PP e Republicanos podem abandonar Bolsonaro antes da chegada ao altar [nas eleições de 2022]

Centrão vê derrota de Bolsonaro, que diz estar em guerra contra câncer e covardes

  • “Eu sei onde está o câncer do Brasil”, diz o presidente da República

O presidente Jair Bolsonaro afirma que está em guerra contra um câncer no Brasil e contra covardes enquanto seu aliado, o Centrão, prevê derrota do mandatário nas eleições de 2022.

Na live desta quinta-feira, dia 26 de agosto, Bolsonaro promete reforçar a convocação das manifestações no 7 de setembro na Praça dos Três Poderes, em Brasília, e na Avenida Paulista, em São Paulo. Ele pretende participar nos dois atos bolsonaristas contra o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Congresso Nacional, que, na quarta (25/08), rejeitou o pedido de impeachment contra o ministro Alexandre de Moraes.

Em vídeo publicado nas redes sociais, nas últimas horas, sem citar nomes, Bolsonaro comparou os ministros e congressistas de “câncer” e pediu para que seus apoiadores não sejam covardes. “Eu sei onde está o câncer do Brasil”, afirmou.

“A gente só ganha a guerra se tiver informação, se o povo tiver informado… Eu sei onde está o câncer do Brasil. Nós temos como ganhar essa guerra. Esse câncer for curado, o corpo volta à sua normalidade”, disse o presidente Jair Bolsonaro, ao açular apoiadores.

Leia também

Bolsonaro é uma “canoa furada”, dizem membros do Centrão, que preparam operação desembarque

Ciro Nogueira sente comichão com chegada de Lula ao Piauí; Bolsonaro teme ser chifrado pelo Centrão no Nordeste

Bateu na trave o pedido de impeachment de Bolsonaro contra Alexandre de Moraes [vídeo]

Doria desmente Bolsonaro: “A culpa do aumento dos combustíveis não é do ICMS”