1 de Maio de 2016
por esmael
4 Comentários

Dilma: “O golpe é contra as conquistas sociais”; assista a íntegra do discurso

dilma_golpeA presidente Dilma Rousseff discursou neste domingo, 1º de maio, durante meia hora na assembleia de trabalhadores promovida em São Paulo. Ela também anunciou aumento de 9,5% no Bolsa Família e correção de 5% no Imposto de Renda. Abaixo, assista a íntegra do pronunciamento:

30 de Abril de 2016
por esmael
27 Comentários

Dilma deve anunciar amanhã apoio à antecipação das eleições

dilma_eleicaoA presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participam amanhã, 1º de Maio, Dia do Trabalhador, em São Paulo, de uma assembleia da classe obreira. A novidade, no entanto, deverá ficar com o anúncio do apoio da mandatária à antecipação das eleições presidenciais para outubro.

O Blog do Esmael vai transmitir o evento ao vivo para o Brasil e o mundo a partir das 13 horas.

29 de Abril de 2016
por admin
11 Comentários

1° de maio; dia do Trabalhador ou do desempregado?

desemprego

Com a chegada do 1° de maio, dia do Trabalhador, o que chama a atenção é a alta do desemprego por todo o país; alimentado pela crise econômica mundial e pela crise política nacional. Quase todos perdem, menos os especuladores do mercado financeiro. Leia e ouça os detalhes na coluna do deputado federal Marcelo Belinati (PP) a seguir. 

27 de Abril de 2016
por esmael
4 Comentários

Lula e Dilma, juntos, no 1°de Maio

lula_dilma_1MaioA presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deverão participar do 1°de Maio, no próximo domingo, da manifestação dos trabalhadores no Anhangabaú, em São Paulo. Há expectativa de que seja anunciada a antecipação, ainda este ano, da eleição para presidente da República.

26 de Abril de 2016
por esmael
19 Comentários

1º de Maio contra o golpe. Vem aí, greve geral

LULA_PAULISTAA Frente Brasil Popular organiza para o próximo domingo, 1º de Maio, Dia do Trabalhador, megamanifestações contra o golpe de Estado em curso no país. O ápice do movimento será em São Paulo, a capital mais operária da América Latina, onde se dará uma assembleia geral da classe trabalhadora.

1 de Maio de 2015
por esmael
27 Comentários

Ao vivo: Requião discursa no 1º de Maio; Richa escafede-se após massacre

Após 48 horas do massacre de professores e servidores públicos pela polícia do governador Beto Richa (PSDB), no Centro Cívico, em Curitiba, o senador Roberto Requião (PMDB) discursará pela primeira vez.

O peemedebista sobe ao palanque da 1º de Maio promovido pela central Força Sindical, no Bioparque, em São José dos Pinhais.

Nunca é demais que Richa suspendeu hoje, pela primeira vez na história, comemoração do Dia do Trabalhador em frente ao Palácio Iguaçu. O tucano temia pela própria segurança.

Assista ao vivo:

1 de Maio de 2015
por esmael
10 Comentários

Em protesto contra massacre de Richa, UGT cancela festa do 1º de Maio

rossi_massacre

O presidente da União Geral dos Trabalhadores (UGT), Paulo Rossi, em solidariedade aos professores massacrados na quarta-feira (29), cancelou festa do 1º de Maio que ocorreria hoje no Centro Cívico, em Curitiba, em parceria com o governo Beto Richa (PSDB).

Ao Blog do Esmael, o dirigente da UGT condenou a ação policial que resultou em mais de 200 feridos no massacre do Centro Cívico – transformado em praça de guerra pelo governo Richa.

A central UGT funciona como uma espécie de braço sindical do PSD, partido que faz parte da base de sustentação do governo tucano no estado. A agremiação também agasalha o chefe da Casa Civil, Eduardo Sciarra.

O massacre dos professores repercutiu internacionalmente e mereceu repúdio de todos os democratas brasileiros, bem como de entidades dos direitos humanos e civis.

A seguir, leia a íntegra do artigo de Paulo Rossi sobre o Dia do Trabalhador:

20 de Abril de 2015
por esmael
15 Comentários

Sem emprego no governo Richa, presidente da UGT-PR manda currículo para locutor de rodeio; ouça o áudio

rossi_fernanda_beto_butkaQue o presidente da União Geral dos Trabalhadores (UGT), seção Paraná, Paulo Rossi, foi preterido do cargo de secretário do Trabalho pelo governador Beto Richa (PSDB) o leitor já sabe. O tucano preferiu juntar a pasta à Secretaria da Família cuja titular é sua esposa Fernanda Richa. Leia mais

2 de Maio de 2014
por esmael
38 Comentários

Em nome da presidente, Paulo Bernardo dispara: Paulinho da Força devia estar “muito doido”

do Brasil 247 O discurso feito pelo deputado Paulinho da Força ontem na festa do 1!º de Maio do Campo de Bagatelle, em Santana, na zona norte de São Paulo, causou indignação entre os aliados da presidente Dilma Rousseff. O parlamentar disse que Dilma é quem deveria estar no presídio da Papuda, em Brasília, onde estão encarcerados condenados no chamado ‘mensalão’.

