22 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Servidores da Copel temem privatização

Servidores da Copel temem privatização

O governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), escolheu o empresário Daniel Slaviero Pimentel para presidir Companhia Paranaense de Energia Elétrica, a Copel. Em seu discurso de posse, o neto do ex-governador Paulo Pimentel, já deu sinais de que pretende liquidar a empresa. 

Leia mais

11 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Ratinho indica executivo do SBT para estatal de energia no Paraná

Ratinho indica executivo do SBT para estatal de energia no Paraná

O governador eleito Ratinho Junior (PSD), filho do apresentador Ratinho, indiciou Daniel Pimentel Slaviero, executivo do SBT, para presidir a estatal Companhia Paranaense de Energia (Copel).

LEIA TAMBÉM

Empresa da família Ratinho é alvo de ação policial no Paraná ... 

Leia mais

30 de julho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Ficou tão caro a conta de luz que a Copel vai parcelar em até 12x no cartão

Ficou tão caro a conta de luz que a Copel vai parcelar em até 12x no cartão

A fatura de energia elétrica poderá ser parcelada em até 12 vezes no cartão de crédito. É o que prevê a Copel (Companhia Paranaense de Energia), após reajustes proibitivos na tarifa dos usuários.

No mês passado, a ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou reajuste médio de 15,99% na conta de luz dos paranaenses.

“Queremos evitar o transtorno gerado pelo corte”, explicou o presidente da Copel, Jonel Iurk, ao anunciar as máquinas que aceitam as bandeiras Master, Visa, Hipercard e Elo.

Durante os últimos governos Beto Richa (PSDB) e Cida Borghetti (PP), entre 2011 e 2018, a tarifa de energia subiu 78,55% para 4,5 milhões de unidades consumidoras em 395 municípios.

Nesse período de tarifaços da Copel, o salário mínimo teve reajuste acumulado de 65,53%.

A moda de parcelamento surgiu com os constantes

aumentos abusivos ... 

Leia mais

6 de julho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Requião: aumento de 15,99% na tarifa da copel é roubo; assista

Requião: aumento de 15,99% na tarifa da copel é roubo; assista

O senador Roberto Requião (MDB), pré-candidato ao governo do Paraná, publicou vídeo nesta sexta (6) denunciando reajuste de 15,99% na tarifa de energia da Copel (Companhia Paranaense de Energia). Para ele, “é roubo” este aumento autorizado pela governadora Cida Borghetti (PP) a pedido do ex-governador Beto Richa (PSDB).

Requião lembrou que congelou a tarifa da energia por sete anos quando governou o estado e, mesmo sem reajustes, conseguiu lucros bilionários na estatal. “Isto porque eliminamos o trambique de deputados e atravessadores”, disse.

Um dos esquemas que justifica o novo aumento de 15,99% na conta de luz, segundo Requião, foi a elevação da distribuição do lucro de 25% para 50% para acionistas privados. “O governo está roubando a favor dos acionistas. Nenhum pré-candidato esclareceu isto. Seriam eles fariam do mesmo saco?”, questionou.

Assista ao vídeo:

Leia mais

3 de julho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Requião Filho: O candidato que o MDB não apoiará ao governo do Paraná

Requião Filho: O candidato que o MDB não apoiará ao governo do Paraná

O deputado Requião Filho afirma que o MDB Paraná não irá apoiar candidato que tenha em sua base deputado que votou a favor do pacotaços, contra a data-base dos servidores públicos, que congelou o Orçamento do Estado.

“Queremos um candidato ao Governo que se comprometa em manter a Copel e a Sanepar genuinamente paranaenses, que assuma o compromisso público de congelar suas tarifas e diminuir o repasse aos acionistas”, escreve.

O parlamentar ainda condiciona o apoio do MDB velho de guerra: “Para ter nosso apoio incondicional tem que levantar as mesmas bandeiras, ser a favor das investigações dos desvios da Quadro Negro, da Publicano e de tantos outros escândalos que envolveram o nosso Estado.”

