15 de abril de 2015
por esmael
3 Comentários

Cinco mil trabalhadores contra a terceirização em Curitiba; assista


O Blog do Esmael transmitiu ao vivo, em parceria com a TV 15, direto de Curitiba, manifestação dos trabalhadores contra o projeto da terceirização (PL 4330/40) que tramita na Câmara Federal.

Movimento contra a precarização do trabalho coincide com a aprovação de requerimento, na Assembleia, para votação em regime de urgência do projeto que confisca a poupança previdenciária dos servidores públicos paranaenses.

O protesto organizado pelas centrais CUT, UGT, Força Sindical, NCST, CTB e demais entidades dos movimentos populares, entre 12h e 14h, reuniu cinco mil trabalhadores.

Transmissão encerradas às 14h11.

Abaixo, assista na íntegra ao vídeo da manifestação:

15 de abril de 2015
por esmael
3 Comentários

Marcha contra terceirização seguirá para a Boca Maldita, jura CUT

Desde a madrugada desta quarta-feira, dia 15, milhares de trabalhadores protestam na região Sul de Curitiba. Parte da Linha Verde, uma via com intenso tráfego na Cidade Industrial, e portas de fábricas como a Volvo foram bloqueados contra a lei de terceirização em regime de votação na Câmara Federal.

Por volta das 11 horas, os trabalhadores sob as bandeiras da CUT, UGT, Força Sindical, NCST, CTB e demais entidades dos movimentos populares, se concentram na Praça Santos Andrade (UFPR), de onde saem para uma marcha originalmente marcada para seguir rumo à Boca Maldita.

A presidenta da CUT, Regina Cruz, ao repórter César Setti, descartou mudar o trajeto em direção à Assembleia Legislativa do Paraná, no Centro Cívico, cuja sessão começa às 14h30.

O Blog do Esmael vai transmitir ao vivo, a partir das 12h, toda a manifestação em parceria com a TV 15.

Além de trabalhadores do setor privado, o movimento de hoje contra a terceirização também envolve muitos servidores públicos que estão sendo ameaçados pelo confisco da poupança previdenciária. Ontem (14), os deputados aprovaram requerimento para tramitar em regime de urgência projeto do governador Beto Richa (PSDB).

“Não discutimos nada sobre mudar o trajeto, mas vamos ver isso quando chegarmos à Praça Santos Andrade”, admitiu Nelson de Souza, o Nelsão, presidente da Força. Ele conversou com o Blog do Esmael durante manifestação em frente à montadora sueca Volvo.

Pelo sim pelo não é bom os deputados estaduais colocarem as barbas de molho, pois o funcionalismo público está “P” da vida com esse confisco da previdência.

15 de abril de 2015
por esmael
15 Comentários

“Vou lutar em Brasília para barrar o confisco da previdência dos servidores do Paraná”, avisa Gleisi

gleisi_previdenciaA senadora Gleisi Hoffmann (PT) afirmou ao Blog do Esmael nesta quarta-feira (15) que vai lutar, em Brasília, para que o governo Beto Richa (PSDB) não confisque a poupança previdenciária, de R$ 8 bilhões, que pertence aos servidores públicos do Paraná. Leia mais

15 de abril de 2015
por esmael
32 Comentários

Veja como votou cada deputado no regime de urgência para o confisco da previdência dos servidores do PR

camburao_previdenciaO plenário da Assembleia Legislativa do Paraná aprovou no final da tarde de ontem (14), por 31 votos a 15, requerimento do deputado Luiz Cláudio Romanelli (PMDB), líder do governador Beto Richa (PSDB), que coloca em regime de urgência a tramitação do projeto que confisca a poupança previdenciária dos servidores do estados. Leia mais

14 de abril de 2015
por esmael
53 Comentários

Por 31 votos a 15, Assembleia aprova regime de urgência para confisco da Previdência; assista ao vídeo

Rasca e Requião Filho protestaram contra o regime de urgência para votar a Previdência; "Somente uma grande mobilização da sociedade para barrar o confisco da poupança dos servidores", diz o peemedebista.

