8 de fevereiro de 2017
por Esmael Morais
78 Comentários

Revoltada, professora divulga em vídeo supersalários de políticos do Paraná; assista

A professora PSS Maria Talita Codato Silva, de Maringá, revoltada com as mentiras contadas pelo governo Beto Richa (PSDB), acerca dos salários do magistério, gravou um vídeo denunciando os supersalários dos políticos do Paraná. Leia mais

19 de julho de 2015
por Esmael Morais
17 Comentários

Requião compara Cunha a Beto Richa: “Cara dum, focinho doutro”

Cunha_Richa_RequiaoO senador Roberto Requião (PMDB), pelo Twitter, espezinhou o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a quem comparou ao governador do Paraná Beto Richa (PSDB). ... 

Leia mais

13 de julho de 2015
por Esmael Morais
5 Comentários

Aliado de Richa, prefeito pede 100% de aumento para ‘ganhar (bem) mais que professor’ no Paraná

Prefeito Pedro Claro (DEM), de Santo Antônio da Platina, seguindo orientação do aliado Beto Richa (PSDB), planeja obter supersalário de R$ 22 mil; vice e vereadores também deverão ser beneficiados pela farra, que será votada hoje pela Câmara; no mês passado, governador tucano disse que professores ganham mais que prefeitos do interior do estado.

Prefeito Pedro Claro (DEM), de Santo Antônio da Platina, seguindo orientação do aliado Beto Richa (PSDB), planeja obter supersalário de R$ 22 mil; vice e vereadores também deverão ser beneficiados pela farra, que será votada hoje pela Câmara; no mês passado, governador tucano disse que professores ganham mais que prefeitos do interior do estado.

No mês passado, o governador Beto Richa disse que os professores ganhavam mais que prefeitos do interior do Paraná. A polêmica declaração foi desmentida pelos fatos e a Justiça obrigou o tucano corrigir o Portal Transparência, que falsificou os vencimentos dos educadores. ... 

Leia mais

8 de julho de 2015
por Esmael Morais
19 Comentários

APP-Sindicato: ‘Beto Richa acredita nas próprias mentiras que conta sobre salário dos educadores’

A APP-Sindicato reagiu aos novos ataques do governador Beto Richa (PSDB) à entidade e aos professores da rede pública estadual de ensino. Richa acusou ontem, em evento com prefeitos do interior, que a greve dos professores teria acabado quando o governo divulgou os supersalários da categoria. O tucano também culpou os profissionais do magistério e o sindicato pela queda na qualidade na educação do estado.

Em resposta, o Sindicato publicou uma nota (leia abaixo) em seu site desafiando o governador a debater em audiência pública os salários dos professores, comparando-os com os vencimentos dos demais servidores e os supersalários no primeiro escalão. Segundo a APP, os trabalhadores da educação representam 62% do total de servidores do estado. Mas, a folha de pagamento da educação representa somente 38% do total.

A nota também faz referência às mentiras veiculadas pelo governo do estado atribuindo supersalários aos professores do estado, lembrando que por decisão judicial uma matéria que comparava os salários de professores com o de prefeitos foi retirada do ar, e o governo tem prazo para desmentir as demais distorções.

Segundo o presidente da APP, professor Hermes Leão, “a insistência da criminalização dos salários do Beto Richa não é novidade em governo que não tem compromisso com a população. É o esforço de sempre buscar em terceiros a responsabilidade principal que é exatamente dos governantes. Se temos dificuldades em educação, saúde e segurança pública, a responsabilidade é do governante, já que é ausente em planejamentos e investimentos”, destaca.

Leia a seguir a íntegra da nota da APP-Sindicato:

Beto Richa volta a atacar educadores(as) e sindicato

Sindicato desafia governador a debater salários em audiência pública

Um governo que deveria fazer uma luta pela valorização da educação e de todos os educadores e educadoras do Estado, tem feito justamente o contrário no Paraná. Ataques e mais ataques aos(as) servidores(as) e à APP-Sindicato tem sido a postura frequente do governador Beto Richa que, não por acaso, vem apresentando quedas consecutivas de apoio e popularidade dos(as) paranaenses e está sendo processado pelo Ministério Público pelo Massacre do dia 29 de abril.

