24 de outubro de 2016
por Esmael Morais
22 Comentários

Luiz Claudio Romanelli: a modinha do ser do contra, ou a era dos direitos

romanelli_profsO deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), líder do governo Beto Richa (PSDB) na Assembleia Legislativa, afirma em sua coluna desta segunda (24) que “o Paraná paga salários acima da média dos outros estados aos seus servidores”. Ele também se mostra preocupado com a continuidade da greve dos educadores. Abaixo, leia, ouça, comente e compartilhe o texto: Leia mais

17 de outubro de 2016
por Esmael Morais
37 Comentários

Índios tomam Secretaria da Educação no Paraná; estudantes também ocupam NRE

Indígenas tomaram a regional da Secretaria de Estado de Educação (SEED) na manhã desta segunda-feira, dia 17 de outubro, no município de Pato Branco, região Sudoeste, em protesto contra o desmonte do ensino público patrocinado pelos governos Michel Temer (PMDB) e Beto Richa (PSDB). Leia mais

16 de outubro de 2016
por Esmael Morais
17 Comentários

Educação inicia nesta 2ª feira greve contra retrocessos de Richa e Temer

greve_ocupacoes_richa_temerOs cem mil professores e servidores das 2,1 mil escolas da rede pública do estado do Paraná entrarão em greve nesta segunda-feira, dia 17 de outubro, contra os retrocessos do governo de Beto Richa (PSDB) e de Michel Temer (PMDB). A paralisação é por tempo indeterminado. Leia mais

14 de outubro de 2016
por Esmael Morais
35 Comentários

Crepúsculo chega com 420 escolas ocupadas no Paraná

richa_ocupacoes_mendoncaJá são 420 escolas da rede pública estadual ocupadas pelos estudantes no Paraná, no início desta noite (14). Também foram tomadas seis universidades estaduais. O governador Beto Richa (PSDB), em xeque, pedirá na semana que vem socorro ao ministro da Educação Mendonça Filho (DEM). Leia mais

14 de outubro de 2016
por Esmael Morais
18 Comentários

Contra Richa e Temer, sobe para 400 as escolas ocupadas no PR; 4 universidades também foram tomadas pelos estudantes

temer_richa_ocupacoesO k-suco ferveu nesta sexta-feira (14) no Paraná, pois subiu para 400 o número de escolas da rede pública ocupadas. Também formam tomadas quatro universidades estaduais pelos estudantes. O movimento é contra o governador Beto Richa (PSDB) e o presidente Michel Temer (PMDB). Leia mais

19 de junho de 2015
por Esmael Morais
44 Comentários

Garganta Profunda de Londrina: “Ricardo Barros, o marido da vice, pede mais ‘bomba’ nos professores”

barros_profsO deputado federal Ricardo Barros (PP), marido da vice-governadora Cida Borghetti (PROS) e pai da deputada estadual Maria Victória (PP), trabalha nos bastidores para ferrar os professores da educação básica e do ensino superior do Paraná.

Garganta Profunda de Londrina, informante do Blog do Esmael na antessalada do governador Beto Richa (PSDB), no 3º andar do Palácio Iguaçu, conta com exclusividade que marido da vice propôs a retirada do projeto que concede 3,45% de reajuste aos funcionários do executivo.

A ideia de Barros seria forçar a oposição a retirar as emendas que garantem a reposição de 8,17% ainda este ano, punir severamente todos os que participaram de greve, e dar “zero” de reajuste ao funcionalismo público. Leia mais

3 de abril de 2015
por Esmael Morais
26 Comentários

Reprovação de Richa é maior que a de Dilma, diz a Paraná Pesquisas

murilo_dilma_richaA popularidade do governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), está mais baixa que a da presidenta Dilma Rousseff (PT). A revelação é da Paraná Pesquisas, instituto de Murilo Hidalgo, que fez sondagem exclusiva para a revista Época... 

Leia mais

8 de março de 2015
por Esmael Morais
76 Comentários

Sob o signo da desconfiança, educadores definem fim da greve! em assembleia desta segunda-feira

Milhares de professores e funcionários de escolas da rede pública estadual voltarão amanhã à  Vila Capanema, estádio do Paraná Clube, em Curitiba, a partir das 8h30, para decidir pelo fim da greve. O movimento paredista completará um mês nesta segunda-feira (9).

