18 de Abril de 2018
por Eugênio Aragão
Comente agora

Relembre: Confisco da previdência comprometeu o futuro do Paraná

Há 3 anos, em abril de 2015, o então governador Beto Richa (PSDB) apostava todas as suas cartas no confisco da previdência dos servidores para engordar o caixa do governo. Seria melhor ter recuado. O debate sobre a poupança previdenciária dos servidores ganhou as ruas e a população ficou do lado dos servidores. Leia mais

15 de Abril de 2018
por Eugênio Aragão
Comente agora

Para lembrar: “bancada do camburão” aprova urgência para o confisco da previdência

Há três anos, em abril de 2015, o projeto do então governador Beto Richa do confisco da previdência dos servidores tramitava na Assembleia Legislativa do Paraná. Apesar da promessa de que o projeto seria amplamente discutido com os servidores, a bancada do governo aprovou o regime de urgência para a matéria. Leia mais

2 de junho de 2017
por esmael
34 Comentários

“Beto Richa está acabando com a única política pública para o interior do Paraná: as universidades estaduais”

O jornalista, blogueiro e professor da UEL Fábio Silveira, titular do blog Baixo Clero, denuncia nesta sexta-feira (2) o governador Beto Richa (PSDB) pela tentativa de acabar com a única política pública voltada ao interior do Paraná: as universidades estaduais.

25 de outubro de 2016
por esmael
36 Comentários

Educadores em greve planejam magamanifestação contra Beto Richa no Paraná

greve_educacao_richaO conselho estadual da APP-Sindicato se reúne nesta terça (25), a partir das 14 horas, em Curitiba, para avaliar o oitavo dia da greve dos trabalhadores na educação básica e planejar ações massivas, dentre as quais uma marcha contra o governador Beto Richa (PSDB).

21 de outubro de 2016
por esmael
18 Comentários

Professores de universidades estaduais decidem manter greve contra Beto Richa

alep_richa-jpgOs professores das instituições estaduais de ensino superior (IEES) deliberaram na tarde desta sexta (21) pela rejeição na proposta do governador Beto Richa (PSDB), que “retira” a mensagem da maldade, mas mantém o calote nos 250 mil servidores do Paraná.

7 de outubro de 2016
por esmael
40 Comentários

Universidades deflagram greve da educação contra Beto Richa já na segunda-feira

richa_greve_universidadesO governador Beto Richa (PSDB) terá de lidar com greve pipocando contra ele já na próxima segunda-feira, dia 10, quando docentes das universidades estaduais paralisam as atividades por tempo indeterminado. Ao todo, o ensino superior público do estado conta com cerca de 100 mil alunos e 8 mil professores.

28 de junho de 2016
por esmael
14 Comentários

‘Richa ataca covardemente as universidades estaduais’, denuncia deputado Enio Verri

enio_educacaoO deputado Enio Verri (PT-PR), em sua coluna desta terça-feira (28), acusa o governador Beto Richa (PSDB) de cometer covarde ataque contra as instituições de ensino superior — as IES. Abaixo, leia, comente e compartilhe a íntegra do texto:

18 de Abril de 2016
por admin
15 Comentários

Richa pode fechar universidades

unioeste

O Conselho da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) se reunirá nesta quarta-feira (20) e deve decidir pela suspensão do calendário acadêmico, caso o governador Beto Richa (PSDB) não libere mais verbas para a instituição.

23 de dezembro de 2015
por admin
Comentários desativados em Governador Beto Richa termina 2015 com protestos pelo #ForaBetoRicha

Governador Beto Richa termina 2015 com protestos pelo #ForaBetoRicha

O governador Beto Richa (PSDB) foi alvo de intensos protestos de professores e servidores estaduais, nesta terça-feira (22), no município Ponta Grossa, região dos Campos Gerais, nas vésperas do Natal e no apagar das luzes de 2015.

Richa esteve na cidade para assinar a liberação de verbas para o Lago de Olarias e para participar da entrega de 1.127 casas populares.

Vale lembrar que as residências inauguradas pelo governador são do programa Minha Casa Minha Vida, do governo federal. Ou seja, além de tudo, Beto Richa ainda faz cortesia com o chapéu de Dilma Rousseff — que ele e seu partido estão tentando derrubar.

Professores rede pública estadual de ensino, da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) e do Movimento Popular Fora Beto Richa realizaram protestos nas duas solenidades. Ou seja, o governo do PSDB iniciou como terminou este ano: sob intensos protestos.

Aliás, os protestos contra o governador vindos da educação pública estadual, básica e superior, são cada vez mais frequentes. O tucano escolheu os educadores como ‘inimigos número 1’, por isso aplicou contra eles uma série de maldades durante o ano de 2015.