Em um encontro com prefeitos(as) do interior do Estado, Richa fez acusões à APP-Sindicato e desqualificou a luta histórica da entidade pela qualidade da educação paranaense. O governador criminalizou mais uma vez os salários de educadores(as) mesmo depois qu Leia mais

3 de julho de 2015
por Esmael Morais
18 Comentários

Espectro do impeachment volta a rondar o Palácio Iguaçu

richa_impeachment_profsNa última segunda-feira, dia 29 de junho, dois meses após o covarde massacre dos professores no Centro Cívico, em Curitiba, promotores do Ministério Público do Paraná (MP) concederam entrevista coletiva para anunciar que ofereceram à Justiça denúncia contra o governador Beto Richa (PSDB) por improbidade administrativa, ou seja, crime de responsabilidade que pode cassar-lhe o mandato e os direitos políticos por 8 anos.

Dito isto, cada vez mais o espectro do impeachment ronda as imediações do Palácio Iguaçu, mesmo local que serviu para a ação violenta da polícia que deixou saldo de 213 feridos.

O blogueiro e advogado Tarso Violin Cabral, no último dia 25 de maio, protocolou o primeiro requerimento na Assembleia solicitando o impedimento do governador tucano. Para ele e um grupo de juristas, que subscreveram o documento, a ação de improbidade administrativa anunciada pelo Ministério Público contra Beto Richa, o ex-secretário da Segurança Pública, Fernando Francischini, e o alto comando da PM à frente das decisões do Massacre de 29 de abril, reforça a tese do impeachment.

Nesta sexta-feira (3) veio mais um elemento que poderá ser apensado a denuncia de improbidade do inquilino do Palácio Iguaçu: a Justiça determinou que Richa cessasse de mentir e fazer campanha contra professores no site oficial Agência Estadual de Notícia; o tucano vinha abusando da máquina pública para denegrir a imagem dos educadores que ainda lutam por melhores condições de trabalho e reposição inflacionária. Leia mais

3 de julho de 2015
por Esmael Morais
10 Comentários

Justiça proíbe mentira de Richa sobre salários de professores

tendaO juiz Guilherme de Paula Rezende, da 4ª Vara da Fazenda Pública da Região Metropolitana de Curitiba, determinou a retira do ar da matéria veiculada pela Agência Estadual de Notícias que comparava os salários de professores do Estado ao de prefeitos do interior. ... 

Leia mais

26 de junho de 2015
por Esmael Morais
18 Comentários

Prefeito de Pato Branco jura que não é “fantasma” no governo Richa

Zucchi_TransparenciaO prefeito de Pato Branco, Augustinho Zucchi (PDT), em contato com o Blog do Esmael, nesta sexta-feira (26), jurou que não é “fantasma” no governo Beto Richa (PSDB). Ele disse que a conta-salário no Banco do Brasil, na qual recebia o pagamento do ADAPAR, está inativa há mais de 20 anos. “Só tenho conta corrente no banco Itaú”, informou. ... 

Leia mais

26 de junho de 2015
por Esmael Morais
35 Comentários

Portal Transparência: Prefeito aliado de Beto Richa é “funcionário fantasma” do governo do Paraná

O feitiço virou contra o feiticeiro.

Ao longo do mês, o governador Beto Richa (PSDB) utilizou o Portal da Transparência para desmoralizar e combater professores e funcionários públicos. O tucano acusara os servidores de ganhar mais que prefeitos do interior, o que obviamente era uma falsidade solenemente desmentida pelo Blog do Esmael e pela APP-Sindicato. Para corroborar a tese mentirosa do tucano, ontem (25) o portal G1 (clique aqui) divulgou levantamento no qual o Paraná aparece entre os últimos estados no ranking do salário-base.

Dito isto, voltemos à bruxaria do Palácio Iguaçu.