Rasca e Requião Filho protestaram contra o regime de urgência para votar a Previdência; “Somente uma grande mobilização da sociedade para barrar o confisco da poupança dos servidores”, diz o peemedebista.

O governo Beto Richa (PSDB) tem pressa para abocanhar a poupança previdenciária dos servidores públicos do Paraná. Na tarde desta terça-feira (14), por 31 votos a 15, a Assembleia Legislativa aprovou tramitação em regime de urgência do projeto que confisca o dinheiro da previdência. Leia mais

14 de abril de 2015
por esmael
8 Comentários

Governo recua de urgência, mas não desiste do dinheiro da Previdência

Previdencia_ALEP_ProfsO governo Beto Richa (PSDB) quer resolver seu problema de caixa a custas dos recursos do fundo previdenciário dos servidores do Paraná. Ontem (13), o tucano recuou do “regime de urgência” para tramitar o projeto, mas não desistiu de confiscar mensalmente R$ 140 milhões da poupança do funcionalismo estadual.

Ato contínuo, hoje, às 13h30, por iniciativa do deputado Luiz Cláudio Romanelli (PMDB), líder de Richa na Assembleia, o criador da Paranáprevidência, Renato Follador, vai à CCJ (Comissão de Constituição de Justiça) defender o novo modelo proposto pelo Palácio Iguaçu.

Romanelli acredita que já dobrou a resistência do Fórum de Entidades Sindicais (FES) ao novo texto do projeto, entretanto, nesta terça (14), ao menos quatro universidades estaduais paralisaram suas atividades em advertência à tungada na poupança previdenciária.

25 de março de 2015
por esmael
10 Comentários

Censurado na Assembleia Legislativa, criador da Paranáprevidência será ouvido pela Câmara Federal

O deputado federal João Arruda (PMDB) aprovou nesta quarta-feira (25), na Comissão de Fiscalização Financeira e de Controle da Câmara Federal, um requerimento para formação de uma audiência pública para analisar os fundos previdenciários estaduais.

No começo deste mês, a bancada governista da Assembleia Legislativa do Paraná censurou o idealizador da Paranaprevidência, Renato Follador, barrando convocação para que ele explicasse o impacto das mudanças que o governo estadual pretende realizar nas regras de concessão e destinação do fundo dos servidores públicos estaduais.

A audiência pública prevista para a semana que vem levará à Câmara o ministro da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas, além do censurado Follador.

“O evento será transmitido ao vivo pela TV 15 e o Blog do Esmael“, adianta João Arruda, reeleito hoje vice-presidência da Comissão de Fiscalização e Controle.

A ideia é analisar as mudanças realizadas pelos estados do Paraná, São Paulo e Minas Gerais no Regime Próprio de Previdência Social dos Servidores do Estado e que estão sendo questionadas pela Advocacia Geral da União (AGU).

Na justificativa da convocação, Arruda explica que a AGU considerou que o projeto de lei do governo do Paraná que extingue o Fundo Previdenciário está em desacordo com a técnica contábil e com o mandamento constitucional do “equilíbrio financeiro e atuarial, além de atentar contra os princípios constitucionais de eficiência e de economicidade”. “Temos que debater urgente este tema, uma vez que cabe ao Ministério da Previdência Social estabelecer os parâmetros e as diretrizes gerais para a organização e o funcionamento dos regimes próprios de previdência social”, afirmou o parlamentar, reeleito na reunião de hoje como vice-presidente da Comissão de Fiscalização Financeira e de Controle da Câmara Federal.

Paranaprevidência – Renato Follador, um dos idealizadores da Paranaprevidência em 1998, disse que a instituição está morta com a unificação dos dois principais fundos do órgão que libera o Executivo para usar uma “poupança futura” de R$ 8 bilhões de um deles para pagar a folha dos atuais inativos do Estado. “Em um governo que tem enfrentado dificuldades para quitar a folha de ativos, o risco que se corre é zerar esse saldo da previdência no curto prazo e ameaçar também o pagamento das aposentadorias”, analisou o especialista.