24 de agosto de 2015
por Esmael Morais
6 Comentários

Fedeu: PT quer convocar Beto Richa na ‘CPI de Crimes Cibernéticos’

richa_tenda_japaA bancada do PT na Câmara Federal está prospectando documentos para convocar o governador Beto Richa (PSDB) na CPI de Crimes Cibernéticos. Também estão na mira o presidente da TV Educativa, ex-deputado paulista Sérgio Kabayashi, e integrantes da “Tenda Digital” — braço criminoso do Palácio Iguaçu nas redes sociais — pagos com pelo erário.

Os petistas começaram a se coçar depois do discurso do deputado João Arruda (PMDB-PR), na comissão de investigação, conforme registro do Blog do Esmael na sexta-feira (21).

Kabayashi foi indicado para o cargo pelo lobista Luiz Abi Antoun, primo de Richa, que esteve preso em duas oportunidades sob a acusação de liderar uma quadrilha no governo do Paraná.

Leia mais sobre a “Tenda Digital”: Leia mais

21 de agosto de 2015
por Esmael Morais
15 Comentários

CPI de Crimes Cibernéticos detona fábrica de difamação de Beto Richa

arruda_tenda_richaUm discurso do deputado federal João Arruda na CPI de Crimes Cibernéticos, realizado ontem (20), bastou para que o k-suco fervesse nesta sexta-feira (21) no Palácio Iguaçu. A informação é do Garganta Profunda de Londrina, principal informante do Blog do Esmael naquele recinto de intrigas e sacanagens [contra os cidadãos]. ... 

Leia mais

11 de agosto de 2015
por Esmael Morais
3 Comentários

CPI de Crimes Cibernéticos deverá convocar o governador Beto Richa

Arruda_Richa_TendaA CPI dos Crimes Cibernéticos, que será instalada semana que vem na Câmara Federal, deverá iniciar seus trabalhos com a convocação do governador do Paraná, Beto Richa (PSDB). A informação é do deputado João Arruda (PMDB-PR), membro titular da comissão de investigação. ... 

Leia mais

9 de agosto de 2015
por Esmael Morais
16 Comentários

Após acidente de trânsito, cibercomissionados atacam promotora do Gaeco; assista ao vídeo

gaeco_tenda_digitalCibertucanos estão distribuindo nas redes sociais dois vídeos que supostamente mostrariam a promotora Leila Shimiti, coordenadora do Gaeco (Grupo de Combate ao Crime Organizado), tentando evadir-se do local após bater seu carro na noite de ontem (8) em Londrina. ... 

Leia mais

7 de agosto de 2015
por Esmael Morais
17 Comentários

Site anônimo ligado a Beto Richa ataca jornalistas e blogueiros no Paraná

Ao atacar a blogosfera progressista e não-alinhada ao Palácio Iguaçu, o governo do estado pretende desviar a atenção do escândalo bilionário da Refinaria Manguinhos. Segundo o jornalista e blogueiro Cícero Cattani, Richa e seu indefectível primo Luiz Abi usufruíram de diárias de R$ 5.113,50 no luxuoso Hotel Fasano, no Rio, pagas pela empresa fluminense no Carnaval de 2012. Agora Manguinhos é suspeita de sonegar a

Ao atacar a blogosfera progressista e não-alinhada ao Palácio Iguaçu, o governo do estado pretende desviar a atenção do escândalo bilionário da Refinaria Manguinhos. Segundo o jornalista e blogueiro Cícero Cattani, Richa e seu indefectível primo Luiz Abi usufruíram de diárias de R$ 5.113,50 no luxuoso Hotel Fasano, no Rio, pagas pela empresa fluminense no Carnaval de 2012. Agora Manguinhos é suspeita de sonegar a “bagatela” R$ 1 bilhão em impostos no Paraná, bem debaixo do nariz do tucano, com a conivência dos famigerados primos Abi e Richa.

O Blog do Esmael foi vítima de covarde ataque nas últimas horas de cibertucanos que operam a partir da “Tenda Digital”, um grupo de criminosos cibernéticos ligados ao governador Beto Richa (PSDB) e ao lobista Luiz Abi Antoun, primo do tucano, que esteve preso duas vezes por fraudes em licitação e cobrança de propina na Receita Estadual. ... 

