Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

7 de julho de 2015
por esmael
7 Comentários

Para “limpar a barra”, Assembleia deverá aprovar hoje reajuste de 8,17% aos servidores do judiciário

Reajuste_Roma_TraianoA mesa executiva da Assembleia Legislativa do Paraná colocará em votação, na sessão desta terça-feira (7), reajuste de 8,17% para os servidores do judiciário. Oposição e situação deverão acatar a mensagem do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR) que, neste caso, cumpre a lei da data-base. Leia mais

3 de abril de 2015
por esmael
26 Comentários

Reprovação de Richa é maior que a de Dilma, diz a Paraná Pesquisas

murilo_dilma_richaA popularidade do governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), está mais baixa que a da presidenta Dilma Rousseff (PT). A revelação é da Paraná Pesquisas, instituto de Murilo Hidalgo, que fez sondagem exclusiva para a revista Época. Leia mais

16 de março de 2015
por esmael
43 Comentários

Prestes a confiscar R$ 8 bi da Previdência, Richa pede em artigo “cota de sacrifício” dos servidores públicos

O governador Beto Richa (PSDB) continua com a ideia-fixa de confiscar os R$ 8 bilhões da poupança previdenciária. O dinheiro é para a aposentadoria e pensões futuras de 200 mil funcionários do Paraná. O tucano quer abocanhar o numerário para bancar o rombo no caixa.

Em artigo publicado nesta segunda-feira (16) no jornal Folha de S. Paulo, o tucano avisou que os paranaenses !“ e em especial os servidores públicos !“ precisam dar sua “cota de sacrifício” para sanar as finanças do estado.

Richa abre o artigo falando que está restabelecendo a verdade! depois da greve dos professores. Ele repete a inverdade de que a categoria recebeu 60% de aumento nos salários nos últimos 4 anos, bem como registra que contratou 23 mil profissionais da educação, quando, na verdade, houve demissões dos educadores contratados em regime PSS e consequente diminuição de professores e a superlotação das salas de aula.

Abaixo, leia a íntegra do artigo de Beto Richa defendendo seu pacotaço de maldades! !“ inclusive o confisco dos R$ 8 bilhões da Paranáprevidência:

Beto Richa: Restabelecendo a verdade

Encerrada a greve dos professores da rede pública, é hora de restabelecer a verdade dos fatos sobre a situação econômica do Paraná e expor as medidas que estamos tomando para assegurar o equilíbrio das finanças do Estado.

Tenho certeza de que o leitor, isento de paixões, concordará comigo que o Paraná, apesar das dificuldades conjunturais, goza de uma condição estrutural muito mais sólida que a pregada por opositores.

Ao assumir o governo, em janeiro de 2011, herdei uma dívida de curto prazo de R$ 4,5 bilhões (R$ 1 bilhão só de recolhimentos ao Pasep, não realizados na gestão anterior).

Promovemos um ajuste fiscal, com o corte de mil cargos comissionados, a eliminação de cinco secretarias e a redução de quase 20% das despesas de custeio.

Tudo para sanear as finanças do Estado, engessadas por vinculações obrigatórias de receitas.

Em primeiro lugar, considerando apenas tributos arrecadados pelo Estado, devem ir para os municípios 25% do ICMS e 50% do IPVA.

O restante da receita — composta da porcentagem remanescente de ICMS e IPVA, somada aos repasses federais para cada área — deve ser executado da seguinte forma: 20% para o Fundeb, 30% para a educação, 12% para a saúde, 18,6% para os demais Poderes, 2% para ciência e tecnologia, 2% para precatórios (compromisso que não havia na gestão anterior) e 1% para o Pasep.

Embora esses repasses comprometam cerca de 80% da arrecadação do ICMS e do IPVA, investi em educação e saúde mais do que prevê a lei. Em 2014, foram aplicados 34,3% das receitas em educação e 12,3% em saúde.

Também elevamos o investimento em segurança pública, contratan

3 de março de 2015
por esmael
67 Comentários

Paraná Pesquisas: ‘76% desaprovam Beto Richa’; queda na popularidade do governador desnorteia PSDB nacional

O governador Beto Richa é reprovado por 3 em 4 eleitores paranaenses, aponta levantamento da Paraná Pesquisas/Gazeta do Povo; queda na popularidade do tucano atrapalha planos golpistas do PSDB, que planeja marcha pelo impeachment de Dilma; Murilo Hidalgo, diretor-presidente do instituto de pesquisa, relaciona a queda a interrupção dos serviços públicos pelas greves e os crescentes protestos que pedem o impeachment do tucano.

