18 de Janeiro de 2018
por esmael
4 Comentários

“Lava jato” mira sindicatos na Argentina

Conta o espanhol El País que a “lava jato” da Argentina está prendendo sindicalistas. A operação contra entidades sindicais ocorre em meio à luta dos trabalhadores contra a reforma trabalhista do governo Mauricio Macri. Leia mais

20 de outubro de 2016
por esmael
16 Comentários

Richa retira mensagem, mas reafirma calote em professores e servidores do PR

governo_greve_appO governador de Beto Richa (PSDB) concordou em retirar a mensagem 403 da Lei de Diretrizes Orçamentárias, como pedem os educadores servidores para continuarem negociando, mas o tucano reafirma que não pagará a reposição inflacionária deste ano na data-base de janeiro de 2017.

21 de julho de 2016
por esmael
35 Comentários

Governo estuda quebrar sindicatos para facilitar retirada de direitos dos trabalhadores

trabalhadores_fora_temerAntevendo dificuldades para tirar direitos trabalhistas, o governo golpista de Michel Temer (PMDB) planeja, antes, quebrar a espinha dorsal da resistência à retirada de direitos dos trabalhadores: os sindicatos, as federações, as confederações e as centrais sindicais.

8 de julho de 2016
por esmael
6 Comentários

Milton Alves: Comunicação sindical para enfrentar uma conjuntura de riscos

milton_alves_centraisO ativista social Milton Alves, em artigo especial, analisa a conturbada conjuntura política, que, segundo ele, indica um ciclo de novos riscos e desafios para os trabalhadores e o movimento sindical. Além da agenda anti-trabalhista no Congresso e da crise econômica, com recessão e desemprego em massa, afetando a vida de milhões de trabalhadores, salienta o articulista, um novo e potencial risco se articula para estrangular os sindicatos: os monstros da “judicialização” e da “Lavatização”. Milton diz que “é hora de abrir novos caminhos para a comunicação a serviço dos trabalhadores”. Abaixo, leia a íntegra do artigo:

2 de julho de 2016
por esmael
31 Comentários

Vem aí o sistema nacional de comunicação progressista contra o monopólio da mídia

enecom_cutA Central Única dos Trabalhadores (CUT) realizou entre 28 e 30 de junho, em São Paulo, o IX Enacom (Encontro Nacional da Comunicação). O evento lançou o projeto da constituição de um sistema de comunicação, de alcance nacional, para fazer frente ao monopólio da mídia golpista.

7 de Março de 2016
por esmael
7 Comentários

Trabalhadores do Brasil se preparam para barrar golpe jurídico-midiático

O frustrado golpe jurídico-midiático expresso no sequestro do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, sexta-feira (4), deixou evidente a importância estratégica de sindicatos, centrais sindicais e movimentos sociais para barrar retrocessos democráticos no país.

Os trabalhadores foram os primeiros a se mobilizarem contra a parceira Moro-Globo em São Bernardo do Campo, São Paulo e demais capitais e cidades brasileiras. Até os cães de guarda da velha mídia se surpreenderam com a rápida resposta, nas ruas, da companheirada do ex-presidente.

A partir dessa tentativa de golpe, o movimento sindical deve refletir agora: ‘se está ruim com o governo Dilma, pode piorar muito mais ainda num golpe jurídico-midiático no país’.

O desafio, portanto, é utilizar essa energia aflorada para inverter a pauta conservadora no Congresso em relação à economia e à política. Há uma agenda de mobilizações sendo gestada pela Frente Brasil Popular (FBP), que deve sacudir o país inteiro.

Os representantes dos trabalhadores vão cristalizando a consciência de que vivem sob indisfarçável censura dos monopólios de comunicação quando o assunto é “direitos sociais”. Os barões da velha mídia sempre se perfilarão ao lado do poder econômico para subjulgar a classe laboral, sobretudo politicamente.

