“Não é a proposta que esperávamos, mas vamos levá-la à assembleia da categoria”, diz APP-Sindicato

luiz_app

O Conselho Estadual da APP-Sindicato está reunido neste momento analisando a nova proposta do governo Beto Richa (PSDB), que prevê reajuste da data-base de 3,45% em outubro, relativo à reposição da inflação entre janeiro e dezembro de 2014, e em janeiro do ano que vem é prevista reposição de 8,5% da inflação medida pelo IPCA durante todo o ano de 2015.

“Não é a proposta que esperávamos, mas vamos levá-la à assembleia da categoria”, informou ao Blog do Esmael o professor Luiz Fernando Rodrigues, diretor de comunicação da APP-Sindicato.

A entidade convocou assembleia geral de avaliação para terça-feira, dia 9, em Curitiba.

Read more

Proposta de Richa é “armadilha” contra professores, denuncia Requião Filho

requiao_filhoO deputado estadual Requião Filho (PMDB), vice-líder da oposição, em entrevista para a TV 15, que transmite ao vivo a sessão da Assembleia, avaliou como “armadilha” contra professores a nova proposta do governador Beto Richa (PSDB) de reposição salarial dos servidores públicos do Paraná.

Ao vivo: Deputados debatem fim da greve dos professores no PR

Segundo Requião Filho, há armadilhas no projeto enviado à Assembleia. No texto que propõe 3,45% em três vezes – 1,15% em setembro, 1,15% em outubro e 1,15% em novembro — com a promessa de liquidar o saldo em janeiro. No entanto, a mensagem faz uma ressalva: “havendo condições”. “Não se trata de brecha, mas de armadilha contra os servidores”, protestou o peemedebista.

Read more

Professores dizem que terço de férias não consta no contracheque de março

O nível de tensão volta a subir entre os professores da rede estadual de ensino do Paraná. É que não consta no contracheque do mês de março a parcela do terço das férias que o governador Beto Richa deveria ter pago já no final do ano passado. Esse foi um dos motivos da greve dos … Read more

Assembleia vai definir na quarta-feira futuro da greve na educação do PR

Depois de um dia inteiro de reuniões e avaliações sobre a greve na educação, o comando do movimento da APP-Sindicato decidiu no final desta tarde convocar uma assembleia geral da categoria para a próxima quarta-feira, dia 4 de março, em Curitiba. Os educadores terão a tarefa de interromper ou continuar o movimento paredista, que nesta … Read more

APP desmente líder do governo Richa: “A greve continua!”

A direção e o comando de greve da APP-Sindicato, depois da terceira rodada de negociações com o Palácio Iguaçu, pelas redes sociais, desmentiu o líder do governo Beto Richa (PSDB) na Assembleia Legislativa, Luiz Cláudio Romanelli (PMDB). Segundo a entidade, “a greve e a luta continuam!”. Romanelli (PMDB), em discurso de 15 minutos, no início … Read more

Requião sobre gestão de Richa: ‘Governo de merda’

Pelo Twitter, o senador Roberto Requião (PMDB) analisou as duas gestões do governador Beto Richa (PSDB): Governo que antecedeu ao governo atual do Richa foi uma merda. Na verdade o governo anterior do próprio Richa. Logo duas merdas de governo. — Roberto Requião (@requiaopmdb) 25 fevereiro 2015 Em entrevista à  RPC (Globo), nesta tarde, Beto … Read more

AO VIVO: Marcha da educação pública do PR contra Beto Richa

greve_app_aovivo.jpg

Educadores em greve há 17 dias realizam nesta manhã, em Curitiba, uma grande marcha contra o governador Beto Richa (PSDB). Os manifestantes, empunhando a bandeira da qualidade de ensino, rumam das praças centrais ao Palácio Iguaçu, Centro Cívico, onde ficam os três poderes.

Segundo a APP-Sindicato, que representa os trabalhadores da educação, a paralisação não é apenas por salários, mas por condições dignas de trabalho nas 2,1 mil escolas do estado que não têm, ainda, condições de abrirem as portas. Faltam funcionários, professores e recursos para o custeio (fundo rotativo).

Outras categorias do serviço público em greve — como servidores das universidades, Detran, Justiça, Saúde, Agricultura, etc. — devem engrossar a marcha de hoje pela manhã contra o governo tucano. A luta dos grevistas também é pelo futuro, ou seja, de repúdio ao confisco do fundo previdenciário de R$ 8 bilhões que pertence aos 200 mil funcionários públicos paranaenses.