O comando geral da greve da APP-Sindicato deverá encaminhar proposta pelo retorno à s aulas, haja vista que o governo do estado assinou na última sexta (6) carta-compromisso! com os educadores numa reunião mediada pelo Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR).

O Blog do Esmael prospectou que o término da greve não é unanimidade entre os grevistas, mas o movimento já causa certa fadiga! na linha de frente e na base.

Há um sentimento na categoria de que é melhor encerrar na alta! e preservar o apoio de 90% dos paranaenses à s reivindicações da educação. Se precisar voltar [à  greve] é mais fácil!.

Entre os educadores prevalece o clima de desconfiança em relação ao governador Beto Richa (PSDB). Ainda permanecem na memória de professores e funcionários de escola os calotes do tucano cujos compromissos foram assumidos durante a greve de abril do ano passado.

Na época, em entrevista a uma emissora de televisão nacional, Richa debochou dos educadores ao classificar a greve de uma semana como uma grevezinha!.

à‰ importante ressaltar que nesta jornada a educação impôs derrotas estratégicas a Beto Richa. A principal delas foi jogar na lata de lixo o entulho da Comissão Geral! que lhe permitia acionar o tratoraço! na Assembleia Legislativa. A segunda foi obrigar o tucano calçar as sandálias da humildade!, pois o embate arrancou-lhe a popularidade de maneira incrível.

Também não é de somenos os recuos do governador nas demandas pontuais, tais como registra a APP-Sindicato: Decreto garante nomeação de 1015 pedagogos!; PDE: Resolução da SEED estabelece nova turma para 2o semestre!; Fundo Rotativo: Governo deposita R$ 8 milhões referente atrasados de 2014!³; e Desistência da fusão da Previdência e do Pacotaço!.

Leia mais

5 de março de 2015
por Esmael Morais
15 Comentários

Educadores em greve desmentem mídia e governo do Paraná: “Richa não atendeu toda a pauta como divulga”

Clique na imagem para ampliar.

Clique na imagem para ampliar.

Diferente do que divulga a velha mídia, o governo Beto Richa (PSDB) não atendeu a maior parte da pauta de reivindicações de professores e funcionários de escola em greve há 25 dias. Pelo contrário, de acordo com balanço da APP-Sindicato. ... 

Leia mais

4 de março de 2015
por Esmael Morais
65 Comentários

Auxílio-moradia para juízes influenciou na decisão judicial contra a greve da educação do Paraná?

richa_tjpr_prof.jpgEm 25 de fevereiro de 2014, o Blog do Esmael registrou que o governador Beto Richa (PSDB) comemorou em jantar com deputados e juízes a aprovação do auxílio-moradia de R$ 4 mil aos membros magistratura (clique aqui). ... 

Leia mais

4 de março de 2015
por Esmael Morais
29 Comentários

Ao vivo: Assembleia Legislativa sob cerco de educadores no Paraná

4 de março de 2015
por Esmael Morais
6 Comentários

Ao vivo: Marcha da educação no PR

app_marcha040315.jpgCerca de 30 mil educadores marcham rumo ao Centro Cívico, em Curitiba, onde pretendem acompanhar a sessão da Assembleia Legislativa. Nesta tarde, a partir das 14h30, o secretário da Fazenda, Mauro Ricardo, explicará aos parlamentares o rombo no caixa do governo Beto Richa.

Assista ao vivo encerrada (TV APP). Leia mais

4 de março de 2015
por Esmael Morais
41 Comentários

‘A greve continua!’, aprova assembleia com 30 mil educadores; assista

Cerca de 30 mil professores e funcionários de escola que lotavam o estádio do Paraná Clube, em Curitiba, nesta quarta (4), decidiram em assembleia geral pela continuidade da greve que hoje completou 24 dias. A votação praticamente foi por unanimidade, o que denota o grau de unidade da categoria.

Na assembleia da educação, o governador Beto Richa (PSDB) e o deputado licenciado Ratinho Júnior (PSC) foram bastante hostilizados.

Nesta tarde, os grevistas deverão acompanhar a sessão na Assembleia Legislativa. O parlamento receberá logo mais, à s 14h30, o secretário da Fazenda, Mauro Ricardo, para explicar a situação do caixa do governo Beto Richa.

O Blog do Esmael e a TV 15 transmitem ao vivo, desde as 8h30, a mobilização dos educadores, que, segundo a Paraná Pesquisas, têm 90% de apoio dos paranaenses.

