Cadernos Curitiba Destaques Notícias Polí­tica

Copel também financiou ataque cibertucano contra Dilma e PT

A Companhia Paranaense de Energia (Copel) também financiou ataques cibertucanos contra a presidenta Dilma Rousseff e o PT. A informação é de Fernando Gouveia, proprietário do site www.implicante.org, que registrou ontem (18) em seu perfil no Facebook:

“A Agência Propeg é uma das empresas que são clientes da Appendix, entre as quais vale destacar a Vivas.Com, em contrato pelo qual prestamos serviço ao Governo do Paraná, numa ação para a Copel…”, escreveu Gouveia.

Mais preciso impossível.

Na manhã de ontem, ao repercutir reportagem da Folha de S. Paulo, o Blog do Esmael anotou que o governador do Paraná, Beto Richa, fez escola no PSDB nacional. Segundo o jornal, o blogueiro recebe mensalmente R$ 70 mil do governo de São Paulo para defenestrar adversários de Geraldo Alckmin, dentre os quais PT e Dilma.

Ambos os governadores do PSDB, paulista e paranaense, têm o mesmo modus operandi porque a fonte pagadora dos cibertucanos é a mesma: o erário.

Nas eleições de 2014, os senadores Gleisi Hoffmann (PT) e Roberto Requião (PMDB) foram os alvos prediletos dos cibertucanos pró-Richa.

Os cibertucanos funcionavam em um bunker instalado dentro do Palácio Iguaçu e agiam sob o guarda-chuva da franquia tucana “Tenda Digital” — que foi proibida pela Justiça Eleitoral na disputa pelo Palácio Iguaçu.

Abaixo, leia a íntegra da explicação de Fernando Gouveira no Facebook:

Fernando Gouveia
Ontem às 08:32 · Votorantim ·

ALERTA MÁXIMO DE TEXTÃO

Caros, não é de hoje que está rolando uma verdadeira guerra contra quem denuncia petistas na Internet. Dessa vez, em uma matéria repleta de erros, omissões e distorções, fui citado na Folha de São Paulo e, desse modo, informo os fatos reais – pedindo a todos a gentileza de divulgar ao máximo, sempre que alguém aparecer com a notícia estapafúrdia.

São 9 pontos e os esclarecimentos necessários. Peço que tenham paciência Emoticon smile

Vamos lá:

1 – Eu não sou contratado, ponto. Sou sócio de uma empresa que, entre outros clientes, é contratada pela Agência Propeg, por sua vez prestadora de serviços para o Governo do Estado. Essa contratação se deu porque a Appendix (APPX) ofereceu o MENOR PREÇO (informação omitida na matéria) e dispõe, para esse contrato, de 3 empregados regularmente contratados via CLT;

2 – TODA a atuação da empresa ocorre dentro das leis, sejam fiscais ou trabalhistas, bem como TODAS as certidões junto ao Poder Público estão atualizadas e assim o são sempre;

3 – A empresa atua em comunicação online do setor público, exatamente a área em que sou formado profissionalmente e cuja formação se iniciou há quase quinze anos, na gestão petista da Prefeitura de São Paulo (2001 a 2003), qua

Continue reading

Curitiba Destaques Notícias Polí­tica

Cibertucanos teleguiados pelo Palácio Iguaçu agora atacam Requião

O senador Roberto Requião (PMDB), nesta semana, passou a ser alvo preferencial da artilharia do Palácio Iguaçu. Cibertucanos, especializados em trollagem na internet, viraram seus canhões teleguiados nas redes sociais contra o peemedebista. Coincidência ou não, na terça (15) o Blog do Esmael revelou que numa pesquisa do PSC, realizada em Curitiba, o parlamentar teria virado e estaria liderando a corrida pelo governo do Paraná.

“Chega à s minhas mãos uma pesquisa, não registrada, feita por candidatos a deputado do PSC. Porreta, Betinho tem razão para estar em desespero”, confirmou Requião, via Twitter, nesta quinta (17).

O blog ouviu o senador sobre esse novo quadro, onde ele se transformou em alvo da artilharia tucana.

“Os samurais são perfeitos tecnicamente porque são treinados para não temer a morte. Eu, a exemplo dos samurais japoneses, não temo perder ou ganhar uma eleição”, disse Requião, sinalizando que vai para briga aberta com Richa.

Além dos ataques que Requião passou a recebe na internet, o próprio governador Richa também o elegeu como a “bola da vez” em seus discursos e entrevistas. Foi assim, por exemplo, em Guarapuava na última terça.

à‰ bom lembrar que até semana passada, o esporte preferido dos cibertucanos e dos tucanos era atacar a senadora Gleisi Hoffmann.

Que diabo de tão importante aconteceu em uma semana para que o Palácio Iguaçu reorientasse sua estratégia? Ora, as pesquisas, as malditas pesquisas…

Subitamente, o Palácio Iguaçu descobriu que o festival de pancadaria contra a petista não modificou sua intenção de votos (clique aqui). E mais: Richa caiu, sendo ultrapassado por Requião na capital paranaense.

O quadro desesperador tem a ver com a disputa interna no PMDB. em junho, os convencionais tendem escolher Requião com candidato do partido para uma quarta temporada no Palácio Iguaçu. Os estrategistas de Richa esperavam apoio dos peemedebistas para o projeto de reeleição. Ao que tudo indica, entrou água no chope tucano.

Da França, o ex-governador Orlando Pessuti enviou ontem carta ao Blog do Esmael que sepultou de uma vez por todas o sonho de aliança do PMDB com o PSDB no Paraná. Nenhum peemedebista consciente vai trabalhar contra o partido!, fulminou, ao reafirmar seu compromisso com a candidatura própria ao governo do Paraná (clique aqui).

No Paraná, a frente política já trabalha com um cenário eleitoral sem Beto Richa no segundo turno (clique aqui).

Acerca dos cibertucanos:

Em setembro de 2013 o Blog do Esmael, em primeira mão, revelou que o Palácio Iguaçu, sede do executivo estadual, abrigava “ciberguerrilheiros” ou “cibertucanos” cuja missão seria atirar contra adversários políticos do governador Beto Richa (PSDB).

Na época, este blog revelou que perdigueiros seguiram as pegadas na internet até chegar à  equipe de comunicação do governador tucano, que estaria fazendo da máquina pública um comitê de difamação contra a então ministra Gleisi Hoffmann (PT) e também o senador Roberto Requião (PMDB).

Mais tarde, por volta de novembro do ano passado, a Folha de S. Paulo confirmou a história prospectada pelo blogueiro Johnny Willian, parceiro desta página no Caderno Ponta Grossa.

Continue reading