Acompanhe tudo ao vivo, sem edição e Photoshop, pelo Blog do Esmael/TV 15. As imagens serão geradas desde a Praça Santos Andrade (UFPR) com cobertura do ato político em frente à  Assembleia Legislativa e Palácio Iguaçu.

Transmissão encerrada à s 17h10.

Reprise da marcha da educação. Assista:

Read more

Câmaras de vereadores de Toledo e Guarapuava também aprovam moção de repúdio a Beto Richa

O governador Beto Richa (PSDB) já é considerado oficialmente persona non grata em mais dois grandes municípios do Paraná. Ontem à  noite (23), as câmaras municipais de Toledo, no Oeste, e Guarapuava, Centro Sul, aprovaram por “goleada” moções de repúdio ao ‘pacote de maldades’ do tucano e apoio à  criação de uma CPI na Assembleia … Read more

Ao vivo: Assembleia Legislativa do PR

alep_acampamento.jpgO Blog do Esmael, em parceria com a TV 15, transmite ao vivo a sessão da Assembleia Legislativa do Paraná.

Professores e funcionários de escolas em greve receberão reforço de outras categorias do serviço público, também paralisadas, para ocupar novamente hoje à  tarde, a partir das 14h30, as galerias da Casa.

Sessão encerrada à s 16h40. Transmissão da TV 15 terminada à s 17h22.

Veja como foi a sessão de hoje:

Read more

Educadores em greve prometem hoje novo cerco à  Assembleia Legislativa

alep_app.jpgProfessores e funcionários de escolas em greve receberão reforço de outras categorias do serviço público, também paralisadas, para ocupar novamente hoje à  tarde, a partir das 14h30, as galerias da Assembleia Legislativa do Paraná.

Funcionários do Detran, das secretaria da Agricultura e da Saúde, das universidades estaduais, caminhoneiros que lutam contra o pedágio mais caro do mundo e o IPVA mais caro do país, e, amanhã, os trabalhadores Justiça engrossam o movimento paredista.

Os educadores estão acampados em barracas na Praça Nossa Senhora do Salete, no Centro Cívico, desde o último dia 9 de fevereiro, diante do impasse provocado pelo governo Beto Richa (PSDB), que insiste no parcelamento do calote e no desmonte das escolas da rede pública.

Desde o último dia 12, o governador tucano escafedeu-se das mídias sociais e do Palácio Iguaçu. Ninguém sabe sobre seu paradeiro, mas, enquanto isso, o Centro Cívico fervilha.

Read more

Educação promete na 4!ª nova megamanifestação contra Richa

O Conselho e Comando de Greve da APP-Sindicato definiram na noite deste sábado (21), depois de 10 horas de reunião, rejeitar as propostas do governo Beto Richa (PSDB) para encerrar o movimento paredista. Devido à  insuficiência e impasse entre a categoria e o Palácio Iguaçu, a greve continuará por tempo indeterminado. O movimento grevista vai … Read more

“A nossa greve continua”, informa presidente da APP-Sindicato

hermes_app.jpgO presidente da APP-Sindicato, Hermes Leão, nesta noite, anunciou depois de seis horas de reunião com o governo Beto Richa (PSDB) que a greve na educação continua no Paraná.

“A nossa greve continua porque há impasses importantes. A nossa pauta é de resistência e não perda de direitos”, disse Leão, ao informar que uma nova rodada de negociações com o Palácio Iguaçu acontecerá na segunda-feira, dia 23.

Na prática, houve pouco avanço do encontro entre grevistas e palacianos. Mas vale ressaltar que o governo sinalizou com a efetivação de mil pedagogos que ficaram de fora do decreto de nomeação e novo porte de escola com base nos critérios de dezembro de 2014.

Segundo a APP, o impasse continua diante do quadro de desmonte da educação no Paraná. “O secretário Fernando Xavier é estranho à  educação pública”, percebeu Marlei Fernandes, diretora da entidade.

Neste sábado, dia 21, a APP-Sindicato realiza reunião do Conselho Estadual para analisar o movimento paredista. A tendência é que a greve avance para o mês de março, pois, de acordo com os educadores, as escolas não têm condições mínimas de serem abertas!.

“O governo pretende reapresentar o projeto de Previdência no próximo dia 2 de março”, revelou Rodrigo Tomazini, do comando de greve. “O governo não desistiu do pacotaço”, apontou. Ou seja, Richa ainda quer confiscar os R$ 8 bilhões da poupança previdenciária dos servidores.