Tivemos o confisco da previdência dos servidores, o massacre de 29 de abril e a sonegação da data-base. Mais recentemente, as universidades estaduais começaram a fechar as portas por falta de recursos, isso sem falar na demissão de cerca de 30 mil professores PSS.

Os professores da UEPG representados pelo Sinduepg levaram faixas com a seguinte frase “Docentes na luta contra o confisco da poupança previdenciária”.

Para a presidente do Núcleo regional da APP-Sindicato, Vera Rosi, os educadores jamais vão esquecer os atos de Richa contra a educação, especialmente o dia 29 de abril, quando professores foram massacrados pela Polícia Militar, no Centro Cívico de Curitiba.

“Ric

22 de dezembro de 2015
por admin
29 Comentários

Jeito tucano de governar: Beto Richa agora fecha universidades no Paraná

Primeiro foi a Faculdade de Artes do Paraná (FAP), campus da Unespar (Universidade Estadual do Paraná), em Curitiba, que suspendeu as atividades acadêmicas há duas semanas devido aos calotes aplicados pelo governador Beto Richa (PSDB) em empresas terceirizadas.

Depois, na semana passada, foi a vez do campus de Paranaguá — da mesma Unespar — que interrompeu as atividades também por falta de recursos.

Ontem foi a vez dos campi da Unicentro, em Guarapuava, e da Unespar, em União da Vitória, anunciarem a suspensão das atividades.

Em reunião plenária do Conselho Universitário da Unicentro, ocorrida na manhã desta segunda-feira (21), ficou decidido, por maioria, pelo fechamento da instituição a partir desta terça-feira (22).

Segundo o reitor Aldo Nelson, o “fechamento da universidade será até a realização do pagamento, isso implica dizer que não é um fechamento só por hoje ou amanhã, é um fechamento a partir de amanhã.”

Ainda, segundo a reitoria: “todas as tratativas estão sendo feitas para que o problema se resolva ainda hoje, de forma a evitar a adoção da medida determinada pelo COU, o que geraria uma série de transtornos ao calendário acadêmico, em pleno vigor em razão da greve do primeiro semestre do ano, além de prejuízos a inúmeros pacientes atendidos nas clínicas de Psicologia, Fonoaudiologia, Nutrição, Farmácia, Fisioterapia, Órtese e Prótese e Medicina Veterinária. Caso a Secretaria de Fazenda libere os recursos para efetuar o pagamento, as ativid

14 de dezembro de 2015
por admin
11 Comentários

Beto Richa dá calote que fecha campus da Universidade Estadual do Paraná

fapOs calotes aplicados pelo governador Beto Richa (PSDB) não são nenhuma novidade. São fornecedores, servidores, aluguéis, gasolina para viaturas, e todo tipo de serviço ou mercadoria que se possa imaginar. O tucano não vacila em cortar pagamentos e atrasar repasses.

Desta vez aconteceu com a Faculdade de Artes do Paraná (FAP) que faz parte da Unespar (Universidade Estadual do Paraná), em Curitiba. Devido a atrasos de repasses para duas empresas prestadoras de serviço terceirizadas, uma de limpeza e segurança, outra de informática, som e iluminação.

Sem condições de funcionar sem esses serviços, o Conselho de Campus decidiu interromper as atividades acadêmicas até que a situação seja regularizada. A Faculdade oferece nove cursos de graduação e três de pós-graduação com cerca de mil estudantes.

25 de novembro de 2015
por admin
20 Comentários

Cruel, Beto Richa corta comida de estudantes da Unicentro

unicentro

Maldade pouca é bobagem para o governo Beto Richa (PSDB), pois ela não se restringe ao fechamento escolas, massacre de professores e venda de abrigo destinados às crianças. A crueldade tem método e parece ser mais ampla e planejada do que se imagina. Veja o caso abaixo.

O governo tucano vem cortando verbas da assistência estudantil nas universidades estaduais. Como reflexo disso, a Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná (Unicentro) deixou os estudantes do campus Cedeteg, em Guarapuava, sem comida por falta de pagamento.

16 de novembro de 2015
por admin
15 Comentários

Coluna do Luiz Cláudio Romanelli: Conhecimento e libertação

Download

Luiz Cláudio Romanelli*

“Navegar é preciso, viver não é preciso”
Fernando Pessoa

Li e recomendo o artigo “Parabéns, atingimos a burrice máxima”, da jornalista e escritora Eliane Brum no El País do último dia 12 (leia aqui).

E “pensar” é mercadoria em falta no Brasil. No caso dos sofismas conservadores contra Simone de Beauvoir, Eliane Brum prova o ridículo de seus detratores e conclui: “o confronto atual não é entre direita e esquerda, mas entre os que pensam e os que não pensam”.