A ONG “Vigilantes da Gestão” levou a cabo o ditado popular “quem com ferro fere com ferro será ferido”. Ou seja, usou o mesmo Portal da Transparência, outrora ferramenta de combate contra os educadores, para levantar a situação do prefeito de Pato Branco, Augustinho Zucchi (PDT), aliado de primeira hora do governador Beto Richa.

A ONG acusa o prefeito patobranquense de ser “funcionário fantasma” no governo do estado. Ex-deputado estadual, o engenheiro agrônomo Zucchi, o Zuquinho, conforme o Portal Transparência, está lotado na ADAPAR (Agencia de Defesa Agropecuária do Paraná) onde recebe mensalmente R$ 8.730,43, acumulando com os vencimentos de R$ 20.425,17 na Prefeitura do Município de Pato Branco.

Pela lei, o prefeito não poderia acumular os dois salários. Ele poderia optar apenas por um deles, geralmente, pelo de maior valor.

O vereador Gilson Feitosa (PT), ao Blog do Esmael, conta que procurou a direção da ADAPAR para tomar mais informações sobre a situação funcional do prefeito. O órgão alegou ter havido um “equívoco” no cadastramento do servidor Augustinho Zucchi. “Ora, por que só os amigos do governador Beto Richa são beneficiados até pelos equívocos?”, questiona o parlamentar em tom de ironia.

Feitosa adiantou que denunciará o “prefeito fantasma” ao Ministério Público. Além disso, repassou o caso para o deputado Professor Lemos (PT) que deverá solicitar, na semana que vem, a relação de todos os servidores e contracheques da ADAPAR retroativos a janeiro de 2013.

Essa história do “prefeito fantasma” se soma às outras de conhecimento de todos os paranaenses, como o da “sogra fantasma” e do “primo fantasma” – o indefectível Luiz Abi Antoun. Tudo gentes do governador Beto Richa. Que horror! Que feio!

Abaixo, veja os documentos sobre a situação funcional do prefeito Augustinho Zucchi:

Folha de pagamento da ADAPAR maio/2015:

http://www.esmaelmorais.com.br/wp-content/uploads/2015/06/situacao_funcional_zucchi.pdf

Declaração da ADAPAR:

http://www.esmaelmorais.com.br/wp-content/uploads/2015/06/declaracao_adapar.pdf

Leia mais

20 de junho de 2015
por Esmael Morais
42 Comentários

Blog do Esmael divulga ‘supersalários’ no 1º escalão do governo Beto Richa

richa_supersalarios_farraO governo de Beto Richa (PSDB) que nega reajuste de 8,17% a professores e servidores públicos, conforme determina a lei da data-base, paga os maiores salários do país ao secretariado e dirigentes de empresas públicas do estado. No entanto, essas informações não estão à vista no Portal da Transparência, que foi convertido em ferramenta de combate ao funcionalismo do quadro próprio. ... 

Leia mais

11 de junho de 2015
por Esmael Morais
25 Comentários

Beto Richa colocará na internet os salários de policiais do Gaeco? Professores duvidam

gaeco_prof_richaO governador Beto Richa (PSDB) determinou durante a greve que os salários dos professores fossem divulgados no Portal Transparência. O objetivo era minar o apoio da sociedade ao movimento disseminando informações falsas contra o magistério paranaense.

A pergunta é: terá Beto Richa coragem de utilizar mesma tática de guerra contra os policiais do Gaeco que investigam corrupção no governo? Os cibertucanos da “Tenda Digital” invadirão os perfis dos agentes no Facebook como fez com os educadores?

Contra os bravos professores, além de expor salários na internet, o governador tucano também mandou a PM surrar com cassetetes, disparar bombas, tiros de balas de borracha, spray de pimenta, e atacar com cães pitbull. Leia mais

5 de junho de 2015
por Esmael Morais
36 Comentários

Beto Richa reconstitui ‘equipe da maldade’ da campanha contra professores e servidores no PR

Na semana passada, o Blog do Esmael anotou que o governador Beto Richa (PSDB) iniciara uma “blitzkrieg” contra professores e servidores públicos no Paraná. Trata-se de um termo criado pelos nazistas para designar “guerra-relâmpago”.