O governador Beto Richa é reprovado por 3 em 4 eleitores paranaenses, aponta levantamento da Paraná Pesquisas/Gazeta do Povo; queda na popularidade do tucano atrapalha planos golpistas do PSDB, que planeja marcha pelo impeachment de Dilma; Murilo Hidalgo, diretor-presidente do instituto de pesquisa, relaciona a queda a interrupção dos serviços públicos pelas greves e os crescentes protestos que pedem o impeachment do tucano.

A popularidade do governador Beto Richa (PSDB) virou pó. Apenas 20% dos paranaenses dizem aprovar a administração do tucano, diz levantamento da Paraná Pesquisas encomendado pelo jornal Gazeta do Povo. Leia mais

25 de fevereiro de 2015
por esmael
69 Comentários

Richa faz mais promessas à  educação, que desconfia. Greve continua no PR

richa_previdencia_marcha.jpgO governo Beto Richa (PSDB) reconhece a dívida com educadores, mas diz pagar o terço de férias somente no dia 31 de março. A categoria desconfia da promessa, pois, em acordos anteriores, o tucano não cumpriu com o combinado. Leia mais

19 de fevereiro de 2015
por esmael
85 Comentários

Ao vivo: 100 mil contra Beto Richa

O Blog do Esmael transmite ao vivo, em parceria com a TV 15, direto do Palácio Iguaçu, em Curitiba, a manifestação dos 100 mil contra o ‘pacote de maldades’ do governador Beto Richa (PSDB). Acompanhe aqui. Leia mais

17 de fevereiro de 2015
por esmael
3 Comentários

Marchinha da Assembleia; assista

camburao_alep_marcha.jpgA “Bancada do Camburão” da Assembleia Legislativa continua a estimular os artistas do Paraná inteiro. Moçada de Curitiba, por exemplo, compôs uma marchinha dedicada aos deputados. Leia mais

17 de fevereiro de 2015
por esmael
12 Comentários

Hermes Leão: Greve na educação do PR vai mobilizar 100 mil na quinta”

O presidente da APP-Sindicato, Hermes Leão, em artigo especial para o Blog do Esmael, informa que a categoria vai mobilizar 100 mil educadores e servidores nesta quinta-feira, dia 19, em atos públicos em mais de 30 cidades do Paraná. Segundo o dirigente da maior entidade sindical do estado, a greve nas 2,1 mil escolas continua até o governo Beto Richa atender à  pauta de reivindicação da categoria.

O presidente da APP-Sindicato, Hermes Leão, em artigo especial para o Blog do Esmael, informa que a categoria vai mobilizar 100 mil educadores e servidores nesta quinta-feira, dia 19, em atos públicos em mais de 30 cidades do Paraná. Segundo o dirigente da maior entidade sindical do estado, a greve nas 2,1 mil escolas continua até o governo Beto Richa atender à  pauta de reivindicação da categoria.

Hermes Leão*

O enfrentamento visto na primeira semana da greve da Educação Pública no Paraná é a resposta da categoria e da sociedade paranaense à s medidas autoritárias que o governo Beto Richa (PSDB) impôs à  educação e ao conjunto dos servidores do estado.
Foram centenas de atos regionais, atos estaduais e ocupações da Assembleia Legislativa. Tal empenho e mobilização dos(as) trabalhadores(as) em educação, em conjunto com diversas categorias dos(as) servidores(as) e movimentos sociais organizados, levou a uma importante vitória: a retirada dos projetos de lei que atacavam as carreiras e a previdência dos servidores. Leia mais

17 de fevereiro de 2015
por esmael
21 Comentários

Em tempos de Fora Richa!, Paraná tem o Carnaval mais politizado da história

carnaval_parana_2015.jpgNunca antes na história do Paraná houve um Carnaval tão politizado como este de 2015.

