13 de Março de 2016
por esmael
16 Comentários

Aécio, Alckmin e Richa são vaiados nos protestos contra a corrupção; assista

“O povo não é bobo”, bradavam uníssonos manifestantes de Curitiba e São Paulo, neste domingo (13), como se tivessem combinado uma palavra de ordem.

De fato, o povo não é bobo. Tanto não é que os tucanos Geraldo Alckmin e Aécio Neves foram apupados pelos coxinhas na Avenida Paulista.

Na capital paranaense também não foi diferente. Os “camisas amarelas” entoaram “Fora Beto Richa”. Os manifestantes não perdoaram o tucano cujo maior feito foi massacrar professores e confiscar a previdência dos servidores públicos.

Governador Alckmin enrolou-se no “merendão” e no “trensalão”. Aécio já foi “pentadelatado” (cinco vezes) na Lava Jato e Richa é alvo de investigação pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). O governador do Paraná é apontado como beneficiário de propinas da Receita Estadual na campanha de reeleição de 2014.

Ou seja, os heróis da mídia golpista não emplacaram nem entre os coxinhas. Imagina a rejeição desses tucanos entre o povão…

Abaixo, assista ao vídeo:

6 de Maio de 2015
por esmael
16 Comentários

Paraná fez panelaço ontem à noite pelo “Fora Beto Richa!”; assista

panelaco_dilma_beto.jpgNo Paraná, o panelaço de ontem (5) à noite foi contra o governador Beto Richa (PSDB). Certamente a velha mídia não vai mostrar esse vídeo gravado pela professora Camila Fujita Abrahão.

“Fora Beto Richa!”, gritavam moradores de um prédio na Rua Paranaguá com a Fernando de Noronha, no centro de Londrina.

O protesto ao som das panelas ocorreu por volta das 20h30, quando era exibido em rede nacional o programa político do PT.

Assista ao vídeo:

Beto Richa caiu em desgraça depois que seu governo envolveu-se em casos de corrupção e os professores foram massacrados pela PM no último dia 29 de abril, em Curitiba, durante manifestação contra o confisco da poupança previdenciária dos servidores públicos.

2 de Janeiro de 2015
por esmael
59 Comentários

Vaiado no dia da posse, Richa põe culpa de protesto de professores no governo federal; assista ao vídeo

richa_app_posse.jpgO governador Beto Richa (PSDB) acusou ontem (1) o protesto de professores do PPS, contra o calote nos salários, de ser um evento orquestrado pela CUT, PT e governo federal. O reempossado foi alvo de ensurdecedoras vaias em frente ao Palácio Iguaçu (clique aqui). Leia mais

12 de julho de 2014
por esmael
42 Comentários

Dilma Rousseff atribui as vaias na abertura da Copa à  “elite branca”

do Brasil 247
A presidente Dilma Rousseff concedeu ontem à  noite uma importante entrevista à  jornalista Renata Lo Prete, da Globonews. Nela, falou sobre as vaias que recebeu na abertura da Copa, na Arena Corinthians, e as atribuiu à  chamada “elite branca”.

“Quem compareceu aos estádios, não podemos deixar de considerar, foi dominantemente quem tinha poder aquisitivo para pagar o preço dos ingressos, dominantemente uma elite branca. Em alguns casos, devia ter 90%, em outros 80% ou 75%, mas era dominantemente elite branca”, disse ela, durante o programa.

Sobre a Copa, ela afirmou ainda que o evento representou uma vitória contra o pessimismo. “Nós passamos, desde o inicio do ano, escutando que o Brasil era incapaz de fazer uma Copa do Mundo, de garantir a infraestrutura e a segurança. E o que vimos é que o Brasil fez estádios, infraestrutura e construiu uma politica federativa de segurança”, disse.

Dilma comentou ainda a derrota de 7 a 1 do Brasil contra a Alemanha. Diz ter sofrido uma “dor imensa” e defendeu reformas no futebol. “Não acho que é possível que, em um país com essa quantidade de talentos no futebol, craques saiam cedo deste país e não contribuam para criar uma cultura nova. Nós temos de fazer o que a Alemanha fez depois que perdeu a Eurocopa: uma reforma no futebol. Dar condições semelhantes aos técnicos brasileiros que as dadas em países europeus”, disse.

