13 de julho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Por Alckmin, comitê central da burguesia enquadra partidos de direita

Por Alckmin, comitê central da burguesia enquadra partidos de direita

Quem tem padrinho não morre pagão, diz o ditado popular. E é verdade. Vide o caso de Geraldo Alckmin (PSDB), mesmo sem eira nem beira, com sofríveis pontinhos nas pesquisas, está sendo empurrado pelo comitê central da burguesia que vai enquadrando um a um os partidos e as pré-candidaturas de direita. ... 

Leia mais

13 de julho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Alckmin quer Alvaro na vice. Agora vai?

Alckmin quer Alvaro na vice. Agora vai?

Crescem as especulações em torno de uma composição entre Geraldo Alckmin (PSD) e Alvaro Dias (Podemos), que desistiria para concorrer à vice do tucano. ... 

Leia mais

18 de janeiro de 2018
por Esmael Morais
2 Comentários

Após ato falho, Kassab se encontrará com Ratinho Junior no Paraná

O ministro das Comunicações e mandachuva nacional do PSD, Gilberto Kassab, cometeu ato falho ontem (17) ao informar a coluna Radar, na Veja, que o deputado Ratinho Junior, do Paraná, não estaria entre as quatro prioridades do partido na eleição de governos estaduais. Kassab elencou apenas Bahia, Amazonas, Rio Grande do Norte e Santa Catarina. Pois bem, o ministro se encontrará nesta sexta-feira (19) com Junior, filho do apresentador Ratinho do SBT, para se explicar. ... 

Leia mais

17 de janeiro de 2018
por Esmael Morais
10 Comentários

À Veja, Kassab descarta Ratinho Junior para o governo do Paraná

O ministro das Comunicações, Gilberto Kassab, descarta vitória do PSD para o governo do Paraná — apesar de o deputado Ratinho Junior colocar-se como candidato. Segundo o jornalista Maurício Lima, da coluna Radar, na Veja, Kassab aposta na conquista de quatro governos estaduais: Bahia, Amazonas, Rio Grande do Norte e Santa Catarina. ... 

Leia mais

25 de fevereiro de 2016
por Esmael Morais
2 Comentários

Ratinho Júnior jura que fica no PSC

O deputado licenciado e secretário de Estado do Desenvolvimento Urbano (SEDU), Ratinho Júnior, em nota oficial, afirmou nesta quinta-feira (25) que permanecerá no PSC.

Ratinho também negou que esteja ingressando no PSD do ministro Kassab, mas fontes do Blog do Esmael — em Curitiba e Brasília — sustentam a história.

Pelo sim pelo não, Ratinho Junior tem até o próximo dia 19 de março para decidir se vai ou fica — quando a “janela da infidelidade” se fecha.

A seguir, leia a íntegra na nota oficial de Ratinho Júnior:

Apesar da amizade e grande respeito com o Ministro Gilberto Kassab, nós desconhecemos a informação de que Kassab estaria vindo ao Paraná, na próxima segunda-feira, para qualquer ato político ou de filiação relacionado ao PSD. Esta informação não procede.

Ratinho Junior

Leia mais

25 de fevereiro de 2016
por Esmael Morais
7 Comentários

Kassab vem ao Paraná nesta segunda-feira para filiar Ratinho Junior no PSD

O ministro das Cidades, Gilberto Kassab, desembarca em Curitiba na próxima segunda-feira (29) com a missão de filiar Ratinho Junior no PSD.

O titular da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano (SEDU) é deputado estadual licenciado do PSC.

Segundo fontes no Palácio Iguaçu, até terceira ordem, Ratinho migrará para o PSD dentro da “janela da infidelidade” para não perder o mandato.

Além disso, Ratinho Júnior estaria desconfortável no PSC pelo caráter religioso do partido nacional. Some-se a isso, o rapaz estaria de olho no tempo de TV do novo partido.

No último dia 8 de fevereiro, o Blog do Esmael registrou que o megaempresário Joel Malucelli, um dos capitães do PSD no Paraná, esteve com Ratinho Júnior com o intuito de convencer o suplente de Alvaro Dias (PV) a concorrer à Prefeitura de Curitiba. Pelo jeito, a conversa evoluiu e mudou de rumo…

O jornalista Ivan Santos, no blog Política em Debate, também abordou o troca-troca partidário nesta semana. Ele foi um dos primeiros a falar sobre a possibilidade de Ratinho Junior se transferir para o PSD de Kassab.

