22 de Março de 2018
por Eugênio Aragão
Comentários desativados em Carteira de Trabalho completa 86 anos em clima de funeral

Carteira de Trabalho completa 86 anos em clima de funeral


A Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) completou 86 anos nesta quarta-feira (21). Criada por Getúlio Vargas em 1932, o documento perdeu boa parte de seu valor com a reforma trabalhista do ilegítimo Michel Temer e dos golpistas do Congresso. Leia mais

9 de agosto de 2016
por esmael
155 Comentários

O senado vota hoje o fim do 13º salário, não o impeachment de Dilma

CLT_senadoAlguns “trouxas” comemoram o golpe contra Dilma Rousseff, mas, de fato, o Senado vota nesta terça (9) o fim do 13º salário, redução das férias e até o fim do adicional noturno para os trabalhadores.

9 de agosto de 2016
por esmael
2 Comentários

Enio Verri: Trabalhadores fazem governo interino recuar por duas vezes

enio_verriO deputado Enio Verri (PR-PR), em sua coluna desta terça (9), ressalta que o governo interino de Michel Temer (PMDB) teve de recuar duas vezes na Câmara, que, de acordo com o parlamentar, “respira ares mais republicanos, democráticos e dialogais” com a assunção de Rodrigo Maia (DEM-RJ) à presidência. O colunista relata a luta dos trabalhadores para assegurar direitos. Abaixo, leia, comente e compartilhe a íntegra do texto:

21 de julho de 2016
por esmael
62 Comentários

Requião vira garoto propaganda de manifestação contra o golpe no dia 31; assista

reuqiaoaoo_playerO senador Roberto Requião (PMDB-PR) gravou dois vídeos, em seu Twitter, convocando as manifestações antigolpe no dia 31 de julho. Abaixo, assista:

7 de junho de 2016
por esmael
10 Comentários

Enio Verri: integrantes do governo Temer com ficha criminal ao invés de currículo

enio_temer_medalha_cunha

O deputado Enio Verri (PT-PR) observa que o interino Michel Temer (PMDB) tem exigido ficha criminal ao invés de currículo de alguns de seus ministros.

Segundo o colunista, os apoiadores do governo ilegítimo têm “reputação e posições duvidáveis” em comparação a presidente eleita Dilma Rousseff.

Para Enio, os golpistas querem tirar direitos dos trabalhadores, recursos da saúde e educação, ameaçar a cultura e as investigações da

Lava Jato. Abaixo, leia, ouça, comente e compartilhe a íntegra do texto:

3 de Maio de 2016
por admin
4 Comentários

Golpe de Estado é para tirar direitos dos trabalhadores

golpees

Um alerta sobre os reais sentidos e objetivos do processo de impeachment movido pela oposição de direita, apoiado pela Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp) e outras entidades empresariais, contra a presidenta Dilma Rousseff (PT). O deputado federal Enio Verri (PT) lista em sua coluna semanal uma série de projetos que visam retirar da Lei garantias básicas aos trabalhadores como a idade mínima para o trabalho, combate ao trabalho escravo, tempo de descanso e alimentação, além liberar as terceirizações. Leia e ouça a seguir. 

23 de Março de 2016
por admin
8 Comentários

Lula participa hoje de plenária sindical contra golpe e em defesa de direitos

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participa na tarde desta quarta-feira (23), às 16 horas, em São Paulo, de uma plenária em defesa da democracia e contra a retirada de direitos dos trabalhadores. O evento vai reunir sindicalistas da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Central Única dos Trabalhadores (CUT), União Geral dos Trabalhadores (UGT), Força Sindical, Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) e Nova Central Sindical dos Trabalhadores (NCST).

As centrais sindicais também darão o pontapé inicial à organização de uma marcha antigolpe, no próximo dia 31 de março, rumo a Brasília, onde prometem manifestação na Praça dos Três Poderes.

Para os dirigentes sindicais, os trabalhadores e trabalhadoras serão os mais prejudicados caso o golpe contra a democracia se concretize. Se o Congresso Nacional cassar o mandato de presidenta Dilma Rousseff, eleita democraticamente pelo voto popular, centenas de projetos de lei que retiram direitos conquistados, devem ser votados imediatamente.

As principais entidades patronais do País como a Confederação Nacional da Indústria (CNI), Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), Confederação Nacional da Agricultura (CNA), as associações comerciais e sindicatos patronais, estão apoiando o golpe. São essas entidades que patrocinam todos os projetos que suprimem direitos assegurados à classe trabalhadora. No entendimento dos sindicalistas, só unidos e organizados será possível impedir este imenso retrocesso.

Os trabalhadores da Ford em São Bernardo do Campo já se posicionaram contra o golpe em defesa dos direitos trabalhistas. A decisão foi votada em assembleias realiz

30 de dezembro de 2015
por admin
106 Comentários

Com histórico de exploração de trabalhadores, Wal-Mart fecha lojas “Big” e “Mercadorama” no Paraná

mercadoramaA rede de varejo Wal-Mart anunciou no início da semana o fechamento de parte de suas lojas das bandeiras “Mercadorama” e “Big” em Curitiba e municípios do interior. Pelo menos oito lojas deixam de funcionar já a partir desta quarta-feira (30). Em todo o país, cerca de 30 lojas da rede fecharão as portas.

Em 2012, o Blog do Esmael denunciou uma picaretagem entre o governo Beto Richa (PSDB), por meio da Secretaria de Estado da Educação (SEED), e a rede Wal-Mart, que consistia em recrutar estudantes nas escolas da rede pública estadual “principalmente da periferia” para formar estoque de mão de obra barata visando atender aos supermercadistas. Era o “Programa Escola Social do Varejo”, que foi bombardeado pela comunidade escolar.