Leia mais

19 de julho de 2015
por Esmael Morais
17 Comentários

Requião compara Cunha a Beto Richa: “Cara dum, focinho doutro”

Cunha_Richa_RequiaoO senador Roberto Requião (PMDB), pelo Twitter, espezinhou o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a quem comparou ao governador do Paraná Beto Richa (PSDB). ... 

Leia mais

3 de julho de 2015
por Esmael Morais
18 Comentários

Espectro do impeachment volta a rondar o Palácio Iguaçu

richa_impeachment_profsNa última segunda-feira, dia 29 de junho, dois meses após o covarde massacre dos professores no Centro Cívico, em Curitiba, promotores do Ministério Público do Paraná (MP) concederam entrevista coletiva para anunciar que ofereceram à Justiça denúncia contra o governador Beto Richa (PSDB) por improbidade administrativa, ou seja, crime de responsabilidade que pode cassar-lhe o mandato e os direitos políticos por 8 anos.

Dito isto, cada vez mais o espectro do impeachment ronda as imediações do Palácio Iguaçu, mesmo local que serviu para a ação violenta da polícia que deixou saldo de 213 feridos.

O blogueiro e advogado Tarso Violin Cabral, no último dia 25 de maio, protocolou o primeiro requerimento na Assembleia solicitando o impedimento do governador tucano. Para ele e um grupo de juristas, que subscreveram o documento, a ação de improbidade administrativa anunciada pelo Ministério Público contra Beto Richa, o ex-secretário da Segurança Pública, Fernando Francischini, e o alto comando da PM à frente das decisões do Massacre de 29 de abril, reforça a tese do impeachment.

Nesta sexta-feira (3) veio mais um elemento que poderá ser apensado a denuncia de improbidade do inquilino do Palácio Iguaçu: a Justiça determinou que Richa cessasse de mentir e fazer campanha contra professores no site oficial Agência Estadual de Notícia; o tucano vinha abusando da máquina pública para denegrir a imagem dos educadores que ainda lutam por melhores condições de trabalho e reposição inflacionária. Leia mais

3 de julho de 2015
por Esmael Morais
10 Comentários

Justiça proíbe mentira de Richa sobre salários de professores

tendaO juiz Guilherme de Paula Rezende, da 4ª Vara da Fazenda Pública da Região Metropolitana de Curitiba, determinou a retira do ar da matéria veiculada pela Agência Estadual de Notícias que comparava os salários de professores do Estado ao de prefeitos do interior. ... 

Leia mais

11 de junho de 2015
por Esmael Morais
25 Comentários

Beto Richa colocará na internet os salários de policiais do Gaeco? Professores duvidam

gaeco_prof_richaO governador Beto Richa (PSDB) determinou durante a greve que os salários dos professores fossem divulgados no Portal Transparência. O objetivo era minar o apoio da sociedade ao movimento disseminando informações falsas contra o magistério paranaense.

A pergunta é: terá Beto Richa coragem de utilizar mesma tática de guerra contra os policiais do Gaeco que investigam corrupção no governo? Os cibertucanos da “Tenda Digital” invadirão os perfis dos agentes no Facebook como fez com os educadores?

Contra os bravos professores, além de expor salários na internet, o governador tucano também mandou a PM surrar com cassetetes, disparar bombas, tiros de balas de borracha, spray de pimenta, e atacar com cães pitbull. Leia mais

26 de maio de 2015
por Esmael Morais
18 Comentários

Para dividir grevistas, Palácio Iguaçu infiltra “cibertucanos” em grupos de educadores nas redes sociais

tenda_infiltrado_whatsapp

Na semana passada, o Blog do Esmael mostrou que o governo Beto Richa (PSDB) iniciara uma verdadeira “guerra suja” visando desqualificar os professores em greve. Agora, na segunda fase, os cibertucanos estão se infiltrando nos grupos de discussão de educadores, sobretudo no WhatsApp, a nova coqueluche do momento, para promover a divisão no movimento grevista do Paraná.

Se na primeira etapa da “guerra suja” o objetivo era mostrar imagens antigas e cópia de contracheques forjados com o intuito de isolar os educadores, com mensagens enviadas a pais e alunos, nesta a ideia dos invasores a soldo do Palácio Iguaçu é semear a discórdia entre professores e funcionários das 2,1 mil escolas do estado.

