Tragédia no Chile: 112 mortes nos incêndios florestais | Valparíso em chamas

A noite de domingo trouxe consigo uma atualização sombria sobre os devastadores incêndios florestais que assolam a Região de Valparaíso. O Subsecretário do Interior, Manuel Monsalve, revelou dados alarmantes durante sua participação no Comitê para a Gestão do Risco de Desastres (Cogrid) de nível nacional. Os números chocantes revelam a perda de 112 vidas, com 32 identificadas até o momento.

Ao totalizar os estragos, Monsalve informou que 165 incêndios foram registrados em todo o país, sendo 40 ainda combatidos, 19 sob observação, e 102 controlados. A magnitude do desastre atingiu 31.703 pessoas deslocadas em Viña del Mar e 7.825 em Quilpué. A projeção sombria estima cerca de 15 mil residências afetadas, com Viña del Mar liderando com 12.122 e Quilpué com 2.701.

Destacando incêndios específicos, o Complexo Las Tablas – Reserva Lago Peñuelas, entre Viña del Mar e Valparaíso, permanece ativo, controlado, mas com dois focos sob vigilância. O incêndio Lo Moscoso, entre Quilpué e Villa Alemana, devorou cerca de 1.350 hectares, enquanto o Tranque La Luz 3, em Curauma, Valparaíso, consome 60 hectares e enfrenta desafios devido às quebradas, complicando a chegada das brigadas terrestres.

Monsalve tranquilizou a população, indicando que nos próximos dias as condições climatológicas extremas devem ceder, prevendo nubosidade matinal, condições mais favoráveis ao controle dos incêndios. “As condições melhoraram substancialmente. Não há risco iminente à vida das pessoas”, enfatizou.

À medida que Valparaíso enfrenta uma tragédia de proporções devastadoras, é imperativo que medidas de recuperação e ajuda humanitária sejam priorizadas. O país observa com pesar o luto de 112 famílias e a angústia de milhares que viram seus lares consumidos pelas chamas.

Economia

Neste momento difícil, é crucial unir esforços para superar os desafios, restaurar a esperança e reconstruir o que foi perdido. O Blog do Esmael acompanhará de perto os desdobramentos dessa crise, trazendo informações atualizadas e relevantes para nossos leitores.