“O governo que deveria dar o exemplo está atolado na corrupção. Se fizer o que a presidente Dilma falou ontem, quem vai parar na Papuda é ela”, disse Paulinho, em alusão ao pronunciamento feito por Dilma em cadeia nacional de rádio e TV pelo Dia do Trabalhador (leia mais). Ele discursou ao lado do presidenciável tucano Aécio Neves (PSDB-MG), a quem apoiará em 2014.

“Isso é linguajar de quem está muito doido, fora do juízo. Esse deputado deve ter enchido a cara antes do ato”, comentou o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo. A fala de Paulinho preocupou inclusive advogados da central sindical.

Segundo nota da jornalista Vera Magalhães, que edita a coluna Painel, da Folha de S. Paulo, o deputado comprou três garras de tequila Revolucion para a festa da entidade e, à s 11h, já circulava com um copo na mão. Paulinho chegou a tomar também doses de pinga com conhaque. Sua justificativa: para “calibrar o discurso”.

O palanque da Força acabou virando um ato político contra a presidente. Paulinho chamou ao palco um humorista do programa Pânico, da TV Bandeirantes, que estava caracterizado de Dilma. “Todos os anos, nós convidamos todos os candidatos a presidente para o palco. Neste ano, só teve coragem o Aécio, que não mandou representante. Veio ele mesmo. Quer dizer, a Dilma também veio, mais feia que o diabo”, disse.

Em seguida, afirmou que ela merecia uma banana, ao fazer referência ao que aconteceu com o jogador brasileiro Daniel Alves na Espanha. “Vocês viram a banana que jogaram no Daniel Alves? Quem merece uma banana é ela. Quem aí sabe fazer o gesto da banana? Vamos dar uma banana para a Dilma. Toma aqui, presidente!”

30 de Abril de 2014
por esmael
21 Comentários

Dilma: “não vou ouvir calada campanha negativa”; assista

do Brasil 247A presidente Dilma Rousseff (PT) aproveitou o pronunciamento, em cadeia nacional, na noite desta quarta-feira (30), em referência ao Dia do Trabalhador, para fazer uma ampla defesa do seu governo, justificar o reajuste da tarifa da energia elétrica, reafirmar o controle da inflação e reforçar sua posição em relação a Petrobras.

Ela também destacou os Pactos pela Nação, que formulou no ano passado, após a onda de protestos que aconteceu no país, e voltou a defender a reforma política com a participação de toda a sociedade. Dilma anunciou ainda um pacote de medidas voltadas aos trabalhadores que incluem reajuste de 10% no Bolsa Família e correção na tabela do Imposto de Renda.

Numa fala com forte apelo aos trabalhadores !“em vez de dirigir-se à  população com “meus queridos brasileiros e brasileiras” ou “meus amigos e minhas amigas”, diz “trabalhadores e trabalhadoras”!“, a presidente defendeu sua política de valorização do salário mínimo e atacou também a oposição.

Assista ao vídeo:

Ela anunciou o envio de medida provisória ao Congresso que modifica a tabela do Imposto de Renda !“nos últimos anos, a correção tem sido de 4,5%. “Assinei também um decreto que atualiza em 10% os valores do Bolsa Família recebidos por 36 milhões de brasileiros beneficiários do programa Brasil sem Miséria, assegurando que todos continuem acima da linha da extrema pobreza definida pela ONU”, disse Dilma.

Alvo de embate com adversários, a política de valorização do salário mínimo, por sua vez, foi usada como arma para contra-atacá-los. Dilma respondeu veladamente a série de críticas disparadas sobretudo pelo pré-candidato Aécio Neves (PSDB-MG), seu principal adversário na corrida ao Planalto neste ano. “Algumas pessoas reclamam que o nosso salário mínimo tem crescido mais do que devia. Para eles, um salário mínimo melhor não significa mais bem estar para o trabalhador e sua família, dizem que a valorização do salário mínimo é um erro do governo e, por isso, defendem a adoção de medidas duras, sempre contra os trabalhadores”, disse.