Dito isto, ao longo dos últimos dias cristalizou-se que o tucano reconstituiu parte da ‘equipe da maldade’ que o reelegeu no ano passado. O ex-secretário da Comunicação, Marcelo Cattani, por exemplo, mesmo demitido do cargo, agora presta serviço como consultor estratégico — longe da folha de pagamento oficial.

Não é à toa que surgiram propagandas à beça em jornais, rádios e TVs e, “coincidente”, a linha desses órgãos de imprensa mudou a medida que suas burras foram enchendo com recursos públicos. As agências de publicidade estão com o sorriso frouxo no rosto, bem como os barões da velha mídia.

As ligações telefônicas para a casa dos todos paranaenses, eu disse todos, contra os educadores, custeadas pelo erário, foram delegadas à empresa curitibana Call Complete — segundo rastreamento desses telefonemas.

Alguns outros colaboradores, que estavam distantes desde janeiro, se reaproximaram agora do Palácio Iguaçu como “freelancers” contra os grevistas. Como se estivessem numa guerra, fornecem “munição” contra os funcionários públicos desarmados.

No pacote de soluções, o governador Beto Richa contratou a peso de ouro o jornalista Mário Rosa, autor do best seller “A Era do Escândalo” para recuperar sua imagem destruída depois do massacre de 29 de abril.

O leitor também soube ontem que o tucano reforçou seu time com criminalistas. Além do respeitado René Ariel Dotti, integra a defesa de Beto Richa, no crime, o renomado jurista Ives Granda Martins. Ou seja, o governador trocou os assessores políticos pelos advogados criminalistas. Tem a ver com a bronca da Receita Estadual e o massacre.

Nessa frente jurídica há um ruído importante. Corretamente, o Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR) pagará a reposição inflacionária de 8,17% a seus servidores em parcela única. Ok, cumpre a lei. No entanto, os mesmos desembargadores concedem liminar contra a greve que reivindica justamente os mesmos 8,17%.

Como pode a sociedade em geral — e o judiciário em particular — pugnar por um ensino de primeiro mundo se se comporta, de maneira medíocre, como sociedade de terceiro mundo?

O diabo é que o governador Beto Richa mobiliza toda uma máquina de guerra contra os servidores públicos que, com certeza, custa bem mais caro do que deve a eles. Ficaria mais barato ao erário se ele cumprisse a lei da data-base, pagando os 8,17% ainda este ano, que recorrer a mercenários de plantão.

Então, o que fez o governador optar pela guerra ao invés da paz? Ora, a vaidade, a birra, o ego, a arrogância, a truculência, a maldade… Coisa de piá pançudo, de gente ruim.

Se houve o massacre no dia 29 de abril, no Centro Cívico, está em curso um novo massacre na opinião pública. Só não vê quem não quer.

Por fim, o Blog do Esmael vai transmitir ao vivo na terça-feira (9), a partir das 9 horas, em parceria com a TV 15, a assembleia geral da APP-Sindicato. O leitor também poderá acompanhar tudo em tempo real pelo Facebook. Basta curtir a fanpage para receber as atualizações das notícias.

Leia mais

3 de junho de 2015
por Esmael Morais
42 Comentários

Em panfleto de Richa, salário de professor é de R$ 25 mil no PR; assista ao vídeo

richa_panfletoO governador Beto Richa (PSDB) mandou distribuir 1 milhão de panfletos em Curitiba “informando” que paga até R$ 25 mil mensais de salário a professores e educadores da rede pública do estado.

Assinado pela “Frente Ampla da Cidadania”, ONG do tucano, o panfleteiro contratado entregou o patrão: Beto Richa.

Assista ao vídeo

O flagra do movimento Acorda Paraná ocorreu na tarde desta quarta-feira (3).

É importante salientar que até as pedras petit pavé da Rua XV de Novembro sabem que o governador mente sobre os salários dos mestres. Trata-se de mais uma tentativa de desmoralizar a greve e jogar a população contra os professores. Leia mais

31 de maio de 2015
por Esmael Morais
42 Comentários

Governo Richa faz “blitzkrieg” contra professores no Paraná

Desde a semana passada, o Palácio Iguaçu colocou em prática uma verdadeira “blitzkrieg”—termo criado pelos nazistas para designar “guerra-relâmpago” – contra professores e servidores públicos em greve no Paraná.

