14 de junho de 2017
por esmael
10 Comentários

CUT debate na tríplice fronteira a derrubada de Michel Temer

A Central Única dos Trabalhadores realiza um congresso extraordinário nesta sexta-feira, em Foz do Iguaçu, durante a 15ª Plenária, para discutir a derrubada do ilegítimo Michel Temer e a convocação de eleições diretas.

18 de Março de 2016
por esmael
3 Comentários

CUT-PR sofre 2º ataque fascista em menos de 24 horas

A sede da Central Única dos Trabalhadores, seção Paraná, a CUT-PR, em Curitiba, foi alvo de um segundo ataque de fascistas em menos de 24 horas.

A presidente da CUT-PR, Regina Cruz, informou ao Blog do Esmael que artefato explosivo foi afixado no portão do prédio na Rua João Manoel, 444, no bairro São Francisco.

“Os vizinhos nos avisaram porque o estrondo foi muito forte, por volta das 21h30”, contou a dirigente, que chamou a Polícia.

Na madrugada desta quinta-feira (17), as sedes da CUT e do PT, relativamente próximas, foram alvejadas por fascistas estimulados pela Rede Globo de Televisão.

Ao longo da noite de ontem (16), após o juiz Sérgio Moro vazar áudios de grampos contra a presidente Dilma e o ex-presidente Lula, a TV Globo estimulou convulsão social com o intuito de promover contra a democracia.

Nesta sexta-feira (18), movimentos sociais e a central saem às ruas da capital paranaense contra o golpe à democracia.

25 de Março de 2014
por esmael
32 Comentários

à‰ guerra. Mirian Gonçalves convoca equipe para enfrentar Fruet em 2016

Ninguém consegue mais esconder que Fruet e sua vice, Mirian Gonçalves, não conseguem comungar na mesma missa; eles racharam politicamente, a ponto de não ter mais volta; a advogada trabalhista cometeu o pecado! de ficar ao lado dos trabalhadores e servidores municipais nas greves da semana passada que reivindicam melhores salários; gustavistas viram nisso alta traição! e já falam em demiti-la da Secretaria Municipal do Trabalho; para intensificar a luta interna, no PT, escalam nomes ligados ao casal ministerial para substituí-la no cargo; a vice não deixou por menos, segundo uma fidedigna fonte no PT, ao convocar equipe para desenhar campanha a prefeita de Curitiba contra Gustavo Fruet; a guerra está apenas começando e envolve figurões petistas.

Ninguém consegue mais esconder que Fruet e sua vice, Mirian Gonçalves, não conseguem comungar na mesma missa; eles racharam politicamente, a ponto de não ter mais volta; a advogada trabalhista cometeu o pecado! de ficar ao lado dos trabalhadores e servidores municipais nas greves da semana passada que reivindicam melhores salários; gustavistas viram nisso alta traição! e já falam em demiti-la da Secretaria Municipal do Trabalho; para intensificar a luta interna, no PT, escalam nomes ligados ao casal ministerial para substituí-la no cargo; a vice não deixou por menos, segundo uma fidedigna fonte no PT, ao convocar equipe para desenhar campanha a prefeita de Curitiba contra Gustavo Fruet; a guerra está apenas começando e envolve figurões petistas.

Que a advogada Mirian Gonçalves não é a vice dos sonhos do prefeito Gustavo Fruet, do PDT, nem da ala do PT ligada aos ministros Paulo Bernardo e Gleisi Hoffmann, todo mundo já sabe. Leia mais

21 de Março de 2014
por esmael
60 Comentários

Fruet vê greve de educadores como “industrialização” do PT e se incomoda com marchinha!; assista

Gustavo Fruet se incomoda com acampamento e jingle do Sismuc: "♪  ♫ Prefeito, vê se me escuta. Não vai parar, não vai parar a nossa luta. Você mentiu para a população, dizendo que pagava... ♪  ♫", cantarolam educadores em greve desde segunda-feira 17 (assista ao vídeo abaixo); gustavista veem movimento radical! como industrialização! do aliado PT para desgastar o prefeito; movimento sindical tem forte influência dos petistas, que têm a vice com a advogada Mirian Gonçalves; nesta sexta, a Prefeitura de Curitiba distribuiu uma carta do CMEI Pinheirinho contra a redução da jornada de trabalho de 40 para 30 horas semanais!.

Gustavo Fruet se incomoda com acampamento e jingle do Sismuc: “♪ ♫ Prefeito, vê se me escuta. Não vai parar, não vai parar a nossa luta. Você mentiu para a população, dizendo que pagava… ♪ ♫”, cantarolam educadores em greve desde segunda-feira 17 (assista ao vídeo abaixo); gustavista veem movimento radical! como industrialização! do aliado PT para desgastar o prefeito; movimento sindical tem forte influência dos petistas, que têm a vice com a advogada Mirian Gonçalves; nesta sexta, a Prefeitura de Curitiba distribuiu uma carta do CMEI Pinheirinho contra a redução da jornada de trabalho de 40 para 30 horas semanais!.

