10 de julho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em STF e STJ deixam Sérgio Moro no bico do corvo

STF e STJ deixam Sérgio Moro no bico do corvo

Os ministros das cortes superiores (STF e STJ) lavaram as mãos acerca da militância do juiz Sérgio Moro, no domingo (8), para manter preso o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. ... 

Leia mais

4 de abril de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em “A Globo tem de ser punida”, diz Requião

“A Globo tem de ser punida”, diz Requião

O senador Roberto Requião (MDB-PR) afirmou nesta quarta (4), ao Blog do Esmael, que a Rede Globo tem de ser punida exemplarmente por atentar contra a Constituição Federal.  ... 

Leia mais

31 de janeiro de 2017
por Esmael Morais
72 Comentários

URGENTE: Justiça derruba punição de Beto Richa a professores do Paraná

O governador Beto Richa (PSDB) sofreu uma dura derrota na Justiça do Paraná, que, no final da tarde desta terça (31), concedeu liminar derrubando critérios punitivos a professores na atribuição de aulas extraordinárias. Leia mais

30 de novembro de 2016
por Esmael Morais
18 Comentários

Em nota, Serraglio explica por que votou pela punição de juízes e integrantes do MP

serraglio_vs_moroO deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR), em nota, enumerou nesta quarta (30) as razões que o levaram a votar na Câmara pela punição de juízes e integrantes do Ministério Público que abusarem da autoridade. Leia mais

19 de junho de 2015
por Esmael Morais
44 Comentários

Garganta Profunda de Londrina: “Ricardo Barros, o marido da vice, pede mais ‘bomba’ nos professores”

barros_profsO deputado federal Ricardo Barros (PP), marido da vice-governadora Cida Borghetti (PROS) e pai da deputada estadual Maria Victória (PP), trabalha nos bastidores para ferrar os professores da educação básica e do ensino superior do Paraná.

Garganta Profunda de Londrina, informante do Blog do Esmael na antessalada do governador Beto Richa (PSDB), no 3º andar do Palácio Iguaçu, conta com exclusividade que marido da vice propôs a retirada do projeto que concede 3,45% de reajuste aos funcionários do executivo.

A ideia de Barros seria forçar a oposição a retirar as emendas que garantem a reposição de 8,17% ainda este ano, punir severamente todos os que participaram de greve, e dar “zero” de reajuste ao funcionalismo público. Leia mais