Voltemos ao fechamento das lojas. Segundo informações do blog Gazeta do Povo, em Curitiba serão fechadas as lojas “Mercadorama” do Centro Cívico, Seminário, Tarumã e Tiradentes. De acordo com jornais do interior, a loja “Mercadorama” de Umuarama, as lojas “Big” de Toledo, Ponta Grossa e Maringá também cerrarão as portas.

Os funcionários foram avisados pela gerência das unidades na última segunda-feira (28). Muitos manifestaram incerteza sobre o futuro. Ainda não há estimativa do número de trabalhadores que serão demitidos. O Sindicato dos Trabalhadores em Mercados de Curitiba e Região (Siemerc) ainda não foi informado sobre o fechamento.

12 de junho de 2015
por esmael
22 Comentários

Artigo de Paulo Rossi: “Governo Dilma assalta direitos da classe trabalhadora”

requiao_gleisi_rossiPaulo Rossi*

O (des)ajuste fiscal promovido pela presidente petista Dilma Rousseff foi um verdadeiro assalto ao bolso e aos direitos duramente conquistados pelos trabalhadores, ao longo de décadas, através de suas entidades sindicais.

As recentes medidas provisórias aprovadas pelo congresso nacional, as famigeradas MPs 664 e 665, defendidas por parlamentares da base governista, inclusive com o voto dos senadores paranaenses Gleisi Hoffmann (PT) e Roberto Requião (PMDB), alegam que não prejudicariam os menos favorecidos, ou seja, a classe trabalhadora. Mas estas medidas provisórias retiram, sim, DIREITOS.

Ao aprovar a MP 664, que trata da pensão por morte, o argumento foi de que havia muitas fraudes. Ora, se existem essas fraudes, que se punam os criminosos! Mas é inadmissível que cônjuges e dependentes paguem o preço da incompetência gerencial do governo federal que, ao invés de fiscalizar e corrigir esses possíveis erros, penaliza pessoas honestas.

Já em relação a MP 665, avaliamos que essa foi uma verdadeira “facada” da presidente Dilma nos trabalhadores, pois endurece as regras para a concessão do seguro-desemprego, do seguro-defeso e do abono salarial.

25 de Maio de 2015
por esmael
11 Comentários

Coluna da Gleisi Hoffmann: O oportunismo da oposição a Dilma

gleisiGleisi Hoffmann*

A semana que passou foi intensa no Senado da República em discussões sobre os direitos trabalhistas. Tivemos a discussão da MP 665, que altera o tempo para o acesso ao seguro-desemprego. A oposição aproveitou para fazer discursos oportunistas sobre o direito dos trabalhadores, o compromisso que tem com estes direitos e a necessidade de votar contra a MP 665.

Também tivemos debates sobre o projeto de lei da terceirização da mão de obra, aprovado recentemente na Câmara dos Deputados. O Senado realizou uma sessão especial de debate sobre a matéria. Apesar de ser um projeto nocivo, este sim, aos trabalhadores, porque precariza a relação de trabalho, ninguém da oposição levantou-se contra ele. Aliás, apoiam incondicionalmente a proposta que veio da Câmara dos Deputados, posto que lá já votaram favoráveis.

O Projeto da Terceirização assumiu o número 30 no Senado (PLC 30/2015). A proposta em debate não se destina apenas a regulamentar as atividades terceirizadas como justificam seus defensores. Ela amplia, libera e estimula a terceirização para todas as áreas de trabalho, inclusive a atividade fim das empresas.

4 de Fevereiro de 2015
por esmael
275 Comentários

Richa anuncia retirada de direitos do funcionalismo do estado, que promete greve geral por tempo indeterminado

"O governo Richa declarou guerra. Agora é greve geral dos professores e dos servidores públicos estaduais", disse deputado Professor Lemos com exclusividade ao Blog do Esmael.

“O governo Richa declarou guerra. Agora é greve geral dos professores e dos servidores públicos estaduais”, disse deputado Professor Lemos com exclusividade ao Blog do Esmael.

O governador Beto Richa (PSDB) encaminhou nesta quarta (4) mensagem à  Assembleia Legislativa do Paraná propondo a retirada de direitos do funcionalismo público do estado. Leia mais

2 de Janeiro de 2015
por esmael
53 Comentários

Artigo de Paulo Rossi: E a vaca tossiu…

paulo_dilma_vaca.jpgPaulo Rossi*

Durante sua campanha pela reeleição, num encontro com sindicalistas, cujo programa foi exibido no horário eleitoral, a presidente Dilma Rousseff (PT), prometeu que não faria mudanças na legislação trabalhista em prejuízo aos trabalhadores Nem que a vaca tussa!… Leia mais

18 de dezembro de 2014
por esmael
7 Comentários

Justiça determina intervenção no Hospital e na Faculdade Evangélica

evang.jpgA Justiça do Trabalho do Paraná determinou nesta quarta feira (17) uma intervenção judicial no Hospital Evangélico de Curitiba e na Faculdade Evangélica do Paraná. O Juiz Eduardo Milléo Baracat indicou como interventor o médico Fabrício Carcardo Hito, diretor do Hospital Ipiranga, em São Paulo.

O pedido de intervenção foi feito pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), que justificou o requerimento com base no descumprimento de pagamentos de salários no prazo legal, recolhimentos de FGTS e indenizações a empregados.

Segundo o MPT, tramitam atualmente mais de 1,3 mil processos trabalhistas contra a Sociedade Beneficente Evangélica (SEB), responsável pela administração do hospital e da faculdade. Além disso, a SEB teria descumprido um acordo em que havia se comprometido a cumprir com diversas obrigações trabalhistas.