Read more

Ao vivo: Greve dos educadores do PR

O Blog do Esmael começa a transmitir ao vivo as imagens do acampamento dos educadores em greve, direto do Centro Cívico, em Curitiba. O sinal é da APP-Sindicato. Enquanto os grevistas aguardam o resultado da reunião com o governo do estado, o professor Ricardo Oliveira, da UFPR, faz palestra na tenda central. Amanhã, dia 21, … Read more

Assista: “Eu troco meu salário pelo auxílio-moradia”, protestam educadores em frente ao TCE

app_bonilha_tce.jpgCerca de 2 mil educadores em greve protestam neste momento em frente ao Tribunal Faz de Contas do Paraná (TCE), em Curitiba, contra o auxílio-moradia de R$ 4.377,74 por mês aprovado ontem pelos próprios conselheiros do órgão.

O salário dos membros do Tribunal é de R$ 26,5 mil mensais. Com o auxílio-moradia saltará para R$ 30,8 mil por mês.

“à‰ uma afronta, é uma afronta, auxílio-moradia no Tribunal Faz de Contas”, “Eu troco meu salário pelo auxílio-moradia” e “à‰ uma vergonha o auxílio-moradia”, eram as palavras de ordem dos educadores.

Recentemente, o TCE julgou ilegal o auxílio-transporte de R$ 300 (trezentos reais) para professores e funcionários de escolas públicas.

Paralelamente ao benefício auto-concedido pelo TCE, o governo Beto Richa (PSDB) quer retirar direitos dos funcionários públicos e eliminar conquistas de educadores, que estão em greve há 12 dias.

O TCE é presidido pelo advogado Ivan Bonilha, aliado do governador Beto Richa desde criancinha.

Assista ao vídeo

Nunca é demais lembrar que, no mês passado, Richa reajustou o próprio salário que é o maior do país (R$ 33 mil) e dos secretários para R$ 23,6 mil.

Read more

Ainda lambendo as feridas provocadas pela greve, professores lançam movimento pró-Requião

Não terminou bem a greve dos educadores do Paraná. Nesta quarta-feira (30), a direção estadual da APP-Sindicato lançou Nota Pública (clique aqui) afirmando que “não houve fraude na votação da Assembleia” que decidiu ontem (29) pelo cancelamento da greve iniciada dia 23 de abril. O documento do sindicato foi motivado devido à  repercussão dessa versão … Read more

APP-Sindicato cede à s promessas de Beto Richa e encerra greve; assista

A assembleia de professores e funcionários encerrou a greve que durava 7 dias. A maioria acatou orientação do Comando de Greve da APP-Sindicato e aprovou as propostas do governo Beto Richa (PSDB). Houve contestações. O Blog do Esmael, de forma inédita, transmitiu ao vivo a marcha da educação, que levou 30 mil pessoas da Praça Santos Andrade ao Palácio Iguaçu, bem como mostrou a assembleia que deu fim ao movimento paredista. Também fez cobertura online pela Fanpage no Facebook, postando imagens e informações em tempo real.
A assembleia de professores e funcionários encerrou a greve que durava 7 dias. A maioria acatou orientação do Comando de Greve da APP-Sindicato e aprovou as propostas do governo Beto Richa (PSDB). Houve contestações. O Blog do Esmael, de forma inédita, transmitiu ao vivo a marcha da educação, que levou 30 mil pessoas da Praça Santos Andrade ao Palácio Iguaçu, bem como mostrou a assembleia que deu fim ao movimento paredista. Também fez cobertura online pela Fanpage no Facebook, postando imagens e informações em tempo real.
O governador Beto Richa (PSDB) provou ser bom de “bico” nesta terça-feira (29), pois a maioria dos quase 5 mil educadores que participou da assembleia hoje, em Curitiba, pôs fim à  greve que durava uma semana somente diante promessas do tucano.

A categoria resolveu “suspender” a greve no início desta noite, depois de três novas rodas de “cafezinho”, no Palácio Iguaçu, e retornar à s escolas na segunda-feira, dia 5 de maio.

O próprio Comando de Greve da APP-Sindicato parece desconfiar do novo acordo fechado com o governo estadual, pois, na assembleia, decidiu-se manter o “estado de greve” visando pressionar Richa no cumprimento do novo acordo.

