Richa de que o governo federal discrimina o Paraná.

Na Constituição de 88, o Serra foi o relator do texto que fez com que o Paraná deixasse de receber R$ 1,5 bilhão por mês em arrecadação de ICMS sobre a energia elétrica. Desde 1988, o estado perdeu R$ 35 bilhões graças ao José Serra.!

Leia mais