A tarefa posta aos trabalhadores brasileiros é muito mais do que defender a democracia, a legalidade, e as conquistas sociais: apresentar um novo projeto de desenvolvimento nacional que contemple o povo e garanta a paz.

Dilma criticou neste sábado o “espetáculo” da operação da 24ª fase da Lava Jato ao afirmar que Lula é muito importante para o país e para os trabalhadores. Ela tem razão, pois a barbeiragem do juiz Sérgio Moro — e da aliada Globo — enseja um “cavalo de pau” nesse status quo.

24 de novembro de 2015
por esmael
7 Comentários

Prefeitura de Curitiba quer desobrigação de repassar “plus” de R$ 20 mi ao mês para a previdência

O secretário Municipal de Governo de Curitiba, Ricardo Mac Donald, em entrevista ao Blog do Esmael, nesta terça-feira (24), jurou de pés juntos que a gestão do prefeito Gustavo Fruet (PDT) não pretende confiscar os recursos do Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Curitiba (IPMC) — que pertencem aos 30 mil servidores municipais.

Segundo o secretário, o que se discute é a retirada de um plus de R$ 20 milhões mensais, que é adicionado aos 11% de contribuição dos funcionários, mais os 22% que cabe ao executivo municipal.

“O que se está se debatendo é o plus previsto na lei 12.821/2008, da época do então prefeito Beto Richa (PSDB), que representa R$ 20 milhões ao mês, além dos 22% já sagrados pela legislação”, assegurou.

De acordo com Mac Donald, essa lei antiga já tirou da fonte 00 (orçamento direito), em três anos de gestão Gustavo Fruet, a fabulosa quantia de R$ 474 milhões. “Essa obrigatoriedade de colocar esse dinheiro é que está sendo debatida em comissão paritária. Jamais discutimos retirar dinheiro desse fundo”, explicou.

O secretário de Governo disse ainda que a comissão paritária é formada por 4 sindicatos e pelo mesmo número de servidores da Prefeitura de Curitiba. “Estamos permanentemente em conversa com os funcionários”, revelou.

Mac Donald revelou que a Prefeitura discute a possibilidade de contribuir com o fundo de previdência com “imóveis”, ao invés de dinheiro.  “A lei federal permite a contrapartida com bens imóveis na contribuição”.

O capitão do time do prefeito Gustavo Fruet contou ainda que o Ministério da Previdência considera o IPMC “entre os 15 melhores do país”.

23 de setembro de 2015
por admin
1 Comentário

Audiência pública em Campo Largo debaterá nesta quinta práticas antissindicais da montadora Fiat

via Blog do Milton Alves
sindicatosSerá realizada nesta quinta-feira (24) uma audiência pública na Câmara Municipal de Campo Largo para discutir práticas antissindicais de empresa Fiat instalada no município.

A audiência foi convocada pelo vereador João Marcos Cavalin Cuba (PR) e pela Comissão de Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa do Paraná, presidida pelo deputado Tadeu Veneri (PT), por solicitação do Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas Montadoras de Veículos de Campo Largo (Sindimovec).

16 de junho de 2015
por esmael
13 Comentários

Greve dos ônibus deixará segunda-feira 2 milhões a pé em Curitiba

sindimocOs motoristas e cobradores de ônibus de Curitiba e Região Metropolitana decidiram na madrugada de hoje (16) iniciar uma greve por tempo indeterminado, a partir da próxima segunda-feira (21), para protestar contra a perseguição das empresas contra os dirigentes sindicais.

Segundo o presidente do sindicato da categoria, o Sindimoc, Anderson Teixeira, os dirigentes sindicais estão sendo sistematicamente demitidos, especialmente depois das mobilizações do início deste ano. Foram demitidos oito diretores do sindicato; destes, somente três foram reintegrados ao trabalho.

Além das demissões, o Sindimoc denuncia a cobrança ilegal de multas por atraso dos ônibus, que são descontadas dos salários dos motoristas, e assédio moral para que os trabalhadores não denunciem as práticas abusivas ao sindicato.