A assembleia de hoje apenas chancelou o entendimento da APP-Sindicato havido ontem com o tucano, que consiste no pagamento de R$ 100 milhões atrasados, referentes a avanços e progressões, em três vezes (na primeira proposta, o Palácio Iguaçu propunha em dez vezes). O reajuste seria de 6,5% na data-base de maio.

Outras demandas, de menor impacto financeiro, também serão atendidas, a exemplo da suspensão do corte do auxílio-transporte aos educadores em licença médica.

A assembleia da APP-Sindicato encerrou a greve mesmo o governo nada propondo acerca de melhorias no atendimento à  saúde, implantação da hora-aula para a Educação Especial, concursos públicos, porte da escola, desmonte pedagógico, nem sobre o enquadramento dos aposentados ao nível II.

Temos que enaltecer o governador porque ele ouviu os professores e não foi para o confronto. O próprio professor Lemos teve um papel fundamental junto com a professora Marley, da APP-Sindicato, porque reconhecem de público o que o governo vem fazendo. E isso foi muito importante para que pudéssemos construir esse entendimento!, elogiou o deputado Ademar Traiano, líder do governo Richa, que intermediou o diálogo entre a categoria e o governo para colocar fim à  greve.

O Blog do Esmael, de forma inédita, transmitiu ao vivo a marcha da educação, que levou 30 mil pessoas da Praça Santos Andrade ao Palácio Iguaçu, bem como mostrou a assembleia que deu fim ao movimento paredista. Também fez cobertura online pela Fanpage no Facebook, postando imagens e informações em tempo real.

Veja como foi a assembleia dos educadores (assista):

Read more

O dia em que Beto Richa tremeu. Assista ao vídeo

Cerca de 30 mil educadores marcharam hoje pela manhã da Praça Santos Andrade, no Centro, até o Palácio Iguaçu, no Centro Cívico, em Curitiba. O leitor tem à  disposição imagens exclusivas, do alto, quando da chegada da passeata à  sede do governo estadual. Sem dúvida nenhuma, hoje foi o dia em que o governador Beto … Read more

Em Curitiba, 20 mil marcham pela educação nesta manhã

A APP-Sindicato estima que 20 mil educadores marcharão na manhã desta terça (29), a partir das 9 horas, da tradicional Praça Santos Andrade, na Universidade Federal do Paraná (UFPR), até o Palácio Iguaçu, sede do governo estadual, no bairro Centro Cívico. Além dos educadores do Paraná, virão caravanas do Rio Grande do Sul e de … Read more

Marcha deve reunir 15 mil educadores nesta terça. Richa faz nova proposta e pede fim da greve

Os educadores realizarão uma megamanifestação nesta terça-feira, dia 29 de abril, quando 15 mil deverão marchar da Praça Santos Andrade (UFPR), no Centro, até o Palácio Iguaçu, no Centro Cívico, em Curitiba. Professores e funcionários das 2,1 mil escolas da rede pública do estado estão em greve, por tempo indeterminado, desde o dia 23 de … Read more

Richa “invade” praia petista nesta segunda, sob protesto de grevistas

O governador Beto Richa (PSDB) estará na noite desta segunda-feira (28) no município de Pinhais, região metropolitana, a 7 km de Curitiba, onde se reúne com correligionários do PSDB e do PRB. A informação é blogueiro pinhaiense Chicão Somavilla. Será servido jantar no encontro de Richa com os oposicionistas ao prefeito Luizão Goulart (PT). A … Read more

Educadores em greve prometem marchar sobre Beto Richa na terça; assista ao vídeo

A presidenta da APP-Sindicato, Marlei Fernandes, em entrevista exclusiva ao Blog do Esmael, nesta sexta (25), anunciou que a greve dos educadores avançará na semana que vem; dirigente sindical informa que 85% das escolas estão fechadas no estado e convocou para terça-feira, dia 29, em Curitiba, uma marcha sobre Beto Richa; segundo a APP, a proposta levada ontem à  mesa de negociação pelo governo do estado não atendeu as expectativas dos grevistas, que esperavam muito mais. Por isso, informa o sindicato, a greve continua sem previsão de término; assista ao vídeo.
A presidenta da APP-Sindicato, Marlei Fernandes, em entrevista exclusiva ao Blog do Esmael, nesta sexta (25), anunciou que a greve dos educadores avançará na semana que vem; dirigente sindical informa que 85% das escolas estão fechadas no estado e convocou para terça-feira, dia 29, em Curitiba, uma marcha sobre Beto Richa; segundo a APP, a proposta levada ontem à  mesa de negociação pelo governo do estado não atendeu as expectativas dos grevistas, que esperavam muito mais. Por isso, informa o sindicato, a greve continua sem previsão de término; assista ao vídeo.
O Blog do Esmael acompanhou de perto na tarde desta sexta (25) as discussões de professores e funcionários de escolas direto do acampamento no Centro Cívico, em frente ao Palácio Iguaçu, em Curitiba. A categoria encerrou hoje o terceiro dia de greve e segundo a presidenta da APP-Sindicato, Marlei Fernandes, o movimento avançará na semana que vem.

