28 de fevereiro de 2015
por Esmael Morais
3 Comentários

Atenção professor! Quer aumentar o salário? Pergunte a eles como

Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente da Câmara; Ademar Traiano (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa do Paraná; Ivan Bonilha, presidente do Tribunal Faz de Conta; e governador Beto Richa (PSDB).

Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente da Câmara; Ademar Traiano (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa do Paraná; Ivan Bonilha, presidente do Tribunal Faz de Conta; e governador Beto Richa (PSDB).

Enquanto o governador Beto Richa (PSDB) insiste em seu pacote de maldades, que mexe em direitos e conquistas do magistério e dos servidores públicos, a Assembleia Legislativa aumenta em 18% a verba dos gabinetes dos deputados estaduais. O valor para a contratação de 23 comissionados saltará dos atuais R$ 78.525 mensais para R$ 92,6 mil (em cada um dos 54 gabinetes). ... 

Leia mais

27 de fevereiro de 2015
por Esmael Morais
41 Comentários

Congressistas formam “Frente Contra o Confisco da Previdência” pelo governador Beto Richa

frente_previdencia_pr.jpgA velha mídia pouca importância deu esta semana à  batalha contra o confisco de R$ 8 bilhões, pelo governador Beto Richa (PSDB), da poupança previdenciária dos servidores públicos do Paraná. Coincidência ao “sumiço” do tema dos veículos de comunicação locais, o tucano repentinamente reapareceu à s páginas e telejornais. Mais uma coincidência: o Palácio Iguaçu vai torrar R$ 15 milhões em propaganda somente no mês de abril para o combate ideológico contra os grevistas.

Mas há luz no fim do túnel. No Congresso Nacional, parte da bancada paranaense foi na terça (24) ao ministro da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas, para consultar o mérito e a legalidade da proposição do governador do Paraná sobre a utilização do fundo da Paranáprevidência. Richa quer utilizar R$ 8 bilhões dos servidores para cobrir rombo no caixa.

Formaram a Frente em Defesa da Previdência do Paraná a senadora Gleisi Hoffmann (PT), o senador Roberto Requião (PMDB) e os deputados federais Christiane Yared (PTN), Enio Verri (PT), Toninho Wandscheer (PT), Zeca Dirceu (PT), Aliel Machado (PCdoB) e João Arruda (PMDB). Os parlamentares solicitaram ao ministro um parecer com uma análise preventiva sobre a proposição que faz a fusão de fundos previdenciários do Estado, extinguindo o Fundo da Paranáprevidência.

A tendência é que o Ministério da Previdência diga “NàƒO” ao confisco dos R$ 8 bilhões do fundo previdenciário dos funcionários públicos paranaenses. Segundo os integrantes da Frente, se Richa pôr a mão no dinheiro dos servidores os prefeitos também seriam estimulados a fazer o mesmo. Leia mais

27 de fevereiro de 2015
por Esmael Morais
39 Comentários

Beto Richa diz a aliados que está cortando privilégios! dos professores

O governador Beto Richa (PSDB) assumiu pessoalmente o comando da guerra ideológica contra os educadores e funcionários públicos em greve no Paraná. Ontem (26), por exemplo, o tucano abriu as portas do Palácio Iguaçu para receber o conhecido G7 — grupo de entidades empresariais formadas pelas federações da Indústria (Fiep), da Agricultura (Faep), do Comércio (Fecomercio), dos Transportes (Fetranspar) e das Associações Comerciais (Faciap), além da Organização das Cooperativas do Paraná (Ocepar) e da Associação Comercial do Paraná (ACP).

Nessas reuniões petit comité que contam com as presenças do chefe da Casa Civil, Eduardo Sciarra (PSD), secretário do Planejamento, Silvio Barros II (PHS), e a vice-governadora Cida Borghetti (PROS), Richa et caterva descem o sarrafo no funcionalismo público e nos professores em greve. Assédio moral!, enojou-se um participante desses encontros.

Para formar uma opinião contrária aos professores e funcionários de escolas em greve, bem como aos servidores da Justiça, Agricultura, universidades, Detran, etc., o governador do PSDB argumenta que está sendo vítima do corporativismo, pois estaria apenas cortando privilégios! de categorias que não costumam trabalhar.