Leia a íntegra do texto:

O Paraná precisa de um governo que o defenda da ganância daqueles que o dominaram nos últimos anos ... 

Leia mais

20 de junho de 2018
por Redacao
Comentários desativados em Copel aplica tarifaço de 15,99% na conta de luz; medida entra em vigor no domingo (24)

Copel aplica tarifaço de 15,99% na conta de luz; medida entra em vigor no domingo (24)

O governo tucano-pepista reajustou em 15,99% a tarifa de energia elétrica. 

Desta vez, a Copel pediu e conseguiu uma correção média de 15,99% da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O aumento vigora a partir do próximo domingo (24). Um tarifaço que vai onerar mais a vida da população paranaense. ... 

Leia mais

29 de maio de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em “Operação Limpol” provoca demissão de aliados de Beto Richa no governo do Paraná

“Operação Limpol” provoca demissão de aliados de Beto Richa no governo do Paraná

Idealizada pela governadora Cida Borghetti (PP), a “Operação Limpol” está provocando demissões de aliados do ex-governador Beto Richa (PSDB). Quase todos os principais homens do tucano ou foram exonerados ou pediram para sair em virtude das “vassouradas” recentes da mulher do ex-ministro da Saúde Ricardo Barros (PP).

LEIA TAMBÉM

Governadora demite homens de confiança de Beto Richa ... 

Leia mais

29 de maio de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Requião Filho: Onde está o Nacionalismo?

Requião Filho: Onde está o Nacionalismo?

O deputado Requião Filho (MDB-PR) afirma que estatais como Petrobras, Copel e Sanepar — essas duas últimas paranaenses –, sob Michel Temer e Beto Richa (que Deus o tenha!), deixaram de cumprir sua função social para proteger interesses de acionistas gringos. “Nacionalismo de verdade é defender o que é nosso. É querer ver o país crescer. É manter e gerar empregos, é fomentar a indústria e a agricultura local”, prega o parlamentar emedebista.

Onde está o Nacionalismo? ... 

Leia mais

21 de maio de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Gleisi Hoffmann: O submundo das delações premiadas          

Gleisi Hoffmann: O submundo das delações premiadas          

A senadora Gleisi Hoffmann, presidenta nacional do PT, detalha o submundo das delações premiadas na lava jato e destaca o papel do advogado Figueiredo Basto no “concerto de delações” com o objetivo, segundo ela, de atingir adversários políticos do PSDB e em troca de propina. Acusado por delatores premiados, Figueiredo Basto agora diz que a palavra de delatores não deve ser considerada. “Seria a piada pronta, mas é o trágico retrato de um sistema judicial envenenado e partidarizado”, escreve.

O submundo das delações premiadas ... 

Leia mais

16 de maio de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Se eleito, Ratinho Junior pode privatizar até ‘cemitérios’ no Paraná

Se eleito, Ratinho Junior pode privatizar até ‘cemitérios’ no Paraná

O deputado Ratinho Junior (PSD), se eleito ao governo do Paraná, promete privatizar estatais. A declaração do parlamentar do campo governista [Ratinho foi secretário do Desenvolvimento no governo Beto Richa, do PSDB] ocorreu nesta terça (15) durante sabatina promovida pela UniCuritiba.

Usando a máxima da equipe econômica do deputado Jair Bolsonaro (PSL), segunda qual o candidato vai privatizar até os ‘cemitérios’, Ratinho também se encanta com o liberalismo tardio ao defender a radicalização nas privatizações e, consequentemente, a participação do capital privado nos negócios públicos. Aqui no Brasil e em outras partes do mundo, a exemplo da Argentina, a redução da esfera pública tem se mostrado uma tragédia para os mais pobres.

“O Estado não deve interferir na vida das pessoas”, repete Ratinho o surrado clichê neoliberal.