Infraestrutura

Sobre seu governo, ela afirmou que a marca principal dos últimos quatro anos é a quantidade de investimentos em infraestrutura. “A característica principal desses quatro anos é o fato de que nunca se investiu tanto no Brasil em infraestrutura como investimos agora.”

Ela também combateu o pessimismo dos analistas econômicos e atribuiu o baixo crescimento à  conjuntura internacional. “Eu acho terrível no Brasil que alguém possa supor que possamos ter um padrão de crescimento econômico como em outros momentos do país”, afirmou. Sobre sua política econômica, diz que ela foi capaz de amortecer os efeitos dessa mesma crise, preservando os baixos índices de desemprego.

Dilma também questionada sobre corrupção e defendeu o PT. “à‰ certo que nenhum partido está acima de qualquer suspeita. O PT compareceu com muitos avanços para a democracia no país. Agora, o PT também tem de apurar e não podemos compactuar com isso. O que serve para o PT tem de servir para todos os partidos. Mas não se pode considerar o PT como quem criou a corrupção no país”, disse.

Ela também fez uma menção ao caso do ex-governador José Roberto Arruda, que p

1 de Maio de 2014
por esmael
10 Comentários

Petistas são hostilizados no 1!º de Maio da Central Única dos Trabalhadores

do Brasil 247

Ex-ministro Alexandre Padilha, que concorre ao governo de São Paulo pelo PT, tentou discursar no Primeiro de Maio da Central Única dos Trabalhadores, mas desistiu diante do clima hostil no evento; antes da sua fala, houve vaias de manifestantes, que também atiravam latas e pedras contra o palco; agressões atingiram o prefeito Fernando Haddad, que saiu indignado, e com o ministro Ricardo Berzoini; CUT já tinha sinais, antes mesmo do evento, de que haveria infiltração de grupos dispostos a promover atos de hostilidade contra petistas; clima de caça à s bruxas; o PT está cercado e jogando na defensiva.

Ex-ministro Alexandre Padilha, que concorre ao governo de São Paulo pelo PT, tentou discursar no Primeiro de Maio da Central Única dos Trabalhadores, mas desistiu diante do clima hostil no evento; antes da sua fala, houve vaias de manifestantes, que também atiravam latas e pedras contra o palco; agressões atingiram o prefeito Fernando Haddad, que saiu indignado, e com o ministro Ricardo Berzoini; CUT já tinha sinais, antes mesmo do evento, de que haveria infiltração de grupos dispostos a promover atos de hostilidade contra petistas; clima de caça à s bruxas; o PT está cercado e jogando na defensiva.

O Partido dos Trabalhadores enfrenta hoje um ambiente de caça à s bruxas. No mesmo dia em que José Genoino foi preso novamente em decorrência da Ação Penal 470, representantes estelares do partido foram impedidos de discursar no Primeiro de Maio da Central Única dos Trabalhadores, a CUT. Ou seja: mesmo jogando “em casa”, petistas foram hostilizados. Leia mais

5 de Abril de 2014
por esmael
251 Comentários

àlvaro Dias é expulso por estudantes de universidade do PR após palestra sobre ética; assista ao vídeo

àlvaro Dias teve que empreender fuga ontem (4) à  noite depois de palestra sobre "ética" na Universidade Estadual do Centro-Oeste, em Guarapuava, a 250 km de Curitiba; senador atribuiu protesto a "grupelhos do PCdoB e PT despreparados para o debate de ideias afrontaram a democracia"; acadêmicos devolveram acusando o parlamentar de ser uma espécie de Demóstenes Torres (falso moralista) do Paraná; "Cavalaria, abaixo o choque! Cavalaria, abaixo o choque!", gritavam os estudantes, em referência ao confronto da PM com professores em 1988, quando o tucano era governador do Paraná; assista ao vídeo com as vaias, a fuga e todo o quiproquó.