Acredito como ensinou o educador e filósofo Paulo Freire, que a educação liberta e transforma e que se “a educação sozinha não muda a sociedade, tampouco sem ela a sociedade muda”.

Ensinar a pensar, a compreender, a conscientizar, a questionar é tarefa da escola. Universalizar o acesso à educação, em todos os níveis, mas especialmente no ensino médio e superior, mais do que necessário e urgente, é o instrumento para reverter o vazio de pensamento.

O Paraná tem feito um grande esforço para democratizar o conhecimento. É o Estado com maior número de instituições de ensino superior estaduais em todo o país e investe mais de R$ 2 bilhões por ano.

O sistema de ensino superior público do Paraná é formado por sete universidades estaduais com 8 mil professores, cerca de 9 mil agentes universitários e 104 mil estudantes nos cursos presenciais e a distância.

Juntas as universidades ofertam 341 cursos de graduação (presenciais e a distância), 291 de especialização (presencial e a distância), 162 mestrados e 67 doutorados. As escolas apostam na qualidade da formação. Nos últimos cinco anos houve um aumento de cerca de 70% na oferta de novos cursos de pós-graduação. Em 2010 eram 110 cursos de mestrado, número que passou para 162 em 2015. Já os de doutorado eram 41 e hoje são 67.

O Governo do Paraná é o que, proporcionalmente, mais investe no ensino superior. O estado, digo e repito, é o único no país que mantém sete universidades com recursos do Tesouro do Estado e que se destacam entre as melhores do país nas avaliações do MEC.

É um investimento  elevado demais, ainda mais se levarmos em conta que cabe a União a competência pelo investimento e custeio do ensino superior no país.

Minas Gerais, por exemplo, tem 15 universidades federa

3 de setembro de 2015
por esmael
9 Comentários

UPE empossa diretoria que terá tarefa de promover o “Fora Beto Richa”

richa_pachecaoA União Paranaense dos Estudantes (UPE) realizará solenidade de posse da sua nova diretoria para o biênio de 2015-2017 no dia 5 de setembro, sábado, às 10h, no Casarão da entidade, em Curitiba. Leia mais

30 de junho de 2015
por esmael
18 Comentários

Coluna do Enio Verri: “Federalização não é a solução”

federalizacaoEnio Verri*

O Paraná é um Estado privilegiado em relação aos demais no quesito ensino superior. Nossa rede de universidades estaduais é reconhecida no Brasil, e até mesmo no exterior, pela qualidade do ensino e relevância das pesquisas desenvolvidas por aqui. O ranking publicado pela “QS – Quacquarelli Symonds Universisty Rankings: Latin America 2015”, divulgado no início de junho, coloca três das nossas universidades entre as 150 melhores instituições de ensino da América Latina.

As universidades públicas são ainda um importante vetor para o desenvolvimento regional do Estado. Mais do que capacitar cidadãos e atrair pesquisadores, nossas instituições produzem conhecimento levando em consideração as particularidades e necessidades regionais e são instrumentos fundamentais para estimular e movimentar a economia local.

Tanto é que os municípios mais desenvolvidos do interior são aqueles onde estão instaladas nossas universidades: Unicentro (Universidade Estadual do Centro Oeste), UEL (Universidade Estadual de Londrina), UEM (Universidade Estadual de Maringá), UENP (Universidade Estadual do Norte do Paraná), Unioeste (Universidade Estadual do Oeste do Paraná), Unespar (Universidade Estadual do Paraná) e a UEPG (Universidade Estadual de Ponta Grossa). Juntas, as instituições possuem mais de 75 mil estudantes, 7 mil docentes e mais de 8 mil agentes universitários.

Historicamente, independente de posições partidárias, nossos governadores sempre valorizaram, na medida do possível, as universidades estaduais. Houve, ao longo do tempo, ampliação no número de instituições e aumento exponencial na quantidade de vagas e cursos oferecidos para a comunidade. O governo do PSDB, entretanto, representa uma ruptura histórica com esta concepção.

2 de junho de 2015
por esmael
9 Comentários

Greve dos professores e servidores perto do fim? Depende de Richa

greve

Chegando ao 36º dia da segunda greve do ano, os professores e servidores da rede pública estadual se mantêm firmes no propósito de dobrar a intransigência do governador Beto Richa (PSDB) e sua equipe liderada pelo secretário da Fazendo, Mauro Ricardo Costa, interventor nacional do PSDB nas finanças do Paraná.

