19 de julho de 2015
por esmael
17 Comentários

Requião compara Cunha a Beto Richa: “Cara dum, focinho doutro”

Cunha_Richa_RequiaoO senador Roberto Requião (PMDB), pelo Twitter, espezinhou o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a quem comparou ao governador do Paraná Beto Richa (PSDB). Leia mais

16 de julho de 2015
por esmael
38 Comentários

Assembleia isenta Beto Richa de responsabilidade pelo massacre de professores em 29 de abril

Na contramão da Assembleia de Ademar Traiano, o Ministério Público do Paraná denunciou Beto Richa à Justiça no último dia 29 de junho.

Na contramão da Assembleia de Ademar Traiano, o Ministério Público do Paraná denunciou Beto Richa à Justiça no último dia 29 de junho.

O deputado Ademar Traiano, presidente da Assembleia e do PSDB, esperou o último dia antes do recesso para anunciar que arquivaria todos os três pedidos de impeachment do governador e correligionário Beto Richa. Ninguém esperava atitude diferente do parlamentar tucano. Leia mais

3 de julho de 2015
por esmael
18 Comentários

Espectro do impeachment volta a rondar o Palácio Iguaçu

richa_impeachment_profsNa última segunda-feira, dia 29 de junho, dois meses após o covarde massacre dos professores no Centro Cívico, em Curitiba, promotores do Ministério Público do Paraná (MP) concederam entrevista coletiva para anunciar que ofereceram à Justiça denúncia contra o governador Beto Richa (PSDB) por improbidade administrativa, ou seja, crime de responsabilidade que pode cassar-lhe o mandato e os direitos políticos por 8 anos.

Dito isto, cada vez mais o espectro do impeachment ronda as imediações do Palácio Iguaçu, mesmo local que serviu para a ação violenta da polícia que deixou saldo de 213 feridos.

O blogueiro e advogado Tarso Violin Cabral, no último dia 25 de maio, protocolou o primeiro requerimento na Assembleia solicitando o impedimento do governador tucano. Para ele e um grupo de juristas, que subscreveram o documento, a ação de improbidade administrativa anunciada pelo Ministério Público contra Beto Richa, o ex-secretário da Segurança Pública, Fernando Francischini, e o alto comando da PM à frente das decisões do Massacre de 29 de abril, reforça a tese do impeachment.

Nesta sexta-feira (3) veio mais um elemento que poderá ser apensado a denuncia de improbidade do inquilino do Palácio Iguaçu: a Justiça determinou que Richa cessasse de mentir e fazer campanha contra professores no site oficial Agência Estadual de Notícia; o tucano vinha abusando da máquina pública para denegrir a imagem dos educadores que ainda lutam por melhores condições de trabalho e reposição inflacionária.

2 de julho de 2015
por esmael
8 Comentários

‘Em busca de foro privilegiado, Richa terá dificuldades até para a Assembleia’, diz Requião Filho

Se depender do humor do eleitorado paranaense, o governador Beto Richa (PSDB) terá dificuldades até mesmo para reforçar a “Bancada do Camburão” na Assembleia Legislativa. A observação é do deputado Requião Filho (PMDB), após ler pesquisa da corrida eleitoral pelo Senado.

“Pelo jeito o Betinho, se quiser ter foro especial, terá que ralar muito. Desse jeito capaz de não se eleger deputado estadual”, tuitou o peemedebista, vice-líder da oposição na Assembleia.

O Blog do Esmael anotou ontem (1) que Richa teme ir para a cadeia, caso Roberto Requião (PMDB) ganhe as eleições de 2018, pois, de acordo com a Paraná Pesquisas, o senador lidera as disputas tanto para o Senado quanto para o Palácio Iguaçu.

Antevendo inverno rigoroso e tempo com chuvas e trovoadas, o governador tucano tratou de reforçar o time da propaganda. Quem vai comandar a Secretaria de Comunicação, a partir de agora, é Paulino Viapiana, que estava na Cultura.