O sindicato diz que a proposta levada à  mesa de negociação pelo governo do estado não atende as expectativas dos educadores, que esperavam muito mais. Por isso, informa a APP-Sindicato, a greve continua sem previsão de término.

Entretanto, neste sábado (26), a partir das 8h30, o Comando Estadual de Greve da APP-Sindicato se reunirá no auditório da sede estadual da entidade para analisar a proposta apresentada pelo governo Richa.

Em entrevista exclusiva ao Blog do Esmael, a dirigente sindical adiantou que não haverá aulas na segunda-feira, dia 28, e convocou uma megamarcha dos educadores sobre o governador Beto Richa (PSDB) para terça, dia 29, na capital, da Praça Santos Andrade (UFPR) até o Palácio Iguaçu.

A APP-Sindicato estima que 85% da categoria parou em todo o estado. Na segunda, ainda de acordo com Marlei, o comando de greve vai à s escolas para fazer piquete e convocar a marcha.

Assista à  entrevista com Professora Marlei Fernandes:

Informalmente, o Blog do Esmael apurou que a categoria não gostou da proposta do governo Richa, que prevê pagamento em dinheiro para hora-atividade e parcelamento de outras reivindicações a “la Casas Bahia” — a perder de vista.

As principais proposta do governo para encerrar a greve:

1) Hora-atividade – Pagamento em dinheiro da diferença de 0,67 de hora de trabalho a partir de agosto de 2014 e implementação na jornada no início do ano letivo de 2015.

2) Auxílio-transporte – Suspensão do corte imposto aos educadores em licença médica.

3) Pagamento das promoções e progressões para professores e funcionários !“ Parcelamento do pagamento em dez vezes, a partir da folha de maio.

4) Funcionários !“ Aumento do valor do auxílio-transporte dos funcionários do QFEB. Será acrescido de um valor, de aproximadamente R$ 88,00, para alcançar o valor do auxílio-transporte do um cargo de professor de 20 horas.

5) Funcionários !“ Encaminhamento, junto com a Lei da Data-base, da garantia de que nenhum(a) funcionário(a) público(a) tenha o salário-base inferior ao valor do Salário Mínimo Regional. Além disso, o governo assegurou o pagamento da data-base, em maio, em parcela única.

Os profissionais da educação estão acampados em frente ao Palácio Iguaçu por tempo indeterminado.

Pela Fanpage do Blog do Esmael, no Facebook (clique aqui), o leitor poderá acompanhar online os detalhes do alvoroço paredista. Basta curtir e assinar o feed da página para receber as atualizações das notícias gratuitamente em seu navegador.

Acerca da greve

Read more

“Estamos próximos de resolver a greve dos professores”, diz Traiano

Daqui a pouco, a partir das 15 horas, Marlei Fernandes, presidenta da APP-Sindicato, vai liderar nova rodada de negociações na Secretaria de Estado da Administração; "Estamos próximos de resolver a greve dos professores", afirmou o deputado Ademar Traiano, líder e porta-voz do governador Beto Richa nas negociações com os educadores; Blog do Esmael apurou governo do estado sinaliza com o pagamento de 6,7% do índice IPCA na data-base de maio, mas rejeita reajuste 8,32% previsto na Lei do Piso.
Daqui a pouco, a partir das 15 horas, Marlei Fernandes, presidenta da APP-Sindicato, vai liderar nova rodada de negociações na Secretaria de Estado da Administração; “Estamos próximos de resolver a greve dos professores”, afirmou o deputado Ademar Traiano, líder e porta-voz do governador Beto Richa nas negociações com os educadores; Blog do Esmael apurou governo do estado sinaliza com o pagamento de 6,7% do índice IPCA na data-base de maio, mas rejeita reajuste 8,32% previsto na Lei do Piso.
O governador Beto Richa (PSDB) delegou ao seu líder, deputado Ademar Traiano (PSDB), a tarefa de negociar com os educadores em greve desde ontem (23).