Veja o momento exato da votação:

Os motivos da greve

à‰ bom frisar que a greve nas 2,1 mil escolas fora deflagrada porque o governador Beto Richa demitiu 30 mil trabalhadores na educação; fechou várias turmas e superlotou salas de aula com até 60 alunos.

Desde novembro de 2014, o tucano também deixou de repassar recursos do fundo rotativo, que é utilizado para a manutenção dos estabelecimentos de ensino. Além disso, não pagara a rescisão dos 30 mil demitidos, nem as férias dos educadores do quadro próprio.

Para fechar o “pacote de maldades”, o governador do PSDB quer confiscar R$ 8 bilhões do fundo previdenciário destino à  aposentadoria dos 200 mil servidores públicos paranaenses.

Leia mais

4 de março de 2015
por Esmael Morais
12 Comentários

Estádio lotado de educadores grita: “Fora, Beto Richa!”; assista ao vídeo

parana_clube.jpgMilhares educadores já estão concentrados no estádio Durival de Britto, o campo do Paraná Clube, na Vila Capanema, em Curitiba.  ... 

Leia mais

4 de março de 2015
por Esmael Morais
43 Comentários

Ao vivo: Assembleia dos Profs! deve manter greve na educação do PR

Daqui a pouco, a partir das 8h30, ao vivo, direto da Vila Capanema, em Curitiba, o Blog do Esmael e a TV 15 transmitem a assembleia geral de professores e funcionários de escolas do Paraná.

Cerca de 20 mil profissionais da educação deverão confirmar a continuidade da greve, que hoje completa 24 dias.

O comando do movimento da APP-Sindicato aprovou ontem à  noite o indicativo pela manutenção da paralisação até o governo Beto Richa (PSDB) atender todas as reivindicações da categoria.

Após a assembleia na Vila Capanema, os educadores planejam marchar até o Centro Cívico. Eles acompanharão nesta tarde a sessão da Assembleia Legislativa que receberá hoje o secretário da Fazenda, Mauro Ricardo, numa comissão para prestação de contas do quadrimestre.

Assista ao vivo:

Leia mais

3 de março de 2015
por Esmael Morais
67 Comentários

Paraná Pesquisas: ‘76% desaprovam Beto Richa’; queda na popularidade do governador desnorteia PSDB nacional

O governador Beto Richa é reprovado por 3 em 4 eleitores paranaenses, aponta levantamento da Paraná Pesquisas/Gazeta do Povo; queda na popularidade do tucano atrapalha planos golpistas do PSDB, que planeja marcha pelo impeachment de Dilma; Murilo Hidalgo, diretor-presidente do instituto de pesquisa, relaciona a queda a interrupção dos serviços públicos pelas greves e os crescentes protestos que pedem o impeachment do tucano.

O governador Beto Richa é reprovado por 3 em 4 eleitores paranaenses, aponta levantamento da Paraná Pesquisas/Gazeta do Povo; queda na popularidade do tucano atrapalha planos golpistas do PSDB, que planeja marcha pelo impeachment de Dilma; Murilo Hidalgo, diretor-presidente do instituto de pesquisa, relaciona a queda a interrupção dos serviços públicos pelas greves e os crescentes protestos que pedem o impeachment do tucano.

A popularidade do governador Beto Richa (PSDB) virou pó. Apenas 20% dos paranaenses dizem aprovar a administração do tucano, diz levantamento da Paraná Pesquisas encomendado pelo jornal Gazeta do Povo... 

Leia mais

2 de março de 2015
por Esmael Morais
44 Comentários

Como anda a popularidade de Richa?

murilo_alep_richa.jpgA Paraná Pesquisas, de Murilo Hidalgo, deverá divulgar entre amanhã (3) e quarta (4) uma sondagem sobre a aprovação do governo Beto Richa (PSDB). O levantamento foi encomendado pelo jornal Gazeta do Povo. ... 

Leia mais

1 de março de 2015
por Esmael Morais
29 Comentários

Em Apucarana (PR): Fora, Richa. Impeachment, já!!; assista ao vídeo

apucarana_fora_richa.jpgProtesto ocorrido sábado, dia 28 de fevereiro, em Apucarana, Norte do Paraná. Movimento organizado por servidores públicos do estado foi à s ruas centrais da cidade com uma palavra de ordem: “Fora Richa, impeachment já!”.

O vídeo de Rafael Silva, publicado no site Apucarana Notícias, mostra que o governador Beto Richa (PSDB) foi alvo de intenso protesto no pacato município do Vale do Ivaí.

