10 de janeiro de 2018
por Esmael Morais
20 Comentários

Bolsonaro com medo de avião

O deputado Jair Bolsonaro (PSL-RJ) jura de pés juntos que não viajará de jatinho particular durante a campanha presidencial. Ele teme o mesmo destino que teve o socialista Eduardo Campos, em 2014, e o ministro do STF Teori Zavascki, no início de 2017, ambos mortos em quedas de avião. ... 

Leia mais

21 de junho de 2016
por Esmael Morais
20 Comentários

O objetivo da mídia bandida agora é abater voo presidencial de Marina Silva

marina_silva_jato_eduardo_camposA seletividade da mídia bandida brasileira chega a dar asco até no mais pacato cidadão. Vide o caso que hoje vem à tona, o do jato do ex-presidenciável Eduardo Campos (PSB), morto num acidente aéreo em plena campanha de 2014. O objetivo agora é abater Marina Silva (REDE), a segunda colocada nas pesquisas. Leia mais

20 de junho de 2016
por Esmael Morais
42 Comentários

Olha o bafão! Paulinho da Força é escrachado dentro do avião; assista ao vídeo

paulinho_da_forca_eduardo_cunhaA vida não está nada fácil para os golpistas. O deputado Paulinho da Força (SD-SP) foi escrachado dentro de um avião, ontem (19) à noite, no trecho São Paulo-Brasília. Abaixo, assista ao vídeo: Leia mais

28 de agosto de 2014
por Esmael Morais
20 Comentários

O que é mais grave: o voo de Vargas ou o jato do PSB?

via Brasil 247

Dois pesos e duas medidas. à‰ assim que o deputado federal André Vargas (sem partido-PR) enxerga seu processo, quando o compara a outras atividades irregulares na política. Desta vez, o parlamentar, que teve sua cassação pedida pelo colega Júlio Delgado (PSB-MG) no Conselho de à‰tica da Câmara por ter tomado emprestado o avião do doleiro Alberto Youssef, preso na Operação Lava Jato, vê diferença de tratamento entre o episódio vivenciado por ele e o do jato do PSB.

O partido de Delgado, relator de seu processo de cassação na Câmara, usava desde maio um avião adquirido por recursos de caixa dois, pago por empresas fantasmas. Uma delas era uma peixaria falsa. Outra, que assumiu a compra da aeronave, a Bandeirantes Pneus, importava pneus chineses, causava danos ambientais e chegou a ser favorecida por benefícios fiscais pelo ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB).

O Cessna Citation levava Campos ao litoral paulista no último dia 13, quando caiu e causou a morte do então candidato e mais seis pessoas, trazendo também o escândalo à  tona. O uso do avião pelo partido, que fala em empréstimo de empresários amigos de Campos, não era declarado à  Justiça Eleitoral. A nova candidata do PSB, Marina Silva, defensora da “nova política”, também usou a aeronave irregular durante a campanha.

Diante da hipocrisia, Vargas protestou: “Júlio Delgado pediu minha cassação por um voo. Agora podia explicar por que seu partido usava um avião de empresas fantasmas”. Em entrevista concedida ao jornal O Estado de S. Paulo no início de agosto, ele lembrou de outro caso: a construção de um aeroporto pelo presidenciável Aécio Neves em terras que pertenciam a sua família quando era governador de Minas Gerais. E constatou: “se Aécio fosse do PT, já teriam pedido cassação”.

Leia mais

27 de julho de 2014
por Esmael Morais
42 Comentários

Assessores são flagrados empurrando avião de Richa. Faltou gasolina?

O Palácio Iguaçu não informou o motivo de os assessores empurrarem o avião na pista, neste domingo (27), em Marechal Cândido Rondon, que transportava o governador Beto Richa; Falta de gasolina?; não se sabe; Blog do Esmael mostrou cenas nos últimos meses em que policiais e bombeiros empurravam viaturas por falta de combustível em diversas cidades do Paraná; senador Roberto Requião também esteve na Festa Nacional do Boi no Rolete.

O Palácio Iguaçu não informou o motivo de os assessores empurrarem o avião na pista, neste domingo (27), em Marechal Cândido Rondon, que transportava o governador Beto Richa; Falta de gasolina?; não se sabe; Blog do Esmael mostrou cenas nos últimos meses em que policiais e bombeiros empurravam viaturas por falta de combustível em diversas cidades do Paraná; senador Roberto Requião também esteve na Festa Nacional do Boi no Rolete.

