Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

7 de julho de 2018
por esmael
0 comentários

O salário mínimo deveria ser R$ 3.804,06, afirma Dieese

O Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese) afirma que o salário mínimo deveria ser R$ 3.804,06 no mês de junho, qual seja, os trabalhadores brasileiros são “roubados” 3,99 vezes quando recebem apenas R$ 954. Leia mais

2 de julho de 2018
por esmael
Comentários desativados em Gleisi Hoffmann: Um ano sem CLT; menos direitos, menos empregos

Gleisi Hoffmann: Um ano sem CLT; menos direitos, menos empregos

A senadora Gleisi Hoffmann, presidenta nacional do PT, lamenta que um ano depois de aprovada a reforma trabalhista, que revogou a CLT, o que se vê são muitos direitos a menos e nenhum emprego a mais. Leia mais

27 de abril de 2018
por editor
Comentários desativados em IBGE: Desemprego sobe e atinge 13,7 milhões de trabalhadores

IBGE: Desemprego sobe e atinge 13,7 milhões de trabalhadores

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta manhã (27) os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) que apontam aumentos na taxa de desemprego no primeiro trimestre de 2018. O número de trabalhadores desocupados atingiu 13,7 milhões, subindo 11,2% em relação ao trimestre anterior. Leia mais

12 de dezembro de 2016
por esmael
8 Comentários

Reforma da previdência: o mais grave ataque aos direitos dos trabalhadores desde 1988

romanelli_aposentadoriaO deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), líder do governo na Assembleia Legislativa do Paraná, em sua coluna desta segunda (12), dá um fulminante parecer: “A reforma da previdência apresentada ao Congresso Nacional é a mais grave de todas as ameaças aos trabalhadores brasileiros produzidas até agora pelo governo Temer”.

6 de dezembro de 2016
por esmael
8 Comentários

k-suco vai ferver hoje no Senado

brasilia_congressoO projeto que responsabiliza o abuso de autoridade fará o k-suco ferver nesta terça (6) no Senado.

10 de agosto de 2016
por esmael
13 Comentários

Pela aposentadoria, UGT ameaça romper com governo interino de Michel Temer

Patah_RossiO presidente nacional da União Geral dos Trabalhadores, Ricardo Patah, e o presidente da UGT-Paraná, Paulo Rossi, em artigo especial para o Blog do Esmael, nesta quarta (10), desmente o discurso do governo segundo a qual a Previdência Social é deficitária.

21 de maio de 2016
por esmael
4 Comentários

CUT desmente mídia golpista: ‘não negociamos com governo ilegítimo’

vagner_freitasA Central Única dos Trabalhadores distribuiu nota neste sábado (21) desmentindo a velha mídia golpista. “CUT não recuou nem vai recuar. Não negociamos retrocessos e não reconhecemos golpistas como governo”, diz o comunicado assinado pelo presidente da entidade, Vagner Freitas, contrapondo às matérias mentirosas publicadas pelos jornais Folha de S. Paulo e Estadão, colocando em dúvida a posição cutista contrária ao confisco da aposentadoria pelo governo ilegítimo de Michel Temer. Abaixo, leia a íntegra do documento:

16 de maio de 2016
por esmael
13 Comentários

CUT e CTB dizem não reconhecer governo golpista de Michel Temer

meireles_paulinhoA Central Única dos Trabalhadores (CUT) e a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) se negaram, nesta segunda-feira (16), a reunir com o governo golpista de Michel Temer (PMDB) para discutir o que eles consideram retrocessos na Previdência Social.

Em nota, o presidente da CTB, Adilson Araújo, disse que a proposta de reforma da Previdência de Temer prevê aposentadoria no caixão. “A CTB tem muita clareza dos riscos e, diferente de alguns setores do movimento sindical, não se dispõe a segurar na alça da traição”, informou.

O presidente nacional da CUT, Vagner Freitas, também assinou uma nota na qual ressalta que os trabalhadores são as principais vítimas do golpe no país. Ele garantiu que retrocessos não se negociam. “Vamos combatê-los na luta”, prometeu.

2 de janeiro de 2015
por esmael
53 Comentários

Artigo de Paulo Rossi: E a vaca tossiu…

paulo_dilma_vaca.jpgPaulo Rossi*

Durante sua campanha pela reeleição, num encontro com sindicalistas, cujo programa foi exibido no horário eleitoral, a presidente Dilma Rousseff (PT), prometeu que não faria mudanças na legislação trabalhista em prejuízo aos trabalhadores Nem que a vaca tussa!… Leia mais