Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

16 de março de 2018
por esmael
Comentários desativados em Meirelles anuncia calote nas emendas parlamentares

Meirelles anuncia calote nas emendas parlamentares

O ministro dos bancos privados [antiga Fazenda] Henrique Meirelles faz terrorismo na cabeça dos deputados que, até aqui, votaram como ‘cordeirinhos’ medidas antipovo e favoráveis ao golpe de Michel Temer. O representante da banca condiciona o pagamento de emendas parlamentares à aprovação da “pauta econômica” do governo pelo Congresso Nacional. Na prática, Meirelles fez deputados e senadores de bobos, na cara dura ensaia calote nas emendas. Leia mais

13 de junho de 2017
por esmael
35 Comentários

Veja quais servidores serão afetados pelo 12º pacote de maldades de Beto Richa

A 12ª edição do ‘pacote de maldades’ do governador Beto Richa (PSDB), que chegou nesta segunda-feira (12) à Assembleia Legislativa, atinge cerca de 15 mil servidores do Quadro Próprio do Poder Executivo (QPPE).

12 de junho de 2017
por esmael
4 Comentários

PSD enquadra vereadores ao posicionar-se contra ‘pacote de maldades’ de Rafael Greca

O presidente do PSD de Curitiba, deputado Ney Leprevost, obteve uma importante vitória nesta segunda-feira (12) ao conseguir aprovar resolução contrária ao ‘pacote de maldades’ do prefeito Rafael Greca (PMN). A decisão enquadra os quatro vereadores do partido na Câmara Municipal.

6 de fevereiro de 2017
por esmael
8 Comentários

“Maldade sempre tem”, diz líder do governo

O líder do governo na Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), jurou na manhã desta segunda-feira (6) desconhecer o conteúdo do novo pacote de maldades que será enviado hoje à tarde àquela Casa.

5 de fevereiro de 2017
por esmael
32 Comentários

Requião Filho: novo ‘pacote de maldades’ de Richa será contra funcionalismo público

O líder da oposição na Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Requião Filho (PMDB), ao Blog do Esmael, disse neste domingo (5) acreditar que o novo ‘pacote de maldades’ que chegará esta semana àquela Casa será contra os servidores públicos do estado.

20 de setembro de 2016
por esmael
35 Comentários

Beto Richa sumiu do mapa eleitoral do PR

enio_richaO deputado Enio Verri (PT-PR), em sua coluna desta terça (20), explica os motivos pelos quais candidatos a prefeito e vereador envitam a companhia do governador Beto Richa (PSDB) na campanha eleitoral do Paraná. Abaixo, leia, comente e compartilhe:

23 de agosto de 2016
por esmael
11 Comentários

Deputado Traiano põe presidente da Fiep para correr da Assembleia; assista ao vídeo

campagnolo_vs_traianoO presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Ademar Traiano (PSDB), pôs para correr ontem (22) o presidente da Federação das Indústrias do Paraná, Edson Campagnolo.

22 de agosto de 2016
por esmael
29 Comentários

Se passar o impeachment, maldades de Temer vão desagravar Dilma e PT nas eleições

temer_fatura_golpeSe o interino Michel Temer (PMDB) for confirmado no cargo, no dia seguinte chega a fatura para liquidar direitos trabalhistas e sociais.

18 de agosto de 2016
por esmael
9 Comentários

Richa faz escola: depois de calotes, demissões como estratégia de marketing em Araucária

rui_hissam_rosaneO prefeito de Araucária Rui Souza (PTC), que tentará a reeleição, anunciou nesta quinta (18) um “pacote de maldades” atendendo apelos de pesquisadores e marqueteiros. O remédio é muito parecido com aquele oferecido pelo governador Beto Richa (PSDB) aos paranaenses.

5 de julho de 2016
por esmael
22 Comentários

À espera de novo pacote de maldades de Richa, Assembleia suspende recesso no Paraná

richa_lemosO deputado Professor Lemos (PT) denunciou que entidades patronais estão atacando servidores públicos a pedido do governador Beto Richa (PSDB).

Segundo o parlamentar, essas organizações cujos dirigentes têm supersalários que até ultrapassam os R$ 40 mil — pagos com recursos públicos, sem fiscalização e transparência — pressionam pela retirada de direitos dos educadores e funcionários públicos do estado.

