6 de maio de 2016
por admin
30 Comentários

Flagrante preparado; arma poderosa contra criminosos

flagra

Preparar um flagrante para capturar um potencial criminoso é uma prática vedada no Brasil, mas muito utilizada em diversos países. O deputado federal Marcelo Belinati (PP) é autor de um Projeto de Lei que regulamenta o instrumento do flagrante preparado, e é esse o tema de sua coluna semanal. Leia e ouça a seguir.  Leia mais

29 de abril de 2016
por admin
11 Comentários

1° de maio; dia do Trabalhador ou do desempregado?

desemprego

Com a chegada do 1° de maio, dia do Trabalhador, o que chama a atenção é a alta do desemprego por todo o país; alimentado pela crise econômica mundial e pela crise política nacional. Quase todos perdem, menos os especuladores do mercado financeiro. Leia e ouça os detalhes na coluna do deputado federal Marcelo Belinati (PP) a seguir.  Leia mais

23 de abril de 2016
por admin
17 Comentários

Internet ilimitada é um direito

anatel

As bilionárias companhias que prestam serviço de internet fixa no Brasil querem limitar o volume de dados utilizados, e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) defende esse abuso. É um absurdo que fere os direitos dos consumidores e o Marco Civil da internet. Leia e ouça os detalhes na coluna do deputado Marcelo Belinati (PP), abaixo Leia mais

15 de abril de 2016
por admin
37 Comentários

Coluna do Marcelo Belinati: O pós-votação do impeachment

pos

O deputado federal Marcelo Belinati (PP) analisa os cenários para a situação política nacional após a votação de domingo. Leia, ouça, comente e compartilhe.  Leia mais

8 de abril de 2016
por admin
6 Comentários

Coluna do Marcelo Belinati: ExpoLondrina, orgulho para Londrina, o Paraná e o Brasil

Download áudio

Marcelo Belinati*

De 7 a 17 de abril Londrina estará sediando um dos mais importantes eventos do agronegócio da América Latina, a 56ª Exposição Agropecuária e Industrial, a ExpoLondrina 2016.

Em 11 dias de festa a Expo deve receber aproximadamente 500 mil visitantes e movimentar mais de R$ 450 milhões (valores do evento em 2015) somente em negócios realizados dentro da feira, ou seja, cerca de 25% de todo orçamento anual da Prefeitura de Londrina. São números impressionantes e que marcam a grandeza desse evento que ocorre todos os anos..

Além disso, são mais de 400 empregos diretos temporários, pessoas contratadas para atuar na limpeza, organização, segurança, saúde, dentre outras tantas funções. Sem falar nos empregos indiretos que são criados por conta destes dias de festa.

Shows musicais com os artistas do momento, rodeios, restaurantes, lanchonetes, exposições temáticas, parque de diversão, exposição dos animais mais belos do Brasil, são alguns dos exemplos das atrações da feira que se realiza todos os anos no Parque de Exposições Ney Braga em Londrina.

A cidade fica repleta de visitantes, todos ganham, hotéis lotados, bares e restaurantes, lanchonetes, sorveterias, os taxistas, o comércio de maneira geral, shoppings, locais de entretenimento, enfim, toda cidade. É um período que faz lembrar tempos em que Londrina crescia mais do que qualquer outro lugar do Brasil, tempos de prosperidade.

A feira tem também como característica a pujança dos primeiros pecuaristas norte paranae Leia mais

1 de abril de 2016
por admin
5 Comentários

Coluna do Marcelo Belinati: Cuidar da Saúde Pública é respeitar o cidadão

Download áudio

Marcelo Belinati*

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 01/2015 é uma consequência de dois grandes movimentos anteriores da sociedade brasileira, a PEC 29 e o SAÚDE +10, todos objetivando o aumento de recursos para saúde pública.

Os dois primeiros movimentos bateram na trave, e parece que agora vai!

A PEC 01/2015 já foi aprovada em primeiro turno na Câmara – o segundo turno ocorrerá semana que vem – e, em síntese, ela estabelece que 10% de toda a receita corrente bruta (toda arrecadação da União) sejam aplicadas na nossa combalida saúde pública.

Sou médico, e, como costumo dizer, médico “chão de fábrica” (sou médico do SAMU, do INSS e SOS Unimed). Em razão disso, conheço de perto a triste realidade da nossa saúde.

Por um lado, profissionais da saúde fazendo das tripas coração para tentar bem atender a população, muitas vezes sem sequer ter condições de trabalho adequadas.