O governador Beto Richa (PSDB) e os deputados que compõem a base de sustentação do tucano na Assembleia Legislativa, a Bancada do Camburão!, são os alvos preferenciais de foliões em todo o estado. Leia mais

16 de fevereiro de 2015
por esmael
8 Comentários

Velha mídia esconde “Fora Beto” e maior escândalo da história financeira mundial, diz colunista da Folha

folha_hsbc_richa.jpgNão é o Blog do Esmael, crítico atroz do laissez-faire, quem registra a “desatenção” da velha mídia nacional com o caso HSBC na Suíça, banco que ajudou milionários a ocultar bilhões de dólares, inclusive muitos brasileiros, e esconder! uma “revolução” em curso que sacode o governo Beto Richa (PSDB) no Paraná. à‰ o jornalista Ricardo Melo, colunista do jornal Folha de S. Paulo, quem alerta para essas lacunas! no artigo “HSBC e Beto Richa”.

Cerca de 9 mil brasileiros estão entre os 100 mil correntistas do mundo todo envolvidos na maracutaia do HSBC, que movimentam US$ 100 bilhões ou R$ 300 bilhões em moeda nacional.

A velha mídia nacional que se diz “investigativa” não quer enfiar a mão na cumbuca do HSBC porque, certamente, ela própria ou seus sócios estejam mergulhados na lama. “Esquisito”, registra o colunista da Folha, ao comentar o sumiço do assunto da pauta.

Ricardo Melo também anota na Folha, edição deste domingo (16), que houve uma “revolução” no Paraná capitaneada por servidores públicos, trabalhadores e estudantes que obrigaram o governador reeleito Beto Richa, do PSDB, a recuar no chamado “pacote de maldades” enviado à  Assembleia Legislativa.

“Entre outros disparates, o tucano propunha confiscar a previdência dos servidores para tapar rombos da antiga administração –dirigida por ele mesmo!”, ironizou o colunista, que estranha o fato de deputados chegarem de camburão na sessão que não conseguiu votar o pacote. “Notícia daquelas, de repercussão nacional, exceto na mídia de fora da região.”

“Foi na capital do Paraná. Mesmo Estado onde fica a Londrina do juiz Sérgio Moro, sede do antigo Bamerindus vendido a preço simbólico ao HSBC e do Banestado (Banco do Estado do Paraná), pivô da CPI que durante os anos 90 catapultou o doleiro Alberto Yousseff para manchetes. Mera coincidência, talvez”, finaliza o atento colunista da Folha.

A seguir, leia a íntegra do artigo publicado na Folha de S. Paulo:

15 de fevereiro de 2015
por esmael
82 Comentários

‘Crise no Camburão’: Os três sábios ensinamentos da mãe de Romanelli

richa_alep_roma.jpgO líder do governo na Assembleia Legislativa do Paraná, Luiz Cláudio Romanelli (PMDB), neste domingo (15) momesco, divulgou pelo WhatsApp uma carta recheada de magoras que parece ser um recado direto, embora cifrado, para o governador Beto Richa (PSDB). Além disso, é quase um “adeus” à  função que exerce efetivamente há menos de duas semanas.

“Com a minha mãe aprendi que no mundo existem três tipos de pessoas: os que pensam por si próprios, os que só pensam pela cabeça dos outros e há ainda uma terceira categoria – a pior de todas – que nem pensam por si próprios e nem conseguem entender o que é dito pelos que pensam por eles”, diz um trecho do documento de Romanelli, que, segundo uma fonte do Palácio Iguaçu, pode custar-lhe a liderança na volta do recesso de Carnaval.

Mais um trecho da mensagem saltou aos olhos do palacianos: “Na condição de relator, retirei do texto do projeto de lei, por meio de uma emenda substitutiva, assinada pelos 34 deputados”, escreveu o líder, chamando para si os louros pela manutenção “dos diretos trabalhistas (incluindo a aposentadoria) e conquistas históricas dos servidores públicos e professores do Estado do Paraná ou seja, todos os direitos ficaram preservados”.

Richa e Romanelli vêm se estranhando publicamente desde a frustrada tentativa de a ‘Bancada do Camburão’ aprovar o pacote de maldades, na última quinta 12, quando houve confronto entre funcionários públicos e a polícia (clique aqui).

No acampamento dos professores em greve, no Centro Cívico, em Curitiba, já há bolão sobre quantos dias Romanelli vai durar na liderança do governo Richa.