12 de fevereiro de 2016
por esmael
17 Comentários

Um ano depois ainda se pergunta: quem seria o frouxo do camburão?

Até os dias atuais, servidores públicos e a frente política paranaense não esqueceram nem perdoaram os integrantes da “Bancada do Camburão”. Onde eles passam, como se fosse uma reação fisiológica do povo, como respirar, por exemplo, são vaiados e expulsos dos locais pela ira santa. Esses deputados ainda sequer conseguiram “deputar”, pois não têm certeza se podem ir à esquina comprar pão ou tomar um inocente cafezinho na tradicional Boca Maldita, em Curitiba.

Foi hilário e trágico o surgimento da “Bancada do Camburão”, há exato um ano, na Assembleia Legislativa do Paraná, com direito a valsa dançada pelo então secretário da Segurança, Fernando Francischini (SD), com um professor que protestava contra o confisco da poupança previdenciária dos servidores públicos do estado.

Assista ao vídeo

Além desses fiascos iniciais, onde três dezenas de parlamentares tentavam enganar os manifestantes entrando pelos fundos na Assembleia amparados por robustos policiais militares, também houve um deputado que se cagou nas calças no curto trajeto entre o “Chapéu Pensador” – um gabinete secreto do governador Beto Richa (PSDB) – e o Centro Cívico.

Assista ao vídeo

A revelação coube ao colunista Dante Mendonça, colunista do blog Gazeta do Povo, que, para frustração de muitos paranaenses, não declinou o nome da Excelência com frouxos intestinais. Houve um “pacto malcheiroso” dos passageiros do camburão naquele dia 12 de fevereiro de 2015 para viesse à tona o nome do cagão. Mas, para deleite de todos, até hoje se pergunta: quem seria o frouxo do camburão?

Independentemente de quem tenha sido o frouxo daquela ocasião, o fato mais danoso é que mesmo depois da vergonhosa submissão – e decisão – que fez 34 deputados entrarem no caveirão da PM, esses mesmos parlamentares continuaram fazendo cagadas bovinas na Casa de Leis. Votaram tratoraços, pacotaços que aumentavam ICMS, IPVA, confisco da previdência, enfim, dentre outras maldades arquitetadas no Palácio Iguaçu.

Até os dias atuais, servidores públicos e a frente política paranaense não esqueceram nem perdoaram os integrantes da “Bancada do Camburão”. Onde eles passam, como se fosse uma reação fisiológica do povo, como respirar, por exemplo, são vaiados e expulsos dos locais pela ira santa. Esses deputados ainda sequer conseguiram “deputar”, pois não têm certeza se podem ir à esquina comprar pão ou tomar um inocente cafezinho na tradicional Boca Maldita, em Curitiba.

A seguir, veja quais sãos os deputados que compõem a “bancada do camburão” na Assembleia:

 – Ademar Traiano (PSDB)
– Alexandre Curi (PMDB)
– Alexandre Guimarães (PSC)
– André Bueno (PDT)
– Artagão Jr. (PMDB)
– Bernardo Ribas Carli (PSDB)
– Claudia Pereira (PSC)
– Cobra Repórter (PSC)
– Cristina Silvestri (PPS)
– Dr. Batista (PMN)
– Elio Rusch (DEM)
– Evandro Jr. (PSDB)
– Felipe Francischini (SD)
– Fernando Scanavaca (PDT)
– Francisco Bührer (PSDB)
– Guto Silva (PSC)
– Hussein Bakri (PSC)
– Jonas Guimarães (PMDB)
– Luiz Carlos Martins (PSD)
– Luiz Claudio Romanelli (PMDB)
– Marcio Nunes (PSC)
– Maria Victoria (PP)
– Mauro Moraes (PSDB)
– Missionário Ricardo Arruda (PSC)
– Nelson Justus (DEM)
– Paulo Litro (PSDB)
– Pedro Lupion (DEM)
– Plauto Miró (DEM)
– Schiavinato (PP)
– Tiago Amaral (PSB)
– Tião Medeiros (PTB)
– Wilmar Reichembach (PS

11 de fevereiro de 2016
por esmael
62 Comentários

“Pacote de Maldades 4” de Beto Richa prevê privatização da Copel e Sanepar

ricardo_privatizacao_richaO governador Beto Richa (PSDB) deverá encaminhar novo pacote de maldades à Assembleia Legislativa do Paraná na volta do feriado de Carnaval. O tucano vai retomar a ideia de privatizar a Companhia Paranaense de Energia, a nossa Copel, e a Companhia de Saneamento do Paraná, a nossa Sanepar.

