3 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Associação de Juristas pela Democracia vai representar contra Sergio Moro no CNJ

Associação de Juristas pela Democracia vai representar contra Sergio Moro no CNJ

A Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABDJ), entidade representa diversos segmentos de formação jurídica em defesa do Estado Democrático de Direito, divulgou nota neste sábado (03) informando que vai entrar com uma representação no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) contra o juiz Sergio Moro. ... 

Leia mais

27 de julho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Juiz Bretas defendeu ‘pena de morte política’ para corrupto; impossível

Juiz Bretas defendeu ‘pena de morte política’ para corrupto; impossível

O juiz Marcelo Bretas, da lava jato no Rio, sugeriu que houvesse uma ‘pena de morte política’ para corruptos. A Constituição Federal veda a pena capital e, sinto informar, em apenas duas situações não há morte definitiva: 1- na política e 2- no cinema. ... 

Leia mais

26 de abril de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Mídia faz ginástica para tentar salvar Moro e continuar estuprando a Constituição

Mídia faz ginástica para tentar salvar Moro e continuar estuprando a Constituição

O fato é que a Segunda Turma do STF fulminou esta semana a competência de Sérgio Moro, juiz natural dos casos relativos à Petrobras, nas investigações acerca do sítio de Atibaia (SP) e sobre suposta compra de terreno para o Instituto Lula. Ambas as ações não têm nada a ver com a estatal, por isso o magistrado foi defenestrado da persecução ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. ... 

Leia mais

20 de fevereiro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Exército pede o que o golpe não pode garantir: ‘segurança jurídica’ para matar no Rio

Exército pede o que o golpe não pode garantir: ‘segurança jurídica’ para matar no Rio

Se o futuro pertencesse ao coordenador da Comissão da Verdade, o procurador de Justiça Olympio de Sá Sotto Maior Neto, do Ministério Público do Paraná, após a pirotecnia da intervenção militar no Rio de Janeiro, membros das Forças Armadas e o próprio Michel Temer seriam julgados pelo tribunal de júri por eventuais crimes dolosos. ... 

Leia mais

5 de outubro de 2016
por Esmael Morais
26 Comentários

Constituição Federal chega aos 28 anos sob intenso ataque… de parte do Judiciário

constituicao_moroA Carta Cidadã promulgada em 5 de outubro de 1988 pelo então presidente do Congresso Nacional, Ulysses Guimarães, chega aos 28 anos nesta quarta-feira sob intenso ataques, pasme, de parte do Judiciário. Leia mais

25 de setembro de 2016
por Esmael Morais
142 Comentários

Facebook “derruba” Moro

moro_vs_lenioO Diário do Centro do Mundo mostrou que o juiz Sérgio Moro ficou magoado com o jurista gaúcho Lenio Streck que afirmou neste domingo (25), no Facebook, que o Estado Democrático de Direito está em risco em virtude da Lava Jato. “… sinto pela aspereza”, acusou o golpe o coronel Ustra das Araucárias, isto é, Moro — que tem a Globo na retaguarda. Abaixo, veja o bafão nas redes sociais: Leia mais

14 de julho de 2016
por Esmael Morais
12 Comentários

Dilma vaza trechos da “carta aos brasileiros” durante entrevista a rádios do Piauí

dilma_carta_brasileirosA presidenta Dilma Rousseff detalhou o rumo que o País irá tomar com a sua volta ao exercício da Presidência da República após a derrubada do golpe em curso no Senado Federal. Para Dilma, a base de qualquer governo que redefina o País é o respeito à vontade popular. Ouça abaixo: Leia mais

18 de março de 2016
por Esmael Morais
16 Comentários

Dinheiro suspeito (caixa 2) financia manifestações de golpistas no país

Na noite desta quinta-feira (17) o DataEsmael contou cerca de 300 pessoas vestidas de “camisas amarelas” se concentrando em frente à Praça do Homem Nu, centro de Curitiba, em apoio ao juiz Sérgio Moro e o golpe contra a democracia – que eles também denominam de impeachment da presidente Dilma e contra a posse do ministro Lula na Casa Civil.