Segundo “Orelha Seca” do Blog do Esmael na Assembleia Legislativa, pelo novo arranjo, alguns parlamentares ainda permaneceriam no PSC para “segurar” o partido visando 2018.

A troca de partido de Ratinho Junior antecipa a briga com a família Barros, que sonha emplacar  em 2018 a atual vice-governadora Cida Borghetti (sem partido) na cadeira do governador Beto Richa (PSDB).

Leia mais

18 de dezembro de 2014
por Esmael Morais
6 Comentários

Reviravolta: Eduardo Sciarra continua no páreo pela chefia da Casa Civil

richa_sciarra.jpgDirigentes do PSD entraram em contato com o Blog do Esmael para contestar o post “Preterido da Casa Civil, Sciarra jura que não aceita a Copel; Soavinski na SEMA”... 

Leia mais

3 de dezembro de 2014
por Esmael Morais
27 Comentários

Quem é Mauro Ricardo Costa, virtual secretário da Fazenda de Beto Richa?

mrc.jpg

Para tentar diminuir a crise financeira, o governador Beto Richa (PSDB) deverá importar Mauro Ricardo Costa para assumir a Secretaria de Estado da Fazenda e tentar melhorar a arrecadação e as finanças do governo.

Segundo fontes do Blog do Esmael no Palácio Iguaçu, Costa teria condicionado o convite à  reforma administrativa, taxação dos aposentados e aumento de impostos. Ele seria o “pai” da malvadeza contra os paranaenses.

O possível novo secretário ocuparia o cargo que hoje é do discreto Luiz Eduardo Sebastiani, que voltaria à  diretoria financeira da Copel.

Mauro Ricardo iniciou como auditor fiscal da Receita Federal e, desde o início dos anos 90, tem uma longa ficha de serviços prestados a governantes do PSDB e do DEM. Por onde passa recebe elogios de aliados, mas também costuma deixar um rastro de denúncias de irregularidades e desvios.

Irregularidades

Em 1999, na gestão de José Serra como ministro da Saúde, Mauro Ricardo foi presidente da Fundação Nacional de Saúde (Funasa). Por irregularidades apuradas o Ministério Público ofereceu denúncia contra Mauro por crime de improbidade administrativa em um “esquema” que teria desviado R$ 56 milhões da Funasa, por meio da contratação de mão de obra terceirizada, inclusive para atendimento a “finalidades políticas”.

Em 2011, no posto de secretário Municipal de Finanças em São Paulo, na gestão Gilberto Kassab, Mauro Ricardo recebeu e arquivou a denúncia contra os fiscais que viriam a ser presos na administração de Fernando Haddad (PT).

Depois de uma passagem por Salvador, onde atuou como secretário de Finanças para o prefeito ACM Neto (DEM), agora Mauro Ricardo Costa poderá desembarcar no Paraná para tentar tirar o governo do estado da penúria.

Segundo Beto Richa, o melhor está por vir! (imagine o pior, caro leitor…).

Portanto, recomenda-se abrir bem os olhos com o forasteiro tucano!

Ligações com FHC, Serra e Aécio Leia mais

27 de junho de 2014
por Esmael Morais
3 Comentários

Coligação do PSD com PMDB em SP deixa tucanos em alerta no Paraná

 PSD abandonou em São Paulo o tucano Geraldo Alckmin para apoiar candidatura do PMDB; se pau que bate em Chico é o mesmo que bate em Francisco, por analogia, a seção paranaense seguirá o mesmo caminho embora aqui nas terras dos pinheirais; partido de Kassab está agarrado a cargos no governo tucano, o que dificulta o desmame; peemedebistas escalaram Rodrigo Rocha Loures, membro da direção nacional, para conversar com os dirigentes do PSD do Paraná e com o próprio Kassab.


PSD abandonou em São Paulo o tucano Geraldo Alckmin para apoiar candidatura do PMDB; se pau que bate em Chico é o mesmo que bate em Francisco, por analogia, a seção paranaense seguirá o mesmo caminho embora aqui nas terras dos pinheirais; partido de Kassab está agarrado a cargos no governo tucano, o que dificulta o desmame; peemedebistas escalaram Rodrigo Rocha Loures, membro da direção nacional, para conversar com os dirigentes do PSD do Paraná e com o próprio Kassab.