àlvaro Dias teve que empreender fuga ontem (4) à  noite depois de palestra sobre “ética” na Universidade Estadual do Centro-Oeste, em Guarapuava, a 250 km de Curitiba; senador atribuiu protesto a “grupelhos do PCdoB e PT despreparados para o debate de ideias afrontaram a democracia”; acadêmicos devolveram acusando o parlamentar de ser uma espécie de Demóstenes Torres (falso moralista) do Paraná; “Cavalaria, abaixo o choque! Cavalaria, abaixo o choque!”, gritavam os estudantes, em referência ao confronto da PM com professores em 1988, quando o tucano era governador do Paraná; assista ao vídeo com as vaias, a fuga e todo o quiproquó.

O senador àlvaro Dias (PSDB-PR) foi literalmente expulso ontem à  noite da Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro), no município de Guarapuava, a 250 km de Curitiba, na região Centro do Paraná. O tucano falou à  comunidade acadêmica sobre à‰tica na vida pública!. Leia mais

3 de Fevereiro de 2014
por esmael
76 Comentários

Governo Richa dá novo aumento de 30% a comissionados e revolta educadores no PR

Em 6 de janeiro de 2014, através do decreto 9865, na surdina, o governador Beto Richa (PSDB) autorizou o pagamento da “gratificação de encargos especiais” será paga em valor fixo, de acordo com a simbologia do cargo ou função, tendo como base a tabela vigente, acrescida de trinta por cento para os cargos de simbologia DAS!, C! ou “Função”. A traquinagem só veio a público nesta segunda-feira (3), depois que uma leva de decretos foi publicada no Diário Oficial do Estado com data retroativa.

Na prática, o reajuste 30% para os ocupantes de cargos em comissão vai na contramão do discurso da austeridade e do respeito ao limite Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) — que foi a base do argumento do governador para dizer que não teria como pagar R$ 100 milhões atrasados à  valores de avanços na carreira (progressões e promoções) em atraso há vários meses, bem como a implantação de 33% da hora-atividade nas escolas.

“Em cada escola temos educadores descontentes com o calote dado pelo governo. E aí, em um toque de mágica, o governador assina um reajuste de 30% para cargos comissionados. à‰ grande a revolta entre professores e funcionários da rede pública estadual”, desabafou Professor Paixão, diretor de Comunicação da APP-Sindicato, em sua página pessoal.

Na manhã desta segunda-feira (3), Richa foi vaiado depois de pronunciamento exibido nas 2,1 mil escolas da rede pública estadual na abertura da Semana Pedagógica. Na palestra à  distância, o tucano atribuiu o calote do governo estadual nos educadores e o descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal, o que implica no não pagamento de R$ 100 milhões devidos à  categoria, à  falta de repasses de verbas federais (clique aqui para relembrar).

Já pela tarde de hoje, na Assembleia Legislativa, foi a vez do vice-governador e secretário Educação, Flávio Arns (PSDB) ser alvo de vaias. Ele fazia o balanço dos três anos de gestão do governo do PSDB. As estridentes manifestações contrárias das galerias, formadas por funcionários públicos, o impediu de prosseguir a leitura do discurso (clique aqui para ouvir o áudio).

Richa privilegia comissionados

Pelo histórico, o governador prefere os servidores de confiança aos de carreira do estado. Em outubro de 2011, o tucano concedeu aumento de até 128% a esses funcionários que não precisam de concurso para ingressar na máquina pública. Em contrapartida, na época, os professores tiveram apenas reajustes em duas parcelas de 2,83% (clique aqui para relembrar).

Além desse aumentão para os cargos de livre nomeação, Richa também inchou a máquina autorizando 140 novas nomeações no final de 2012 (clique aqui) e pelo menos outros 30 na Sanepar (clique aqui).

Em outubro do ano passado, depois de ultrapassar o limite da LRF, Richa anunciou extinção de dois mil cargos em comissão (clique aqui para relembrar), mas, pelo jeito, continua tudo como dantes.