O Palácio Iguaçu considera o novo secretário mais “jeitoso” que o chefe de gabinete do governador, jornalista Deonilson Roldo, e que o ex-secretário da pasta, Marcelo Cattani, ambos temperados no calor de várias batalhas eleitorais.

2 de julho de 2015
por esmael
44 Comentários

Veja essa: Beto Richa está em ÚLTIMO lugar na pesquisa para o Senado

senado_pesquisaO governador Beto Richa (PSDB) está em último lugar na corrida por uma das duas vagas em jogo em 2018 para o Senado Federal. Se as eleições fossem hoje, o tucano teria a vergonhosa marca de 7% nas intenções de voto, segundo levantamento do Paraná Pesquisas publicado nesta quinta-feira (2) pelo jornal Gazeta do Povo.

O senador Roberto Requião (PMDB) seria reeleito para o cargo com 45%, seguido do deputado estadual licenciado e secretário de Estado Ratinho Júnior (PSC), que tem 41%. Em terceiro está Osmar Dias (PDT), com 38%, e em quarto aparece a senadora Gleisi Hoffmann (PT) com 19%.

O desempenho de Ratinho na sondagem é uma prova concreta que a cria sempre supera o criador. Vide o caso de Richa, que superou seu criador Jaime Lerner. Outros analisam que o secretário do Desenvolvimento Urbano apresenta voo de galinha nesta rodada de pesquisas.

Beto Richa foi denunciado pelo Ministério Público como responsável pelo massacre dos professores, no dia 29 de abril, quando 213 pessoas ficaram feridas devido à ação violenta da polícia, durante votação na Assembleia do confisco da poupança previdenciária do funcionalismo público.

Por outro lado, Ratinho Júnior é apontado pelos educadores como responsável pela derrota da reposição inflacionária de 8,17%, na Assembleia, haja vista o PSC possuir a maior bancada com 12 deputados. O partido havia anunciado antes o “fechamento questão” favorável aos professores, mas na votação roeu a corda para ficar do lado do governador tucano.

O instituto de Murilo Hidalgo mostrou ontem (1) que Requião também lidera a corrida pelo Palácio Iguaçu e anteontem (30) registrou que 85% dos paranaenses desaprovam o governo tucano.

Sobre o último lugar na pesquisa para o Senado, professores e servidores mandaram uma perguntinha ao governador Beto Richa: “Tomou?”.

A seguir, veja o infográfico com a pesquisa.

30 de junho de 2015
por esmael
24 Comentários

Se condenado em ação do MP, Richa poderá ser cassado; e o confisco na Paranáprevidência, como fica?

Previdencia_massacre_richaO governador Beto Richa (PSDB) pode perder o cargo e os direitos políticos por oito anos, isto é, se for condenado na ação ajuizada pelo Ministério Público do Paraná (MP). Leia mais

26 de Maio de 2015
por esmael
23 Comentários

Governador Beto Richa sofre “impeachment moral” no Paraná

richa_impeachmentNos bastidores da política paranaense muitos são céticos quanto o avanço do processo de impeachment do governador Beto Richa (PSDB). A petição foi protocolada ontem (25) na Assembleia Legislativa. O documento é encabeçado pelo advogado e blogueiro Tarso Cabral Violin, seguido por juristas, professores universitários, advogados e mais de 6 mil cidadãos.

Mesmo sem o julgamento do pedido, o governador Beto Richa já sofreu na prática um ‘impeachment moral’ dos 10,5 milhões de paranaenses — ou 95% dos 11 milhões de conterrâneos que o rejeitam.

O próximo passo do processo de impeachment é a sua admissibilidade ou não pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ademar Traiano, dublê de presidente do PSDB do Paraná.

Traiano é aliado do governador, o que torna mais fácil a tarefa do Saci Pererê “cruzar as pernas” do que o impedimento do governador tucano prosperar. Mas ainda há luta pela frente e os espíritos, sobretudo o das ruas, está muito armado nos 399 municípios paranaenses.

