30 de abril de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em A lava jato é uma fake news

A lava jato é uma fake news

A obsessão da lava jato pelo ex-presidente Lula transformou a força-tarefa numa grande fake news. Ora vaza “detalhes” de uma delação de Antonio Palocci que supostamente aconteceu, ora comunica delação de Renato Duque, ex-diretor da Petrobras, sempre contra o petista. ... 

Leia mais

27 de abril de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Delação de Palocci vai implodir sistema financeiro, diz Folha

Delação de Palocci vai implodir sistema financeiro, diz Folha

A jornalista Mônica Bergamo, colunista da Folha, afirma nesta sexta (27) que a delação do ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci vai implodir o sistema financeiro, mas, assegura ela, a mídia foi preservada na barganha com a Polícia Federal. ... 

Leia mais

13 de março de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Os patos viraram sapos

Os patos viraram sapos

Os patos do sistema S são uma piada. De mau gosto, é claro. Não é que agora eles se dizem sapos? Seria um problema psicanalítico, se não fosse uma pilantragem. ... 

Leia mais

2 de março de 2018
por Esmael Morais
1 Comentário

Golpe é golpe. Não tem Lula nem “Plano B” para a esquerda vencer a eleição

É corrente no meio político — da direita, do centro e da esquerda — que não derrubaram a presidenta eleita Dilma Rousseff para, alguns meses depois, entregarem o poder de mão beijada para o ex-presidente Lula e ao PT. Dito isto, um golpe que se preze não afrouxa o garrão — como se diz no Rio Grande do Sul. ... 

Leia mais

2 de março de 2018
por Esmael Morais
1 Comentário

Golpe é golpe. Não tem Lula nem “Plano B” para a esquerda vencer a eleição

É corrente no meio político — da direita, do centro e da esquerda — que não derrubaram a presidenta eleita Dilma Rousseff para, alguns meses depois, entregarem o poder de mão beijada para o ex-presidente Lula e ao PT. Dito isto, um golpe que se preze não afrouxa o garrão — como se diz no Rio Grande do Sul. ... 

Leia mais

2 de março de 2018
por Esmael Morais
1 Comentário

Golpe é golpe. Não tem Lula nem “Plano B” para a esquerda vencer a eleição

É corrente no meio político — da direita, do centro e da esquerda — que não derrubaram a presidenta eleita Dilma Rousseff para, alguns meses depois, entregarem o poder de mão beijada para o ex-presidente Lula e ao PT. Dito isto, um golpe que se preze não afrouxa o garrão — como se diz no Rio Grande do Sul. ... 

Leia mais

11 de fevereiro de 2018
por Esmael Morais
5 Comentários

Por 6 votos a 5, STF deverá conceder habeas corpus contra prisão de Lula

O pleno do STF irá se reunir para rever a execução de pena para condenados em segunda instância após o carnaval, na semana que vem. O julgamento do habeas corpus impetrado pela defesa do ex-presidente Lula, contra a prisão imediata, terá efeito “erga omnes“, qual seja, valerá para todos. O mundo jurídico aposta no placar de 6 votos a favor do petista, cinco contra. ... 

Leia mais

7 de dezembro de 2016
por Esmael Morais
6 Comentários

O STF vai afrouxar para Renan?

renan_beijinhoNa tarde desta quarta (7), a partir das 14h, o Supremo examinará a liminar de Marco Aurélio Mello em desfavor do senador Renan Calheiros (PMDB-AL). Leia mais

6 de dezembro de 2016
por Esmael Morais
43 Comentários

Requião denuncia aposentadoria de marajá de Meirelles: R$ 250 mil/mês

meirelles_requiaoO senador Roberto Requião (PMDB-PR) abriu fogo nesta terça (6) contra o ministro da Fazenda Henrique Meirelles. Segundo o parlamentar, o homem que pretende que os trabalhadores morram sem ter direito à aposentadoria tem o benefício mensal de R$ 250 mil. Leia mais

7 de outubro de 2015
por admin
1 Comentário

Greve dos bancários começa com adesão de 60% com ‘viés de crescimento’ no Paraná

bancariosA greve dos bancários que começou ontem (6) em todo o País está forte e unida no Paraná. O levantamento é da Federação dos Trabalhadores de Empresas de Crédito do Paraná (Fetec), que representa 80% da categoria no estado.

