10 de agosto de 2015
por Esmael Morais
7 Comentários

Movimento ‘Vítimas do HSBC’ expõe a violência e o assédio moral contra trabalhadores de bancos

interno2bO Banco HSBC está se retirando do país após figurar em denúncias de corrupção e lavagem de dinheiro. Há uma semana foi anunciada a venda de toda a estrutura do HSBC no Brasil ao Banco Bradesco. Mas a história da presença do banco inglês no Brasil, que já começou nebulosa nos anos 90, quando o Bamerindus foi vendido por R$ 1 (um real) no governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB), ainda está longe de terminar.

Foi lançado neste domingo (9) o movimento “Vítima do HSBC” que tem por objetivo expor a humilhação, assédio moral, terrorismo psicológico e ameaças de demissão praticadas contra os funcionários do banco como prática de gestão para alcance e superação de metas.

Segundo o movimento, essas práticas estão levando milhares de pessoas à depressão, doenças, fadiga, stress, frustração e até suicídio.

Os dados que embasam o movimento foram coletados através de pesquisa entre os bancários demitidos, e os que desenvolveram doenças físicas ou psíquicas em função do trabalho. Os arquivos de 4 mil trabalhadores e mais de mil e quinhentas ações trabalhistas foram analisadas, além de informações da Previdência e do Ministério de Saúde.

No site e na página Vítimas do HSBC no Facebook estão sendo publicados vídeos com depoimentos das vítimas do banco. As histórias são surpreendentes.

O movimento é uma iniciativa do Instituto Defesa da Classe Trabalhadora – Declatra, que se intitula uma instituição de pesquisas, debate, ação política e desenvolvimento de atividades acadêmicas e culturais e tem entre seus membros tem, os advogados Wilson Ramos Filho (Xixo) e Mirian Gonçalves (PT), vice-prefeita de Curitiba.

Confira o vídeo que apresenta o “Vítimas do HSBC”:  Leia mais

15 de julho de 2014
por Esmael Morais
25 Comentários

Deputado do PT vai coordenar comitê suprapartidário Dilma-Requião

Deputado Doutor Rosinha, símbolo da militância aguerrida do PT, vai coordenar o comitê suprapartidário Dilma-Requião no Paraná; presidente do PT de Curitiba, Natalino Bastos, confirmou ao Blog do Esmael a crescente dissidência, que desidrata campanha de Gleisi Hoffmann ao governo do Paraná; vice-prefeita de Curitiba, Mirian Gonçalves, principal nome petista na capital, também ingressará no comitê suprapartidário com lideranças do PT, PCdoB e PDT; entre os dissidentes, há expectativa de desistência de Gleisi da corrida eleitoral; nesse cenário, disputa ficaria polarizada entre Requião e o governador Beto Richa (PSDB) e eleição seria decidida em apenas um turno.

Deputado Doutor Rosinha, símbolo da militância aguerrida do PT, vai coordenar o comitê suprapartidário Dilma-Requião no Paraná; presidente do PT de Curitiba, Natalino Bastos, confirmou ao Blog do Esmael a crescente dissidência, que desidrata campanha de Gleisi Hoffmann ao governo do Paraná; vice-prefeita de Curitiba, Mirian Gonçalves, principal nome petista na capital, também ingressará no comitê suprapartidário com lideranças do PT, PCdoB e PDT; entre os dissidentes, há expectativa de desistência de Gleisi da corrida eleitoral; nesse cenário, disputa ficaria polarizada entre Requião e o governador Beto Richa (PSDB) e eleição seria decidida em apenas um turno.

O deputado federal Dr. Rosinha, do PT, foi alçado à  coordenação do comitê suprapartidário em apoio à  reeleição da presidenta Dilma Rousseff (PT) e da eleição do senador Roberto Requião (PMDB) ao governo do Paraná. O parlamentar, que não vai disputar a eleição neste ano, foi escolhido por unanimidade dentro de um grupo petista dissidente que não quer nem ouvir falar na candidatura da senadora Gleisi Hoffmann (PT). ... 

Leia mais

26 de março de 2014
por Esmael Morais
14 Comentários

Em nota, governo Fruet jura que não há mal-estar com vice-prefeita do PT

Em nota, Ricardo Mac Donald, capitão do time de Gustavo Fruet, jurou que não desavença entre o prefeito e a vice Mirian Gonçalves; segundo o secretário Municipal de Governo, a semana que passou foi difícil em virtude de greves, mas que seguirão juntos na gestão e no esforço de eleger a senadora petista Gleisi Hoffmann ao governo do Paraná; leia o comunicado.

Em nota, Ricardo Mac Donald, capitão do time de Gustavo Fruet, jurou que não desavença entre o prefeito e a vice Mirian Gonçalves; segundo o secretário Municipal de Governo, a semana que passou foi difícil em virtude de greves, mas que seguirão juntos na gestão e no esforço de eleger a senadora petista Gleisi Hoffmann ao governo do Paraná; leia o comunicado.

O secretário Municipal de Governo de Curitiba, Ricardo Mac Donald, em nota, nesta quarta (26), negou veementemente que haja desencontros entre o prefeito Gustavo Fruet (PDT) e sua vice Mirian Gonçalves (PT). ... 

Leia mais

25 de março de 2014
por Esmael Morais
32 Comentários

à‰ guerra. Mirian Gonçalves convoca equipe para enfrentar Fruet em 2016

Ninguém consegue mais esconder que Fruet e sua vice, Mirian Gonçalves, não conseguem comungar na mesma missa; eles racharam politicamente, a ponto de não ter mais volta; a advogada trabalhista cometeu o pecado! de ficar ao lado dos trabalhadores e servidores municipais nas greves da semana passada que reivindicam melhores salários; gustavistas viram nisso alta traição! e já falam em demiti-la da Secretaria Municipal do Trabalho; para intensificar a luta interna, no PT, escalam nomes ligados ao casal ministerial para substituí-la no cargo; a vice não deixou por menos, segundo uma fidedigna fonte no PT, ao convocar equipe para desenhar campanha a prefeita de Curitiba contra Gustavo Fruet; a guerra está apenas começando e envolve figurões petistas.

Ninguém consegue mais esconder que Fruet e sua vice, Mirian Gonçalves, não conseguem comungar na mesma missa; eles racharam politicamente, a ponto de não ter mais volta; a advogada trabalhista cometeu o pecado! de ficar ao lado dos trabalhadores e servidores municipais nas greves da semana passada que reivindicam melhores salários; gustavistas viram nisso alta traição! e já falam em demiti-la da Secretaria Municipal do Trabalho; para intensificar a luta interna, no PT, escalam nomes ligados ao casal ministerial para substituí-la no cargo; a vice não deixou por menos, segundo uma fidedigna fonte no PT, ao convocar equipe para desenhar campanha a prefeita de Curitiba contra Gustavo Fruet; a guerra está apenas começando e envolve figurões petistas.

Que a advogada Mirian Gonçalves não é a vice dos sonhos do prefeito Gustavo Fruet, do PDT, nem da ala do PT ligada aos ministros Paulo Bernardo e Gleisi Hoffmann, todo mundo já sabe.  ... 

Leia mais