15 de junho de 2015
por esmael
4 Comentários

Audiência Pública no PR vai debater práticas antissindicais da Fiat no Brasil

antissindicais

Uma audiência pública nesta quarta-feira, dia 17, às 9 horas, vai discutir as questões trabalhistas e sindicais dos trabalhadores da montadora Fiat de Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba. O Sindicato da categoria está denunciando práticas antissindicais e desrespeito à organização dos trabalhadores por parte da empresa.

O evento será realizada no plenarinho da Assembleia Legislativa do Paraná e contará com participação de organismos internacionais e nacionais de defesa do trabalho e da condição humana.

A audiência está sendo organizada pela Comissão de Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa, presidida pelo deputado Tadeu Veneri (PT), a pedido do Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas Montadoras de Veículos, Chassis e Motores de Campo Largo (Sindimovec), que denuncia a ocorrência de práticas antissindicais por parte da direção da empresa.

3 de Fevereiro de 2015
por esmael
50 Comentários

Espectro da greve geral dos servidores públicos ronda o Palácio Iguaçu

greve_richa.jpgDe forma inédita, o governador Beto Richa (PSDB) poderá enfrentar uma greve geral de servidores públicos no Paraná. As categorias profissionais da ativa somam cerca de 200 mil, sendo a educação a área mais numerosa com 70 mil funcionários. Leia mais

2 de Janeiro de 2015
por esmael
53 Comentários

Artigo de Paulo Rossi: E a vaca tossiu…

paulo_dilma_vaca.jpgPaulo Rossi*

Durante sua campanha pela reeleição, num encontro com sindicalistas, cujo programa foi exibido no horário eleitoral, a presidente Dilma Rousseff (PT), prometeu que não faria mudanças na legislação trabalhista em prejuízo aos trabalhadores Nem que a vaca tussa!… Leia mais

22 de outubro de 2014
por esmael
6 Comentários

Michel Temer estará em Curitiba hoje para receber apoio de sindicatos pela reeleição de Dilma

dilma e michel temer

O vice-presidente da república Michel Temer (PMDB) estará em Curitiba hoje para uma agenda com sindicalistas que irão manifestar apoio à  reeleição da presidenta Dilma Rousseff (PT). Leia mais

8 de outubro de 2014
por esmael
13 Comentários

Rachada, UGT do Paraná declara apoio ao tucano Aécio Neves

Apoio a Aécio racha a União Geral dos Trabalhadores (UGT) no Paraná, que enfrenta resistência de sindicato ligado ao PCdoB; Paulo Rossi, capa preta da central no estado, já havia tucanado! na reeleição de Beto Richa; nacionalmente, a UGT de Ricardo Patah marchará com a reeleição da presidenta petista Dilma Rousseff.

Apoio a Aécio racha a União Geral dos Trabalhadores (UGT) no Paraná, que enfrenta resistência de sindicato ligado ao PCdoB; Paulo Rossi, capa preta da central no estado, já havia tucanado! na reeleição de Beto Richa; nacionalmente, a UGT de Ricardo Patah marchará com a reeleição da presidenta petista Dilma Rousseff.

Se nacionalmente o presidente da União Geral dos Trabalhadores (UGT), Ricardo Patah, marchará pela reeleição da presidenta Dilma Rousseff (PT), o mesmo não ocorrerá no Paraná, pois a seção regional da central sindical, comandada por Paulo Rossi, declarou apoio ao presidenciável mineiro Aécio Neves (PSDB). Leia mais

26 de agosto de 2014
por esmael
5 Comentários

Dirigentes da CUT de todo o Brasil se reúnem em Curitiba

Dirigentes da CUT Nacional e dos três estados da Região Sul estarão reunidos em Curitiba entre quarta (27) e sexta-feira (29) em uma série de atividades com o objetivo de fortalecer a integração e promover o debate sobre o futuro do País. Na programação estão previstos atos de rua, um seminário sobre desenvolvimento e oficinas sobre a atividade sindical.