O “impeachment moral” é o preço que o governador do PSDB paga pela arrogância, prepotência e violência expressada no massacre contra professores e servidores públicos em 29 de abril. Também entra nessa conta a corrupção no governo do estado, propinas na Receita do Estado e casos de pedofilia envolvendo pessoas próximas ao chefe do executivo estadual.

25 de Maio de 2015
por esmael
37 Comentários

Seis mil subscreveram pedido de impeachment de Beto Richa

impeachment_profs_richa

O professor universitário, advogado e blogueiro Tarso Cabral Violin protocolou na tarde desta segunda-feira (25), na Assembleia Legislativa do Paraná, o primeiro pedido de impeachment do governador Beto Richa (PSDB). A petição foi subscrita por mais de seis mil paranaenses cujas assinaturas foram coletadas pela internet.

Os cidadãos ainda podem subscrever a petição que foi enviada hoje à Assembleia clicando aqui.

O pedido de impedimento (leia abaixo a íntegra do documento) tem como foco central o massacre de professores e servidores públicos, no dia 29 de abril, durante votação na Assembleia do confisco da poupança previdenciária. 

22 de Maio de 2015
por esmael
15 Comentários

Petista protocola segunda-feira pedido de impeachment contra Richa

tarso_massacre_richaO advogado e blogueiro Tarso Cabral Violin vai à Assembleia Legislativa na segunda-feira, 25 de maio, às 13h30, protocolar o primeiro pedido de impeachment contra o governador Beto Richa (PSDB). Novamente, a “batata quente” recairá sobre o colo dos 54 deputados estaduais, que terão de manifestar-se acerca do documento.

O pedido plural e suprapartidário é encabeçado por advogados, professores, jornalistas, intelectuais, dentre outros profissionais. Os paranaenses também podem subscrever a petição que será enviada hoje à Assembleia clicando aqui.

Também corre na Procuradoria Eleitoral pedido de investigação da Polícia Federal, formulado pelo deputado Requião Filho (PMDB), de que propina da Receita Estadual teria robustecido de forma ilegal o caixa de campanha reeleitoral do tucano.

Filiado ao PT e presidente da presidente da Associação dos Blogueiros e Ativistas Digitais do Paraná – ParanáBlogs –, Tarso foi um dos mais de 200 feridos no massacre do dia 29 de abril, no Centro Cívico, durante a manifestação contra o confisco da poupança previdenciária de professores e servidores públicos do estado.

21 de Maio de 2015
por esmael
55 Comentários

Para evitar impeachment e cadeia, Richa contrata criminalista René Dotti

rene_massacre_richaO governador Beto Richa (PSDB) resolveu antecipar-se aos fatos contratando o criminalista paranaense René Ariel Dotti. O renomado jurista vai acompanhar as investigações sobre o esquema de corrupção na Receita Estadual de Londrina e o massacre contra os professores no dia 29 de abril, no Centro Cívico, que deixou 213 feridos.

Além de temer o processo na área criminal, o tucano também se preocupa com o julgamento político. Amanhã, sexta-feira (21), o advogado e blogueiro Tarso Cabral Violin vai formalizar a abertura do processo de impeachment contra o governador Beto Richa. O foco petição é o massacre no Centro Cívico.

Nas principais bancas de advocacia da capital paranaense fala-se em “500 milhas” de honorários para Dotti. Ou melhor R$ 500 mil ou meio milhão, segundo alguns advogados com “dor de cotovelo” que sonham com clientes deste quilate pelo valor da causa.

Nos bastidores da política a conversa é que a família Richa — Beto e Fernanda — vão partir para o ataque contra a RPC TV (afiliada à Globo), pois o governador descartou a renúncia ao cargo conforme anotou hoje o Blog do Esmael.

21 de Maio de 2015
por esmael
30 Comentários

Beto Richa avisa que ‘não renuncia’; então o povo vai arrancá-lo do cargo?

beto_richaEm entrevista ao jornalista Fernando Rodrigues, publicada hoje (21) no UOL, o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), acossado por denúncias de corrupção e propina, jurou que nunca pensou em renunciar ao cargo. O tucano afirmou que isso não passa pela cabeça dele.