Daqui a pouco, à s 15 horas, os grevistas voltam à  mesa de negociação com o governo do estado. O encontro será realizado na Secretaria de Administração.

Ao Blog do Esmael, do qual é colunista, Traiano disse acreditar que se dará hoje mais um passo importante para acabar com a greve. Segundo o líder tucano, são quatro pontos principais que demandam mais: 33% de hora-atividade, auxílio-transporte para os profissionais em licença médica, reajuste de 8,32% de acordo com a Lei do Piso e pagamento de R$ 100 milhões aos professores e funcionários em promoções e progressões.

“Estamos próximos de resolver a greve dos professores”, afirmou o porta-voz do governador Beto Richa.

O Blog do Esmael apurou que o governo do estado sinaliza com o pagamento de 6,7% do índice IPCA na data-base de maio. Esse reajuste !” já previsto em lei !” seria dado a todos os servidores públicos. O governo descarta, no entanto, conceder o reajuste 8,32% previsto na Lei do Piso.

Os profissionais da educação estão acampados em frente ao Palácio Iguaçu por tempo indeterminado.

Pela Fanpage do Blog do Esmael, no Facebook (clique aqui), o leitor poderá acompanhar online os detalhes do alvoroço paredista. Basta curtir e assinar o feed da página para receber as atualizações das notícias gratuitamente em seu navegador.

Acerca da greve

Read more

Depois de 14 anos, educadores entram hoje em greve no Paraná

Beto Richa segue as mesmas pegadas do ex-governador Jaime Lerner, que há 14 anos enfrentou uma greve de professores e funcionários de escolas; Cem mil educadores entraram em greve nesta quarta-feira, dia 23 de abril, por tempo indeterminado, contra calotes do governo tucano que descumpre a Lei Nacional do Piso e acordos firmados com a APP-Sindicato; educação paralisa atividades nas 2,1 mil escolas da rede pública no estado e, consequentemente, 2,3 milhões de alunos ficam sem aula a partir de hoje; acompanhe o movimento paredista e o acampamento em frente ao Palácio Iguaçu online pelo Diário de Greve! do Blog do Esmael.
Beto Richa segue as mesmas pegadas do ex-governador Jaime Lerner, que há 14 anos enfrentou uma greve de professores e funcionários de escolas; Cem mil educadores entraram em greve nesta quarta-feira, dia 23 de abril, por tempo indeterminado, contra calotes do governo tucano que descumpre a Lei Nacional do Piso e acordos firmados com a APP-Sindicato; educação paralisa atividades nas 2,1 mil escolas da rede pública no estado e, consequentemente, 2,3 milhões de alunos ficam sem aula a partir de hoje; acompanhe o movimento paredista e o acampamento em frente ao Palácio Iguaçu online pelo Diário de Greve! do Blog do Esmael.
Cerca de 100 mil educadores entraram em greve nesta quarta-feira, dia 23 de abril, por tempo indeterminado, contra calotes do governo Beto Richa (PSDB) que vem descumprindo a Lei Nacional do Piso e acordos firmados com a APP-Sindicato.

A educação deverá paralisar atividades nas 2,1 mil escolas da rede pública no estado e, consequentemente, 2,3 milhões de alunos ficarão sem aula a partir de hoje. A última greve na educação ocorreu em 2000, há quatorze anos, ainda no governo Jaime Lerner (DEM).

Pela Fanpage do Blog do Esmael, no Facebook (clique aqui), o leitor poderá acompanhar online os detalhes do alvoroço paredista. Basta curtir e assinar o feed da página para receber as atualizações das notícias gratuitamente em seu navegador.

O primeiro dia de paralisação deverá ser tenso nas escolas e no Palácio Iguaçu que, a partir das 10 horas desta quarta, receberá um acampamento de professores e funcionários de escola grevistas. Também há guerra psicológica contra o magistério paranaense, que eu relato abaixo.

Em uma tentativa “desesperada” de desmobilizar a categoria, a Secretaria de Estado da Educação (SEED), em comunicado à s escolas, ameaçou ontem professores contratados em regime PSS e profissionais em estágio probatório “caso haja falta por mais de sete dias consecutivos”.

O sindicato promete levar o conteúdo do e-mail da SEED à s barras da Justiça, haja vista o direito de greve ser um direito consagrado aos trabalhadores pela Constituição Federal.