Queremos ampliar a integração entre as regionais da CUT da região Sul e também com direção nacional da entidade. Para isso, preparamos uma série de eventos que além de promover este integração vão levar formação, conhecimento e gerar debates sobre o futuro do nosso País e da nossa região, explica a presidente da CUT Paraná, Regina Cruz.

De acordo com ela, a diretoria da CUT Nacional já confirmou presença no evento. Nestes três dias a Central terá seu núcleo no Paraná e todas as ações desenvolvidas para o Brasil terão como ponto de partida o Paraná. à‰ uma ação de descentralização, integração e promoção do debate!, completa Regina Cruz.

As atividades da semana terão início na quarta-feira (27) pela manhã com uma oficina sobre o sistema de registro sindical e seguirá durante a tarde com atividades como o encontro de mulheres da região sul e projetos de formação e capacitação de mulheres.

Na quinta-feira o dia está reservado para um seminário sobre o desenvolvimento na região sul com a participação dos presidentes das três CUTS da região sul, além do secretário geral da CUT Nacional, Sérgio Nobre e de outras entidades nacionais como o Observatório Social.

Ainda na quinta-feira será realizado o lançamento da Campanha Basta de Racismo no Ambiente de Trabalho, uma iniciativa da CUT Nacional para combater a discriminação.

Na sexta-feira os dirigentes participam do Dia de Luto e de Luta da APP-Sindicato, na tradicional mobilização do magistério paranaense que recorda o 30 de agosto. Durante o ato a CUT também lança a sua plataforma para as Eleições 2014, com as principais demandas da classe trabalhadora para os candidatos aos cargos eletivos neste ano.

Serviço

21 de agosto de 2014
por esmael
3 Comentários

OIT e UGT lançam Fórum Tripartite contra o Trabalho Escravo

Representantes sindicais do Brasil, Argentina e Paraguai estarão reunidos em Foz do Iguaçu nesta sexta-feira(22), à s 15 horas, no plenário da Câmara de Vereadores a fim de oficializarem a instalação do Fórum Tripartite contra o Trabalho Escravo. O evento concretiza uma série de reuniões realizadas ao longo do ano na sede do Sinecofi (Sindicato dos Comerciários de Foz do Iguaçu), representado pelo seu presidente, vereador Zé Carlos Neves, quando estiveram reunidos líderes sindicais nacionais e internacionais.

O encontro tem como pauta a oficialização do ingresso do Brasil como membro do Fórum Tripartite (Brasil, Argentina e Paraguai) no enfrentamento de problemas comuns aos membros fronteiriços: trabalho escravo, exploração de menores, crescimento do trabalho informal, falta de representatividade legal ao trabalhador, entre outros. O ato representa o fortalecimento da representatividade dos trabalhadores, em busca de políticas e ações multilaterais para fazer valer a produção e o trabalho e garantir o funcionamento da proteção social!, destaca o sindicalista Zé Carlos.

O presidente nacional da UGT !“ União Geral dos Trabalhadores, Ricardo Patah, em seu discurso na Conferência da Organização Internacional do Trabalho (OIT), em Genebra, alertou: Nós não aceitamos nenhum retrocesso quanto à s conquistas obtidas. Não aceitamos também que a crise econômica atual sirva de desculpas para solapar direitos trabalhistas e sociais. O momento exige uma alternativa que valorize a produção, o trabalho decente, a rede de proteção social, a qualidade de vida e a transição para uma economia sustentável. Para tanto, os governos e as instituições multilaterais devem abandonar o receituário único com o qual vem sendo gerenciada a crise, repleto de medidas centradas na austeridade fiscal para os povos e para a economia real. O resultado é mais recessão, mais desemprego, menos renda, menos consumo, menos produção, menos investimento e o aumento do desespero social!.