No entanto, o Blog do Esmael anotou ontem (20) que correligionários de Richa o aconselharam a deixar a cadeira no Palácio Iguaçu para a vice-governadora Cida Borghetti (PROS).

“eu fui eleito pelo voto popular, tenho legitimidade, estou enfrentando com coragem toda essa armação política, a divulgação dessas acusações, delações premiadas que nem podiam ser divulgadas, segredo de Justiça, e está tudo na mídia”, contestou o governador do PSDB.

Beto Richa afirma ser vítima dos senadores Gleisi Hoffmann (PT) e Roberto Requião (PMDB), do sindicato dos professores, da a CUT, do PT, de grupos radicais e black blocs. Enfim, de acordo com o tucano, o mundo conspira contra ele.

21 de Maio de 2015
por esmael
57 Comentários

Richa manda recado aos professores: “Eu sou um político ético”

richa_uolTemendo agressões e sem condições de circular pelo Paraná, o governador Beto Richa (PSDB) buscou exílio político em Brasília. O tucano evita circular em público no estado. Tarefas como ir ao barbeiro ou tomar café na padaria da esquina nem pensar. Viraram martírio. Em algumas cidades importantes, o político paranaense é mais rejeitado que satanás com astronômicos 95%.

Beto Richa está pagando o preço pelas escolhas erradas que fez. Primeiro promoveu tarifaços (água, luz, IPVA, ICMS, etc.) por meio “tratoraço” na Assembleia, enfiou os deputados dentro de um camburão para confiscar direitos de servidores e mandou “meter bomba” em professores cuja categoria é majoritariamente feminina. Portanto, uma covardia sem precedentes.

“Eu sou um político ético”, disse o governador paranaense em entrevista ao jornalista Fernando Rodrigues, no portal UOL (clique aqui para ler na íntegra), como se olhasse nos olhos dos educadores em greve há 26 dias. “Os salários que eu pago pros professores do Paraná é um dos maiores do Brasil”, repetiu o tucano, sem se importar com a verdade.

Depois de aconselhar-se com os correligionários Aécio Neves e FHC, o tucano paranaense começou a agir como biruta de aeroporto.

Na entrevista ao UOL, Beto Richa acusou seus adversários políticos de instigar os manifestantes contra seu governo num trio elétrico. Ele apontou ontem (20) o PT como responsável pelos protestos no Paraná, hoje (21) atribuiu a mobilização das massas ao senador “black bloc” e “maluco” Roberto Requião (PMDB).

13 de Março de 2015
por esmael
10 Comentários

A OAB-PR aderiu ao golpe tucano?

A OAB-PR emitiu ontem nota oficial em apoio à  manifestação pelo impeachment da presidenta Dilma, no dia 15, mas não fez o mesmo em relação ao protesto de hoje, 13, pelo Fora Beto Richa e favorável a Dilma, à  Petrobras, aos direitos dos trabalhadores e Reforma Política.

A “endireitada” da OAB-PR causou “espécie” e racha entre os advogados paranaenses, expressos pelos posicionamentos de profissionais como Tarso Cabral Violin, que é blogueiro, e o Advogado dos Pobres, Mesael Caetano Dos Santos.

“Vários dirigentes do mais alto escalão da entidade são contrários à  posição golpista da entidade, o que nos dá uma luz no final do túnel”, relata Tarso em seu blog. Ele espera que OAB nacional não repita o mesmo erro da seccional do Paraná.

Para o Advogado dos Pobres, a crise moral que passa a política brasileira não deve cair simplesmente sobre a presidente da Republica, pois, segundo ele, “a classe política e o povo brasileiro sabem que todo esse jogo, não passa da luta pelo poder”.

“Qualquer busca pelo poder fora do jogo democrático, é golpe de quem não aceita o resultado das urnas. Não podemos aceitar que forças estranhas a regras do processo democrático interfiram na nossa jovem democracia”, afirmou Mesael, contraditando com a OAB-PR.