Assista ao vídeo:

Em várias outras partes do Paraná também crescem movimentos de hostilidades a parlamentares ligados ao governador do PSDB. Ontem à  noite, em Londrina, o deputado federal Luiz Carlos Hauly, ex-secretário de Estado da Fazenda, levou uma estrondosa vaia durante formatura no Ginásio de Esportes Moringão.

Com medo dos constantes protestos na educação, segundo o jornal O Estado de S. Paulo, Richa estaria espionando “perigosas” professoras acampadas há 20 dias em frente ao Palácio Iguaçu.

O deputado Alex Canziani (PTB), que indicou o secretário do Ensino Superior (as universidades estaduais também estão em greve), igualmente entrou na linha de tiro de manifestantes na noite de sexta (27).

O deputado Cobra Repórter (PSC), mais desbocado, acusou os professores de ganharem R$ 30 mil ao mês de querem a sua bunda. Querem que eu dê a bunda?!, perguntou ontem a professoras que o pressionavam em Cornélio Procópio, no Norte Pioneiro. Leia mais

1 de março de 2015
por Esmael Morais
93 Comentários

Tucanos em apuros: Querem que eu dê a bunda?!, pergunta deputado pró-Richa a professoras do PR

cobra_formatura_hauly.jpgO deputado federal Luiz Carlos Hauly (PSDB), ex-secretário da Fazenda no governo Beto Richa (PSDB), tomou uma vaia antológica ontem à  noite (28), em Londrina, no Ginásio de Esportes Moringão, onde mil formandos de 17 cursos participavam de cerimônia de colação de grau na Unifil.

O tucano foi alvo de apupos da plateia por mais de três minutos ininterruptos, quando ele foi chamando a compor a mesa. Hauly ficou branco, mas não tinha como sair da mesa. O mal-estar foi generalizado.

Outro quiproquó voltou acontecer ontem em Cornélio Procópio, a poucos quilômetros de Londrina. Agora envolvendo o deputado Cobra Repórter (PSC), que bateu boca com cinco professoras dentro da Rádio FM 104.

O parlamentar perdeu a estribeira quando pressionado para se posicionar contra o “pacote de maldades” de Richa.

Surtado, o deputado Cobra afirmou que tem professores ganhando R$ 30 mil mensais, mais do que ele. O parlamentar do PSC ainda perdeu a compostura com as educadoras:

Já fiz tudo por vocês, assinei documentos, o que mais que vocês querem? Que eu dê a bunda?”, questionou o deputado da “Bancada do Camburão”.

Indignada, uma professora devolveu ao parlamentar: “com esse vocabulário chulo, o senhor deixa de ser o ‘Deputado Cobra’ para se transformar moralmente no ‘Deputado Minhoca'”. Leia mais

28 de fevereiro de 2015
por Esmael Morais
76 Comentários

Richa comemora liminar parcial; APP-Sindicato diz que greve dos professores continua

O governo Beto Richa (PSDB) comemora liminar parcial conquistada no Tribunal de Justiça (TJPR) exigindo a volta dos professores e funcionários de escolas à s salas de aula. A decisão do juiz de plantão Victor Martin Bapschke determina retorno de 30% professores do 3!º ano do Ensino Médio sob pena de multa de R$ 10 mil ao dia para a APP-Sindicato.

O sindicato dos trabalhadores da educação informou nesta noite que não foi notificado da decisão judicial, mas, de antemão, garantiu que manterá a greve e que recorrerá para cassar a liminar parcialmente favorável a Richa.

“Há risco evidente e irreparável a ausência do conteúdo para os fins do concurso vestibular, provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e recomposição do calendário escolar”, diz um trecho da decisão do magistrado.

Orientamos os educadores a se manterem firmes na nossa luta e a não retornarem à s escolas na próxima segunda. Manteremos a greve da categoria!, pediu há pouco o comando de greve da APP-Sindicato.

à‰ bom frisar que a greve nas 2,1 mil escolas fora deflagrada porque o govenador Beto Richa demitiu 30 mil trabalhadores na educação; fechou várias turmas e superlotou salas de aula com até 60 alunos.

Desde novembro de 2014, o tucano também deixou de repassar recursos do fundo rotativo, que é utilizado para a manutenção dos estabelecimentos de ensino. Além disso, para completar a maldade, não pagara a rescisão dos 30 mil demitidos, nem as férias dos educadores do quadro próprio.

Leia mais