Se Ratinho Junior promete privatizar tudo, incorporando Adam Smith, de outro lado, o ex-senador Osmar Dias (PDT), mais para John Keynes, afirma que manterá as estratégicas Copel e Sanepar sob controle do povo paranaense. O pedetista, que se apresenta como único candidato de oposição, também propõe maior controle estatal nas 27 praças de pedágios que cortam as estradas do Paraná.

Quanto à governadora Cida Borghetti (PP), além de ensaiar uma “limpeza” numa cruzada anticorrupção, herdada do governo de Richa, ela ainda quase nada falou sobre o projeto econômico que pretende. Sua pauta principal tem sido “moral”, portanto, pode até render alguns votos, mas não enche barriga de ninguém.

*Em tempo: embora caiba ao governo do Paraná o licenciamento para o funcionamento de cemitérios, não consta, por ora, esses locais de descanso eterno no patrimônio do estado; o termo privatizar ‘até cemitérios’ foi usado em sentido figurado para mostrar o radicalismo liberal do pré-candidato.

Leia mais

15 de maio de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Governadora demite homens de confiança de Beto Richa

Governadora demite homens de confiança de Beto Richa

A governadora Cida Borghetti (PP) demitiu nesta terça (15) o segundo e mais emblemático homem de confiança do antecessor Beto Richa (PSDB), Ezequias Moreira, ao extinguir a Secretaria Especial do Cerimonial e Relações Internacionais. O cargo tinha sido criado pelo tucano para garantir foro privilegiado para o ex-chefe de gabinete na Assembleia Legislativa no caso “Sogra Fantasma”.

LEIA TAMBÉM

Governista “distante” de Beto Richa poderá passar para o 2º turno ... 

Leia mais

12 de maio de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Beto Richa sabia de esquema com a Odebrecht, afirma ex-deputado

Beto Richa sabia de esquema com a Odebrecht, afirma ex-deputado

O ex-deputado Tony Garcia, amigo de infância do ex-governador Beto Richa (PSDB), afirma que entregou ao tucano cópia dos áudios em que seu ex-chefe de gabinete, Deonilson Roldo, fora flagrado facilitando a vitória da Odebrecht numa licitação de R$ 7 bilhões no governo do Paraná.

De acordo com os áudios divulgados na quinta (10) pela revista IstoÉ, o ex-chefe de gabinete do tucano acertou a saída de uma empreiteira da licitação da duplicação da PR-323 em favor da Odebrecht. A obra é parceria público-privada (PPP) cuja concessão vale por 30 anos, com possibilidade de a vencedora explorar pedágio ao longo dos 207 km de rodovia.

Deonilson Roldo foi

demitido da diretoria da Copel ... 

Leia mais

11 de maio de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Após áudios, Beto Richa é aconselhado a desistir de concorrer ao Senado

Após áudios, Beto Richa é aconselhado a desistir de concorrer ao Senado

“Somente um milagre para o Beto se eleger ao Senado”, disse ao Blog do Esmael nesta sexta (11) um correligionário do ex-governador do Paraná. A avaliação se deu após os áudios do ex-chefe de gabinete do tucano, Deonilson Roldo, vir à tona nas páginas da IstoÉ.

Com o objetivo de “estancar a sangria”, a governadora Cida Borghetti (PP) demitiu o braço direito de Richa de um vistoso cargo de diretor na Copel, a cobiçada estatal de energia, cujo salário mensal é de R$ 130 mil.

Porém, o ex-chefe de gabinete não ficará na chuva. Ele ainda garantiu participação em meia dúzia de conselhos em estatais ou órgãos governamentais, dentre os quais o Conselho Estadual de Trânsito, como representante do município de Londrina. O jeton é de R$ 10 mil mensais.

Os polêmicos áudios já chegaram às mãos do juiz Sérgio Moro, da lava jato, que investiga Beto Richa no âmbito da lava jato. O ex-governador Beto Richa perdeu o foro privilegiado e deu azar(?) de cair na 13ª Vara Federal do Paraná.

Diante da repercussão deste escândalo de hoje e outros que sacudiram sua gestão, o tucano está sendo aconselhado por aliados a desistir da candidatura ao Senado. A saída, apontam, seria disputar a Câmara.