Um diretor de escola que pediu para não ser identificado comentou as ameaças do governo Richa:

“Não dá nem para acreditar, mas nos dias de hoje ainda estamos sendo acuados e ameaçados. Mal pude acreditar quando vi um e-mail que veio para a escola onde trabalho, cujo um dos conteúdos era com relação ao professor PSS, caso falte mais de sete dias consecutivos terá o contrato rescindido. No caso de quem estiver em estágio probatório um dos quesitos avaliados é assiduidade para que seja efetivado no cargo. O Estado usando a lei como lhe convém para coagir seus funcionários”, protestou o gestor.

Acerca da greve

Read more

Educadores terão “Diário de Greve” a partir desta 4!ª no Blog do Esmael

A partir desta quarta, dia 23 de abril, o Blog do Esmael realizará cobertura especial da greve dos educadores do Paraná; categoria formada por cem mil professores e funcionários de 2,1 mil escolas da rede pública do estado vai deflagrar o movimento por tempo indeterminado; pela Fanpage, no Facebook, o leitor poderá acompanhar online os detalhes do alvoroço paredista em frente ao Palácio Iguaçu, sede do executivo estadual, bem como o andamento das negociações entre APP-Sindicato e governo Richa; basta curtir! a Fanpage do Blog do Esmael para receber as atualizações das notícias gratuitamente em seu navegador.
A partir desta quarta, dia 23 de abril, o Blog do Esmael realizará cobertura especial da greve dos educadores do Paraná; categoria formada por cem mil professores e funcionários de 2,1 mil escolas da rede pública do estado vai deflagrar o movimento por tempo indeterminado; pela Fanpage, no Facebook, o leitor poderá acompanhar online os detalhes do alvoroço paredista em frente ao Palácio Iguaçu, sede do executivo estadual, bem como o andamento das negociações entre APP-Sindicato e governo Richa; basta curtir! a Fanpage do Blog do Esmael para receber as atualizações das notícias gratuitamente em seu navegador.
O Blog do Esmael disponibilizará à  comunidade escolar paranaense, a partir desta quarta-feira, dia 23 de abril, um inédito “Diário de Greve” dos cem mil educadores que vão paralisar suas atividades, por tempo indeterminado, nas 2,1 mil escolas da rede pública do estado.

O “Diário de Greve” do Blog do Esmael vai registrar desde o início todos os movimentos dos professores e funcionários que prometem acampar a partir de amanhã em frente ao Palácio Iguaçu, sede do governo estadual, no Centro Cívico, em Curitiba.

Pela Fanpage do Blog do Esmael, no Facebook (clique aqui), o leitor poderá acompanhar online os detalhes do alvoroço paredista. Basta curtir e assinar o feed da página para receber as atualizações das notícias gratuitamente em seu navegador.

Os educadores poderão manter linha direta com o Blog do Esmael, via e-mail (clique aqui) e demais redes sociais (veja ícones na página inicial do blog), enviando fotos, vídeos, curiosidades, enfim, informações direta do front grevista.

O Blog do Esmael, além de estar presente nas manifestações, fazendo a cobertura no chão da rua, também buscará nos gabinetes o andamento das negociações entre APP-Sindicato e governo do estado.

Acerca da greve

Read more

90% dos professores do Paraná já decidiram aderir à  greve no dia 23

Levantamento realizado pelos cadernos regionais do Blog do Esmael, cerca de 90% dos educadores já decidiram entrar em greve no próximo dia 23 de abril por tempo indeterminado; pais e alunos, na última semana, realizaram atos em apoio à s pautas de professores e funcionários das 2,1 mil escolas do Paraná; com a paralisação, 100 mil profissionais do magistério cruzarão os braços após o feriadão de Páscoa e 2,3 milhões de alunos ficarão sem aulas no estado; dentre os 13 pontos apresentados ao governo Richa pela APP-Sindicato a implantação de 33% de hora-atividade e reajuste de 10,6% neste ano, conforme a Lei Nacional do Piso; abaixo, leia a pauta de reivindicação completa dos grevistas.
Levantamento realizado pelos cadernos regionais do Blog do Esmael, cerca de 90% dos educadores já decidiram entrar em greve no próximo dia 23 de abril por tempo indeterminado; pais e alunos, na última semana, realizaram atos em apoio à s pautas de professores e funcionários das 2,1 mil escolas do Paraná; com a paralisação, 100 mil profissionais do magistério cruzarão os braços após o feriadão de Páscoa e 2,3 milhões de alunos ficarão sem aulas no estado; dentre os 13 pontos apresentados ao governo Richa pela APP-Sindicato a implantação de 33% de hora-atividade e reajuste de 10,6% neste ano, conforme a Lei Nacional do Piso; abaixo, leia a pauta de reivindicação completa dos grevistas.
Na próxima quarta-feira, dia 23 de abril, os educadores entrarão em greve por tempo indeterminado no Paraná. Cerca de 100 mil profissionais da educação — professores e funcionários — de 2,1 mil escolas da rede pública estadual vão paralisar as aulas de 2,3 milhões de alunos para reivindicar 13 itens de uma pauta descumprida pelo governador Beto Richa (PSDB).