Os infiltrados lançam dúvidas sobre a “firmeza” dos professores e servidores em greve há um mês, disseminam informações falsas sobre a luta do magistério e do serviço público, espalham medo, estimulam o ódio entre colegas tal qual ocorreu no segundo turno disputado por Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB). Na época, o Blog do Esmael anotou que o “Extremismo de direita pró-Aécio afasta brasileiros das redes sociais”.

Nesta segunda-feira (25), por exemplo, um desses infiltrados no grupo “Memória da Violência”, criado no WhatsApp por educadores massacrados no dia 29 de abril, no Centro Cívico, foi alvo do submundo dos cibertucanos. Informações privadas foram publicadas em mídias ligadas ao Palácio Iguaçu. Leia mais

22 de maio de 2015
por Esmael Morais
46 Comentários

Governo Richa promove ‘guerra suja’ nas redes sociais para desqualificar professores em greve. Cuidado!

tenda_prof_richa

O Palácio Iguaçu abriu as portas do inferno para conter a onda de simpatia em favor de educadores em greve há quase um mês no Paraná. O governo Beto Richa (PSDB) perdeu a compostura de vez ao acionar o submundo, os cibertucanos, para atacar a honra de professores e funcionários das 2,1 mil escolas no estado.

O objetivo dos palacianos é denegrir a imagem dos educadores, isolá-los, e minar o apoio que vêm recebendo da população para a causa.

Uma dessas vítimas do ciberterrorismo é a professora Lisângela Bueno Samistraro, de Paranaguá, Litoral. Conhecida como Lisa, ela relata que ciberterroristas entraram em seu perfil no Facebook e, a partir de fotos antigas, fizeram montagens como se fossem atuais. A professora conta que as mensagens foram enviadas para pais e alunos para minar o apoio à greve.

“Professora Lisângela Bueno Samistraro. Afiliada ao PT. Salário R$ 6.009,05. Curtindo uma greve. Seu filho está sem aula porque ela quer aumento”, diz o texto apócrifo cujos autores estão sendo rastreados pela APP-Sindicato.

Ao Blog do Esmael, professora Lisângela Bueno Samistraro adiantou que registrará na segunda-feira, dia 25, queixa-crime na delegacia de Crimes Cibernéticos de Curitiba.

Outra professora de Londrina, que não quis se identificar, disse que também teve fotos roubadas de seu Facebook. O texto na montagem segue o mesmo padrão: “Enquanto seu filho está sem aulas, olha o que está fazendo seu professor… que continua ganhando para não trabalhar…”. Leia mais

19 de abril de 2015
por Esmael Morais
19 Comentários

Copel também financiou ataque cibertucano contra Dilma e PT

A Companhia Paranaense de Energia (Copel) também financiou ataques cibertucanos contra a presidenta Dilma Rousseff e o PT. A informação é de Fernando Gouveia, proprietário do site www.implicante.org, que registrou ontem (18) em seu perfil no Facebook:

“A Agência Propeg é uma das empresas que são clientes da Appendix, entre as quais vale destacar a Vivas.Com, em contrato pelo qual prestamos serviço ao Governo do Paraná, numa ação para a Copel…”, escreveu Gouveia.

Mais preciso impossível.

Na manhã de ontem, ao repercutir reportagem da Folha de S. Paulo, o Blog do Esmael anotou que o governador do Paraná, Beto Richa, fez escola no PSDB nacional. Segundo o jornal, o blogueiro recebe mensalmente R$ 70 mil do governo de São Paulo para defenestrar adversários de Geraldo Alckmin, dentre os quais PT e Dilma.

Ambos os governadores do PSDB, paulista e paranaense, têm o mesmo modus operandi porque a fonte pagadora dos cibertucanos é a mesma: o erário.

Nas eleições de 2014, os senadores Gleisi Hoffmann (PT) e Roberto Requião (PMDB) foram os alvos prediletos dos cibertucanos pró-Richa.

Os cibertucanos funcionavam em um bunker instalado dentro do Palácio Iguaçu e agiam sob o guarda-chuva da franquia tucana “Tenda Digital” — que foi proibida pela Justiça Eleitoral na disputa pelo Palácio Iguaçu.

Abaixo, leia a íntegra da explicação de Fernando Gouveira no Facebook:

Fernando Gouveia
Ontem às 08:32 · Votorantim ·

ALERTA MÁXIMO DE TEXTÃO

Caros, não é de hoje que está rolando uma verdadeira guerra contra quem denuncia petistas na Internet. Dessa vez, em uma matéria repleta de erros, omissões e distorções, fui citado na Folha de São Paulo e, desse modo, informo os fatos reais – pedindo a todos a gentileza de divulgar ao máximo, sempre que alguém aparecer com a notícia estapafúrdia.