O diabo é que, com a mudança desta semana no STF, o foro privilegiado não protegerá o ex-governador do PSDB porque foi restrito ao exercício do mandato de parlamentar. O que ocorreu antes do Congresso Nacional, portanto, não será protegido pelo “manto” do mandato.
Leia mais

11 de maio de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Cai da Copel o ex-chefe de gabinete de Beto Richa

Cai da Copel o ex-chefe de gabinete de Beto Richa

A governadora do Paraná Cida Borghetti (PP) anunciou a demissão do diretor de Gestão Empresarial da Copel, Deonilson Roldo, ex-chefe de gabinete do ex-governador Beto Richa (PSDB), em virtude de áudios divulgados pela revista IstoÉ. Na gravação, o braço direito de Richa advoga interesses da Odebrecht e de empreiteiras no governo e na Copel.

LEIA TAMBÉM

Engenheiros cobram demissão de diretor da Copel envolvido com Odebrecht ... 

Leia mais

11 de maio de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Engenheiros cobram demissão de diretor da Copel envolvido com Odebrecht

Engenheiros cobram demissão de diretor da Copel envolvido com Odebrecht

O Sindicato dos Engenheiros no Estado do Paraná (Senge-PR) divulgou manifesto nesta sexta (11) cobrando da governadora Cida Borghetti (PP) a demissão sumária do diretor de Gestão Empresarial da Copel, Deonilson Roldo, em virtude de áudios mostrando a participação do ex-chefe de gabinete de Beto Richa (PSDB) em esquema de corrupção envolvendo o governo do Paraná, a Odebrecht e a própria Copel.

Na tarde de hoje, após a reportagem de IstoÉ, que revelou o esquema, Cida Borghetti fez circular um

vídeo nas redes sociais ... 

Leia mais

11 de maio de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Governadora do Paraná poderá demitir ex-chefe de gabinete de Beto Richa

Governadora do Paraná poderá demitir ex-chefe de gabinete de Beto Richa

A governadora do Paraná Cida Borghetti (PP), publicou um vídeo nas redes sociais, indicando que poderá exonerar o ex-chefe de gabinete do ex-governador Beto Richa (PSDB). Deonilson Roldo, atual diretor da Copel, foi flagrado em áudios intermediando uma megalicitação em favor da Odebrecht, segundo a IstoÉ. Ele foi nomeado na estatal de energia após renúncia de Richa para concorrer ao Senado.

LEIA TAMBÉM

Sérgio Moro tem áudios de propina da Odebrecht para Beto RichaSérgio Moro tem áudios de propina da Odebrecht para Beto Richa ... 

Leia mais

11 de maio de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Sérgio Moro tem áudios de propina da Odebrecht para Beto Richa

Sérgio Moro tem áudios de propina da Odebrecht para Beto Richa

A revista IstoÉ publica na edição deste fim de semana trechos de áudios que estabeleceriam o nexo entre uma obra do governo do Paraná, a Odebrecht e a propina de R$ 2,5 milhões paga em 2014 para a campanha de reeleição do tucano Beto Richa. O material já estaria nas mãos do juiz Sérgio Moro, da lava jato, que tem sido rigorosíssimo contra empresários e políticos do PT.

Os áudios em questão, segundo a publicação, complicam ainda mais a situação do ex-governador do PSDB no inquérito da lava jato. “Em uma das conversas, o então chefe de gabinete de Richa, Deonilson Roldo, revela a negociata com a Odebrecht justamente em torno da obra que teria lhe rendido milhões em recursos para a campanha, por meio do caixa paralelo”, diz IstoÉ.

No diálogo,

continua a reportagem ... 

Leia mais

9 de maio de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Câmara aprova texto sobre privatização da Eletrobras

Câmara aprova texto sobre privatização da Eletrobras

A Câmara dos Deputados deu mais um passo importante para a privatização dos sistema Eletrobras, nesta quarta (9), com a aprovação na Comissão Mista Especial que analisa a Medida Provisória 814, por 17 votos a sete, o relatório do deputado Júlio Lopes (PP-RJ). O texto ainda precisa ser votado pelos plenários da Câmara e do Senado.

