3 de Maio de 2017
por esmael
4 Comentários

Aprovada a reforma da Previdência na comissão especial; falta votar destaques

Enquanto Globo e juiz Sérgio Moro distraem o distinto público com a questão José Dirceu, o país segue sendo vendido pelo ilegítimo Michel Temer.

A Comissão Especial da Reforma da Previdência (PEC 287/16) aprovou por 23 a 14 o relatório do deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA).

3 de Maio de 2017
por esmael
Comentários desativados em AO VIVO: chabu na comissão da reforma da previdência

AO VIVO: chabu na comissão da reforma da previdência

Deu chabu no início da reunião da Comissão Especial da Reforma da Previdência da Câmara, na manhã desta quarta-feira (3). O ilegítimo Michel Temer (PMDB) está inseguro quanto ao sucesso na aprovação do texto. (A reunião foi suspensa por uma hora, com previsão de volta para as 15h).

3 de Maio de 2017
por esmael
Comentários desativados em Câmara inicia hoje votação da reforma da previdência

Câmara inicia hoje votação da reforma da previdência

A comissão especial da reforma da previdência na Câmara dos Deputados deve votar nesta quarta-feira (3) o parecer do deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA) que põe fim às aposentadorias e pensões dos brasileiros.

25 de Abril de 2017
por esmael
Comentários desativados em Comissão aprova reforma trabalhista

Comissão aprova reforma trabalhista

O ilegítimo governo Michel Temer conseguiu aprovar no final da tarde desta terça-feira (25), por 27 votos a 10, na comissão especial da Câmara, o texto principal da reforma trabalhista. Agora, os golpistas querem liquidar com os direitos dos trabalhadores até esta quinta-feira (27) — na véspera da greve nacional convocada por nove centrais sindicais.

17 de Março de 2016
por esmael
19 Comentários

Após entrada de Lula, golpistas sofrem derrota na comissão do impeachment

A entrada em campo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva parece que começou surtir efeito, pois a Câmara elegeu na tarde desta quinta-feira (17) os 65 membros da comissão especial que analisará o trâmite do impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Os governistas obtiveram maioria, 43 membros, ante os 22 dos oposicionistas/golpistas.

Após a aprovação da lista pelo Plenário, a comissão especial comunicará à presidente da República o início da análise e ela terá o prazo de dez sessões do Plenário para enviar sua defesa à comissão.

Após a aprovação da lista, Eduardo Cunha convocou a comissão para se reunir, às 19 horas, no Plenário 1, para eleição do presidente e do relator do pedido. Às 18 horas, haverá reunião de líderes para discutir os procedimentos de funcionamento da comissão.

Veja quem são os membros da comissão especial:

comissao_especial

Com informações da Agência Câmara.

17 de dezembro de 2015
por esmael
28 Comentários

STF derruba voto de Fachin pró-impeachment de Dilma

O pleno do Supremo Tribunal Federal rejeitou o relatório do ministro Luiz Edson Fachin sobre o rito do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT).

Os ministros definira que a Câmara dos Deputados autoriza, mas é o Senado que decide se instaura o processo de impeachment.

O STF também votou que só depois de o Senado decidir, Dilma seria afastada do cargo.

A maioria dos magistrados também defendeu que a comissão do impeachment eleita na Câmara dos Deputados deveria ser por voto aberta, portanto, o processo determinado por Eduardo Cunha (PMDB-RJ) terá de ser refeito.

Na manhã desta quinta-feira (17), o Blog do Esmael analisou que Fachin havia acatado ontem a tese do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e da oposição, pelo golpe contra Dilma.

Veja como ficou o resultado final da votação no STF:

Senado pode arquivar processo: 8 sim x 3 não

-Votação secreta para comissão de impeachment: 5 sim x 6 não

-Chapa alternativa para comissão: 4 sim x 7 não

-Defesa prévia de Dilma: 11 não x 0 sim

16 de dezembro de 2015
por esmael
Comentários desativados em Ao vivo: STF julga suspensão da comissão do impeachment de Dilma

Ao vivo: STF julga suspensão da comissão do impeachment de Dilma

OBS: caso caia a conexão, aperte a tecla F5 para atualizar o seu navegador.

7 de dezembro de 2015
por esmael
7 Comentários

Deu quiproquó na comissão que analisaria o impeachment

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), adiou para amanhã à tarde (terça, 8) o prazo fatal para os partidos indicarem os integrantes da comissão especial que analisará o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT).

Desde de sexta-feira (4), o leitor do Blog do Esmael já sabia que haveria o “golpe do golpe” dentro da bancada do PMDB.

O quiproquó se deu porque o PMDB, o maior partido da Casa, não se entende acerca da indicação dos 8 membros da comissão que tem direito. A comissão precisa de 65 titulares e 65 suplentes.

A ala que defende o impeachment, portanto ligada a Cunha, acusa o líder da bancada Leonardo Picciani (RJ) de indicar a maioria dos deputados contrários ao golpe.

O grupo no PMDB que defende o impeachment de Dilma anunciou que lançará chapa avulsa, com 33 integrantes, em contraposição às indicações de Picciani.

Nesta segunda-feira (7), Dilma pediu para que o Congresso Nacional não entre em recesso para acelerar a questão do impeachment. Segundo ela,  “não é correto o país ficar esperando”.

7 de dezembro de 2015
por esmael
16 Comentários

Sobrinho de Requião na comissão que analisará impeachment de Dilma

jjO deputado federal João Arruda (PMDB-PR), coordenador da bancada paranaense no Congresso, é um dos indicados para a comissão especial que analisará o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff na Câmara.

Arruda é sobrinho do senador Roberto Requião (PMDB-PR), um “bolivariano” favorável à legalidade democrática e contra o impeachment de Dilma.