Segundo informações obtidas pelo Blog do Esmael, cerca de 90% da categoria já decidiu cruzar os braços semana que vem no estado. A última greve ocorrida na educação paranaense foi em 2000, ainda na gestão do então governador Jaime Lerner.

Os educadores exigem que o governo Richa cumpra a Lei Nacional do Piso que, além de reajuste de 10,6% neste ano, prevê 33% de hora-atividade para que os professores possam preparar suas aulas e se dedicar à s demais atividades fora da sala. O magistério também cobra R$ 100 milhões relativos a avanços e progressões não pagos.

A seguir leia, os 13 pontos de pauta reivindicados pela APP-Sindicato:

Read more

Fruet “libera” vice Mirian Gonçalves para a greve da APP-Sindicato

A vice-prefeita de Curitiba, Mirian Gonçalves (PT), está sendo muito requisitada para subir no caminhão de som na greve de educadores a partir do dia 23 de abril. As negociações já começaram. A categoria vai parar por tempo indeterminado contra calotes do governador Beto Richa (PSDB). Em março, a petista subiu no palanque de grevistas … Read more

Educadores entram em greve e creches amanhecem fechadas nesta terça em Curitiba

por Denise Mello e Antonio Nascimento, da Rádio Banda B

De acordo com o Sismuc, cerca de 70% dos servidores (2,8 mil) cruzaram os braços hoje; Curitiba tem 43 mil crianças matriculadas nas 196 creches da cidade e em outras 79 escolas conveniadas; prefeitura informou que ainda está fazendo um levantamento dos números de Cmei
De acordo com o Sismuc, cerca de 70% dos servidores (2,8 mil) cruzaram os braços hoje; Curitiba tem 43 mil crianças matriculadas nas 196 creches da cidade e em outras 79 escolas conveniadas; prefeitura informou que ainda está fazendo um levantamento dos números de Cmei”s fechados em razão do movimento; Protesto reuniu 500 educadores, nesta manhã, na Praça Santos Andrade (Foto: Antônio Nascimento !“ Banda B),
Os educadores das creches de Curitiba entraram em greve nesta terça-feira (26) por tempo indeterminado. Em assembleia na noite de ontem (25) a categoria avaliou que as respostas dadas pela Prefeitura não atendem a reivindicação por isonomia em relação ao magistério. Uma manifestação organizada pelo Sismuc, acontece nesta manhã na praça Santos Andrade.

De acordo com o Sismuc, cerca de 70% dos servidores cruzaram os braços hoje. Ao todo, Curitiba tem quase 43 mil crianças matriculadas nas 196 creches da cidade e em outras 79 escolas conveniadas. A assessoria da prefeitura informou que ainda está fazendo um levantamento do números de Cmei”s fechados em razão do movimento.

Na Praça Santos Andrade estão reunidos cerca de 500 servidores, mas, segundo o sindicato, pelo menos 2,8 mil funcionários entraram em greve nesta terça-feira, de um total de 4 mil. Algumas creches estão fechadas e outras funcionam com número menor de atendentes. No Cmei da Vila Camargo, por exemplo, que atende 140 crianças, nenhum dos 22 funcionários foram trabalhar e a unidade está fechada.

Read more

Vereadores denúnciam desvio de R$ 1,5 mi do Fundeb em Colombo; assista ao vídeo

Os vereadores colombenses Waldirley Bueno (PMDB) e Gil Gera (PSDB) foram à  Procuradoria-Geral da República, nesta quinta (26), protocolar denúncia de suposto desvio de R$ 1,5 milhão de verba do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação). De acordo com Bueno, o dinheiro que seria destinado … Read more