O que chamou a atenção não foi o fiasco de mais uma manifestação dos “camisas amarelas” – em alusão aos “camisas negras” das jornadas fascistas –, mas sim a estrutura de mobilização que os poucos gatos-pingados tinham e têm à sua disposição para lutar contra o governo democraticamente eleito. Nem o show do Rolling Stones possuía aparato de som e propaganda que dispõem os golpistas na capital paranaense ou “Capital da Lava Jato” como eles se orgulham nas redes sociais.

Dinheiro de caixa dois? De onde vem a bufunfa que patrocina os golpistas? A grana vem do estrangeiro? Podem eles utilizar verbas de origem duvidosa para supostamente combater criminosos, a exemplo de grampos ilegais para punir supostos crimes? Evidentemente que não, mas nesses tempos de fascismos tudo pode e [quase] tudo é acobertado pela carcomida mídia golpista.

Não há a quem recorrer para pedir investigação sobre a origem do dinheiro dos golpistas, pois eles se uniram à mídia e aos juízes que, aliás, ontem à tarde, em Curitiba, realizaram comício em frente à Justiça Federal em defesa da Lava Jato.

Parte dessa turma que organiza o movimento e grita “fora, Dilma” é composta de gente que tem problema na Justiça; outra é ligada a movimentos extremistas, fundamentalistas, com direito a financiamento público por meio de uma organização criminosa chamada “Tenda Digital” – da qual os leitores do Blog do Esmael já estão de saco cheio de tanto ouvir falar.

Mas os juízes estão atrás de um “mal maior”, que seria prender Lula e derrubar Dilma; possivelmente sonhem instituir uma “ditadura-jurídica-policial” para eles mesmos, haja vista o enfraquecimento dos partidos políticos.

Esse ativismo judicial da magistratura tem como objetivo a derrubada do governo constitucional, a tomada do poder, e nada a ver com democracia. Até mesmo o jornal Folha de S. Paulo, em editorial, na edição de hoje, vê excessos do juiz Sérgio Moro: “… não pode avançar à revelia das garantias individuais e das leis em vigor no país”, diz o jornalão dos Frias, que sabe do que fala porque na década de 60 apoio o golpe que re Leia mais

4 de março de 2016
por admin
5 Comentários

Instituto Lula publica nota de repúdio à ação da Polícia Federal

A seguir a nota publicado pelo Instituto Lula:

Violência contra Lula afronta o país e o estado de direito

A violência praticada hoje (4/3) contra o ex-presidente Lula e sua família, contra o Instituto Lula, a ex-deputada Clara Ant e outros cidadãos ligados ao ex-presidente, é uma agressão ao estado de direito que atinge toda sociedade brasileira. A ação da chamada Força Tarefa da Lava Jato é arbitrária, ilegal, e injustificável, além de constituir grave afronta ao Supremo Tribunal Federal.

1) Nada justifica um mandado de condução coercitiva contra um ex-presidente que colabora com a Justiça, espontaneamente ou sempre que convidado. Nos últimos meses, Lula prestou informações e depoimentos em quatro inquéritos, inclusive no âmbito da Operação Lava Jato. Dezenas de testemunhas foram ouvidas sobre estes fatos alegados pela Força tarefa,  em depoimentos previamente marcados. Por que o ex-presidente Lula foi submetido ao constrangimento da condução coercitiva?

2) Nada justifica a quebra do sigilo bancário e fiscal do Instituto Lula e da empresa LILS Palestras. A Lava Jato já recebeu da Receita Federal, oficialmente, todas as informações referentes a estas contas, que foram objeto de minuciosa autuação fiscal no ano passado.

3) Nada justifica a quebra do sigilo bancário e fiscal do ex-presidente Lula, pois este sigilo já foi quebrado, compartilhado com o Ministério Público Federal e vazado ilegalmente para a imprensa, este sim um crime que não mereceu a devida atenção do Ministério Público.

4 Leia mais

Esmael Morais 2009-2018. O Blog do Esmael é liberto das excludentes convenções mercantis Copyright ©. O site não cobra pelos direitos autorais, portanto, pode e deve ser reproduzido no todo ou em parte, além de ser liberado para distribuição desde que preservado seu conteúdo e o nome do autor. | A política como ela é em tempo real.

Topo