Como resultado dessa guerra ideológica, vários setores da sociedade com preguiça mental já rotulam os professores como “vagabundos que entraram em greve para manter privilégios”.

No começo deste mês, a primeira-dama e secretária da Família, Fernanda Richa, na mesma toada do marido, sugeriu pelas redes sociais que professores ganham muito! e produzem pouco! (clique aqui para relembrar).

Paralelamente à s palestras no Palácio Iguaçu, Richa determinou a contratação de agência de propaganda !“ ao custo de R$ 15 milhões !“ para o combate na comunicação. Não é à  toa que a velha mídia, nesta quarta, se esforçou para esvaziar a marcha dos 50 mil da educação e dos servidores públicos. Num passe de mágica a imprensa — nativa e nacional — conseguiu esconder nada mais nada menos que 40 mil manifestantes. Os telejornais, os jornalões e as emissoras de rádios alinhadas ao tucanato contabilizaram apenas 10 mil.

O Palácio Iguaçu e, consequentemente essa turma do G7, não considera privilégio os auxílios-moradias, o maior salário do país para o governador, a farra nos jetons para o secretariado, dentre outras orgias com o dinheiro público. à‰ uma turma desalmada que se convence por um cafezinho e uns tapinhas nas costas, infelizmente.

Para o governador e alguns setores do empresariado, o confisco de R$ 8 bilhões da poupança previdenciária dos servidores públicos é bobagem perto dos privilégios! que desfrutam no Paraná.

Beto Richa prepara terreno para derrotar os funcionários públicos, sobretudo os educadores, na opinião pública. Isto significa que o tucano vai aplicar novo calote nos funcionários públicos que nem terão como reagir. Não é à  toa que o tucano importou os secretários Mauro Ricardo (Fazenda) e Fernando Xavier (Educação). Eles já fizeram esse trabalho sujo em outras praças. à‰ o script.

Para o leitor contumaz do Blog do Esmael as notícias acima não são novidades. Na terça (24) ficou anotado aqui que “Servidores anunciam para amanhã marcha com 50 mil contra Richa; Palácio Iguaçu lança ofensiva para criminalizar grevistas”. Portanto, ontem, foi mais uma prova concreta de que tudo era verdade.

Leia mais

26 de fevereiro de 2015
por Esmael Morais
86 Comentários

Deputados governistas sugerem demissão do secretário da Educação

richa_secretariado_xavier.jpgNa busca de culpados e solução para a greve dos educadores, que já dura 18 dias, deputados governistas estão sugerindo ao Palácio Iguaçu a demissão do secretário da Educação, Fernando Xavier, no cargo há menos de dois meses. O titular da pasta é ligado ao grupo educacional privado Positivo e homem identificado com as privatizações do país na década de 90. ... 

Leia mais

25 de fevereiro de 2015
por Esmael Morais
69 Comentários

Richa faz mais promessas à  educação, que desconfia. Greve continua no PR

richa_previdencia_marcha.jpgO governo Beto Richa (PSDB) reconhece a dívida com educadores, mas diz pagar o terço de férias somente no dia 31 de março. A categoria desconfia da promessa, pois, em acordos anteriores, o tucano não cumpriu com o combinado. ... 

Leia mais

7 de fevereiro de 2015
por Esmael Morais
28 Comentários

Deputado Luersen, líder do PDT: “Sou contra o pacotaço de Beto Richa”

Nelson Luersen, líder do PDT, afirmou ao Blog do Esmael que já está trabalhado para fechar questão na bancada favorável aos direitos dos trabalhadores. "Sou contra o pacotaço de Beto Richa e contra a extinção do Fundo de Previdência", disse neste sábado (7).

Nelson Luersen, líder do PDT, afirmou ao Blog do Esmael que já está trabalhado para fechar questão na bancada favorável aos direitos dos trabalhadores. “Sou contra o pacotaço de Beto Richa e contra a extinção do Fundo de Previdência”, disse neste sábado (7).

O deputado estadual Nelson Luersen, líder do PDT na Assembleia Legislativa do Paraná, nesta tarde (7), em contato com o Blog do Esmael, assegurou que vai lutar para que a bancada do partido derrube na segunda-feira (9) o pacote de maldades do governador Beto Richa (PSDB). ... 

Leia mais