De outro lado, nossa população sofrendo com os mais diversos tipos de problemas como falta de vagas de UTI, falta de médicos e remédios, filas intermináveis para atendimento, cirurgias / consultas com especialistas / exames que demoram anos para serem realizados, são alguns exemplos. Muita gente morre em razão desse total descaso por parte do poder público.

O problema da saúde pública não é só a falta de recursos, diria que é isso também, mas associado a outros fatores como gestão inadequada dos recursos e ineficiência da máquina pública.

Sem querer generalizar, mas some-se a isso o perfil de alguns dos nossos governantes que não enxergam a saúde das pessoas como prioridade, não têm foco ou plane Leia mais

25 de março de 2016
por admin
29 Comentários

Coluna do Marcelo Belinati: “Prefeito, não deixe fechar o Centro Odontológico para pessoas com deficiência”

Download áudio

Marcelo Belinati*

Com muita tristeza no coração vi o anúncio de que o Centro de Saúde Especial Bárbara Daher, o Getexcel (Grupo de Estudos para o Desenvolvimento do paciente Excepcional de Londrina), que faz o tratamento – prevenção e cuidados odontológicos das pessoas com deficiência vai fechar.

Após quase 27 anos de excelentes serviços prestados à sociedade de Londrina e região, anunciou o encerramento das atividades no dia 31 de março em razão de dívidas geradas pela falta de maior apoio financeiro por parte da prefeitura de Londrina.

Infelizmente os portadores de deficiência vão ficar sem o humanitário tratamento, o que, certamente, além de dor e sofrimentos, vai trazer sérias complicações de saúde para milhares de pacientes, vítimas do descaso do poder público.

A entidade tem atualmente 5.800 pacientes cadastrados, oferecendo em média 200 atendimentos/mês, a grande maioria de famílias de baixa renda e que não têm outras opções para realizar esse importante atendimento social. O Getexcel tem o seu inestimado valor justamente pelo atendimento diferenciado que faz às pessoas com deficiência.

Atendimento especializado (muitos pacientes necessitam inclusive serem anestesiados para fazerem o tratamento odontológico), muito amor, carinho, atenção, compreensão e comprometimento, são o diferencial dessa instituição que tem proporcionado a milhares de pessoas com deficiência boas condições de saúde bucal.

Estou solidário com os profissionais, com as famílias e também com os pacientes que estão na iminência de perder esse serviço de ext Leia mais

11 de março de 2016
por admin
5 Comentários

Coluna do Marcelo Belinati: Londrina pode e merece muito mais

Download áudio

Marcelo Belinati*

Londrina é uma cidade fantástica, com muitos e muitos encantos, um povo bom e acolhedor, com potencialidades que poucas cidades do Brasil possuem.

Sabemos que o cenário atual do nosso país é de uma crise quase sem precedentes, no entanto, as cidades reagem de maneira diferente a essa realidade de acordo com os rumos ditados pelas autoridades municipais.

Acontece que em Londrina os números, as estatísticas e os indicadores demonstram que os efeitos da crise têm uma faceta ainda pior que em outras cidades, a paradeira é geral.

Passo a uma análise isenta, no sentido construtivo, das bases econômicas da nossa cidade: comércio, prestação de serviços, industrialização e turismo de negócios.

Com muita serenidade ressalto que não se trata de apontar o dedo e buscar culpados, mas sim de termos a humildade suficiente para reconhecer os erros e buscarmos a união de todos na construção de novos caminhos buscando um futuro diferente e melhor.

Mas vamos lá…

Segundo dados da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio-PR), o comércio local vendeu 20,32% a menos em janeiro se comparado ao mesmo período de 2015. O índice é superior à média de recuo registrado no Paraná, de 16,27%, e muito maior se comparado com outros municípios da região a exemplo de Maringá, que teve queda de 9,79%, e Ponta Grossa, com recuo de “apenas” 7,78%.

A situaç Leia mais

4 de março de 2016
por admin
1 Comentário

Coluna do Marcelo Belinati: O Brasil precisa voltar a crescer

Download áudio

Marcelo Belinati*

Estão cada dia mais evidentes os sinais que desta vez a crise econômica que assola o país veio para ficar. Paralelamente a isso temos a crise política, que também não dá sinais de arrefecimento. O pior é que os últimos acontecimentos envolvendo a deleção premiada do Senador Delcidio do Amaral colocaram ainda mais combustível nesta fogueira.