Por que a OAB-PR do Dr. Juliano Breda não põe fim nesse mal-estar e também lança uma nota oficial em apoio ao direito à  manifestação cívica e democrática contra a corrupção no governo Beto Richa, nesta sexta 13? Por quê?

A seguir, leia a íntegra da nota oficial da OAB-PR:

OAB Paraná defende manifestação cívica e democrática contra a corrupção

A OAB Paraná divulgará no próximo sábado (14), nos veículos de comunicação do estado, um manifesto contendo o posicionamento da entidade em relação à s manifestações previstas para o dia 15 de março. A OAB Paraná defenderá uma cruzada da sociedade em favor da ética e do combate implacável à  corrupção.

O movimento popular deve ser no sentido de exigir das autoridades constituídas rapidez na apuração das denúncias, punição rigorosa de todos os envolvidos e adoção de medidas de austeridade que levem a resultados práticos e imediatos capazes de estancar o desvio de recursos públicos. A Ordem defende também que o movimento seja pacífico, democrático e respeite a Constituição.

O posicionamento oficial da Ordem dos Advogados foi aprovado em sessão do Conselho Pleno

2 de Abril de 2014
por esmael
23 Comentários

Rossoni convoca nova eleição para o Tribunal de Contas do Estado

Presidente da Assembleia, Valdir Rossoni, vai reiniciar o processo eleitoral para nova escolha de conselheiro do TCE na próxima segunda 7; Fábio Camargo deverá renunciar ao cargo sub judice! até este sábado, 5, para disputar a Assembleia; secretário-geral da Casa, Plauto Miró, é o favorito na nova disputa para a vaga; deputado Ademir Bier (PMDB) deverá herdar a primeira-secretaria da Assembleia; petista Tarso Cabral Violin já anunciou que participará novamente do pleito e espera os sete votos da bancada do partido; se vai levar é outra coisa.

Presidente da Assembleia, Valdir Rossoni, vai reiniciar o processo eleitoral para nova escolha de conselheiro do TCE na próxima segunda 7; Fábio Camargo deverá renunciar ao cargo sub judice! até este sábado, 5, para disputar a Assembleia; secretário-geral da Casa, Plauto Miró, é o favorito na nova disputa para a vaga; deputado Ademir Bier (PMDB) deverá herdar a primeira-secretaria da Assembleia; petista Tarso Cabral Violin já anunciou que participará novamente do pleito e espera os sete votos da bancada do partido; se vai levar é outra coisa.

O presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Valdir Rossoni (PSDB), nesta quinta (2), anunciou a realização de nova eleição para a escolha do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Leia mais

17 de Fevereiro de 2014
por esmael
7 Comentários

TCE: Tribunal de Justiça retoma hoje julgamento de Fábio Camargo

Nesta segunda-feira (17), Tribunal de Justiça retoma julgamento de Fábio Camargo cujo placar é de 7 votos contra e 1 a favor a sua permanência no TCE; resultado na corte poderá desencadear nova votação na Assembleia Legislativa para a escolha do novo conselheiro; petista Tarso Cabral Violin, advogado e professor universitário, já entrou no aquecimento para um eventual segundo turno contra o deputado Plauto Miró; Tarso teria apoio velado do grupo RPC/Gazeta do Povo e partiria na disputa com 7 votos da bancada do PT.

Nesta segunda-feira (17), Tribunal de Justiça retoma julgamento de Fábio Camargo cujo placar é de 7 votos contra e 1 a favor a sua permanência no TCE; resultado na corte poderá desencadear nova votação na Assembleia Legislativa para a escolha do novo conselheiro; petista Tarso Cabral Violin, advogado e professor universitário, já entrou no aquecimento para um eventual segundo turno contra o deputado Plauto Miró; Tarso teria apoio velado do grupo RPC/Gazeta do Povo e partiria na disputa com 7 votos da bancada do PT.

