17 de setembro de 2015
por admin
9 Comentários

Coluna do Requião Filho: O cheque em branco e a tentativa do pacotaço 3

Download

Requião Filho*

Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço. Este deve ser o lema do governo estadual quando o assunto é gestão pública. Sim, só pode ser! Critica o governo federal pela criação de novos impostos, diz que o certo seria cortar gastos, mas não faz diferente aqui no Paraná.

Beto Richa morde e assopra. Envia e retira um pacote de “maldades” com itens desconexos e outras providências. Queria ele colocar o bode na sala mais uma vez! Não fosse a pressão dos deputados, tais medidas acertariam em cheio o bolso dos paranaenses e, nas entrelinhas do projeto, autorizaria a venda de ações da Copel e da Sanepar, pelo executivo, sem qualquer chance de intervenção parlamentar.

Rápido como um raio, o Projeto de Lei 662/2015, vulgo “Pacotaço Parte 3”, chegou e já teve a maior parte de seu conteúdo retirado. A começar pelo item que previa a criação de uma nova régua financeira para a cobrança do imposto sobre heranças e pensões. A ideia era boa, mas a estratégia e as intenções piores possíveis!

A progressão do  Imposto de Transmissão Causa Mortis e Doação (ITCMD) que poderia parecer uma justiça fiscal, beneficiando quem tem menos condições e cobrando dos mais abastados, era uma armadilha, mais uma tentativa desmedida de aumentar a arrecadação para cobrir o rombo nas contas. E nas propagandas, lá vai ele novamente repetir aos desinformados: “o Paraná que segue em frente”, quando na verdade é “o Paraná que segue atolado com dívidas e em escândalos de corrupção”.

Não se engane! O Governo está correndo atrás de medidas desesperadas para fazer caixa, dando a entender que o rombo no Estado é ainda maior do que se imagina. Para querer escancarar a porteira para o Executivo fazer o que bem entender com as empresas públicas, notem que isto, aos poucos, esvaziaria todo o patrimônio estatal e deixaria o Paraná à míngua.

O buraco é mais embaixo, meus amigos! Para quê dar um cheque em branco a quem já mostrou que não sabe administrar? O Paraná não é bobo!

*Requião Filho é advogado, deputado estadual pelo PMDB, vice-líder da oposição na Assembleia Legislativa do Paraná, especialista em políticas públicas.

Leia mais

11 de setembro de 2015
por Esmael Morais
12 Comentários

Pelo 2º mês consecutivo, tarifaço de Beto Richa causa maior inflação do país na região de Curitiba

richa_inflacaoParece notícia repetida, mas não é. Pelo 2º mês consecutivo, a região metropolita de Curitiba registrou no mês de agosto a maior inflação do país. Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) teve a maior variação em comparação à média nacional: 0,47%. ... 

Leia mais

10 de julho de 2015
por Esmael Morais
19 Comentários

Tarifaços de Beto Richa causam maior inflação do país em Curitiba

inflacaoA inflação vem apertando o orçamento dos brasileiros nos últimos meses, fruto da crise econômica mundial que chegou forte ao país. Mas no Paraná, a situação é mais grave ainda. Números divulgados esta semana pelo IBGE mostram que Curitiba é a capital com a maior inflação nos últimos doze meses, mas por quê? ... 

Leia mais

2 de junho de 2015
por Esmael Morais
13 Comentários

Coluna do Enio Verri: “O mundo particular de Beto Richa”

mundobetoEnio Verri*

O descompasso do governador Beto Richa (PSDB) com a realidade é cada dia maior e mais assustador. Em artigo publicado no jornal Gazeta do Povo do último domingo (31), o tucano mostrou mais uma vez que vive em um mundo paralelo, bem longe da realidade e do cenário de caos e desesperança do Paraná atual.

O governador garantiu que a grave crise financeira e política que o Estado atravessa é culpa do governo federal. Disse que foi “vítima” das projeções econômicas. Ressaltou que seu governo adotou ações administrativas para cortar gastos e economizar, sem abrir mão da responsabilidade e equilíbrio e jurou que fez investimentos recordes na educação, saúde e segurança pública, sempre com diálogo e muito trabalho.

O cenário que Richa imprimiu existe apenas na cabeça do governador. Está tão distante da realidade quanto os pés do tucano estão do chão.

Os estados brasileiros foram submetidos às mesmas condições de temperatura e pressão do cenário macroeconômico dos últimos anos. Ninguém enganou particularmente o governador do Paraná e o obrigou a dirigir o estado rumo ao abismo.

A culpa pela crise financeira sem precedentes, com dívida com fornecedores que supera R$ 1,6 bilhão, é de Beto Richa e de mais ninguém. A responsabilidade pelo aumento do IPVA em 40%, do reajuste do ICMS sobre mais de 95 mil itens de consumo popular, do confisco da previdência do funcionalismo, medidas que empurraram  a inflação no Paraná para 1,46%, a maior do Brasil, é do governador tucano. Leia mais

12 de fevereiro de 2015
por Esmael Morais
21 Comentários

Dia D: Richa e funcionários em greve travam hoje a senhora das batalhas

batalha_diaD.jpgO governo Beto Richa (PSDB) e o funcionalismo público em greve geral protagonizam nesta quinta-feira, dia 12, a senhora de todas as batalhas no Centro Cívico, em Curitiba, onde mais de 30 mil pessoas são esperadas no protesto contra o pacote de maldades! do tucano. ... 

Leia mais