Nos últimos dias, as manchetes dos principais jornais brasileiros estamparam uma sucessão interminável dos efeitos desastrosos da economia na vida das pessoas: “brasileiros deixaram de pagar contas de luz, água e telefone”; “planos de saúde perdem 13,7 mil beneficiários por mês”, “100 mil lojas foram fechadas em 2015”, “mais de um milhão de alunos deixaram escolas particulares em meio à crise”, entre tantas outras chamadas alarmantes.

Ao mesmo tempo, a população atônita com tanta notícia ruim e preocupada com os índices crescentes de desemprego, sente diariamente no bolso os aumentos em produtos e serviços de primeira necessidade, principalmente nos alimentos que compõem a cesta básica.

Em outros momentos de crise o frango foi a salvação de boa parte da população, que o comprava a R$ 1,00 o quilo, substituindo a carne vermelha. Hoje a realidade não é mais essa, não há um produto mais em conta que possa substituir a alimentação diária do brasileiro.

O que vemos é a eliminação de itens considerados de menor pri Leia mais

26 de fevereiro de 2016
por admin
13 Comentários

Coluna do Marcelo Belinati: Contrassenso entre medidas contra a corrupção e a repatriação de dinheiro

Download áudio

Marcelo Belinati*

País do contrassenso? Talvez uma expressão exagerada, mas em diversos pontos uma verdade quase absoluta sobre os acontecimentos recentes da história do nosso país.

Por um lado, o Congresso aprova a repatriação de recursos depositados no exterior (ressalto que votei contra), por outro o MPF, com amplo apoio da sociedade civil organizada, conquista 1,5 milhão de assinaturas necessárias para projeto de inciativa popular anticorrupção da campanha “10 Medidas Contra a Corrupção”.

Entendo que a repatriação dos recursos do exterior, é um dos maiores absurdos da história recente do Brasil.

Pessoas com recursos não declarados no exterior poderão trazê-lo de volta e legalizá-lo, sem sequer ter que informar a origem do dinheiro. É isso mesmo! Você não leu errado não…

Significa dizer que dinheiro de qualquer origem, duvidosa ou não, possa voltar para o Brasil mediante apenas pagamento de 30% para o governo em impostos e multa.

Ao invés de pagar 225% de multa sobre o valor devido, e responder na Justiça e na esfera administrativa, o responsável pela evasão de dinheiro será anistiado de punições, devendo pagar, no máximo, 30% do valor repatriado, sendo 15% em Imposto de Renda e 15% em multa.

É quase que uma lavagem de dinheiro institucionalizada!

Verdadeiro desrespeito ao cidadão brasileiro Leia mais

19 de fevereiro de 2016
por admin
8 Comentários

Coluna do Marcelo Belinati: A necessária valorização das boas e estratégicas empresas públicas

Download áudio

Marcelo Belinati*

Mais uma vez a classe política deposita a responsabilidade da sua ineficiência na conta das empresas estatais e de seus servidores de carreira. Voltamos a conviver com o discurso que a privatização ampla, geral e irrestrita é a solução de todas as mazelas nacionais.

Exemplo é o Projeto de Lei do Senado 555/2015, batizado de Lei de Responsabilidade das Estatais, que está na iminência de ser votado no Senado da República.

A proposta prevê a transformação de empresas com 100% de capital público em sociedades anônimas, ou seja, de forma velada, privatiza diversos organismos de Estado, entre eles, a Embrapa.

Criada em 1973, a Embrapa tem uma gigantesca folha de serviços prestados à sociedade brasileira. Um dos nossos maiores patrimônios intelectuais, são aproximadamente dez mil servidores e 2.400 pesquisadores, a empresa desenvolve com excelência pesquisas e experimentos que revolucionaram nossa produção agrícola por meio da diversificação e do aumento da produtividade.

A proposta de abertura de capital para investidores privados é motivo de preocupação para sociedade brasileira e deixa seus servidores apreensivos, pois coloca em risco o caráter social da Embrapa.

Na minha cidade, Londrina, há a Embrapa Soja, referência em pesquisas que foram fundamentais para tornar o Brasil um dos grandes produtores e exportadores deste grão. E, no restante do país, há outras unidades que possuem vocações específicas, como a Embrapa Floresta, Embrapa Gado de Corte, Embrapa Gado de Leite, Embrapa Pecuária Sudeste e a Sul, entre tantos outros centros de excelência.