Há um tremendo desconforto na Prefeitura de Curitiba por conta da greve de educadores dos CMEIs (Centros Municipais de Educação Infantil) inciada na segunda-feira 17. A tropa do prefeito Gustavo Fruet (PDT) começou a trombar de frente com os petistas que fazem parte do governo. Leia mais

20 de Março de 2014
por esmael
4 Comentários

CUT realiza sábado 3!ª pedalada pelo fim da violência contra as mulheres

A Central Única dos Trabalhadores do Paraná (CUT-PR) promoverá no dia 22 de março a terceira edição da sua pedalada pelo fim da violência contra as mulheres. A atividade faz parte do calendário anual de eventos da central e tem como objetivo chamar a atenção, de uma forma saudável, para o problema.

Há a necessidade de um esforço ininterrupto para combater este mal, uma vez que apesar de todos os esforços, os índices de violência contra as mulheres continuam aumentando!, explica a secretária da mulher da CUT-PR, Eliana Maria dos Santos.

De acordo com ela, a Comissão Parlamentar Mista de Investigação (CPMI) sobre a Violência Contra as Mulheres levantou dados alarmantes sobre o tema. O Paraná é o terceiro estado da federação com maior número de assassinatos de mulheres, enquanto o Brasil está em sétimo lugar no ranking mundial destas estatísticas!, completou.

A presidenta da Central, Regina Cruz, por sua vez destacou o papel da CUT na luta pela igualdade de gêneros. Historicamente a CUT tem esta luta como uma de suas principais bandeiras, inclusive, dentro da Central onde conseguimos aprovar a paridade na direção para o próximo congresso. Fazemos a nossa lição de casa!, ressaltou.

Trajeto e inscrições – A exemplo das pedaladas anteriores, o trajeto definido é de 6,5 Km, com saída programada para à s 9h da Praça Santos Andrade e término no Parque Barigui, com show e sorteios de brindes. As inscrições podem ser realizadas pelo e-mail [email protected] ou pelo telefone (41) 3232- 4649 de forma gratuita.

As camisetas do evento devem ser encomendadas com antecedência, pelo mesmo e-mail. O valor é de R$ 17, preço de custo.

Locação – Quem não possuí uma bicicleta, poderá locar para a atividade. Confira a lista de locais:

– Bicicletaria Cultural, na Rua Presidente Faria, 226, próximo a Pça Santos Andrade. Reservas com Fernando no telefone (41) 3153-0022. O custo é de R$ 30,00 a diária

– Cicles Jaime, no Passeio Público.

– Curitbike, na Rua Nilo Pecanha, 243. Para grupos oferece serviço de entrega na Pça Santos Andrade e retirada no Parque Barigui no valor de R$ 23,00. Contato com Gustavo n

20 de Março de 2014
por esmael
24 Comentários

Fruet foi “irresponsável” ao judicializar a greve dos educadores, diz CUT

A presidenta da Central Única dos Trabalhadores (CUT), seção Paraná, Regina Cruz, em nota oficial, se solidarizou com os educadores dos CMEIs em greve desde segunda 17. Para a dirigente da central sindical, o prefeito Gustavo Fruet (PDT) foi “irresponsável” ao judicializar o movimento grevista.

“Não há outra saída que não a reversão do processo de judicialização que criminaliza o movimento sindical”, diz um trecho da nota oficial.

Os educadores mantiveram nesta quinta 20 a greve mesmo decisão judicial considerando ilegal o movimento. Os grevistas fizeram um animado protesto da Praça Carlos Gomes até a sede da Prefeitura de Curitiba, no Centro Cívico.

A maior central sindical do país, a CUT, e os grevistas dizem que o prefeito segue intransigente. “Basta o prefeito negociar”, dão a senha para voltar à s salas de aula.

A seguir, leia a íntegra da nota oficial da CUT:

Negociação é a única saída para o impasse dos servidores municipais

Nota da presidência da CUT Paraná sobre a greve dos educadores na capital critica judicialização da greve e cobra diálogo.

– A greve dos educadores de Curitiba entra no seu terceiro dia e sem a previsão de uma negociação efetiva. A postura da administração municipal ao judicializar o movimento grevista é irresponsável. Os principais pontos da pauta colocados pela categoria, representada pelo Sindicato dos Servidores Municipais de Curitiba, mais do que justos, são condições imprescindíveis para o desenvolvimento de uma educação pública de qualidade.

– Não há outra saída que não a reversão do processo de judicialização que criminaliza o movimento sindical. à‰ preciso, aliás, mais do que isso, é imprescindível que uma rodada de negociações efetiva e objetiva tenha início, colocando na mesa trabalhadores e trabalhadoras sentados ao lado do prefeito em iguais condições para negociação. Situações condizentes com o histórico de lutas e defesa da CUT, desde a sua fundação, pela liberdade e autonomia sindical.

– O tema em pauta é essencial, tanto o é, que foi uma das principais bandeiras de Gustavo Fruet em sua campanha: a valorização da educação. Esta valorização, não temos dúvida alguma, começa pelo reconhecimento de uma categoria essencial para o futuro e presente da nossa c