Acendeu a luz amarela no Palácio Iguaçu. O PSD, partido do ex-prefeito Gilberto kassab fechou hoje coligação com o empresário Paulo Skaf, do PMDB, para a disputa do São Paulo. ... 

Leia mais

12 de março de 2014
por Esmael Morais
23 Comentários

PSD cogita entregar todos os cargos no governo Beto Richa

Gleisi Hoffmann, a "loira má", segundo o Palácio Iguaçu, está cada vez mais perto de abocanhar o apoio do PSD; empresário Edenilso Rossi e o ex-deputado Pedro Guerra, pré-candidatos à  Câmara, por exemplo, defendem rompimento e entrega de cargos ocupados pela legenda ao governador Beto Richa; bilionário aposentado Joel Malucelli, que lê pesquisas de opinião, pediu "um tempo" para analisar a conjuntura política e decidir sobre sua candidatura ao governo; até o fiel! aliado Ney Leprevost coloca o tucano como última opção do partido.

Gleisi Hoffmann, a “loira má”, segundo o Palácio Iguaçu, está cada vez mais perto de abocanhar o apoio do PSD; empresário Edenilso Rossi e o ex-deputado Pedro Guerra, pré-candidatos à  Câmara, por exemplo, defendem rompimento e entrega de cargos ocupados pela legenda ao governador Beto Richa; bilionário aposentado Joel Malucelli, que lê pesquisas de opinião, pediu “um tempo” para analisar a conjuntura política e decidir sobre sua candidatura ao governo; até o fiel! aliado Ney Leprevost coloca o tucano como última opção do partido.

O Partido Social Democrático (PSD), seção Paraná, estuda entregar os cargos que têm no governo Beto Richa (PSDB). Os discípulos de Gilberto Kassab na terra das araucárias estão cada vez mais propensos a lançar candidato próprio ou apoiar a senadora Gleisi Hoffmann (PT) na disputa pelo Palácio Iguaçu. ... 

Leia mais

30 de setembro de 2013
por Esmael Morais
15 Comentários

Sciarra emplaca aliado em conselho de investimento federal que gere R$ 25 bi

Desprezado pelo governo Richa, PSD emplaca dirigente no conselho do FI-FGTS, do governo federal, que gere R$ 25 bilhões; Paulo Rossi, presidente da UGT, braço político do partido de Sciarra e Leprevost no movimento sindical, foi nomeado como conselheiro efetivo com apoio da CUT e do PT, da ministra Gleisi Hoffmann; semana passada, os kassabistas perderam a Secretaria de Turismo, que foi extinta na reforma do tucano.

Desprezado pelo governo Richa, PSD emplaca dirigente no conselho do FI-FGTS, do governo federal, que gere R$ 25 bilhões; Paulo Rossi, presidente da UGT, braço político do partido de Sciarra e Leprevost no movimento sindical, foi nomeado como conselheiro efetivo com apoio da CUT e do PT, da ministra Gleisi Hoffmann; semana passada, os kassabistas perderam a Secretaria de Turismo, que foi extinta na reforma do tucano.

O deputado federal Eduardo Sciarra, líder do PSD na Câmara e presidente estadual da sigla no Paraná, conseguiu emplacar o sindicalista aliado Paulo Rossi, presidente da União Geral dos Trabalhadores (UGT), como conselheiro efetivo do Fundo de Investimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FI-FGTS). ... 

Leia mais

15 de setembro de 2013
por Esmael Morais
10 Comentários

Dividido entre Gleisi e Richa, PSD realiza debate para descer do muro nesta segunda

Nem de direita, nem de esquerda. Muito menos de centro. Pelo contrário. à‰ assim que o PSD (Partido Social Democrático) se autodefine politicamente em todo o país. Embalado pela aquisição do passe! do ex-presidente estadual do PCdoB, Chico Brasileiro, de Foz do Iguaçu, a legenda do ex-prefeito paulistano Gilberto Kassab quer ser protagonista nas eleições de 2014 no Paraná, onde não foge ao script nacional. Aqui nas terras das araucárias, a tropa está dividida entre as candidaturas de Gleisi Hoffmann (PT) e Beto Richa (PSD).

O presidente nacional da UGT (União Geral dos Trabalhadores), Ricardo Patah, que é Dilma Rousseff mais que a própria Dilma, estará em Curitiba amanhã (16) para tentar descer o partido de cima do muro.