A adesão no primeiro dia foi de 60%, com 406 agências e 11 centros administrativos parados. Mais de 14,9 mil bancários estão de braços cruzados. A tendência da adesão é de crescimento na medida em que os dirigentes sindicais visitam as agências que ainda estão abertas.

Para Júnior César Dias, presidente da Fetec, a insatisfação dos trabalhadores é grande porque a proposta apresentada pelos banqueiros ficou muito aquém do eles têm condições de pagar e do que os bancários merecem receber. Leia mais

28 de agosto de 2015
por Esmael Morais
11 Comentários

Mesmo nadando em lucros, bancos demitem e diminuem salários

bancosUma pesquisa do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese) apontou o desemprego gerado pelos bancos brasileiros que, de janeiro e julho de 2015, fecharam 5.864 postos de trabalho. E pior, na dança da reposição, os novos contratados chegam a ganhar 55% menos dos que os demitidos nos mesmos cargos. As mulheres continuam sofrendo discriminação, recebendo menos salários, mesmo com maior grau de escolaridade.

O estudo do Dieese é baseado nos números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Os bancos múltiplos, com carteira comercial, categoria que engloba grandes instituições, como Itaú, Bradesco, Santander, HSBC e Banco do Brasil, foram os principais responsáveis pelo saldo negativo. Eles eliminaram 3.715 empregos. A Caixa, apresentou corte de 2.180 postos de trabalho no período.

De acordo com o levantamento, além do corte de vagas, a rotatividade continuou alta. Os bancos contrataram 20.426 funcionários e desligaram 26.290 nos sete primeiros meses de 2015.

A pesquisa também revela que o salário médio dos admitidos pelos bancos foi de R$ 3.427,10, contra R$ 6.234,13 dos desligados. Assim, os trabalhadores que entraram nos bancos receberam valor médio 55% menor que a remuneração dos dispensados. Leia mais

19 de agosto de 2015
por Esmael Morais
9 Comentários

Gleisi Hoffmann quer tirar dos ricos para financiar os pobres

do InfoMoney, via Brasil 247

gleisi_bancos

Ministra da Casa Civil durante boa parte do primeiro mandato de Dilma Rousseff, Gleisi Hoffmann voltou a atrair a atenção de jornalistas e do mercado nas últimas semanas. Representante do Partido dos Trabalhadores do Paraná no Senado desde a posse em fevereiro, ela é responsável por conduzir uma das espinhosas pautas do ajuste fiscal do governo no Legislativo e, de quebra, comprou briga com o poderoso lobby das empresas do setor financeiro ao propor doses ainda mais amargas de um remédio que o mercado ainda se recusa a engolir. Leia mais

10 de agosto de 2015
por Esmael Morais
7 Comentários

Movimento ‘Vítimas do HSBC’ expõe a violência e o assédio moral contra trabalhadores de bancos

interno2bO Banco HSBC está se retirando do país após figurar em denúncias de corrupção e lavagem de dinheiro. Há uma semana foi anunciada a venda de toda a estrutura do HSBC no Brasil ao Banco Bradesco. Mas a história da presença do banco inglês no Brasil, que já começou nebulosa nos anos 90, quando o Bamerindus foi vendido por R$ 1 (um real) no governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB), ainda está longe de terminar.

Foi lançado neste domingo (9) o movimento “Vítima do HSBC” que tem por objetivo expor a humilhação, assédio moral, terrorismo psicológico e ameaças de demissão praticadas contra os funcionários do banco como prática de gestão para alcance e superação de metas.

Segundo o movimento, essas práticas estão levando milhares de pessoas à depressão, doenças, fadiga, stress, frustração e até suicídio.

Os dados que embasam o movimento foram coletados através de pesquisa entre os bancários demitidos, e os que desenvolveram doenças físicas ou psíquicas em função do trabalho. Os arquivos de 4 mil trabalhadores e mais de mil e quinhentas ações trabalhistas foram analisadas, além de informações da Previdência e do Ministério de Saúde.

No site e na página Vítimas do HSBC no Facebook estão sendo publicados vídeos com depoimentos das vítimas do banco. As histórias são surpreendentes.