A seguir, leia a íntegra da carta de Romanelli:

13 de fevereiro de 2015
por esmael
109 Comentários

Richa é desmentido pelo próprio líder do governo na Assembleia; assista

richa_roma.jpgO governador Beto Richa (PSDB) saiu ontem à  noite (12) da toca, assustadíssimo, para acusar professores e funcionários públicos em greve de “baderneiros”. Leia mais

12 de fevereiro de 2015
por esmael
21 Comentários

Dia D: Richa e funcionários em greve travam hoje a senhora das batalhas

batalha_diaD.jpgO governo Beto Richa (PSDB) e o funcionalismo público em greve geral protagonizam nesta quinta-feira, dia 12, a senhora de todas as batalhas no Centro Cívico, em Curitiba, onde mais de 30 mil pessoas são esperadas no protesto contra o pacote de maldades! do tucano. Leia mais

12 de fevereiro de 2015
por esmael
48 Comentários

Deputado denuncia mensalão tucano: “Governo Richa está comprando votos contra funcionalismo público”

richa_adelino.jpgO deputado Adelino Ribeiro (PSL), da região de Cascavel, faz grave denúncia de compra de voto pelo governo Beto Richa (PSDB) contra os funcionários públicos do Paraná. Leia mais

10 de fevereiro de 2015
por esmael
20 Comentários

OAB-PR lança manifesto contra pacote de Beto Richa que extingue fundo previdenciário

O presidente da OAB-PR, Juliano Breda, divulgou nesta terça (10) manifestação da entidade contra a tramitação sumária (tratoraço) do “pacotaço de maldades” do governador Beto Richa (PSDB) na Assembleia Legislativa do Paraná.

A OAB, que em 2013 impediu na Justiça a criação do Caixa Único (CU) de Richa, afirma que o fundo previdenciário foi constituído para desonerar o Estado do encargo de pagamento de proventos e de pensões.

“O desequilíbrio das finanças do Estado não pode ser equacionado com uma oneração excessiva à  população e aos funcionários públicos”, diz um trecho da nota, que ainda roga para que os deputados estaduais “rejeitem o projeto de lei em exame”.

Leia a íntegra do documento da OAB:

NOTA PÚBLICA

!‹!‹A ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL !“ SEà‡àƒO PARANà vem publicamente manifestar-se de forma absolutamente contrária ao regime de tramitação sumaríssimo, incompatível com a magnitude dos temas, e ao mérito do projeto de Lei 60/2015, do Governo do Estado, que provoca radicais alterações orçamentárias com profundos impactos sobre direitos adquiridos, em razão dos seguintes fundamentos.

!‹!‹O projeto é permeado pela diversidade das matérias, muitas delas totalmente desconexas. Vai desde uma simples campanha para incentivar a população a pedir nota fiscal até a polêmica medida de desvirtuar todos os fundos públicos existentes, acabando com a destinação específica dos valores que os compõem, e que justificaram suas criações, para permitir que sejam empregados no pagamento de qualquer item orçamentário, projetando, sobretudo, um inaceitável retrocesso no sistema previdenciário paranaense.

!‹!‹O PARANà PREVIDàŠNCIA foi criado para desonerar o Estado do encargo de pagamento de proventos e de pensões. Um dos poucos, senão o único projeto de real planejamento de longo prazo que já existiu no Estado. A fusão dos fundos previdenciário e financeiro praticamente retira o sentido da existência da entidade, e, no futuro, corremos o risco de voltar a situação anterior a 1998, quando sabia-se do esgotamento do modelo de contribuição e partiu-se para o modelo de capitalização.

!‹!‹Inadmissível a redução do valor das RPVs de 40 salários mínimos para R$ 12.000,00, ou seja, dívidas que devem ser pagas em 60 dias após a expedição da requisição de pequeno valor. Isso significa que condenações impostas contra o Estado que ultrapassarem o novo limite terão que ser submetidas ao regime dos precatórios, também seriamente comprometido pelo seguido inadimplemento do governo com sua obrigação constitucional.

!‹!‹O desequilíbrio das finanças do Estado não pode ser equacionado com uma oneração excessiva à  população e a

9 de fevereiro de 2015
por esmael
120 Comentários

Veja os 19 deputados que pediram “tratoraço” na Assembleia

Abaixo, a lista oficial dos 19 deputados estaduais que hoje requereram a instalação da comissão geral — o tratoraço — para aprovar os projetos do governador Beto Richa (PSDB) que retiram os direitos dos servidores públicos do Paraná. Confira.

lista_comissao_alep

Aqui a lista em formato texto: