9 de setembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em PT divulga nota criticando entrevista do comandante das Forças Armadas

PT divulga nota criticando entrevista do comandante das Forças Armadas

O PT divulgou nota repudiando entrevista do general Villas Boas ao Estadão, neste domingo (9), por interferir no processo eleitoral. Para o partido, trata-se do mais grave episódio de insubordinação de um comandante das Forças Armadas ao papel que lhes foi delimitado pela Constituição Federal. ... 

Leia mais

28 de março de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Maioria dos presidenciáveis diz NÃO ao atentado contra a caravana de Lula

Maioria dos presidenciáveis diz NÃO ao atentado contra a caravana de Lula

Com exceção de Geraldo Alckmin (PSDB) e Jair Bolsonaro (PSL), a maioria dos pré-candidatos à Presidência da República manifestou repúdio ao atentado a tiros que sofreu a caravana de Lula pelo Sul do país nesta terça-feira (27). Confira as declarações de Guilherme Boulos (PSOL), Manuela D´Avila (PC do B), Ciro Gomes (PDT), Marina Silva (Rede) e Henrique Meirelles (MDB). ... 

Leia mais

12 de novembro de 2016
por Esmael Morais
35 Comentários

Em nota oficial, MP do Paraná repudia PEC 55 e denuncia afronta às conquistas civilizatórias na Constituição

mp_pec55O Ministério Público do Paraná, em dura nota oficial, manifestou-se contrário à aprovação da PEC 55 (antiga 241) por afrontar as “conquistas civilizatórias” na Constituição da República. Leia mais

5 de maio de 2015
por Esmael Morais
17 Comentários

Comissão de Educação do Senado repudia massacre de Beto Richa

gleisi_CDHO cerco à covardia do governador Beto Richa (PSDB), que determinou o massacre de professores no último dia 29 de abril, continua em todo o país e certamente chegará aos organismos internacionais de defesa humana.

Nesta terça-feira (5), a Comissão de Educação do Senado, por sugestão da senadora Gleisi Hoffmann (PT), aprovou moção de repúdio “à truculenta ação policial que deixou mais de 200 pessoas feridas”. Amanhã (6), os senadores realizam audiência pública sobre o massacre dos professores na capital paranaense. Os profissionais do magistério definiram esta tarde continuar em greve por tempo indeterminado.

Amanhã, dia 6, a partir das 9 horas, a Comissão de Direitos Humanos e Participação Legislativa (CDH) do Senado realiza audiência pública ‘interativa’ para discutir o ataque violento aos educadores paranaenses. Leia mais