O Blog do Esmael anotou que o governo Beto Richa iniciara guerra suja contra educadores nas redes sociais cuja intervenção no Facebook e grupos de WhatsApp objetivam cindir a categoria, semear a desconfiança, e disseminar informações falsas. Esse trabalho ciberterrorismo é coordenado pela “Tenda Digital”, uma organização clandestina que funciona nos bunkers do Palácio Iguaçu.

Paralelamente, o governo do estado divulgou no Portal Transparência “supersalários” de professores. Os profissionais do magistério contestaram os valores e fizeram “memes” na internet sobre o tema.

Ato contínuo, o governo Richa foi ao Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR) solicitar o bloqueio de R$ 1,24 milhão da conta da APP-Sindicato pelos dias parados na greve. A contraofensiva veio com a mesma intensidade: o deputado Requião Filho (PMDB), vice-líder da oposição, também anunciou ação pelo bloqueio de R$ 1,36 bilhão do tesouro estadual para o pagamento da data-base de 8,17%.

Você acha que a “blitzkrieg” acaba por aqui? Claro que não. Os diretores das 2,1 mil escolas vivem momentos de incrível assédio moral. Eles estão sendo enquadrados para que punam educadores em greve. Os que se recusarem ao papel de carrascos sofrem ameaça de processo administrativo e afastamento de cargo, embora todos eles tenham sido eleitos democraticamente pelo voto direto.

Além disso, o Palácio Iguaçu começou a distribuir novamente farta verba de propaganda para rádios e jornais no interior do estado, bem com emissoras de TV. O enredo é o mesmo: criminalizar a greve da educação.

A greve está fácil de resolver, segundo o deputado Professor Lemos (PT). Segundo ele, caiu no 1º quadrimestre o alerta de limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Ou seja, o governo está gastando menos com pessoal e isso possibilita a reposição dos 8,17%. “Basta vontade política”, opina o parlamentar.

O diabo é que Beto Richa parece preferir o cenário de terra arrasada tal qual a tática do Exército Vermelho na 2ª Guerra Mundial contra o exército alemão. Pretende minar a resistência dos educadores prolongando a greve em uma espécie de “perde-perde”.

Mas diferente dos russos que venceram os nazistas, o tucano não tem apoio popular. A rejeição do governador paranaense bateu na casa dos 100%.

Resumo da ópera: “A história se repete, a primeira vez como tragédia e a segunda como farsa” (Karl Marx, em O 18 Brumário de Luis Bonaparte).

Leia mais

30 de maio de 2015
por Esmael Morais
6 Comentários

Charge do dia: Professor do Paraná, segundo o tucano Beto Richa

Captura de tela da cena da novela "Imperador", onde personagem de Alexandre Nero mergulha numa piscina de euro; "meme" nas redes sociais ironiza informações falsas no “Portal da Transparência” sobre salários de professores no Paraná.

Captura de tela da cena da novela “Imperador”, onde personagem de Alexandre Nero mergulha numa piscina de euro; “meme” nas redes sociais ironiza informações falsas no “Portal da Transparência” sobre salários de professores no Paraná.

Leia mais

29 de maio de 2015
por Esmael Morais
50 Comentários

Richa pede à Justiça bloqueio em conta de professores; ele será atendido?

richa_tjpr_profO governador Beto Richa (PSDB), por meio da Procuradoria-Geral do Estado, solicitou nesta sexta-feira (29) que o Tribunal de Justiça (TJPR) bloqueie R$ 1,24 milhão da conta da APP-Sindicato. A estratégia do tucano é sufocar economicamente o movimento grevista, que hoje levou mais de 100 mil pessoas às ruas do Paraná para lembrar o primeiro mês do massacre no Centro Cívico.

Richa encaminhou pedido de bloqueio ao desembargador do TJPR, Luiz Mateus de Lima, aquele que avalizou acordo descumprido pelo governador e decidiu multa diária de R$ 40 mil contra a entidade representativa dos educadores.