Caminham juntos nesta batalha os professores e servidores das universidades estaduais, também em greve há mais de um mês. E mais recentemente, uniram-se ao movimento os servidores de outras categorias como a saúde, agricultura, meio ambiente e socioeducadores; sem falar nos agentes penitenciários que foram proibidos de fazer greve pela justiça, mas que estão presentes no movimento.

Nesta segunda-feira (1º) aconteceu um fato curioso. Os professores em greve foram protestar em frente a Secretaria de Educação (SEED) e ao chegarem no local, os servidores do órgão abandonaram o prédio às pressas por ordem da titular. Eles acharam que o prédio seria ocupado pelos manifestantes, mas isso não aconteceu.

22 de Abril de 2015
por esmael
10 Comentários

Confisco da previdência pode ser o mico do ano na Assembleia do PR

A charge "bancada do camburão" é de Paixão, originalmente na Gazeta do Povo.

A charge “bancada do camburão” é de Paixão, originalmente na Gazeta do Povo.

Os deputados estaduais estão prestes a embarcar, pela segunda vez, numa espécie de “camburão” pilotado pelo governador Beto Richa (PSDB). A figura de linguagem utilizada pelo Blog do Esmael é para exemplificar ao leitor o tamanho da roubada que os parlamentares governistas estão prestes a entrar novamente, se votarem em regime de urgência o pacote de ajuste do tucano que prevê o confisco de R$ 140 milhões ao mês da poupança previdenciária de 200 mil servidores públicos. Leia mais

20 de Abril de 2015
por esmael
30 Comentários

Coluna da Gleisi Hoffmann: “Previdência não pode ser confiscada por Richa em regime de urgência”

gleisi_previdencia_richaGleisi Hoffmann*

A previdência é um dos patrimônios importantes para as pessoas depois de uma vida de trabalho. Para os servidores do Estado do Paraná, os recursos depositados mensalmente no Fundo de Previdência, com descontos dos salários e com recursos de tributos pagos por toda a sociedade, são justamente o lastro, a garantia de receber a merecida aposentadoria, depois de tantos anos servindo ao Estado. Leia mais

15 de Abril de 2015
por esmael
3 Comentários

Cinco mil trabalhadores contra a terceirização em Curitiba; assista


O Blog do Esmael transmitiu ao vivo, em parceria com a TV 15, direto de Curitiba, manifestação dos trabalhadores contra o projeto da terceirização (PL 4330/40) que tramita na Câmara Federal.

Movimento contra a precarização do trabalho coincide com a aprovação de requerimento, na Assembleia, para votação em regime de urgência do projeto que confisca a poupança previdenciária dos servidores públicos paranaenses.

O protesto organizado pelas centrais CUT, UGT, Força Sindical, NCST, CTB e demais entidades dos movimentos populares, entre 12h e 14h, reuniu cinco mil trabalhadores.

Transmissão encerradas às 14h11.

Abaixo, assista na íntegra ao vídeo da manifestação:

15 de Abril de 2015
por esmael
3 Comentários

Marcha contra terceirização seguirá para a Boca Maldita, jura CUT

Desde a madrugada desta quarta-feira, dia 15, milhares de trabalhadores protestam na região Sul de Curitiba. Parte da Linha Verde, uma via com intenso tráfego na Cidade Industrial, e portas de fábricas como a Volvo foram bloqueados contra a lei de terceirização em regime de votação na Câmara Federal.

Por volta das 11 horas, os trabalhadores sob as bandeiras da CUT, UGT, Força Sindical, NCST, CTB e demais entidades dos movimentos populares, se concentram na Praça Santos Andrade (UFPR), de onde saem para uma marcha originalmente marcada para seguir rumo à Boca Maldita.

A presidenta da CUT, Regina Cruz, ao repórter César Setti, descartou mudar o trajeto em direção à Assembleia Legislativa do Paraná, no Centro Cívico, cuja sessão começa às 14h30.

O Blog do Esmael vai transmitir ao vivo, a partir das 12h, toda a manifestação em parceria com a TV 15.

Além de trabalhadores do setor privado, o movimento de hoje contra a terceirização também envolve muitos servidores públicos que estão sendo ameaçados pelo confisco da poupança previdenciária. Ontem (14), os deputados aprovaram requerimento para tramitar em regime de urgência projeto do governador Beto Richa (PSDB).

“Não discutimos nada sobre mudar o trajeto, mas vamos ver isso quando chegarmos à Praça Santos Andrade”, admitiu Nelson de Souza, o Nelsão, presidente da Força. Ele conversou com o Blog do Esmael durante manifestação em frente à montadora sueca Volvo.

Pelo sim pelo não é bom os deputados estaduais colocarem as barbas de molho, pois o funcionalismo público está “P” da vida com esse confisco da previdência.