15 de fevereiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em “Aposentadoria com 65 anos é falta de humanidade”, disse Bolsonaro; assista

“Aposentadoria com 65 anos é falta de humanidade”, disse Bolsonaro; assista

O presidente Bolsonaro formatou ontem a proposta de “reforma” da Previdência. Mas a idade mínima de 65 anos já foi duramente criticada por ele mesmo quando era deputado. ... 

Leia mais

5 de fevereiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Reforma da Previdência de Bolsonaro vai deixar o povo na miséria, diz deputado do PT

Reforma da Previdência de Bolsonaro vai deixar o povo na miséria, diz deputado do PT

O deputado federal Carlos Veras (PT-PE) afirmou em entrevista
ao programa Ponto a Ponto que a reforma da Previdência do governo de Jair Bolsonaro (PSL) visa atender os interesses do capital privado nacional e internacional, e deixará a grande maioria da população na miséria ao se aposentar. A entrevista foi publicada no site da liderança do PT na Câmara 
nesta terça-feira (5).  ... 

Leia mais

11 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Novo comandante do exército quer militares fora da “reforma” da Previdência

Novo comandante do exército quer militares fora da “reforma” da Previdência

O general Edson Leal Pujol, que assumiu o comando do exército nesta sexta-feira (11), quer que os militares mantenham todas as regalias de sua previdência em regime especial.

LEIA TAMBÉM:

Acima da Lei: Flávio Bolsonaro diz que não vai depor no caso do Coaf ... 

Leia mais

7 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Marcio Pochmann: Gasto com rolagem da dívida em 2019 será 3 vezes o da previdência

Marcio Pochmann: Gasto com rolagem da dívida em 2019 será 3 vezes o da previdência

Segundo o economista Marcio Pochmann o orçamento para 2019 prevê o “gasto” de 8,6% do PIB com previdência social. Mas a rolagem, amortização e juros da dívida pública consumirão 25,3% do PIB. Ou seja, três vezes o valor da previdência.

Levando-se em consideração os benefícios em distribuição de renda, e todo o valor que o sistema arrecada, o investimento na previdência social traz ótimos retornos para o país.

Mas os neoliberais insistem que há um rombo que deve ser saneado. Isso às custas dos trabalhadores da cidade e do campo, que vão se aposentar cada vez mais tarde e receber menos.

As categorias privilegiadas, como os militares, juízes e outros, seguirão com seus proventos garantidos até o fim da vida. Sem falar nas pensões.

LEIA TAMBÉM
Centrais preparam mobilização contra reforma da Previdência do ‘consórcio Bolsotemer’

Veja o que diz Pochmann*:

Pensamento Único segue imperando: proposta orçamentária para 2019 prevê despesas equivalentes a 8,6% do PIB com previdência social e a 25,3% do PIB com rolagem, amortização e juros da dívida pública. Mas para os neoliberais o problema do Brasil segue sendo a previdência social. ... 

Leia mais

1 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Centrais sindicais iniciam luta para barrar reforma da Previdência de Bolsonaro/Temer

Centrais sindicais iniciam luta para barrar reforma da Previdência de Bolsonaro/Temer

As Centrais Sindicais CSB, CSP/Conlutas, CTB, CUT, Força Sindical, Intersindical e Nova Central, reunidas nesta quinta-feira (1)em São Paulo, decidiram iniciar uma campanha de mobilização contra a reforma da Previdência do governo Bolsonaro/Temer. As entidades firmaram um compromisso conjunto de organizar o combate contra as medidas que ameacem as conquistas dos trabalhadores. Confira a íntegra da nota oficial das centrais.

Reunidas hoje, 1º de novembro, na sede do DIEESE, em São Paulo, as Centrais Sindicais CSB, CSP/Conlutas, CTB, CUT, Força Sindical, Intersindical e Nova Central decidiram:

– Intensificar a luta contra a proposta da reforma da Previdência Social, divulgada recentemente pelos meios de comunicação;

– Organizar o movimento sindical e os segmentos sociais para esclarecer e alertar a sociedade sobre a proposta de fim da aposentadoria;

– Realizar um seminário, em 12 de novembro, para iniciar a organização da campanha nacional sobre a Previdência que queremos;

– Retomar a luta por uma Previdência Social pública, universal, que acabe com os privilégios e amplie a proteção social e os direitos.

CENTRAL DOS SINDICATOS BRASILEIROS (CSB)

CENTRAL SINDICAL E POPULAR (CSP-Conlutas)

CENTRAL DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DO BRASIL (CTB)

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES (CUT)

FORÇA SINDICAL

INTERSINDICAL – CENTRAL DA CLASSE TRABALHADORA

NOVA CENTRAL SINDICAL DOS TRABALHADORES (NCST) Leia mais