São 9 pontos e os esclarecimentos necessários. Peço que tenham paciência Emoticon smile

Vamos lá:

1 – Eu não sou contratado, ponto. Sou sócio de uma empresa que, entre outros clientes, é contratada pela Agência Propeg, por sua vez prestadora de serviços para o Governo do Estado. Essa contratação se deu porque a Appendix (APPX) ofereceu o MENOR PREÇO (informação omitida na matéria) e dispõe, para esse contrato, de 3 empregados regularmente contratados via CLT;

2 – TODA a atuação da empresa ocorre dentro das leis, sejam fiscais ou trabalhistas, bem como TODAS as certidões junto ao Poder Público estão atualizadas e assim o são sempre;

3 – A empresa atua em comunicação online do setor público, Leia mais

18 de abril de 2015
por Esmael Morais
22 Comentários

Richa fez escola no PSDB. Alckmin contrata cibertucano para atacar o PT

cibertucanos_ptO jornal Folha de S. Paulo registrou hoje (18) que o governador Geraldo Alckmin (PSDB), de São Paulo, paga mensalmente R$ 70 mil para que um blogueiro, que navega anonimamente na internet, ataque a presidenta Dilma Rousseff e o PT. ... 

Leia mais

29 de setembro de 2014
por Esmael Morais
36 Comentários

Requião pede cassação da candidatura de Richa por uso da máquina

O senador Roberto Requião (PMDB), candidato ao governo do Paraná, foi vítima de ataques anônimos que teriam partido de dentro Palácio das Araucárias, sede do governo estadual. A denúncia foi confirmada por um laudo técnico de Wanderson Castilho, um dos mais conceituados peritos em segurança na internet.

De acordo com quebra de sigilo Google, autorizada pela Justiça, chegou-se aos porões do Palácio das Araucárias, onde funcionaria um bunker clandestino para ataques de cibertucanos contratado pela campanha do governador Beto Richa (PSDB). A Celepar (Companhia de Tecnologia da Informática e Comunicação do Paraná), provedora de acesso do governo do estado, confirmou a origem das postagens.

Segundo o advogado Luiz Fernando Delazari, com o intuito de denigrir a imagem de Requião, criaram canais anônimos no Youtube, a partir de computadores do Governo do Estado, denominados Maria louca!, Xô Requião!, Rodrigo Viana!, Maicon Silva!, Maicon Silveira! e Guilherme Sell!.

Delazari adiantou que pedirá a prisão de diretores da Copel (Companhia Paranaense de Energia) que estariam descumprindo ordem judicial. A empresa de energia e telecomunicações é provedora de vários IPs, de onde, também, saíram vários vídeos anônimos! contra Requião.

“Localizou-se o bairro Ecoville como base de outra central de difamação. Suspeita-se que seja a casa do próprio Richa”, adiantou o advogado do PMDB.

Não é a primeira vez que o governo Richa é acusado de utilizar a máquina pública para denegrir adversários políticos. No ano passado, a senadora Gleisi Hoffmann (PT) conseguiu chegar ao Palácio Iguaçu através de quebras de sigilos na internet por meio de decisão judicial (clique aqui).

Por muito menos, houve um alvoroço quando funcionários do Palácio do Planalto alteraram o perfil de jornalistas no Wikipédia. Agora temos algo muito mais grave, aqui no Paraná. à‰ matéria para cassação da candidatura de Richa, pois os ataques contra Requião se configuraram em abuso de poder e uso da máquina pública em campanha política!, afirmou Delazari.

A seguir, leia a íntegra da confirmação da Celepar:

Confirmação IPs Celepar/Palácio das Araucárias:
http://www.esmaelmorais.com.br/wp-content/uploads/2014/09/celepar_confirmacao.pdf

Leia mais

30 de julho de 2014
por Esmael Morais
10 Comentários

Cibertucanos inauguram comitê eleitoral para internet no Paraná

Beto Richa inaugurou nesta quarta-feira (30) uma "Tenda Digital" (comitê eleitoral) para a sua campanha nas redes sociais; de agora em diante, os cibertucanos terão abrigo próprio no Paraná; em novembro de 2013, reportagem da Folha de S. Paulo denunciou existência de bunker digital dentro do Palácio Iguaçu para atacar adversários políticos do PSDB; novo comitê digital coincide com multas contra governador por propaganda irregular no Facebook e na página da Copel.