A convite do diretório municipal do PSD (Partido Social Democrático), Patah irá proferir a palestra “Os Movimentos Sociais e a Política”, como parte do projeto “Café com Política”, idealizado pelo deputado estadual Ney Leprevost, que preside o diretório municipal do partido. Se depender dos sindicalistas, os kassabistas paranaenses embarcarão na canoa de Gleisi no ano que vem.

Segundo Ney, a intenção do PSD é oferecer aos filiados e a sociedade em geral um espaço em que vários temas de interesse público possam ser debatidos. Pelo “Café com Política” já foram debatidos vários temas, dentre os quais a economia do estado; a visão do mundo empresarial sobre a política e agora chegou a vez de ouvir o lado dos trabalhadores.

“O Ricardo Patah é, sem sombra de dúvidas, um dos maiores líderes sindicais deste país e preside a central sindical que mais cresce no Brasil. Além disso, também está à  frente do maior sindicato de comerciários da América Latina, que é o Sindicato dos Comerciários de São Paulo. Trata-se de um líder com amplo conhecimento do mundo do trabalho e da política em geral”, ressalta Ney Leprevost.

Para o secretário nacional de formação política da UGT, o eletricitário Paulo Sérgio dos Santos, a UGT é uma central sindical que defende o pluralismo de ideias dos seus dirigentes.

“A UGT não faz patrulhamento ideológico sobre os seus Leia mais

10 de setembro de 2013
por Esmael Morais
11 Comentários

“Cantu é minha dobrada”, contesta deputado Pedro Guerra

Movimentação dos novatos Chico Brasileiro, ex-PCdoB, e Robson Cantu, ex-PSDB, dentro do PSD, deixam Evandro e Pedro Guerra com uma pulga atrás da orelha; Cantu é minha dobrada!, reagiu o filho do ex-ministro Alceni Guerra ao saber, pelo blog, da conexão Pato Branco-Foz e do consórcio comuno-kassabista! no Paraná.

Movimentação dos novatos Chico Brasileiro, ex-PCdoB, e Robson Cantu, ex-PSDB, dentro do PSD, deixam Evandro e Pedro Guerra com uma pulga atrás da orelha; Cantu é minha dobrada!, reagiu o filho do ex-ministro Alceni Guerra ao saber, pelo blog, da conexão Pato Branco-Foz e do consórcio comuno-kassabista! no Paraná.

O deputado federal Pedro Guerra (PSD), em contato com o blog, contestou nesta terça (10) a informação de que o empresário Robson Cantu, de Pato Branco, região Sudoeste, candidato a deputado estadual, vá dobrar com o ex-vice-prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro, também candidato a federal.  ... 

Leia mais

9 de abril de 2012
por Esmael Morais
7 Comentários

Em parecer dirigido ao TSE, Gurgel diz: PSD de Kassab não tem direito a verbas e tempo de TV

via blog do Josias de Souza

Procurador-geral da República e chefe do Ministério Público Eleitoral, Roberto Gurgel enviou ao TSE um parecer contrário à s pretensões do PSD. A legenda criada por Gilberto Kassab pede à  Justiça Eleitoral que reconheça o seu direito! de acesso ao Fundo Partidário e, por consequência, ao tempo de televisão.

No seu parecer, Gurgel ecoa uma decisão do ministro Carlos Ayres Britto, do STF. Sustenta que o PSD, formalmente criado em setembro do ano passado, ainda não participou de nenhuma eleição. Por isso, não tem direito à s verbas do Fundo Partidário. A prevalecer esse entendimento, tampouco terá direito ao tempo de propaganda destinado aos partidos no rádio e na tevê.

Reza a legislação eleitoral que o dinheiro do fundo e o tempo da publicidade eletrônica são calculados conforme o tamanho da bancada dos partidos na Câmara. O PSD alega que, ao migrar para os seus quadros, os deputados trouxeram com eles os votos que obtiveram nas eleições gerais de 2010 por outras legendas.

Para Gurgel, esse pleito não pode ser atendido!. Por quê? A despeito de constituir a terceira maior bancada, com 52 deputados federais, como alegado, o PSD, criado somente em 7/9/2011, ainda não se submeteu ao teste das urnas, não participou das últimas eleições gerais realizados em 3 de outubro de 2010.!

Gurgel prossegue: pela lei, apenas as agremiações que di Leia mais