O “Pacote de Maldades 4” retoma projeto que revoga um inciso da Lei Estadual 15.608/2007, o que desobrigaria o executivo de precisar de autorização dos deputados estaduais para vender ações de empresas públicas e de economia mista, como as companhias de água e energia. No segundo semestre do ano passado, essa mensagem do Palácio Iguaçu foi gongada pelos parlamentares.

O sonho do governador do PSDB em privatizar as duas empresas símbolo do estado é antigo. Foi verbalizada pela primeira vez no começo do ano passado, quando o secretário da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, numa entrevista à imprensa “especializada” em economia, cantou com todas a letras os passos seguintes de Richa: desfazer das ações da Sanepar e Copel.

O “PAC Tucano 4” (Programa de Aceleração da Crina) não é autossustentável tal qual os anteriores, por isso sempre exigirá arrancar cada vez mais o couro dos cidadãos desta terra das araucárias.

4 de outubro de 2015
por esmael
29 Comentários

Nas vésperas de 2016, surge campanha contra “bancada do camburão” nas redes sociais

Campanha apoiada por Requião Filho contra a “bancada do camburão” já pegou nas redes sociais; resta saber se aquela máxima "quem apanha nunca esquece" continua valendo e se ela [a campanha] interferirá efetivamente na escolha dos eleitores em 2016.

Campanha apoiada por Requião Filho contra a “bancada do camburão” já pegou nas redes sociais; resta saber se aquela máxima “quem apanha nunca esquece” continua valendo e se ela [a campanha] interferirá efetivamente na escolha dos eleitores em 2016.

“Eu não voto em prefeito apoiado pelo Richa e pelos deputados do camburão”. Eis a mensagem que virou “meme” nas redes sociais neste fim de semana, que certamente será repetido como se fosse um mantra até outubro de 2016 — ou seja nas eleições municipais que ocorrerão daqui a exato um ano. Leia mais

30 de setembro de 2015
por esmael
11 Comentários

‘Pacotes de maldades’ de Richa custaram R$ 18 para cada paranaense; governo economizou apenas R$ 1

O secretário da Fazenda importado, Mauro Ricardo Costa, participará de uma audiência pública nesta quarta-feira (30), às 14h30, na Assembleia Legislativa do Paraná.

O interventor do PSDB nacional nas finanças do estado terá a oportunidade de explicar aos deputados, caso queiram perguntar, por que o governo Richa só economizou um R$ 1 e os paranaenses estão pagando R$ 18 pelo ‘pacote de maldades’. Essa conta foi realizada pelo repórter Euclides Lucas Garcia, do jornal Gazeta do Povo.

Segundo dados da Fazenda, a receita total do governo nos 8 primeiros meses foi de R$ 25,3 bilhões e o tesouro tem um superávit de R$ 1,4 bilhão.

Esse dinheiro em caixa é fruto do massacre dos professores no último dia 29 de abril, durante a votação do confisco da poupança previdenciária. O governo Beto Richa (PSDB) já surrupiou R$ 2 bilhões das aposentadorias dos servidores públicas. Ou seja, a grana que sobra está suja com o sangue derramado no Centro Cívico e com o suor dos trabalhadores que pagam a conta do aumento dos tributos.

Pelo slide de apresentação do secretário (disponível abaixo), as receitas tributárias cresceram entre janeiro e agosto 18,06% em comparação ao mesmo período do ano passado em virtude do aumento de 12% para 18% da alíquota do ICMS sobre 95 mil itens de consumo popular e a elevação de 40% na alíquota do IPVA.

O valor arrecadado este ano por meio de tributos chegou a R$ 17,4 bilhões. Era de e R$ 14,8 bilhões em 2014, entre janeiro e agosto.

Veja os números da arrecadação do governo tucano, após o massacre e de dois dos 3 ‘pacotes de maldades’ aprovados pela Assembleia Legislativa:

http://s3.amazonaws.com/static.esmaelmorais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/20192051/audiencia_publica.pdf