O valor de R$ 1,24 milhão corresponde a 32 dias de greve.

Esta é mais uma etapa da “guerra suja” que o tucano lança contra o magistério paranaense, pois ontem (28) ele divulgou informações falsas sobre salários dos educadores no Portal da Transparência. Leia mais

3 de maio de 2014
por Esmael Morais
33 Comentários

Governo esconde voos de Richa; MP investiga farra aérea de tucano

Eduardo Cambi, coordenador do Movimento Paraná Sem Corrupção, ao Blog do Esmael, em novembro de 2013, havia informado que pretendia disciplinar o uso de aeronaves pelo governo do estado; segundo o promotor do Ministério Público, dados como viagens e deslocamentos !” inclusive do governador !” precisam estar disponíveis no Portal da Transparência; neste sábado, dia 3 de maio, o jornal Gazeta do Povo reclama que, mesmo sob a luz da Lei do Acesso à  Informação, há oito meses tenta obter dados dos

Eduardo Cambi, coordenador do Movimento Paraná Sem Corrupção, ao Blog do Esmael, em novembro de 2013, havia informado que pretendia disciplinar o uso de aeronaves pelo governo do estado; segundo o promotor do Ministério Público, dados como viagens e deslocamentos !” inclusive do governador !” precisam estar disponíveis no Portal da Transparência; neste sábado, dia 3 de maio, o jornal Gazeta do Povo reclama que, mesmo sob a luz da Lei do Acesso à  Informação, há oito meses tenta obter dados dos “voos secretos” do governador Beto Richa; jornal curitibano tem curiosidade sobre quantas vezes o tucano voou até Foz do Iguaçu.

Reportagem de Euclides Lucas Garcia, na edição deste sábado do jornal Gazeta do Povo, mostra que o Palácio Iguaçu se recusa a divulgar os dados dos voos já realizados pelo governador Beto Richa (PSDB) e custeados pelo poder público.  ... 

Leia mais

13 de fevereiro de 2014
por Esmael Morais
18 Comentários

Governo Richa mantém segredo sobre extinção de mil cargos em comissão

do portal Banda B

Segundo o deputado Toninho Wandscheer (PT), da tropa de choque da senadora Gleisi Hoffmann, o governo tucano sonega informações sobre a extinção de mil cargos comissionados; parlamentar petista desconfia que o Palácio Iguaçu tenha "mentido" para a população, pois, ainda de acordo com ele, somente 81 servidores contratados sem concurso foram demitidos; "à‰ preciso que o povo do Paraná saiba a verdade", diz Toninho; líder do governo na Assembleia, Ademar Traiano, que pilotou derrota de requerimento do deputado do PT, garante que tudo isso já está esclarecido no Portal da Transparência!.

Segundo o deputado Toninho Wandscheer (PT), da tropa de choque da senadora Gleisi Hoffmann, o governo tucano sonega informações sobre a extinção de mil cargos comissionados; parlamentar petista desconfia que o Palácio Iguaçu tenha “mentido” para a população, pois, ainda de acordo com ele, somente 81 servidores contratados sem concurso foram demitidos; “à‰ preciso que o povo do Paraná saiba a verdade”, diz Toninho; líder do governo na Assembleia, Ademar Traiano, que pilotou derrota de requerimento do deputado do PT, garante que tudo isso já está esclarecido no Portal da Transparência!.

O deputado estadual Toninho Wandscheer (PT) teve seu requerimento rejeitado em plenário nesta semana. O petista queria esclarecimentos sobre a extinção de 1 mil cargos comissionados pelo governo do Paraná, aprovada pelos deputados no ano passado.  ... 

Leia mais

26 de novembro de 2013
por Esmael Morais
15 Comentários

MP investiga farra de Beto Richa com aviões do governo do Paraná

Eduardo Cambi, do Ministério Público do Paraná, conduz investigação sobre farra de Beto Richa com aeronaves do governo do estado em campanhas eleitorais; denúncia partiu do senador Roberto Requião, que quer saber quais compromissos políticos participou o tucano durante a campanha eleitoral de 2012; promotor de Justiça, que é coordenador do Movimento Paraná Sem Corrupção, pretende disciplinar o uso de aeronaves pelo Palácio Iguaçu; segundo o membro do MP, dados como viagens e deslocamentos -- inclusive do governador -- precisam estar disponíveis no Portal da Transparência.