Sou contra a privatização da Embrapa. O Governo Federal tem uma centena de “penduricalhos” estatais, verdadeiros cabides de empregos e ralos de desperdício do dinheiro público.

A privatização de estatais que têm função social e estratégica, como a Embrapa, não é o caminho para o Brasil se tornar verdadeiramente uma nação justa, desenvolvida e independente.

Ao invés de privatizar, é preciso fortalecer as boas e necessárias empresas públicas e retirar delas as amarras do aparelhamento partidário, da ineficiência e dos interesses de grupos econômicos.

Recentemente apresentei Projeto de Lei que põe fim às indicações meramente políticas para cargos públicos de direção de empresas estatais. Pela proposta, candidatos aos cargos de presidente, diretor e membro de conselho de administração de empresas estatais e de economia mista devem ter no mínimo 5 anos de experiência na área de atuação e Leia mais

1 de janeiro de 2016
por admin
6 Comentários

Coluna do Marcelo Belinati: A velha prática política de aumentar a tarifa do ônibus na virada do ano

onibus

Download áudio

Marcelo Belinati*

Prática reincidente das velhas raposas políticas do rabo felpudo se repetem agora na virada do ano.

Governantes que tentam vestir um véu de modernidade, mas adotam as mesmas práticas políticas antigas e desgastadas que perduraram por anos a fio em nosso país.

Brasil afora vemos governos estaduais e municipais aumentando impostos, taxas e tarifas públicas.

Contam os governantes, adeptos da velha política, que as pessoas em sua maioria estão confraternizando com seus familiares, em viajem, de férias etc e deixem passar batido os aumentos abusivos. Contam que as pessoas se esquecerão…

Enganam-se redondamente, o mundo mudou, o Brasil também, as pessoas têm muito mais facilidade de acesso à informação e estão acompanhando com muito maior interesse decisões políticas que impactam diretamente na vida de todos os cidadãos e cidadãs.

Especificamente quanto aos aumentos da tarifa de transporte coletivo, afora a q Leia mais

18 de dezembro de 2015
por admin
7 Comentários

Coluna do Marcelo Belinati: O impeachment, a legalidade e o direito na defesa da democracia

Download áudio Belinati

Marcelo Belinati*

Em 1992, quando do impeachment do presidente Collor, a situação sob a ótica política era completamente diversa da atual. Diferente de Collor, o PT e a presidente Dilma têm largas bases nos movimentos sociais, nos sindicatos, no movimento cultural, enfim, em diversos segmentos da sociedade. E, apesar do momento de crise econômica, têm ainda um vasto lastro de conquistas sociais que beneficiaram as camadas mais populares da população. Isso é fato.

Todos os componentes que envolvem o processo de impeachment da Presidente Dilma como partido forte, base social, crise econômica, investigações de corrupção, distanciamento do vice-presidente, conflito entre o presidente da Câmara e o poder executivo, dentre outros, indicam um longo, doloroso e provavelmente traumático caminho até o seu desfecho final, seja ele qual for.

Se em um primeiro momento suscitou dúvidas e desconfiança na oposição, a decisão do Ministro do STF, Luiz Antônio Fachin, de suspender o rito do processo de impeachment até que a Corte Constitucional se manifeste sobre a legalidade da votação para a instalação da comissão que irá analisar o pedido de impeachment, hoje, salta aos olhos como prudente e necessária.

Cabe ao STF estender a mão forte do Direito a todo o processo e garantir que as “regras do jogo” sejam claras e fundamentadas nos princípios da legalidade. O Direito, entendido como o conjunto de regras e normas que regem o funcionamento da sociedade, é fundamental para que situações, como as que estamos vivendo, ocorram de forma legítima e democrática. Assim, o STF está na fase final de discussão do voto do Ministro Fachin, sobre o rito do processo de impeachment.

O primeiro curso superior brasileiro foi o de Ciências Jurídicas e Sociais da Academia de São Paulo, criado pelo Imperador D. Pedro I, para formar governantes e administradores públicos em uma nação que se libertara do domínio de Portugal. O curso foi fundamental para a consolidação do Império e, depois para a proclamação da República do Brasil. Assim, o Direito sempre exerceu um papel fundamental nos Governos de nosso país.