O à“rgão Especial do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), composto por 25 desembargadores, retoma nesta segunda-feira (17) o agravo regimental do conselheiro afastado do Tribunal de Contas (TCE) Fabio Camargo. Leia mais

1 de dezembro de 2013
por esmael
13 Comentários

Rossoni admite realizar nova eleição para o Tribunal de Contas; assista

do G1 PR, com informações da RPC TVO presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Valdir Rossoni (PSDB) disse neste sábado (30) que defende uma nova eleição para o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná (TCE-PR). Em julho deste ano, o então deputado Fábio Camargo foi escolhido pelos pares na Alep. Porém, na quarta-feira (27), uma liminar do Tribunal de Justiça (TJ) o afastou das funções.

Assista ao vídeo:

A decisão da desembargadora Regina Portes Afonso foi tomada na quarta-feira (27) devido a um processo movido por um dos candidatos derrotados na eleição, Max Scrhappe. Na ação, ele alega que Camargo foi beneficiado pelos demais deputados durante as eleições.

Para Rossoni, a realização de uma nova escolha ainda depende de uma decisão final do Judiciário. No que depender do presidente da Assembleia, para tornar esse processo o mais transparente possível, eu defendo uma nova escolha!, diz o deputado, que promete pedir o auxílio do Ministério Público, do TJ e do TCE-PR. “Eu acredito que eu me cerco melhor para que não haja equívoco na escolha para conselheiro, que é importante para a fiscalização das contas do poder público do estado”, pontua.

Certidão positiva

Uma das alegações de Schrappe para questionar a eleição de Camargo é em relação aos documentos apresentados pelos candidatos. Na ação, ele diz que o então deputado apresentou uma certidão positiva de processos criminais, ou seja, um documento da Justiça que indica que ele responde por processos dessa natureza. Contudo, o regulamento da eleição exigia que as certidões fossem negativas.

Na quinta-feira (28), o deputado Elio Rusch (DEM), que presidiu a comissão responsável por analisar os currículos dos candidatos, declarou que não houve favorecimento a Fábio Camargo. Quando perguntado sobre a certidão positiva, ele disse que a certidão positiva não invalidaria a candidatura. “à‰ uma certidão positiva, mas não é condenatória. Não existe um elemento que impediria ele de ser candidato”, afirmou o parlamentar.

Decisão mantida

A determinação da desembargadora terá validade até que o processo contra Fábio Camargo seja devidamente julgado. Na sexta-feira (29), após ser notificado, o presidente do TCE-PR, conselheiro Artagão de Mattos Leão, designou dois auditores para substituir o conselheiro afastado. Os auditores Ivens Linhares e Sérgio Valadares da Fonseca vão representar Camargo nas sessões do Tribunal Pleno e da Segunda Câmara, respectivamente.

30 de outubro de 2013
por esmael
1 Comentário

OAB-PR debate amanhã atuação da CPI da Pizza na Câmara de Curitiba

Advogados realizam evento nesta sexta, à s 10h30, na sede da OAB-PR, com o intuito de dissecar contratos de licitação do transporte coletivo em Curitiba; evento também debaterá atuação da CPI da Pizza, que investiga máfia que atua no setor; vereador Jorge Bernardi, que presidente comissão de investigação, jura que o resultado dos trabalhos não terminará em pizza.

Advogados realizam evento nesta sexta, à s 10h30, na sede da OAB-PR, com o intuito de dissecar contratos de licitação do transporte coletivo em Curitiba; evento também debaterá atuação da CPI da Pizza, que investiga máfia que atua no setor; vereador Jorge Bernardi, que presidente comissão de investigação, jura que o resultado dos trabalhos não terminará em pizza.

Conta o professor universitário e blogueiro Tarso Cabral Violin que a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seccional Paraná, está organizando um debate nesta sexta, 1!º de novembro, à s 10h30, na sede do órgão, sobre as questões técnicas e jurídicas da licitação e dos contratos de concessão do Transporte Coletivo de Curitiba. Leia mais