29 de Janeiro de 2018
por esmael
21 Comentários

Gleisi: O pacto democrático está rompido

A presidenta nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, escreve que a democracia recebeu um “tiro de misericórdia” do Poder Judiciário. Segundo a dirigente petista, ao condenar Lula, o TRF4 rompeu o pacto estabelecido na Constituição pela redemocratização do país. Para Gleisi, lutar pelo ex-presidente é lutar contra a agenda de retrocessos. Leia mais

30 de junho de 2016
por esmael
14 Comentários

Senado “casou” volta de Jucá na vice com votação de aumento de 41% ao Judiciário

temer_juca_cunhaO Senado Federal é uma pornografia só. Ontem (29), por exemplo, na surdina, Romero Jucá (PMDB-RR) foi reconduzido à 2ª vice.

1 de junho de 2016
por esmael
36 Comentários

Temer cumpre “pacto” do golpe com STF ao aumentar salários para o judiciário

temer_lewandowski_renan

O presidente provisório Michel Temer (PMDB) cumpriu “pacto” firmado com o Supremo Tribunal Federal ao conseguir aprovar na Câmara, na noite desta quarta-feira (1º), projeto que reajusta os salários dos servidores do judiciário em uma média de 41% de forma escalonada, em oito parcelas, de 2016 a julho de 2019.

Esse aumento seria um dos motivos do acordo pela aprovação do impeachment da presidente eleita Dilma Rousseff (PT), que se recusava falar sobre esse aumento — segundo gravações feitas pelo delator Sérgio Machado (PSDB).

25 de Maio de 2016
por esmael
16 Comentários

Temer não governa o país, diz Requião, “é o capital vadio”

requiao_capital_vadioO site de Paulo Henrique Amorim, o Conversa Afiada, publica uma autópsia do governo interino de Michel Temer (PMDB) realizada pelo senador Roberto Requião (PMDB) após o lançamento do “pacote econômico” pelos golpistas. Sim, autópsia, porque o golpe provisório já é considerado natimorto em virtude do receituário neoliberal e do vazamento de gravações dos senadores Romero Jucá (PMDB-PR) e Renan Calheiros (PMDB-AL). “Noventa e seis bilhões de meta fiscal pedidos por Dilma são irresponsabilidade, mas os 170 bilhões pedidos por Temer transmudam-se em virtude”, reage Requião, ao comentar o cheque branco dado pelo Congresso à junta provisória. O senador do Paraná trabalha com a hipótese de volta da presidente eleita Dilma Rousseff, mas alerta para armadilha montada pelo ministro interino da Fazenda, Henrique Meirelles, visando deixá-la refém — outra vez — dos congressistas e do “mercado”. Abaixo, leia a íntegra da análise de Requião:

13 de Abril de 2016
por esmael
1 Comentário

“Se ganhar, proponho pacto. Se perder, sou carta fora do baralho”

do Brasil 247

A presidente Dilma Rousseff disse nesta quarta-feira 13, em entrevista a jornalistas no Palácio do Planalto, que irá propor um pacto, inclusive com a oposição, caso o impeachment seja derrotado. Questionada se aceitará participar de um pacto caso seja afastada do cargo, afirmou que, neste caso, será “carta fora do baralho”.

“Digo qual é o meu primeiro ato pós votação na Câmara. A proposta de um pacto, de uma nova repactuação entre todas as forças políticas, sem vencidos e sem vencedores. Seja pós-Câmara mas também pós-Senado, sobretudo. No pós senado é que isso será mais efetivo”, afirmou a presidente.

A dois dias do início da discussão no plenário da Câmara sobre o relatório favorável ao seu afastamento aprovado na comissão especial na última segunda-feira, a presidente recebeu em seu gabinete um grupo de jornalistas de dez veículos de comunicação para uma conversa que durou mais de duas horas.

Abaixo, reportagem da Agência Brasil divulgada nesta manhã sobre a entrevista:

Dilma concede entrevista a veículos de comunicação

Da Agência Brasil – A presidenta Dilma Rousseff deverá conceder entrevista a dez veículos de comunicação, hoje (13) às 11h, no Palácio do Planalto. A entrevista será acompanhada pelo ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência, Edinho Silva.

Com a publicação hoje no Diário da Câmara dos Deputados do parecer do relator do impeachment, deputado Jovair Arantes (PTB-GO), que pede a continuidade do processo, começa a contar o prazo de 48 horas para que o texto entre na pauta de votações.

A partir da manhã de sexta-feira (15), o parecer começa a ser discutido pelos 513 deputados. Como a expectativa é de que os debates se estendam por mais de um dia, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), antecipou ontem um calendário que segue até domingo (17), com previsão de concluir a votação do impeachment até as 21h.

Hoje à tar

5 de novembro de 2014
por esmael
10 Comentários

Agora vai. Aécio propõe pacto! para oposição revigorada! com a derrota

do Brasil 247
aecio_pactoUm dia depois de ter sido recebido por militantes com gritos de “presidente” e “fora PT” ao chegar no Senado, o candidato à  presidência derrotado no segundo turno, Aécio Neves, convocou hoje os partidos da oposição a formarem um “pacto”, a fim de trabalharem em uma “oposição revigorada e vitoriosa” contra o segundo governo da presidente Dilma Rousseff.

“Nós estamos a partir de hoje selando aqui um pacto de uma oposição revigorada e vitoriosa, porque disputamos essas eleições falando a verdade”, discursou Aécio na abertura da reunião da Executiva Nacional do PSDB. “Tão importante quanto governar é fazer oposição”, acrescentou.

Apesar de assumir o papel de líder contra o governo Dilma, declarou que a liderança não é necessária, pois a oposição é formada também por milhões de brasileiros. “Com a mesma determinação que me preparei para encarar a candidatura, eu me preparei para fazer oposição. A oposição brasileira hoje não precisa de um líder, ela tem na alma de milhões de brasileiros a indignação”.