Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

27 de maio de 2018
por esmael
Comentários desativados em Aviões não têm combustível para decolar em Brasília

Aviões não têm combustível para decolar em Brasília

Michel Temer e seu comitê anticrise são uma tragédia, também, para a aviação brasileira. Eles não têm competência para resolver a greve dos caminhoneiros, cujo movimento contra os aumentos abusivos nos combustíveis entrou no sétimo dia. As aeronaves não têm como decolar voo em Brasília, por exemplo. O Congresso Nacional poderá suspender as sessões nesta semana. Leia mais

3 de maio de 2018
por esmael
Comentários desativados em As pesquisas continuam uma tragédia para a direita

As pesquisas continuam uma tragédia para a direita

Sondagem da Paraná Pesquisas divulgada nesta quinta (3) indica que a direita comerá o pão que o diabo amassou nas eleições deste ano. Segundo o levantamento, o ex-presidente Lula transfere para um “poste” 62% dos votos entre eleitores lulistas e 37,5% dos eleitorado brasileiro estaria disposto a votar num candidato indicado pelo petista. Leia mais

2 de dezembro de 2016
por esmael
43 Comentários

Mas antes Temer não tivesse ido a Chapecó

velorio_temer_chapecoPegou mal, muito mal, da intenção do ilegítimo Michel Temer (PMDB) se entrincheirar no aeroporto de Chapecó (SC) durante o guardamento das vítimas do Chapecoense.

29 de novembro de 2016
por esmael
10 Comentários

ANAC explica por que não autorizou voo da Chapecoense

img_1181(Reuters) – A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou nesta terça-feira que recusou pedido da empresa aérea boliviana Lamia para transportar a Chapecoense diretamente do Brasil para a Colômbia com base no Código Brasileiro de Aeronáutica (CBAer) e na Convenção de Chicago, que trata dos acordos de serviços aéreos entre os países.

27 de novembro de 2013
por esmael
35 Comentários

Tragédia estádio do Corinthians: mortes e atraso na Copa

do Brasil 247Um acidente de grandes proporções acaba de acontecer na última etapa da cobertura das arquibancadas do novo estádio do Corinthians, o Itaquerão, de responsabilidade da construtora Norberto Odebrecht. As primeiras informações dão conta que uma peça se soltou na hora do encaixe, tendo provocado o desabamento de parte da arquibancada.

Pelo menos dois operários teriam morrido no local, um motorista de caminhão e um operador de grua. Funcionários, no entanto, falam em quatro. O acidente pode causar atrasos no cronograma de entrega do estádio, que deverá ser o palco da abertura da Copa do Mundo de 2014. A obra foi embargada quase que imediatamente após o acidente. O canteiro de obras começou a ser inspecionado pelo Corpo de Bombeiros, a procura de mais vítimas, e por agentes da Polícia Científica, que iniciaram as investigações sobre as causas.

A primeira hipótese é a de que o terreno sobre a base do guindaste tenha cedido, o que levou à  oscilação da cabine de controle do veículo pesado e a soltura da peça de 15 metros de cumprimento de seus ganchos e amarras. Ao desabar, provocou a queda de parte da arquibancada lateral. “O guindaste já havia sido testado, e o operador também tinha trabalhado sem erros até aqui. Um profissional testado”.

Com quinze metros de comprimento, a peça que caiu quebrando parte da arquibancada estava sendo elevada por um guindaste quando se soltou. Antes do acidente, a previsão de entrega do estádio era dezembro deste ano. “Sem dúvida, impacto no tempo será significativo, mas há a esperança tanto de que não haja mais mortos, como serviços de recuperação ocorram bem”, disse o presidente do Sindicato Nacional dos Engenheiros e Arquitetos, José Roberto Bernasconi.

Segundo o último balanço divulgado pela construtora, 94% das obras do Itaquerão estavam concluídas. A inauguração ocorreria no aniversário da cidade de São Paulo, em janeiro, num jogo com operários que trabalharam nas obras.

Abaixo, relato preliminar da Agência Brasil:

Queda de guin