20 de março de 2018
por esmael
Comentários desativados em Vampirão Neoliberal em Curitiba

Vampirão Neoliberal em Curitiba

Michel Temer, o Vampirão Neoliberal, desembarcará numa ambulância em Curitiba no próximo dia 26 de março. Dois dias antes da chegada da Caravana de Lula, no dia 28. A informação é do ministro da Saúde Ricardo Barros (PP). Leia mais

24 de fevereiro de 2018
por esmael
Comentários desativados em Rebelião contra a máfia dos pedágios

Rebelião contra a máfia dos pedágios

O k-suco vai ferver no início de março nas 27 praças de pedágio que compõem o ‘Anel da Integração’ nas rodovias do Paraná. Movimentos populares se reuniram neste sábado (24), em Curitiba, para organizar uma rebelião que promete dinamitar a máfia dos pedágios e as pretensões senatoriais do governador Beto Richa (PSDB). Leia mais

9 de maio de 2016
por admin
Comentários desativados em Brasília viverá ‘superterça’ contra o golpe

Brasília viverá ‘superterça’ contra o golpe

terca

Apesar da decisão do presidente da Câmara, Waldir Maranhão (PP)  de anular o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff; os movimentos sociais avisam que está mantida a série de mobilizações marcada para esta terça-feira (10) em todo o País.

Em nota, a Central Única dos Trabalhadores (CUT) afirma que a votação do impeachment no Senado deve ser cancelada e que o “golpe dá marcha ré, mas movimentos continuarão nas ruas”. 

6 de maio de 2016
por admin
26 Comentários

O Brasil vai parar na terça, dia 10, contra o golpe de Estado

naom_56ec7f19ed176

As centrais sindicais, sindicatos, UNE, UBES, MST, MTST, Frente Povo Sem Medo, Frente Brasil Popular e mais uma série de entidades e movimentos prometem sacudir o país na próxima terça-feira, dia 10. Será a véspera da provável votação do afastamento da presidente Dilma Rousseff pelo Senado no golpe travestido de impeachment.

2 de abril de 2016
por esmael
21 Comentários

Contrários ao golpe planejam acampar em frente ao juízo de Sérgio Moro

O Blog do Esmael obteve informações de que militantes contra o golpe planejam acampar em frente ao prédio da 13ª Vara da Justiça Federal, em Curitiba, juízo do parcialíssimo Sérgio Moro.

Dentre os setores que articulam o acampamento na ‘Capital Nacional do Grampo’ estão o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), movimentos estudantis, dissidentes do racha na OAB, mulheres, sindicalistas, militantes dos partidos de esquerda e centro, etc.

Ainda não há uma data definida, mas a ideia do acampamento contra o golpe consiste na ocupação “ad eternum” da Praça Alexandre Brotto, no bairro Ahú, em frente ao prédio da Justiça Federal — onde trabalha o juiz Sérgio Moro.

13 de novembro de 2015
por admin
3 Comentários

Coluna do Bruno Meirinho: A tramitação da Lei Anti-protesto

Download

Bruno Meirinho*

Está em discussão no Congresso Nacional um projeto de lei que detalha as punições para os chamados “atos de terrorismo”. O PL 2016/2015, complementa uma lei aprovada dois anos atrás – Lei Federal 12.850/13 – que já endurecia a repressão às “organizações criminosas”.

No projeto em discussão são definidos novos crimes, com penas máximas de até 30 anos, todos qualificados como atos terroristas. Chama atenção o empenho na aprovação rápida a proposta. Encaminhado pela presidenta Dilma em junho deste ano, o documento já tramitou pela Câmara e pelo Senado, retornando à Câmara em virtude das alterações realizadas pelos senadores.

Em cerca de 6 meses, o Congresso está aprovando uma lei que visa reprimir um tipo de crime muito raro no Brasil: o ato terrorista. Muito embora o mundo esteja assistindo com grande temor o crescimento de organizações terroristas, os eventos dessa natureza ocorrem com grande frequência outros países, e não aqui.

“Mas vamos esperar acontecer aqui?” Uma preocupação dessa natureza justificaria a criação de uma lei para a repressão de atos terroristas, ainda que não haja exemplos concretos desses acontecimentos entre nós. Mas a matéria mereceria urgência e agilidade?

Acredito que há tantas outras matérias de grande importância, represadas nos trâmites internos, com anos de tramitação. Como exemplo, a proposta de emenda constitucional PEC 285/2008, chamada de PEC da moradia, aguarda votação desde 2009 e, se fosse aprovada, reservaria parcelas obrigatórias de recursos públicos dos Municípios, Estados e da União para políticas habitacionais. Políticas habitacionais são uma demanda para milhões de famílias brasileiras.

O exemplo é aleatório. Seguramente, milhares de outros casos de matérias muito importantes poderiam ser mencionados.

Mas com uma leitura atenta ao projeto, nota-se que no balaio dos “atos terroristas” podemos encontrar, sem muito esforço, atos que são praticados por qualquer movimento de reivindicação no Brasil.

No parágrafo 1º do artigo 2º do projeto, lemos que “considera-se terrorismo (…) o ato que atentar gravemente contra a estabilidade do Estado Democrático, com o fim de subverter o funcionamento de suas instituições.”

Nesse sentido, fazer um protesto para paralisar uma votação na Assembleia Legislativa poderia ser considerado um ato terrorista, afinal, subverte-se o funcionamento da instituição. A pena vai de 16 a 24 anos.

No parágrafo 2º, inciso II, do artigo 2º, lemos que se equipara a ato terrorista: “II – destruir, danificar ou apoderar-se de

4 de novembro de 2015
por admin
4 Comentários

Frente Povo Sem Medo será lançada nesta quarta-feira em Curitiba

unnamedSerá lançada nesta quarta-feira (4), em uma plenária de entidades sindicais e populares, a Frente Povo Sem Medo em Curitiba. A plenária será às 17h, na sede do Sindicato dos Engenheiros (Senge).

A frente, lançada nacionalmente em outubro, reúne centrais sindicais (CUT, CTB, Intersindical), entidades estudantis (UNE, UBES, ANPG, Fenet) e diversas entidades dos movimentos sociais (MTST, Unegro, UJS, UBM, etc.).

As entidades defendem um programa de reformas estruturais, além do combate ao ajuste fiscal do governo Dilma/Levy; ou como os militantes afirmam: “uma saída popular para a crise”.