Eduardo Cambi, do Ministério Público do Paraná, conduz investigação sobre farra de Beto Richa com aeronaves do governo do estado em campanhas eleitorais; denúncia partiu do senador Roberto Requião, que quer saber quais compromissos políticos participou o tucano durante a campanha eleitoral de 2012; promotor de Justiça, que é coordenador do Movimento Paraná Sem Corrupção, pretende disciplinar o uso de aeronaves pelo Palácio Iguaçu; segundo o membro do MP, dados como viagens e deslocamentos — inclusive do governador — precisam estar disponíveis no Portal da Transparência.

O promotor Eduardo Cambi, da Subprocuradoria-Geral da Justiça, do Ministério Público do Paraná, abriu investigação contra farra do governador Beto Richa (PSDB) com aviões e helicópteros do estado. O Inquérito Civil n!º 0046.13.000055-0 foi instaurado a partir de uma denúncia do senador Roberto Requião (PMDB). ... 

Leia mais

18 de novembro de 2013
por Esmael Morais
14 Comentários

Gustavo Fruet divulga cargos e salários de 35 mil servidores de Curitiba

da Agência de Notícias de Curitiba
A relação dos vencimentos dos cerca de 35 mil servidores municipais de Curitiba estará disponível no Portal da Transparência da Prefeitura a partir desta segunda-feira (18). O endereço para acessar os dados é www.transparencia.curitiba.pr.gov.br. Serão publicadas informações individualizadas sobre as remunerações e subsídios recebidos por todos os funcionários, nos órgãos da administração direta e indireta e nas suas autarquias e fundações.

As informações poderão ser pesquisadas de forma objetiva e rápida. Após entrar no Portal da Transparência, o interessado deve clicar na aba funcionários!, no alto da página, buscar o item remuneração de servidores! e informar o cargo do servidor pesquisado, que aparecerá em uma lista. A busca também pode ser feita pelo nome do funcionário.

Outro caminho para chegar à s informações é o site oficial da Prefeitura (www.curitiba.pr.gov.br), clicando na aba acesso à  informação!, no alto da página inicial.

Estará disponível o histórico de informações dos últimos doze meses, a partir de outubro deste ano. Sempre que for completado o ciclo, os dados do 13!º mês serão excluídos.

Com a divulgação dos salários dos funcionários estamos aprimorando o nosso sistema de informações públicas e cumprindo um compromisso desta gestão, que é de atuar sempre com total transparência!, afirma o prefeito Gustavo Fruet.

O sistema informa a remuneração básica, salário líquido, vantagens pessoais e eventuais, descontos e o mês e ano de admissão, entre outros itens. Serão divulgados os salários do prefeito, secretários, de todos os servidores estatutários, cargos comissionados e de presidentes de entidades mistas. Não estarão disponíveis deduções de natureza pessoal, tais como pensão alimentícia, empréstimos consignados, contribuições sindicais etc.

Nossa intenção é adequar a Prefeitura de Curitiba à  nova realidade da administração pública do País, na qual a transparência é uma exigência, e ao mesmo tempo preservar o direito dos servidores de não terem divulgadas informações pessoais!, diz a secretária municipal de Recursos Humanos, Meroujy Giacomassi Cavet.

A Prefeitura desenvolveu um sistema exclusivo para armazenamento dos dados, hospedado em um servidor novo, o que deverá tornar a busca mais rápida e funcional.

Leia mais

Esmael Morais 2009-2018. O Blog do Esmael é liberto das excludentes convenções mercantis Copyright ©. O site não cobra pelos direitos autorais, portanto, pode e deve ser reproduzido no todo ou em parte, além de ser liberado para distribuição desde que preservado seu conteúdo e o nome do autor. | A política como ela é em tempo real.

Topo