Um orelha seca do Blog do Esmael, neste domingo (27), em Marechal Cândido Rondon, Oeste do estado, flagrou assessores empurrando um avião a jato que transportava o governador Beto Richa (PSDB). A tentativa de fazer a aeronave pegar no tranco! chamou a atenção dos curiosos que estavam no aeroporto municipal. ... 

Leia mais

2 de abril de 2014
por Esmael Morais
36 Comentários

André Vargas rebate denúncias e sugere regulação de lobby na Câmara

André Vargas pediu desculpas por sua falha e sugeriu que o lobby seja regulado na Câmara. Ele disse que é normal, na Casa, deputados receberem empresários e prefeitos que têm interesse em projetos no governo federal; petista admitiu que, em relação ao avião, cometeu equívoco! e foi imprudente!; segundo o parlamentar, não há lei que proíba isso. "Já recebi vários [prefeitos e empresários], assim como os demais deputados".

André Vargas pediu desculpas por sua falha e sugeriu que o lobby seja regulado na Câmara. Ele disse que é normal, na Casa, deputados receberem empresários e prefeitos que têm interesse em projetos no governo federal; petista admitiu que, em relação ao avião, cometeu equívoco! e foi imprudente!; segundo o parlamentar, não há lei que proíba isso. “Já recebi vários [prefeitos e empresários], assim como os demais deputados”.

O vice-presidente da Câmara, André Vargas (PT-PR), nesta quinta (2), admitiu em discurso da tribuna que cometeu um “equívoco” e foi “imprudente” ao viajar, no começo em janeiro de 2014, em um avião do empresário Alberto Youssef, preso em março pela Polícia Federal sob a acusação de movimentar cerca de R$ 10 bilhões em lavagem de dinheiro. ... 

Leia mais

2 de abril de 2014
por Esmael Morais
22 Comentários

André Vargas: “Querem discutir um sexo que não houve”

Vice-presidente da Câmara, André Vargas, estranha que todos os "homens" de Lula estão sendo implacavelmente "caçados" pela velha mídia; "Tem muito fogo amigo aí", garante; parlamentar do PT afirmou ao blog, nesta quarta, que "querem discutir um sexo que não houve", ao se referir a negócio não realizado entre um laboratório de Youssef com o Ministério da Saúde; daqui a pouco, à  tarde, Vargas fará pronunciamento na tribuna da Casa.

Vice-presidente da Câmara, André Vargas, estranha que todos os “homens” de Lula estão sendo implacavelmente “caçados” pela velha mídia; “Tem muito fogo amigo aí”, garante; parlamentar do PT afirmou ao blog, nesta quarta, que “querem discutir um sexo que não houve”, ao se referir a negócio não realizado entre um laboratório de Youssef com o Ministério da Saúde; daqui a pouco, à  tarde, Vargas fará pronunciamento na tribuna da Casa.

O vice-presidente da Câmara, André Vargas (PT-PR), falou nesta manhã ao blog sobre o pronunciamento que fará hoje à  tarde na tribuna sobre denúncias de que utilizou avião do empresário londrinense Alberto Youssef. ... 

Leia mais

1 de abril de 2014
por Esmael Morais
53 Comentários

Folha: doleiro preso também já emprestou jato para àlvaro Dias

do Brasil 247
O doleiro Alberto Youssef, que foi acionado pelo deputado André Vargas (PT-PR), para que conseguisse um jatinho emprestado (leia mais aqui), tem feito favores desse tipo a políticos há bastante tempo. Em 1998, uma investigação na prefeitura de Maringá descobriu que recursos do município foram usados para pagar jatos usados pelo senador Alvaro Dias (PSDB-PR) em sua campanha. O responsável pelo fretamento era justamente Youssef.

Leia, abaixo, reportagem da Folha de 4 de março de 2001, sobre o caso:

Desvio de verba envolve mais de 130 pessoas

RONALDO SOARES
DA AGàŠNCIA FOLHA, EM MARINGà

Os desvios de verbas na Prefeitura de Maringá (norte do PR) revelam um esquema de corrupção cujo alcance se estende por pelo menos 11 Estados e envolvem mais de 130 pessoas, segundo as investigações preliminares da Procuradoria de Defesa do Patrimônio Público do município.

De acordo com a Procuradoria, cheques emitidos pela prefeitura foram parar em contas de políticos, empresários, doleiros, laranjas e até religiosos. O esquema se estende até o Amazonas.

Os nomes, que não foram revelados para não prejudicar as investigações, surgiram a partir da quebra do sigilo dos dados -referentes ao período de 1986 a 2000- de mais de 50 contas ba Leia mais