20 de Janeiro de 2018
por esmael
Comente agora

Jurista italiano Luigi Ferrajoli vê traço inquisitório na condenação de Lula

O jurista italiano Luigi Ferrajoli escreveu uma carta criticando a postura midiática de juízes no Brasil, em especial de Sérgio Moro, que condenou o ex-presidente Lula a nove anos e meio de prisão no caso do tríplex. O documento veio à tona a quatro dias do julgamento da apelação do petista pelo TRF-4, em Porto Alegre. Leia mais

18 de Janeiro de 2018
por esmael
13 Comentários

Por que a Globo espalha pânico sobre suposta epidemia de febre amarela?

O ministro da Saúde Ricardo Barros (PP) foi pra Cuba, como desejam os “coxinhas” para aqueles que defendem a democracia e as eleições livres. Barros é de direita e apoiou o golpe. Como prêmio virou ministro. Portanto, investido do cargo, falta ao titular da pasta um pronunciamento sobre o pânico espalhado pela Globo acerca de suposta epidemia de febre amarela. Leia mais

17 de Janeiro de 2018
por esmael
18 Comentários

Comitê pró-Lula promete reconquistar Curitiba nesta sexta-feira

Os senadores Roberto Requião (MDB) e Gleisi Hoffmann (PT) lideram nesta sexta-feira (19), em Curitiba, o lançamento nacional do Comitê Eleição Sem Lula é Fraude. O evento será às 16 horas na sede da Federação dos Metalúrgicos do Paraná (Rua Lamenha Lins, 981, bairro Rebouças). Leia mais

11 de Janeiro de 2018
por esmael
49 Comentários

Delegado Francischini assume o comando da Batalha de Maringá; assista

O deputado Delegado Francischini (SD), ex-secretário da Segurança Pública do Paraná, assumiu o comando geral da Batalha de Maringá, anunciada para este sábado (13), durante o lançamento nacional do Comitê Em Defesa da Democracia e por Eleições Livres, que acontecerá às 9h na Câmara Municipal de Maringá. Leia mais

8 de Janeiro de 2018
por esmael
12 Comentários

Deputado deixa o PDT após Lupi manifestar apoio a Lula e criticar judiciário

Considerado um dos generais do ex-senador Osmar Dias, o deputado estadual Márcio Pauliki, do Paraná, anunciou nesta segunda-feira (8) sua saída do PDT. Ele informou o motivo que o fez deixar a agremiação: o apoio do presidente nacional da legenda Carlos Lupi contra a caçada ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Leia mais

6 de Janeiro de 2018
por esmael
44 Comentários

Exército deixa MBL ‘na mão’ no julgamento de Lula em Porto Alegre

O Exército Brasileiro deixou ‘na mão’ o prefeito Nelson Marchezan (PSDB), membro do Movimento Brasil Livre (MBL), ao negar patrulhamento nas ruas de Porto Alegre durante manifestações em defesa da democracia e por eleições diretas no próximo dia 24 de janeiro. Leia mais

4 de Janeiro de 2018
por esmael
15 Comentários

Prefeito de Porto Alegre, do MBL, pede Exército contra “milhões de Lulas” no dia 24

O TRF-4 terá o suporte político-ideológico do Movimento Brasil Livre, o neofascista MBL, na manifestação pró-democracia e por eleições livres no próximo dia 24 de janeiro, em Porto Alegre, durante o julgamento do ex-presidente Lula. Explica-se. O prefeito da cidade, Nelson Marchezan (PSDB), membro do MBL, pediu a intervenção do Exército contra a presença de “milhões de Lulas” na capital gaúcha daqui a 20 dias. Leia mais

3 de Janeiro de 2018
por esmael
20 Comentários

A 23 dias do julgamento de Lula, o ‘k-suco ferveu’ no TRF-4. Imagina no dia 24

O bicho pegou. O ‘k-sucou ferver’ nesta terça-feira (2) em frente à sede do TRF-4, em Porto Alegre, quando o repórter fotográfico Guilherme Santos, do portal Sul21, teve uma pistola apontada para a cabeça por um integrante da Brigada Militar — a polícia militar dos gaúchos. Leia mais

1 de Janeiro de 2018
por esmael
6 Comentários

“Piqueteros” argentinos podem engrossar o #OcupaTRF4 em Porto Alegre

O movimento dos “Piqueteros”, ligado à Central dos Trabalhadores da Argentina (CTA), poderá engrossar as manifestações do #OcupaTRF4, no próximo dia 24 de janeiro, em Porto Alegre, durante o julgamento da apelação do ex-presidente Lula. Leia mais

19 de dezembro de 2017
por esmael
3 Comentários

Enio Verri: Tomar o Brasil de volta

O deputado Enio Verri (PT-PR) lança a palavra de ordem obrigatória para o ano de 2018: Tomar o Brasil de volta. Ele justifica a iniciativa dizendo que, sob Michel Temer (PMDB), aumentou em cerca de cinco milhões o número de pobres extremos.