Como homem público, uso diariamente os conhecimentos adquiridos na Universidade Estadual de Londrina (UEL), onde me formei em Direito, sendo aprovado no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Aprendi que quando não se tem em perspectiva a Lei Maior, que traz em seu bojo todos os preceitos do estado democrático de direito, é gig Leia mais

11 de dezembro de 2015
por admin
13 Comentários

Coluna do Marcelo Belinati: Londrina meu lar, parabéns! De coração, meu muito obrigado

Download

Marcelo Belinati*

Você já se deu conta da importância do nosso lar?

Não me refiro ao valor financeiro da nossa casa, mas à importância do aconchego do lar.

Pode até mesmo faltar o pão, mas não deve faltar o abraço de amor e ternura de uma mãe dedicada. Pode até faltar uma cama confortável, mas não deve faltar os braços fortes e carinhosos de um pai que ampara e orienta.

A casa pode até ser frágil, mas o lar deve ser bastante resistente para suportar as investidas das mazelas da vida…

E, no final do dia, quando avistamos nosso lar de portas abertas e recebemos um abraço apertado da mãe, esposa, dos nossos filhos, com aquele sorriso no rosto que encanta e alegra nosso coração…

Aí Percebemos como é importante poder voltar para casa, para o aconchego do lar…

É exatamente assim que me sinto em relação a Londrina gente.

É a minha casa, o meu lar, onde me sinto bem e reconfortado…

Nasci em Londrina, na Santa Casa, no dia 22/07/1971.

Cresci no Jd. Shangrila B, um pequeno bairro abaixo do Jd. do Sol, ao lado da Vila Nova.

Tive uma infância bem moleque mesmo, jogava bola na rua, burquinha, bétis, salva, mãe da rua, pegava peixe no Ribeirão Quati, treinava futebol no time do Centro Social Urbano da Vila Portuguesa, andava de bicicleta a cidade inteira. Nessa época a cidade não era tão grande.

Quantas boas lembranças…

Cresci, estudei, me formei em medicina pela UEL, depois em direito também pela UEL.

Conheci minha esposa, nos casamos, tivemos nossos filhos — que são a razão maior da nossa vida.

Quantas e quantas alegrias e oportunidades Londrina me deu…

Só tenho a agra Leia mais

4 de dezembro de 2015
por admin
20 Comentários

Coluna do Marcelo Belinati: O Impeachment, Eduardo Cunha e o povo brasileiro

Download

Marcelo Belinati*

O processo de impeachment da presidente Dilma (PT) pode se tornar o capítulo derradeiro do roteiro de uma tragédia anunciada.

Situação questionando a legitimidade do presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB), oposição defendendo o processo, acusações e mais acusações de ambas as partes. E o povo brasileiro lamentavelmente no meio disso tudo.

E as pessoas? Como ficam?

São graves as consequências para os trabalhadores, aposentados, donas de casa, o pequeno e médio comerciante e industrial, o profissional liberal, enfim, para toda sociedade.

Tem gente perdendo o sono com medo de ficar desempregado….

Aí vem à mente a questão: quem nasceu primeiro, o ovo ou a galinha? A crise política ou a crise econômica? A meu ver pouco importa, sabemos que elas se entrelaçam como se fossem elos de uma só corrente. No entanto, sofrendo as consequências disso tudo está o povo brasileiro com seus anseios, suas necessidades, sonhos e esperança.

Indicadores econômicos contaminados, como há décadas não se via, e uma sucessão interminável de escândalos de corrupção formam um cenário devastador que rapidamente está dilapidando não só patrimônio político construído pelo Partido dos Trabalhadores nos últimos 13 anos no exercício do poder como, sobretudo, as conquistas sociais das últimas duas décadas que são inegáveis.

O episódio recente do Mensalão, que culminou com a condenação e a consequente prisão de boa parte da cúpula do partido, não só foi ignorado, como repetido em escala maior como tem demonstrado a Operação Lava Jato.

Juros altos, volta da inflação, disparada do dólar, demissões em massa, aumento da carga tributária, deficit orçamentário, corte de investimentos na educação, na saúde Leia mais

27 de novembro de 2015
por admin
13 Comentários

Coluna do Marcelo Belinati: Prisões do senador e do banqueiro, o País está mudando?

Download

Marcelo Belinati*

Desde pequeno (hoje tenho 44 anos), ouço a frase que no Brasil só os mais pobres vão para a cadeia.

Sem querer entrar no mérito da culpabilidade ou não do Senador Delcídio Amaral e do Banqueiro André Esteves, já que todos têm direito a ampla defesa e também não tenho acesso a todos os fatos que motivaram essa decisão judicial, entendo que a partir dessa decisão estabeleceu-se um marco histórico.

