18 de Abril de 2018
por esmael
Comente agora

“Caso Maluf” vai mostrando que STF tem coração de pedra

Por 4 votos a 3, o STF vai mandando Paulo Maluf de volta à prisão para cumprir 7 anos e 9 meses em regime fechado. O deputado de 86 anos está internado no Sírio-Libanês, em São Paulo, onde faz tratamento contra um câncer de próstata, que está em estágio evoluído, com metástase. Leia mais

22 de setembro de 2016
por esmael
79 Comentários

Lava Jato solta Mantega. Curitiba já tem palavra de ordem para hoje: “1, 2, 3… Moro no xadrez”

moro_mantegaO juiz federal Sérgio Moro, de olho no Ibope, “afrouxou a tanga” horas depois de mandar prender o ex-ministro Guido Mantega.

22 de setembro de 2016
por esmael
67 Comentários

Paulo Henrique Amorim: Juiz Sérgio Moro não é solidário nem no câncer; assista

Repercutiu mal, muito mal, a prisão do ex-ministro Guido Mantega no hospital em que a mulher dele faz tratamento contra um câncer.

11 de setembro de 2014
por esmael
4 Comentários

Gleisi critica fim do atendimento ao câncer infantil em Maringá

A candidata ao governo Gleisi Hoffmann (PT) esteve em Maringá nesta quarta-feira (10) onde participou do Fórum Paraná com os candidatos ao governo do Paraná, organizado pela Arquidiocese Municipal. O evento reuniu cerca de 500 católicos e lideranças religiosas que lotaram o auditório Dona Guilhermina para conhecer as ideias e propostas da candidata da coligação Paraná Olhando Pra Frente.

Entre os três principais candidatos, Gleisi foi a única a participar.!  Ela apresentou seus projetos para as áreas de saúde, educação e estímulo ao desenvolvimento local. Ela parabenizou a Arquidiocese e o bispo Dom Anuar Battisti pela iniciativa de abrir o espaço para os candidatos.

Ela lamentou que a falta de repasses estaduais tenha causado a interrupção do atendimento de oncologia infantil pelo Hospital Universitário. Se já tem infraestrutura pronta, não tem justificativa que Maringá não esteja pronta para fazer o atendimento de oncologia infantil.!

Segundo a candidata, é uma crueldade obrigar as famílias a viajarem até Curitiba em busca de atendimento, sendo que a cidade dispõe de um hospital com infraestrutura pronta para receber os pacientes.

Ainda sobre a crise nos hospitais universitários, Gleisi garantiu que seu governo vai investir o mínimo de 12% em saúde conforme determina a Constituição.

à‰ inadmissível que o Paraná, sendo a 5!ª economia brasileira, seja apenas o 23!º estado em investimento em saúde. Temos uma rede estruturada de hospitais e unidades de saúde e poderíamos fazer a diferença no atendimento para a população! disse Gleisi.

Gleisi enfatizou que é contra a federalização das universidades estaduais paranaenses. De acordo com a candidata, seu governo vai retomar o protagonismo das universidades no desenvolvimento regional.

Nossas universidades são um diferencial competitivo muito importante para o Paraná. Aqui em Maringá, a UEM pode servir de referência no desenvolvimento de tecnologias e pesquisas para o crescimento regional!.

A candidata ainda recebeu da Arquidiocese uma carta de reivindicações da comunidade local. Ela esteve acompanhada do candidato ao Senado, Ricardo Gomyde e do deputado Enio Verri.

2 de dezembro de 2013
por esmael
6 Comentários

Morre Déda, governador de Sergipe. PT perde um de seus maiores quadros

do Brasil 247
O governador Marcelo Déda Chagas (53) faleceu na madrugada (4h45, horário de Brasília) desta segunda-feira, 2 de dezembro de 2013. Desde setembro do ano passado, ele lutava contra um câncer no estômago. Déda se licenciou do governo no último dia 27 de maio e fazia tratamento contra a doença no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. O governador, casado com Eliane Aquino, deixa cinco filhos. A informação sobre o falecimento foi feita pelo Twitter do próprio Déda (rede social que ele usava frequentemente, inclusive, durante todo o tratamento): “O céu acaba de ganhar mais uma estrela, Marcelo Déda voou ‘nas asas da quimera’. Paz & Bem – família Marcelo Déda”. Ainda não há informações sobre o velório e o enterro. Sabe-se apenas que o velório ocorrerá no Palácio-Museu Olímpio Campos, no centro de Aracaju.

Durante o domingo (1!º), políticos de diferentes linhas ideológicas já lamentavam o agravamento da doença e postavam mensagens de solidariedade nas redes sociais (leia aqui). Na noite do sábado (1!º), o hospital emitiu um boletim de ocorrência em que informava sobre o agravamento do quadro clínico (leia aqui). Em junho, quando foi submetido a uma delicada cirurgia – extração do baço -, Déda gravou um áudio, onde pedia orações ao povo sergipano (leia aqui).

Na luta contra a doença, Marcelo Déda deu exemplo de garra e determinação pela vida e também da sua disposição em trabalhar pelo Estado de Sergipe. Mesmo em tratamento, ele se manteve a frente do governo, em prol da aprovação do Proinveste, projeto que destinou mais de R$ 720 milhões, em recursos federais, para Sergipe. Sua ação política, neste caso, foi reconhecida até pela oposição, que em primeira votação rejeitou o empréstimo, mas diante de um canal de diálogo aberto com todas as lideranças políticas do Estado, Déda conseguiu reverter o quadro e aprovar o empréstimo.

No dia da sanção do programa, em 13 de maio, o governador realizou um discurso histórico e emocionante !“ o último antes de se licenciar do cargo. Estou aqui por dois grandes motivos: primeiro, porque eu fiz da política a minha grande vocação, a