O movimento é uma iniciativa do Instituto Defesa da Classe Trabalhadora – Declatra, que se intitula uma instituição de pesquisas, debate, ação política e desenvolvimento de atividades acadêmicas e culturais e tem entre seus membros tem, os advogados Wilson Ramos Filho (Xixo) e Mirian Gonçalves (PT), vice-prefeita de Curitiba.

Confira o vídeo que apresenta o “Vítimas do HSBC”:  Leia mais

18 de julho de 2014
por Esmael Morais
2 Comentários

Caixas eletrônicos de sete bancos serão substituídos por Banco24Horas

da Agência Brasil
Caixas eletrônicos de sete bancos que ficam fora de agências bancárias serão substituídos por terminais de autoatendimento da Rede Banco24Horas. Em comunicado ao mercado, o Banco do Brasil, em conjunto com Bradesco, Caixa, Citibank, HSBC, Itaú Unibanco e Santander, informa que assinou acordo de acionistas com a empresa Tecnologia Bancária Tecban, responsável pelos terminais.

Segundo o comunicado, o acordo prevê que em até quatro anos, condicionado à  aprovação de órgãos reguladores, uma parcela dos terminais de autoatendimento desses bancos, situados fora das agências bancárias ou em locais cujo acesso não seja restrito, exclusivo ou controlado, deverão ser substituídos pelos caixas da Rede Banco24Horas.

Para o BB, a parceria gera aumento de eficiência, maior qualidade e capilaridade de atendimento a seus clientes!.

Leia mais

2 de junho de 2014
por Esmael Morais
Comentários desativados em Triplicam relatórios sobre suspeitas de lavagem de dinheiro no Paraná

Triplicam relatórios sobre suspeitas de lavagem de dinheiro no Paraná

Via Folha de Londrina

De acordo com levantamento do órgão – ligado ao Ministério da Fazenda -, foram 156 relatórios emitidos em 2013 contra 52 em 2011. No ranking dos estados que mais geram relatórios desde 2007, o Paraná está em quinto lugar, atrás apenas do campeão Distrito Federal seguido de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. O maior ou menor volume de notificações, conforme explicou o diretor de análise e fiscalização do Coaf, Antônio Carlos Ferreira de Souza, relaciona-se com o Produto Interno Bruto (PIB) de cada estado.

Os documentos são emitidos sempre que operações financeiras consideradas suspeitas são identificadas pelo sistema. Ferreira esclareceu que bancos, corretoras e cooperativas de crédito são obrigados a comunicar todas as operações em dinheiro vivo acima de R$ 100 mil. Também notificam operações que consideram fora do padrão do cliente, como por exemplo a movimentação de recursos muito superiores à  renda e aos valores usualmente presentes na conta corrente. “Quando a instituição financeira não consegue encontrar justificativa para a movimentação, envia para o Coaf, que cruza a informação com um banco de dados. Se não são encontradas explicações, geramos o relatório de inteligência financeira, que é enviado para Ministério Público Federal, Ministérios Públicos Estaduais e Polícia Federal”, esclarece.

São estes relatórios que, muitas vezes, dão início à s investigações sobre lavagem de dinheiro. Este termo, tão presente nos noticiários, nada mais é do que “dar aparência lícita a valores ilícitos”, conforme explicou o diretor.

Setores ligados ao mercado de bens de luxo ou de alto valor, cartões de crédito, joias, pedras ou metais preciosos e objetos de arte ou antiguidades, entre outros, também são obrigados a comunicar operações ao Coaf.

O advogado Douglas Bonaldi Maranhão, professor de Direito Penal na Universidade Estadual de Londrina (UEL), explica que com a lavagem de dinheiro o criminoso não visa o lucro, mas sim a efetiva ocultação ou dissimulação da origem ilícita do bem ou valor.

Maranhão esclarece que este tipo de crime está diretamente ligado ao processo de globalização da economia, o que torna mais complexa a identificação. A Lei 9.613/1998, que dispõe sobre o crime de lavagem de dinheiro, passou por mudanças em 2013. Uma delas é ampliação do rol das condutas antecedentes que serviriam de caminho para a obtenção de Leia mais