Beto Richa inaugurou nesta quarta-feira (30) uma “Tenda Digital” (comitê eleitoral) para a sua campanha nas redes sociais; de agora em diante, os cibertucanos terão abrigo próprio no Paraná; em novembro de 2013, reportagem da Folha de S. Paulo denunciou existência de bunker digital dentro do Palácio Iguaçu para atacar adversários políticos do PSDB; novo comitê digital coincide com multas contra governador por propaganda irregular no Facebook e na página da Copel.

O governador Beto Richa (PSDB), candidato à  reeleição, inaugurou nesta quarta-feira (30) uma “Tenda Digital” (comitê eleitoral) para a sua campanha nas redes sociais. ... 

Leia mais

17 de abril de 2014
por Esmael Morais
58 Comentários

Cibertucanos teleguiados pelo Palácio Iguaçu agora atacam Requião

O senador Roberto Requião (PMDB), nesta semana, passou a ser alvo preferencial da artilharia do Palácio Iguaçu. Cibertucanos, especializados em trollagem na internet, viraram seus canhões teleguiados nas redes sociais contra o peemedebista. Coincidência ou não, na terça (15) o Blog do Esmael revelou que numa pesquisa do PSC, realizada em Curitiba, o parlamentar teria virado e estaria liderando a corrida pelo governo do Paraná.

“Chega à s minhas mãos uma pesquisa, não registrada, feita por candidatos a deputado do PSC. Porreta, Betinho tem razão para estar em desespero”, confirmou Requião, via Twitter, nesta quinta (17).

O blog ouviu o senador sobre esse novo quadro, onde ele se transformou em alvo da artilharia tucana.

“Os samurais são perfeitos tecnicamente porque são treinados para não temer a morte. Eu, a exemplo dos samurais japoneses, não temo perder ou ganhar uma eleição”, disse Requião, sinalizando que vai para briga aberta com Richa.

Além dos ataques que Requião passou a recebe na internet, o próprio governador Richa também o elegeu como a “bola da vez” em seus discursos e entrevistas. Foi assim, por exemplo, em Guarapuava na última terça.

à‰ bom lembrar que até semana passada, o esporte preferido dos cibertucanos e dos tucanos era atacar a senadora Gleisi Hoffmann.

Que diabo de tão importante aconteceu em uma semana para que o Palácio Iguaçu reorientasse sua estratégia? Ora, as pesquisas, as malditas pesquisas…

Subitamente, o Palácio Iguaçu descobriu que o festival de pancadaria contra a petista não modificou sua intenção de votos (clique aqui). E mais: Richa caiu, sendo ultrapassado por Requião na capital paranaense.

O quadro desesperador tem a ver com a disputa interna no PMDB. em junho, os convencionais tendem escolher Requião com candidato do partido para uma quarta temporada no Palácio Iguaçu. Os estrategistas de Richa esperavam apoio dos peemedebistas para o projeto de reeleição. Ao que tudo indica, entrou água no chope tucano.

Da França, o ex-governador Orlando Pessuti enviou ontem carta ao Blog do Esmael que sepultou de uma vez por todas o sonho de aliança do PMDB com o PSDB no Paraná. Nenhum peemedebista consciente vai trabalhar contra o partido!, fulminou, ao reafirmar seu compromisso com a candidatura própria ao governo do Paraná (clique aqui).

No Paraná, a frente política já trabalha com um cenário eleitoral sem Beto Richa no segundo turno (clique aqui).

Acerca dos cibertucanos:

Em setembro de 2013 o Blog do Esmael, em primeira mão, revelou que o Palácio Iguaçu, sede do executivo estadual, abrigava “ciberguerrilheiros” ou “cibertucanos” cuja missão seria atirar contra adversários políticos do governador Beto Richa (PSDB).

Na época, este blog revelou que perdigueiros seguiram as pegadas na internet até chegar à  equipe de comunicação do governador tucano, que estaria fazendo da máquina pública um comitê de difamação contra a então ministra Gleisi Hoffmann (PT) e também o senador Roberto Requião (PMDB).

Mais tarde, por volta de novembro do ano passado, a Folha de S. Paulo confirmou a história prospectada pelo blogueiro Johnny Willian, parceiro desta página no Caderno Ponta Grossa.