O presidente da FECEP – Federação dos Empregados no Comércio do Paraná !“, Vicente da Silva, reforça: O trabalho forçado, ao lado do trabalho infantil, é a antítese maior do trabalho decente. Ele não ocorre apenas nos países pobres ou em desenvolvimento, ou na economia formal: essa

13 de junho de 2014
por esmael
Comentários desativados em Bancários do Paraná discutem reivindicações nos dias 13 e 14 em Cornélio Procópio

Bancários do Paraná discutem reivindicações nos dias 13 e 14 em Cornélio Procópio

Bancários de todo o Paraná estarão reunidos nestes dias 13 e 14 de junho, em Cornélio Procópio, no Norte do Estado, para 16!ª Conferência Estadual dos Bancários!  e assim, dar o pontapé inicial da campanha salarial de 2014.

Serão cerca de 300 delegados, entre dirigentes sindicais e bancários de base de sindicatos filiados à  Federação dos Trabalhadores em Empresas de Crédito do Paraná (Fetec – CUT/PR) e Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), que se reúnem para discutir e aprovar as reivindicações do Paraná para a campanha salarial.

A Conferência Estadual ocorre no Hotel Aguativa, em Cornélio Procópio, com representantes dos sindicatos da Região Norte: Cornélio Procópio, Arapoti, Apucarana, Londrina; do Noroeste e Oeste: Campo Mourão, Umuarama, Gurarapuava, Paranavaí, Toledo e do Sindicato de Curitiba e região. Essas entidades representam 80% dos bancários do Paraná.

No painel de abertura,!  que ocorre no dia 13, à s 17, a economista do Dieese de São Paulo, Vivan Rodrigues, apresenta um painel sobre Pagamento Móvel !“ Vivian Rodrigues !“ Dieese/Contraf.!  Ainda na sexta à  noite, ocorre a abertura oficial, uma análise de conjuntura e uma apresentação da consulta realizada aos bancários pelas entidades sindicais.

No sábado, serão realizados trabalhos em grupo e plenária final com a aprovação das reivindicações e eleição dos delegados para a Conferência Nacional dos Bancários, que ocorre de 25 a 27 de julho.

Mais informações com Lidiani Torrecilha Lopez Pereira (43) 9977- 8850 3524-2120

5 de junho de 2014
por esmael
Comentários desativados em Acordo no TRT-PR põe fim à  greve no transporte coletivo em Ponta Grossa

Acordo no TRT-PR põe fim à  greve no transporte coletivo em Ponta Grossa

via TRT

A Viação Campos Gerais (VCG) e o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Passageiros de Ponta Grossa e Região (SINTROPAS) fizeram um acordo em audiência conciliatória na Justiça do Trabalho do Paraná e encerraram mais de duas semanas de greve no transporte coletivo da cidade.

A audiência começou à s 14h30 de quarta-feira e estendeu-se por onze horas de intensas negociações. O acordo só foi obtido na madrugada de quinta-feira, depois que a Câmara de Vereadores e a Prefeitura decidiram propor subsídio ao transporte público. A Câmara pretende devolver ao município R$ 2,4 milhões referentes à  rubrica de “custos economizados”, o que deverá ainda ser aprovado pelos vereadores. Já a prefeitura dispôs-se a assumir os custos de manutenção dos terminais de ônibus.

Veja o que foi acertado na audiência, presidida pela desembargadora Ana Carolina Zaina:

– Data-base fixada em 1!º de maio;

– 9% de reajuste linear imediato nos salários, chegando a 10% quando da efetiva implementação dos subsídios propostos pela Câmara e pelo Município;

– 9% de reajuste imediato no ticket-alimentação, chegando a 50% de reajuste a partir da implementação dos subsídios;

– Abono de R$ 250 a ser pago em parcela única, em setembro;

– Trabalhadores farão compensação escalonada dos dias de paralisação com prazo inicial de seis meses, podendo ser prorrogado até 30 de abril de 2015.

– A frota de ônibus de Ponta Grossa volta a circular integralmente a partir das 6h desta quinta-feira, 5/6.