Desde a redemocratização do país, em 1985, é a primeira vez que um Senador, no exercício efetivo do mandato, vai preso. Um Banqueiro, então, é uma coisa quase que impensável, dado o seu poderio econômico e político.

O fato é que o cidadão brasileiro, a dona de casa, o trabalhador, o comerciante, o profissional liberal, o aposentado, os pequenos e médios industriais, a sociedade como um todo, sente com toda razão, um misto de indignação e revolta com o estado atual de coisas que estão acontecendo em nosso país.

Se por um lado temos umas das mais altas cargas tributárias do mundo, por outro os serviços públicos são de qualidade ruim. A corrupção endêmica e capilarizada desde os mais altos escalões até as mais baixas esferas governamentais – sejam elas municipais, estaduais ou federais -, aumenta ainda mais o sentimento de indignação e constrói a percepção das pessoas que a classe política, de um modo geral, não merece um mínimo de crédito.

Apesar disso tudo, sou um otimista por natureza. Acredito demais no Brasil!!!

Nosso país é fantástico em todos os sentidos, pois temos um povo bom, generoso e acolhedor, trabalhador na sua essência. Temos infindáveis recursos naturais, talvez como nenhum outro país no mundo. Uma enormidade de terras agricultáveis e tecnologia avançada nessa área. Capacidade técnica para transformação de produtos e uma indústria de ponta. Enfim, temos todas as condições necessárias para fazermos o país avançar, voltar a crescer e se desenvolver, tornando-se uma nação mais justa, humana e igualitária.

Os fatos narrados, a prisão de pessoas de tamanha importância, apesar de lamentáveis do ponto de vista político e também pessoal para os envolvidos e seus familiares, reestabeleceram uma chama de esperança nos cidadãos e cidadãs brasileiros de que é possível, sim, construirmos uma nação diferente.

Uma nação com transparência e clareza de ações e atitudes, com instituições fortes, preservan Leia mais

20 de novembro de 2015
por admin
12 Comentários

Coluna do Marcelo Belinati: Nova droga contra o câncer, uma questão de sensibilidade humana e social

Download

Marcelo Belinati*

“Em primeiro lugar na nossa vida é Deus, a família e a saúde.”

Já ouviram essa frase? Pois é, ela é uma grande realidade. A saúde é nosso bem mais precioso…

Agora, imaginem vocês, algum familiar seu ou até mesmo você, com câncer e vem a notícia de uma substância que pode até levar à cura, mas que não é possível ter acesso a ela em razão de entraves burocráticos?

Entraves burocráticos? Ou talvez pressão de grandes laboratórios que perderiam seus lucros exorbitantes?

Isso é inaceitável!!!!

Qual seria seu sentimento? Revolta? Angústia? Decepção? Sofrimento?

É essa a triste realidade que milhares de brasileiros portadores de câncer e também seus familiares estão passando nesse exato momento…

Desde que o pesquisador, Dr. Gilberto Chierice, da USP, anunciou que a Fosfo é uma alternativa à cura do câncer, houve muito debate em torno deste tema.

A questão é a seguinte:

1) muitas pessoas que têm feito uso da Fosfo para combate do câncer têm tido bons resultados, inclusive com relatos de cura;

2) Apesar disso, não se tem ainda os estudos clínicos necessários para liberação do medicamento.

O que tem que ser feito então????

Fazer os estudos, poxa vida!!!!

É exatamente o que falamos para os representantes dos órgãos regulamentadores durante as audiências públicas no Senado e na Câmara.

As pessoas precisam de respostas, se a substância for eficaz no tratamento do câncer que seja liberada rapidamente. Se não for, que ao menos tenham acesso a essa informação.

A cobrança por parte da sociedade surtiu efeito e o governo anunciou a criação de um Grupo de Trabalho para apoiar as etapas de desenvolvimento clínico da Fosfoetanolamina (Portaria 1.767 de 29/10/2015).

O Grupo tem 60 dias para apresentar o relatório final das atividades.

Além disso, o Ministério da Ciência e Tecnologia anunciou que vai investir 10 milhões de reais nos estudos clínicos para comprovar se a substância Fosfoetanolamina é ou não eficaz no combate ao câncer.

Houve ainda o compromisso de se publicar um relatório a cada 3 meses, em um site específico, para que as pessoas possam acompanhar os desdobramentos Leia mais