O governo Michel Temer pretende arrecadar até R$ 11 bilhões nesta privatização, mas consultores independentes avaliam os ativos da estatal em mais de R$ 400 bilhões. Mas, aos olhos da mídia, o importante é discutir o ‘fim do foro privilegiado’ para políticos… e manutenção de Lula preso…

A MP perde a validade em 1º de junho e a expectativa do relator é de que, em até 10 dias, o texto seja votado pelos deputados.

A oposição argumentou que o texto sobre a restruturação da estatal significará a privatização e, consequentemente, ao aumento da tarifa de energia para os consumidores.

“Aumentar tarifa em período de elevado desemprego e aumento da extrema pobreza é um aspecto perverso da MP que, além de tudo, simplesmente tira dinheiro da educação e da saúde. Vamos perder 20% dos recursos do fundo social para isso”, alertou a senadora Fátima Bezerra (PT-RN).

De acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a venda da Eletrobras vai resultar em um aumento inicial na tarifa de energia de 16,7%, no mínimo. Alguns especialistas apontam reajustes superiores a 70%.

Privatização de companhias estaduais
A venda da Eletrobras, necessariamente, abrirá a porteira para a privatizações de companhias estaduais de energia como a Copel (Paraná) e Cemig (Minas Gerais). São empresas fundamentais para o desenvolvimento econômico e social das regiões mais deprimidas nesses estados.

Pela proposta aprovada hoje, funcionários das distribuidoras que forem demitidos sem justa causa receberão até R$ 5.645 por mês. O valor da indenização dependerá do salário do funcionário, mas terá como limite o teto do INSS. O relator da matéria explicou que a indenização será paga com recursos do Orçamento da União e custará, no máximo, R$ 290 milhões. Entre os beneficiados estão os servidores de distribuidoras que devem ser licitadas.

Para parlamentares de oposição, o único ponto positivo do texto foi a inclusão de um perfil de gratuidade da tarifa social. A ideia era de que ela beneficiasse os consumidores que estão no cadastro único do governo para programas sociais. Eles teriam isenção no pagamento de 60 MegaWatts-hora (MWh), por mês, mas o relator aceitou aumentatr a faixa para 80 MegaWatts-hora (MWh). A mudança foi sugerida pelo deputado Carlos Zaratinni (PT-SP), o excedente será cobrado.

O diretor-geral da Aneel, Romeu Rufino, se posicionou contra a criação da gratuidade. Segundo a Agência, por ano, a medida vai elevar em R$ 1 bilhão o gasto da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE). Esse fundo é formado por recursos da cobrança feita nas contas de luz de todos os brasileiros.

Com informações da

Agência Brasil ... 

Leia mais

8 de maio de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Privatização da Copel Telecom gera polvorosa no Paraná

Privatização da Copel Telecom gera polvorosa no Paraná

Empregados da Copel Telecom lançaram um manifesto contra a privatização da holding. O documento causou uma polvorosa geral no Paraná — e especificamente dentro da companhia de internet. Houve até chilique no presidente da companhia, Adir Annouche, que divulgou um áudio no WhatsApp dando uma “mijada” nos subordinados e jurando que a empresa não será vendida às teles.

LEIA TAMBÉM

TIM quer comprar as estatais Copel e Cemig nas áreas de telecomunicações ... 

Leia mais

17 de abril de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Requião Filho: Por que ser oposição?

Requião Filho: Por que ser oposição?

O deputado Requião Filho (MDB) escreve que é oposição ao grupo político que está no governo do Paraná porque defende tarifas congeladas da Copel e da Sanepar. “Empresa pública é para gerar crescimento do Estado, não lucro para acionistas”, fundamenta.

Por que ser oposição? Porque quero um Paraná para todos! ... 

Leia mais