“Nosso governo nunca será o governo do arrocho salarial, nem o governo da mão dura contra o trabalhador”, continuou a presidente. “Nosso governo será sempre o governo da defesa dos direitos e das conquistas trabalhistas, um governo que dialoga com os sindicatos e com os movimentos sociais e encontra caminhos para melhorar a vida dos que vivem do suor do seu trabalho”, complementou.

Ao falar claramente das questões envolvendo a Petrobras, Dilma defendeu o “combate incessante e implacável” à  corrupção, citando o trabalho da Polícia Federal e da Controladoria Geral da União. “Sei que a exposição desses fatos causa indignação e revolta a todos, seja a sociedade, seja o governo, mas isso não vai nos inibir de apurar mais, denunciar mais e mostrar tudo à  sociedade, e lutar para que todos os culpados sejam punidos com rigor”, disse.

A presidente também condenou o que chamou de uso político da Petrobras !“desta vez, por parte de seus adversário, que, outra vez, não citou nominalmente. “Não vou ouvir calada a campanha negativa dos que, para tirar proveito político, não hesitam em ferir a imagem dessa empresa que o trabalhador brasileiro const

30 de Abril de 2014
por esmael
5 Comentários

Como será o 1!º de Maio no Paraná

O 1!º de maio é uma data coberta de simbologia da luta dos trabalhadores por melhores condições de trabalho e de vida. à‰ comemorado em mais de 80 países, muito deles com feriado. Sua origem está na luta dos trabalhadores de Chicago que no ano de 1886 realizaram uma forte greve com diversas manifestações e confrontos com a polícia.

A Central Única dos Trabalhadores (CUT) realizará o já tradicional ato em Foz do Iguaçu. A cidade foi escolhida pelo fato de estar localizada na região da tríplice fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina, possibilitando a presença de participantes dos três países. Mais de vinte caravanas de sindicatos e entidades do movimento popular do Estado estão confirmadas. O evento também vai contar com ônibus de militantes vindos do Mato Grosso do Sul e Santa Catarina.

A Força Sindical realizará o seu 1!º de Maio Solidário, no Centro Cívico em Curitiba. O ato que conta com o apoio do Governo do Estado terá missa, shows e sorteios de carros, motos e eletrodomésticos. Também serão coletados alimentos para doação. Começa à s 9 da manhã e se estende por todo o dia. O 1!º de Maio Solidário da Força Sindical também será realizado em Foz do Iguaçu e outras 15 cidades.

A Coordenação dos Movimentos Sociais (CMS), por sua vez, resolveu usar a data para contestar. A partir das 9 horas, no Largo da Ordem, no centro de Curitiba, entidades ligadas ao movimento !“ como o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná (APP Sindicato) e a Central Única dos Trabalhadore

30 de Abril de 2014
por esmael
20 Comentários

Richa, Gleisi e Requião têm torcidas nas centrais sindicais

Os três principais pré-candidatos ao governo do Paraná, aos poucos, vão formando um verdadeiro exército de defensores no mundo do trabalho; as mais destacadas centrais sindicais no estado -- CUT, Força, NCST, UGT e CTB -- manifestam-se e dividem-se entre Gleisi, Requião e Richa; o dirigente sindical Paulo Rossi, por exemplo, no último domingo, alistou a UGT como "braço armado" do tucano para "combater" nas eleições de outubro; independente de bandeira ideológica ou de partido político, o Blog do Esmael homenageia todos os trabalhadores e trabalhadoras pelo Dia do Trabalhador neste 1!º de Maio, pois o engajamento da classe trabalhadora no processo eleitoral engrandece a política e a valoriza a disputa pelo poder.

Os três principais pré-candidatos ao governo do Paraná, aos poucos, vão formando um verdadeiro exército de defensores no mundo do trabalho; as mais destacadas centrais sindicais no estado — CUT, Força, NCST, UGT e CTB — manifestam-se e dividem-se entre Gleisi, Requião e Richa; o dirigente sindical Paulo Rossi, por exemplo, no último domingo, alistou a UGT como “braço armado” do tucano para “combater” nas eleições de outubro; independente de bandeira ideológica ou de partido político, o Blog do Esmael homenageia todos os trabalhadores e trabalhadoras pelo Dia do Trabalhador neste 1!º de Maio, pois o engajamento da classe trabalhadora no processo eleitoral engrandece a política e a valoriza a disputa pelo poder.

Pode ter passado batido para os mais desavisados, mas não ao Blog do Esmael. No último domingo (27), em Cascavel, o governador Beto Richa (PSDB) participou da abertura do 15!º Congresso dos Trabalhadores em Cooperativas do Paraná. O evento da Federação dos Trabalhadores em Cooperativas no Estado do Paraná (Fetracoop) reuniu 3 mil funcionários de cooperativas. Leia mais