Leia mais

7 de fevereiro de 2014
por Esmael Morais
9 Comentários

Depois de trolagem contra adversários, Richa proíbe ‘cibertucanos’ dentro do Palácio Iguaçu

O governador Beto Richa (PSDB), no apagar das luzes de 2013, assinou o decreto 9.768/13 para si mesmo e seus correligionários de ninho que foram descobertos dentro do Palácio Iguaçu utilizando a estrutura do Estado para difamar possíveis adversários políticos nas eleições deste ano.

Em setembro de 2013 (clique aqui), este blog revelou em primeiríssima mão a existência de ‘cibertucanos’ na sede do governo do Paraná, de onde disparavam contra a então ministra Gleisi Hoffmann (PT) e o senador Roberto Requião (PMDB).

Pois bem, a Justiça foi acionada para rastrear a origem das ofensas à  petista e ao peemedebista. Pelo IP (digital eletrônica), chegou-se bem perto de Richa, no Palácio Iguaçu. No mesmo andar, por coincidência.

Sabedor de que o uso da máquina pública em campanha para difamar adversários, além de desleal é ilegal, passível de cassação de mandato até, Richa baixou o decreto proibindo os funcionários de “utilizar redes sociais particulares, através de equipamentos do Estado, para fazer propaganda positiva ou negativa de qualquer candidato e divulgar opiniões políticas e partidárias”.

O governador do PSDB tomou uma baita dose de “vacina” contra possíveis questionamentos judiciais no futuro. Agiu depois de o leite ser derramado, haja vista que um funcionário seu tinha a função de “trollar” os adversários a partir do Palácio Iguaçu.

O advogado Luiz Fernando Pereira, especialista em Direito Eleitoral, já avisou que o decreto de Richa veio tarde demais. Vai responsabilizar o tucano na Justiça Eleitoral pela campanha antecipada utilizando computadores da do governo do estado. O governador poderá ter candidatura à  reeleição cassada.

A seguir, leia a íntegra do decreto 9.768/13 contra ‘cibertucanos’:

Publicado no Diário Oficial n!º. 9110 de 19 de Dezembro de 2013

Súmula: Divulgada condutas vedadas aos Agentes Públicos dos órgãos da Administração Direta, Indireta e Serviços Sociais Autônomos no
ano eleitoral de 2014.

O GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANà, no uso de suas atribuições, tendo em vista o contido no protocolado sob o n!º 13.022.492-0 e ainda,
CONSIDERANDO que a Administração Pública rege-se, dentre outros,pelos princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência (art. 37 da Constituição Federal);

CONSIDERANDO o disposto na legislação que regula a realização das eleições, bem como nas Resoluções expedidas pelo Tribunal Superior Eleitoral;
CONSIDERANDO a necessidade de disciplinar a atuação dos agentes públicos da Administração direta, indireta e autárquica do Estado durante o período alcançado pela legislação eleitoral, resguardando-se a Administração Pública quanto à  prática de qualquer conduta vedada, por exclusiva ação de seus agentes; e

CONSIDERANDO que para a fiel observância dos princípios e normas legais vigentes, faz-se necessária a orientação aos servidores e agentes públicos do Estado quanto à s cond Leia mais

27 de novembro de 2013
por Esmael Morais
34 Comentários

Folha confirma “cibertucanos” dentro do Palácio Iguaçu

Jornal Folha de S. Paulo confirma existência de

Jornal Folha de S. Paulo confirma existência de “cibertucanos”, dentro do Palácio Iguaçu, que teriam missão de criar dezenas de perfis falsos (fakes) nas redes sociais para atacar os adversários políticos do governador Beto Richa; os alvos seriam Gleisi e Requião; Justiça Eleitoral do Paraná mandou o Facebook retirar do ar páginas com ataques à  petista e ao partido.

Dois meses e meio depois deste blog registrar em primeiríssima mão que “cibertucanos” instalados dentro do Palácio Iguaçu, sede do governo do Paraná, tinham missão de disparar tiros! contra a ministra Gleisi Hoffmann (clique aqui para relembrar), pré-candidata a governadora pelo PT, eis que o jornal Folha de S. Paulo, edição desta quarta, confirma a história prospectada pelo blogueiro Johnny Willian, parceiro desta página no Caderno Ponta Grossa... 

Leia mais